1

Lahésio Bonfim deve reunir “oposicionistas de peso” no Agir36…

Nomes como Ricardo Murad e Wellington do Curso podem se filiar no partido do prefeito de São Pedro dos Crentes para disputar vagas na Assembleia Legislativa e reforçar sua candidatura ao Governo do Estado

 

Dr. Lahésio é o principal crítico do governo Flávio Dino na disputa pelo Governo do Estado; e deve reforçar esta oposição com filiações de peso ao Agir36

O prefeito de São Pedro dos Crentes Dr. Lahésio Bonfim deve receber reforços de peso no partido Agir36, por onde vai disputar as eleições para o Governo do Estado.

Devem confirmar filiação até o final de março nomes como o deputado estadual Wellington do Curso e o ex-deputado Ricardo Murad (ambos ainda no PSDB).

A presença dos dois oposicionistas reforçam a postura antagônica de Dr. Lahésio ao projeto de poder do governador Flávio Dino (PSB) que tem o vice-governador Carlos Brandão (PSDB) como sua “escolha pessoal” na disputa pelo governo.

Murad é duro crítico de Dino, a quem classifica como “último representante do chamado grupo Sarney no comando do estado”.

O ex-secretário de Saúde prega um novo ciclo político no estado, com a riqueza sendo distribuída à população.

Wellington do Curso também é duro crítico do governo Flávio Dino, com discursos quase diários na Assembleia Legislativa.

O Agir36 ainda discute formação de alianças com o PTB e o PSC, partidos vinculados à base do governo Jair Bolsonaro (PL).

1

Andrea Murad pode ser o futuro do PSDB no Maranhão…

Esvaziado pelo senador Roberto Rocha e menosprezado pelo vice-governador Carlos Brandão, partido pode ter na ex-deputada estadual a chance de ressurgir no cenário, com candidatura própria ao governo, chapa de deputados federais e estaduais e com palanque para o candidato tucano a presidente, João Dória

 

Andreia Murad em Brasília, com Bruno Araújo e Wellington do Curso: opção do PSDB para o Governo do Estado

Análise da notícia

Um dos maiores partidos políticos do Brasil, o PSDB vive no Maranhão uma espécie de limbo político desde as eleições municipais de 2016; mas vê agora as chances de ressurgir das cinzas, com a possibilidade de candidatura da ex-deputada Andreia Murad ao Governo do Estado.

O convite a Andreia – segundo revelou o único deputado estadual da legenda no Maranhão, Wellington do Curso – foi feito pelo próprio presidente nacional, Bruno Araújo, com quem os dois maranhenses se reuniram na noite de terça-feira, 25.

No Maranhão, há anos o PSDB não representa sequer um milésimo da força que tem no restante do país.

Com o senador Roberto Rocha – ainda filiado – viu seu quadro de prefeitos sumir nas eleições de 2020 e a bancada de deputados federais e estaduais se resumir ao controvertido Wellington do Curso. 

O vice-governador Carlos Brandão assumiu o partido no início de 2021, mas, inseguro quanto aos interesses políticos do seu chefe, o governador Flávio Dino, nunca sequer oficializou a filiação.

E agora está deixando novamente o ninho por interesses de Flávio Dino.

A opção por Andreia Murad, portanto, é uma chance de o partido se reerguer; tem quadros significativos, como o ex-secretário Ricardo Murad e o ex-deputado federal e prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira.

Uma candidatura de Andreia Murad conseguiria, no mínimo, recolocar os tucanos no debate, o que Brandão nunca conseguiu fazer por absoluto desinteresse.

Mas o vice ainda insiste em manter o controle da legenda.

Mesmo após ir para o PSB…

1

Eduardo Braide volta à Assembleia após vitória nas urnas

Prefeito eleito de São Luís visitou nesta terça-feira, 15, o Palácio Manoel Beckman e conversou com antigos colegas, sendo, inclusive, tietado por alguns mais empolgados com a visita, a exemplo de Wellington do Curso

 

Braide em conversa com Othelino: visita à sua ex-Casa, conversas de pé-de-ouvido e tietagem de alguns ex-colegas

O prefeito eleito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos) esteve na manhã desta terça-feria, 15, no Palácio Manoel Beckman, sede da Assembleia Legislativa.

Braide conversou com ex-colegas de parlamento, esteve por horas com o presidente da Casa, Othelino Neto (PCdoB) – como mostra a foto que ilustra este post – e viveu momentos inusitados.

O deputado Wellington do Curso (PSDB), por exemplo, era o mais empolgado.

Ele tietou Braide o tempo inteiro, bateu fotos e até fez uma transmissão ao vivo ao lado do prefeito eleito.

