0

Osmar Filho institui procedimentos para prevenir Coronavírus na Câmara

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), assinou resolução administrativa, nesta terça-feira (17), adotando regras e procedimentos de prevenção, no âmbito do Palácio Pedro Neiva de Santana, contra o Novo Coronavírus – COVID-19.

As medidas, com prazo de vigência de 30 dias, contados a partir da assinatura do documento, vão desde a diminuição do número de sessões ordinárias, realizadas segunda-feira, terça-feira e quarta-feira; até a restrição do acesso do público à galeria do Plenário; não realização de visitas institucionais e de eventos relacionados, ou não, com a atividade parlamentar; além da liberação de servidores e colaboradores com idade acima de 60 anos, por exemplo.

Vale destacar que os setores administrativos da CMSL irão se adequar as restrições, mas continuarão funcionando normalmente.

“A exemplo do que já ocorreu em outras Casas Legislativas, adotamos medidas para proteger a saúde dos vereadores, funcionários e o público. Infelizmente, estamos vivendo está realidade e temos que enfrenta-la com responsabilidade, seguindo as recomendações das autoridades da área da saúde”, afirmou Osmar Filho.

De acordo com a resolução, apenas terão acesso às dependências da Câmara parlamentares, servidores, terceirizados, profissionais de veículos de imprensa, assessores de entidades e órgãos públicos, representantes de instituições de âmbito nacional, empregados que prestam serviço na Casa, todos previamente credenciados, salvo prévia autorização da Presidência.

As sessões plenárias serão reduzidas para apenas uma por semana, a se realizar nas terças-feiras, às 9h. Em caso de extrema necessidade, ou por recomendações das autoridades da saúde, as sessões poderão ser suspensas na sua totalidade.

Fica suspensa realização de eventos coletivos não-diretamente relacionados às atividades legislativas do Plenário e das Comissões. Ficam abrangidas pela suspensão sessões solenes, eventos de lideranças partidárias e de Frentes Parlamentares, visitação institucional e outros programas patrocinados pela Casa. Está suspenso o acesso do público à galeria

A sessão ordinária, vale destacar, continuará, neste período, sendo transmitida no canal da Câmara no YouTube e no programa Câmara em Destaque, na Rádio Educadora 560.

Os parlamentares, servidores e demais colaboradores que estiveram em locais onde houve infecção por COVID-19, constantes na lista do Ministério da Saúde, ou que apresentem febre ou sintomas respiratórios, serão afastados administrativamente por até 14 dias a contar do regresso dessas localidades, sem sofrer prejuízo financeiro.

A pessoa abrangida por esta hipótese deverá comunicar imediatamente tal circunstância, com a respectiva comprovação à Presidência, no caso de vereador, e chefia dos Setores e Departamento de Pessoal, no caso de servidor.

Fica suspensa a concessão de passagens aéreas ou terrestres, bem como de diárias, a parlamentares e servidores.

Funcionários e colaboradores com idade superior a 60 anos, bem como portadores de doenças constantes que podem causar complicações, deverão ficar em casa até segunda ordem, sem prejuízo financeiro.

O Setor de Infraestrutura da Câmara aumentará a frequência de limpeza dos banheiros, corrimãos, maçanetas, bancadas e válvulas de descarga, seguindo o protocolo editado pela ANVISA; e providenciará a aquisição e instalação de mais dispensadores de álcool em gel, conforme a disponibilidade dos fornecedores.

Deverão ser evitadas aglomerações de pessoas, sobretudo em ambientes onde não exista ventilação adequada.

A Secretaria Administrativa, por força dessa resolução, fica autorizada a adotar medidas administrativas necessárias ao cumprimento do ato, inclusive a respeito de redução temporária de quantitativo de servidores e demais medidas de natureza administrativa que sirvam no combate à disseminação do COVID-19.

0

Othelino ratifica medidas adotadas pela Alema contra o coronavírus

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), ratificou, na sessão plenária desta terça-feira (17), a importância do cumprimento do conjunto de medidas preventivas adotadas pela Casa, por meio da Resolução Administrativa 157/2020, contra a infecção e a propagação do novo coronavírus (COVID-19), apesar de não haver casos confirmados da doença no Estado.

Pela manhã, o chefe do Legislativo Estadual também recebeu o médico infectologista Bernardo Wittlin, em visita à Casa. O especialista avaliou positivamente as precauções tomadas contra a pandemia, para garantir a segurança dos parlamentares, servidores e colaboradores do Poder Legislativo.
 
Othelino ressaltou que o Parlamento maranhense está acompanhando e sempre buscando informações para poder agir, imediatamente, diante deste momento delicado pelo qual passa os brasileiros. Ele reforçou que foram adotadas uma série de medidas internas como, por exemplo, a suspensão do acesso de visitantes e usuários às dependências da Casa e de viagens oficiais; o afastamento das atividades dos servidores acima de 60 anos ou que tenham doenças crônicas, assim como também das servidoras gestantes. Também estão suspensos eventos coletivos não-diretamente relacionados às atividades legislativas do Plenário e das comissões.  
 
“A visita do doutor Wittlin à Casa também foi importante no sentido de contribuir com mais orientações ao nosso corpo administrativo e, ao mesmo tempo, por meio da nossa estrutura de Comunicação, falar para a sociedade sobre o tema, porque a solução maior é o compromisso individual de cada um de fazer a sua parte na prevenção e no combate à propagação da doença”, afirmou Othelino
 
Bernardo Wittlin analisou as medidas que a Assembleia Legislativa vem tomando para enfrentar a pandemia do coronavírus e destacou que, neste momento, a preocupação também é com a “epidemia da desinformação”, o que se faz necessário armar a população com informações seguras acerca do assunto.
 
