3

E no dia seguinte… blitz de volta

Menos de 24 hora depois de Flávio Dino ser reeleito governador, as blitzen da CPRV – que leiloou milhares de carros de eleitores que deram o seu voto mais uma vez ao comunista – voltaram a ser realizadas em vários pontos da cidade

 

Carro da CPRV na avenida São Luís Rei de França; tudo como dantes…

A imagem acima é da avenida São Luís Rei de França; foi tirada na manhã desta segunda-feira, 8.

Menos de 24 hora após a reeleição do governador Flávio Dino, as blitzen da CPRV voltaram a ser realizadas em todo a cidade.

No Araçagy também já haviam carros da CPRV na manhã desta segunda-feira

Dino foi reeleito neste domingo, inclusive com os votos de muitos dos que tiveram seus carros e motos apreendidos e vendidos pela Vip Leilões, empresa responsável pela apreensão e guarda de veículos.

 Com a proximidade do fim do ano – e a necessidade de arrecadação para fechar o ano fiscal – as blitzen devem ser retomadas com força neste período.

E eleição, agora, só daqui a quatro anos…

12

Vídeo e imagem do dia: quantos ficaram sem trabalho?!?

A parte da imprensa alugada pelo Palácio dos Leões fez festa na noite desta terça-feira, 17, pelo equívoco de uma foto publicada neste post. Mas não perderam por esperar, já que o post, ao invés de “Imagem do dia”, virou “Vídeo do dia”. E ainda ganhou a foto correta, que mostra a sanha arrecadadora do governo Flávio Dino com centenas de motos e carros, muitos usados como instrumentos de trabalho, jogados em um pátio para serem vendidos

 

O pátio da Vip: negócio milionário que também financia o comunismo

As imagens deste post – vídeo e foto – foram produzidas pela ação impiedosa do governo comunista de Flávio Dino e sua sanha arrecadadora de impostos – e de produção de lucros para a empresa VIP Leilões.

O caminhão-guincho mostrado no vídeo carrega motos apreendidas nas truculentas blitzen da CPRV. Muitos desses veículos foram arrancados de trabalhadores que dependem deles para sobreviver.

Essas motos serão vendidas em leilões promovidos pela própria VIP, que já arrecada com as diárias e manutenção dos veículos apreendidos.

Já a foto acima, é do pátio da VIP Leilões, com carros e motos prontos para serem leiloados.

A ganância comunista gera uma outra indústria, a dos corretores de lojas de carros, que ficam de plantão no pátio da empresa, na BR-135, para fazer os arremates nos pregões.

Mas esta é uma outra história…

Post republicado para correção de imagem e informações

4

Carros apreendidos pelo BPRV estão sendo leiloados em tempo recorde…

Venda por maior preço se dá pela internet, “para compensar o governo estadual com a quitação de débitos de IPVA, Multas, Taxas de Licenciamento, Seguro Obrigatório e outros débitos”, segundo o edital

 

 

O anúncio do leilão da última sexta-feira, 16: 500 veículos à venda

Um consórcio formado pelo Detran-MA, Vip Leilões e Bradesco está anunciando a venda, por leilão on-line, de veículos apreendidos nas blitz do Batalhão de Polícia Rodoviária, o famigerado BPRV.

A última destas vendas ocorreu na sexta-feira, 16, conforme informou o blog do Filipe Mota. (Leia aqui)

O curioso é que, entre os veículos à venda – carros, motos, utilitários – estão muitos que foram apreendidos já agora em 2018.

São os guinchos da própria VIP Leilões que carregam os veículos aprendidos pelo BPRV, depois vendidos pela empresa: negócio milionário

A VIP Leilões é a empresa o Contrato de Concessão Pública nº 07/2016 de 3 março de 2016 dado pelo Governo Flávio Dino (PCdoB).

A empresa que apreende os veículos, é a mesma que vende em leilões pouco tempo depois.

No leilão da última sexta-feira estava prevista a venda de  500 veículos…

5

Advogados vão à Justiça para proibir apreensão de veículo com IPVA pendente…

Ação Civil Popular assinada por Américo Lobato Neto, Luiz Djalma Neves e Aristóteles Duarte Ribeiro aponta que o recolhimento do bem particular afronta os princípios constitucionais

 

CONTRA O CONFISCO
Projetos e ações visam impedir uma arbitrariedade da polícia contra os bens privados

Os advogados Américo Lobato Neto, Luiz Djalma Cruz Neves e Aristóteles Duarte Ribeiro protocolaram segunda-feira, 15, Ação Popular contraVA, Advogados,  o recolhimento do veículo por atraso no pagamento do IPVA.

Para os autores da ação, este tipo de confisco viola princípios constitucionais.

A ação dos advogados é a terceira manifestação pública contra a apreensão de veículos por atraso de IPVA no Maranhão em menos de uma semana.

O deputado Wellington do Curso (PP) começou a discussão, semana passada, ao apresentar Projeto de Lei que proíbem as blitzen para confisco de carros com IPVA atrasado. (Relembre aqui)

Na mesma semana, o presidente da OAB-MA, Thiago Diaz, anunciou Ação Civil Pública contra este tipo de confisco, citando, inclusive, reconhecimento desta interpretação pelo Supremo Tribunal Federal (STF). (Releia aqui)

A ação dos três advogados deverá ser julgada pela Vara de Interesses Difusos e Coletivos…

2

OAB-MA vai tentar impedir blitz do IPVA atrasado…

Em encontro com o deputado Wellington do Curso, presidente da entidade afirmou que o estado tem outros mecanismos para garantir o pagamento do imposto sem privar o cidadão do direito de propriedade

 

INCONSTITUCIONAL
Thiago e Wellington na luta contra o abuso

O presidente da seccional maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil, Thiago Diaz, anunciou que a entidade entrará com Ação Civil Pública para impedir a realização da chamada blitz do IPVA pelo fisco estadual.

A inconstitucionalidade do confisco de automóveis para forçar pagamento de imposto veio à tona após o deputado Wellington do Curso (PP) apresentar PEC proibindo a prática no Maranhão.

Ao receber o deputado em seu gabinete, o presidente da OAB-MA anunciou a medida contra as blitzen.

– O Estado tem outros meios de cobrança previstos em lei para exigir o imposto atrasado. Deve ser ofertado ao proprietário do veículo discutir a cobrança do imposto citado sem ser privado do seu direito de propriedade. Por isso, ingressaremos com a Ação, a fim de suspender as operações de apreensão de veículos. O STF defende esse entendimento e nossa própria Constituição Federal proíbe o imposto com efeito de confisco – explica Thiago Diaz.

A proposta de Wellington – já adotada em vários estados – tem repercutido fortemente.

As blitzen do IPVA começaram a ser operacionalizadas neste mês de maio…