Por restrições impostas pela pandemia de coronavírus, não houve contato da imprensa…

2

Lideranças criam “onda azul” pró-Neto em São Luís…

Senador Weverton Rocha, deputados federais Juscelino Filho e Pedro Lucas, deputados estaduais Roberto Costa e Wellington do Curso, além do próprio candidato, criam uma espécie de abraço ao eleitor, envolvendo todas as regiões da cidade

 

Neto Evangelista vai pessoalmente a algumas regiões, como na Estiva, na tarde desta quarta-feira, 4 

As principais lideranças da campanha do candidato do DEM a prefeito de São Luís, Neto Evangelista, espalharam-se nesta quarta-feira, 4, por várias regiões da cidade, criando um movimento de abraço simbólico aos eleitores.

O objetivo é repetir este movimento dia após dias, durante os últimos dez que faltam para o pleito, consolidando a posição de Neto em segundo lugar e e garantindo sua ida para o segundo turno.

Weverton Rocha liderou caminhadas na área Itaqui-Bacanga, onde Neto ganhou apoio de Sebastião Santos

Liderados pelo senador Weverton Rocha (PDT), que se concentrou na área Itaqui-Bacanga, o “cinturão azul pró-Neto” contou também com os deputados federais Juscelino Filho (DEM) e Pedro Lucas Fernandes (PTB), além dos deputados estaduais Roberto Costa (MDB) e Wellington do Curso (PSDB).

O próprio Neto participa das ações, ora com um grupo em determinada região da cidade, ora com outro.

 

Juscelino Filho levou seu grupo para caminhadas na Zona Rural, mobilizando eleitores em torno de Neto Evangelista

Coordenador da campanha, Juscelino Filho sentou praça na Zona Rural, onde visita com seu grupo cada uma das localidades daquela região de São Luís. Pedro Lucas esteve com Neto Evangelista em outra região da Zona Rural, no setor da Estiva. 

O emedebista Roberto Costa se concentra na região do Centro, com a militância do MDB, mobilizando toda a 2ª e 3ª Zona Eleitoral.

Wellington do Curso esteve na região da Cidade Operária, em caminhadas por vários bairros que compõem o complexo, representando o candidato do DEM

Já o também deputado Wellington levou seu grupo para a região da Cidade Operária e adjacências, onde mobiliza várias comunidades.

O objetivo da “onda azul” é criar uma espécie de abraço simbólico ao eleitor, dia após dia, de manhã, de tarde e de noite, até o dia da eleição.

O resultado, avalia Neto Evangelista, é “a confirmação de nossa ida ao segundo turno”

0

Com apoio a Neto, Wellington deve deixar o PSDB…

Após declarar apoio à candidatura de Neto Evangelista em São Luís, deputado tucano ase prepara para as eleições de 2022, quando deve disputar vaga na Câmara Federal; DEM ou PDT podem ser destino partidário

 

Agora envolvido diretamente na campanha do colega Neto Evangelista à Prefeitura de São Luís, o deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) já prepara novo destino partidário.

Ele vai estar presente diretamente na campanha de rua do candidato democrata nestes últimos 30 dias de campanha, numa espécie de teste da sistemática política do grupo liderado por DEM e PDT.

E é um destes dois partidos o destino mais provável do deputado tu´cano, que foi alijado do processo eleitoral de São Luís pelo próprio PSDB.

Aio analisar o perfil dos candidatos antes de decidir pelos eu apoio, Wellington afirmou que pretendia ajudar a levar o escolhido ao segundo turno.

E garante não ter dúvidas de que Neto Evangelista estará no segundo turno…

2

Wellington ainda analisa plano de governo de candidatos…

Mesmo já esquecido no debate eleitoral de 2020, deputado estadual que teve a candidatura negada pelo próprio partido, o PSDB, quer influenciar o eleitor a tomar sua decisão em relação ás eleições de São Luís

 

Wellington agora estuda planos de governos, com a expectativa de que ainda pode influenciar a decisão do eleitor, embora já esquecido na disputa (imagem: reprodução do Instagram)

Mesmo já ignorado como influência na escolha do eleitor de São luís, o deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) entende que pode mudar a realidade da disputa pela prefeitura da capital maranhense.

Ele agora anuncia nas redes sociais que está estudando o plano de governo dos candidatos para embasar sua tomada de decisão e influenciar o eleitor que – acredita ele – ainda o segue.

Afastado da disputa por decisão do próprio partido, o PSDB – que decidiu apoiar Eduardo Braide (Podemos) – Wellington passou quase três semanas sem rumo, perdendo o timming de uma decisão de apoio a outro candidato.

Mesmo assim, acha que ainda pode influenciar no pleito.

– Eu quero agradecer a você pela confiança de estar comigo até até aqui e então aguardar a minha decisão para, só assim, escolhermos juntos o próximo prefeito de São Luís. Anunciarei nossa decisão essa semana – disse ele, em seu perfil no instagram.

O problema é que, pelas pesquisas, quase 65% dos eleitores já decidiram seu voto e não pretendem mudar.