“Nós temos que ter essa preocupação, porque, além da COVID-19, também temos essa “epidemia da desinformação”, que se transmite mais rapidamente ainda. As medidas que estão sendo tomadas, internamente, na Assembleia, são muito importantes e estão em consonância com a gravidade do problema. São determinações restritivas, de educar as pessoas, algo fundamental nesse momento para evitar uma evolução trágica da pandemia”, ressaltou o infectologista.

7

[Bolsonaro] passou de todos os limites, diz Márcio Jerry…

Em manifestação na rede social Twitter, deputado federal maranhense diz que a postura o presidente da República diante dos atos contra a os demais poderes, no domingo “é um atentado à democracia”

 

O deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) criticou a postura do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) diante dos atos antidemocráticos realizados no último domingo.

– É atentado contra a democracia, sim, um presidente da República  participar de evento que pede o fechamento do Congresso e do STF – afirmou Jerry.

Bolsonaro atuou no domingo em duas frentes, ambas criticadas pela opinião pública.

Ele estimou e convidou para atos que pediam o fechamento do Congresso e do STF; também saiu às ruas para abraçar manifestantes, desrespeitando determinações do seu próprio ministério da Saúde.

– Jair Bolsonaro passou dos limites, de todos os limites – ressaltou Márcio Jerry, em opinião compartilhada por autoridades e analistas de todo o país…

0

Imperatriz: servidores da Saúde recebem capacitação sobre coronavirus

Os próximos a serem capacitados serão os servidores da UPA São José, Atenção Básica e Hospital Municipal

 

Começou pela Vigilância em Saúde, departamento da Secretaria Municipal de Saúde, Semus, responsável por fazer visitas domiciliares para investigar doenças, uma série de capacitações sobre o enfrentamento ao Novo coronavirus (Covid-19). Passarão por treinamento nos próximos dias os profissionais de saúde da Unidade de Pronto Atendimento, UPA São José, Departamento de Atenção Básica e pôr fim do Hospital Municipal de Imperatriz, HMI.

No treinamento ministrado na quinta-feira,12, no Complexo de Saúde do Parque Anhanguera, os 30 servidores da Vigilância em Saúde conheceram as normas do Ministério da Saúde para dar assistência à pessoa com suspeita da Covid-19.

“Nós apresentamos aos servidores os fluxos que foram cedidos pelo Ministério da Saúde e esses fluxos nos orientam, a partir do momento em que recebemos a pessoa que é classificada num dos três parâmetros para ser suspeita de Novo coronavirus até o fim do atendimento”, explicou a coordenadora da Vigilância em Saúde, Gisely Vieira. O passo a passo consiste em fazer a coleta de material para exames, quanto tempo a pessoa tem de ficar de quarentena aguardando o resultado do exame e o que fazer após o resultado do teste.

No caso do HMI, Gisely Vieira ressaltou que a capacitação vai orientar os fluxos corretos desde a entrada até o fim do atendimento levando em conta que o hospital foi o local escolhido para abrigar uma sala preparada para receber os casos suspeitos do novo coronavirus.

0

“É gravíssima a situação”, diz Gastão Vieira, sobre coronavírus…

O deputado federal Gastão Vieira (Pros-MA) revelou grande preocupação com o avanço do coronavírus no Brasil.

Gastão se disse impactado com o que ouviu do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, durante audiência na Câmara dos Deputados.

“É gravíssima a situação do avanço da epidemia de coranavirius no Brasil. Estou impactado com o que ouço do ministro da saúde, agora, aqui na Câmara”, afirmou.

O deputado Gastão Vieira disse ainda que a disposição da Câmara é total para aprovar um crédito ao governo para enfrentar a crise do coronavírus.

“O governo acaba de solicitar um crédito de 5 bilhões para enfrentar a crise do coronavírus. Nossa disposição é total”, finalizou.

Os recursos deverão ser usados pelo Ministério da Saúde para reforçar as ações na Atenção Primária e Hositalar.

3

Jair Bolsonaro entre o vírus e o golpe…

Para a alta do dólar, a queda na bolsa e o fracasso na economia, bolsonaristas já usam a desculpa do coronavírus; e para a desordem criada pelo próprio governo, a solução é o fechamento dos poderes constituídos

 

A culpa não é das loucuras de Paulo Guedes, muito menos das boçalidades de Bolsonaro; e a horda alienada segue aplaudindo os dois

Em meio às boçalidades do próprio presidente e dos seus ministros de ideologia tosca – e em meio às relações milicianas dos filhos – o governo Jair Bolsonaro vai criando a sua narrativa para escapar.

E a solução deles – aplaudida pela horda alienada, conservadora, reacionária e preconceituosa – é a culpa no vírus ou a saída pelo golpe de estado.

O dólar atingiu nesta quarta-feira, 26, exatos R$ 4,44; a bolsa, teve queda de 7%.

Mas isso, ora e veja, não é culpa das ações destrambelhadas de Bolsonaro e seu chefe da Economia, Paulo Guedes, imagine…

É culpa do coronavírus, esse bichinho perigoso que vem causando pânico ao mundo.

Bolsonaro não consegue conversar com o Congresso Nacional e com o Supremo Tribunal Federal porque não tem a capacidade do diálogo; forjado na caserna, sua verve é autoritária.

Mas para essa dificuldade de relacionamento, a solução é o golpe de estado.

E a horda alienada, conservadora, reacionária e preconceituosa segue aplaudindo as boçalidades catapultadas a níveis jamais vistos pela força das redes sociais.

O Brasil segue ladeira abaixo como resultado de um arroto da história.  

Mas a culpa é do vírus; e a solução é o golpe…