O apoio de Wellington a essas alturas, portanto, não significará absolutamente nada na disputa…

1

Wellington insiste em candidatura: “não desisti de disputar”…

Ex-candidato do PSDB – retirado da disputa pelo próprio partido – tem realizado incursões por São Luís, reafirma em cada postagem o sentimento de traição em relação à legenda e diz que ainda será prefeito da cidade

 

Wellington em postagem sobre suas andanças pelos bairros de São Luís: “candidato” sem registro

Retirado pelo próprio partido da disputa pela Prefeitura de São Luís, o deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) ainda insistem em uma agenda de candidato, pelo menos nas redes socais.

Suas postagens no Instagram continuam sendo a de um candidato; e suas mensagens também são relacionadas à campanha, que já está na fase inicial da propaganda eleitoral.

– Não desisti de disputar as eleições de São Luís. Fui retirado das eleições de forma covarde, mesmo estando em segundo lugar. Não vou desistir de São Luís… ainda vou ser prefeito de minha querida cidade – disse o tucano, em uma postagem no Instagram, na manhã de segunda-feria, 28.

O candidato comemorou o aniversário em meio a populares, após visita a várias comunidades da capital maranhense

No domingo, 27, quando comemorou aniversário, Wellington também visitou vários bairros.

Ele mantém uma agenda de campanha, mesmo sem legenda para concorrer na capital maranhense.

E pelo jeito, vai seguir desta forma até o fim do primeiro turno…

5

Wellington faz festa para Josimar no interior…

Após informações de que o deputado federal negociava amortização de dívidas do deputado estadual tucano – em troca do apoio aos seus correligionários, incluindo São Luís – o ex-candidato a prefeito aparece em vários municípios na caravana do dono do PL

 

Um dos vídeos em que Wellington exalta Josimar, publicado no blog de Luís Pablo

O blog Marco Aurélio D’Eça publicou em duas oportunidades a informação de que o deputado federal Josimar de Maranhãozinho estava negociando uma espécie de “compra das dívidas” do deputado estadual Wellington do Curso (PSDB). (Relembre aqui e aqui)

Nem Josimar, nem o próprio Wellington desmentiram a informação; e esta semana, Wellington começou a aparecer em diversos comícios da caravana de Josimar no interior.

Nos discursos, o ex-candidato tucano a prefeito de São Luís exalta a força do dono do PL e fala de 2022, além de declarar-se a caminho do partido.

Nos próximos dias, é esperada a presença de Wellington em um evento de Duarte Júnior (Republicanos), candidato de Josimar em São Luís.

2

“Seria um prazer tê-lo conosco”, diz Neto, sobre Wellington

Candidato do DEM a prefeito de São Luís elogia o colega deputado estadual e diz que mantém diálogo para sua participação na coligação, que reúne DEM, PDT, PTB, MDB e PSL

O candidato do DEM a prefeito de São Luís, Neto Evangelista, confirmou nesta sexta-feira, 11, que mantém diálogo com o colega deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) com vistas às eleições de novembro.

– O deputado Wellington amadureceu muito ao longo do seus mandatos, politicamente falando; e para mim seria um prazer tê-lo conosco – afirmou Evangelista.

Wellington ocupava a segunda posição nas pesquisas de intenção de votos – disputando com o próprio Neto e com Duarte Júnior (Republicanos) mas teve a candidatura retirada unilateralmente pelo seu partido.

Desde então, vários grupos tentam atraí-lo, diante do seu cacife de algo em torno de 10%. 

Neto Evangelista garante que buscará o diálogo com o colega tucano até que se esgotem todas as possibilidades.

– A gente mantém um diálogo permanente. Assim como fizemos com a nossa coligação, mantemos com o deputado Wellington também – completou.

0

Wellington conversa com Adriano Sarney…

Assediado por vários pré-candidatos, deputado estadual tucano que decidiu romper com o PSDB e com Eduardo Braide pode optar pelo candidato do PV para manter o discurso de oposição ao governo Flávio Dino

 

Após ser retirado da disputa pelo PSDB, Wellington virou asa costas para Braide e engata diálogo com Adriano em São Luís

Após forte assédio do deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) – inclusive com ofertas pecuniárias – o deputado Wellington do Curso (ainda no PSDB) busca diálogo com o candidato do PV a prefeito, Adriano Sarney.

Uma eventual aliança com Adriano garantiria ao deputado oposicionista a manutenção do discurso contra o governo Flávio Dino (PCdoB), que tem adotado na Assembleia desde o primeiro mandato.

Adriano é um dos dois candidatos oposicionistas na disputa em São Luís; o outro é o próprio líder nas pesquisas, Eduardo Braide (Podemos), que caiu em desgraça com Wellington após fritura de sua candidatura no PSDB.

O cenário com o Sarney – a quem Wellington indicaria voto aos cerca de 10% dos eleitores que apoiavam sua candidatura – seria, assim, a opção mais adequada para o tucano no primeiro turno.

E no segundo turno, provavelmente, irá com qualquer um que enfrentar Braide…