6

Novos políticos, velhas práticas…

Submissos ao poder do governo Flávio Dino – em uma assembleia com apenas três parlamentares efetivamente de oposição – deputados subvertem aos próprios compromissos eleitorais de lutar pelo povo

 

Eleitos com o discurso da “nova política”, muitos dos que formam a base governista repetem as velhas práticas na Assembleia Legislativa do Maranhão. Num plenário em que somente três parlamentares – César Pires (PV), Adriano Sarney (PV) e Wellington do Curso (PSDB) – têm posicionamento crítico em relação ao governo Flávio Dino, o Legislativo segue com total submissão ao Executivo estadual.

Nenhum dos deputados eleitos prometendo fazer uma “nova política” conseguiu manter na Assembleia o pacto feito durante a campanha eleitoral de defender os interesses do povo, e continuam com as práticas que condenavam em seus discursos.

Hoje o que se vê são esses mesmos políticos aprovando todas as propostas do governo Flávio Dino, sem qualquer questionamento, mesmo contrariando a vontade da população. Seus discursos estão distanciados de suas promessas.

Além de manter a submissão ao governo nas votações na Assembleia, os “novos” parlamentares abrem mão de outra obrigação que assumiram quando foram eleitos: a de fiscalizar os atos do Executivo. E assim, obedientes ao governador e não aos seus eleitores, barram todas as iniciativas da oposição que visam garantir transparência na gestão dos recursos públicos, como pedidos de informações e convocação de gestores.

E vão além na submissão: fecham os olhos para a incapacidade do governo estadual em atender as principais necessidades da população, como a recuperação das estradas estaduais e a manutenção de serviços de saúde com qualidade.

Para tentar manter a imagem do “novo”, inovam na formulação de leis inócuas e na renovação de promessas que, sabem, não serão cumpridas, pois dependem da vontade do governo que exerce total controle dos seus mandatos.

Cedem suas prerrogativas ao Executivo na esperança de receber algum benefício, mas nem mesmo têm atendidas as demandas que levam ao governo.

4

Tudo se resume ao despreparo…

Os dois episódios do fim de semana – a prisão dos meninos de Caxias e a condução do deputado Fábio Macêdo – mostram que as autoridades maranhenses ainda estão longe da qualidade que se espera delas, sejam eleitas ou concursadas

Editorial

São dois vídeos grotescos.

No primeiro, policiais militares arrastam pelas ruas de Caxias, duas crianças amarradas e as colocam na mala de uma viatura da polícia.

O outro, mostra o deputado estadual Fábio Macedo (PDT), embriagado, em discussão com policiais militares do Piauí, após suposta agressão a pessoas em um bar de Teresina.

As duas cenas, tanto a dos policiais quanto a do deputado estadual mostram o despreparo das autoridades maranhenses, sejam elas concursadas ou eleitas pelo voto popular.

Na história envolvendo os policiais de Caxias, o caso deve ser de expulsão pura e simples, até como uma espécie de mea culpa do próprio Governo do Estado, que tem posto nas ruas policiais cada vez mais despreparados, sobretudo pela redução drástica do tempo de treinamento na escola de polícia.

E esses policiais protagonizam casos de despreparo e truculência cada vez mais rotineiros.

O caso do deputado estadual reeleito – como ele mesmo faz questão de afirmar – é ainda mais grave.

Se os áudios atribuídos a ele são mesmo autênticos, o parlamentar acaba por confessar crimes de sua família e ainda ameaça os policiais piauienses de morte.

Macedo é apenas mais um dos inúmeros casos cada vez mais comuns na política maranhense, em que o poder econômico de pais ricos levam os filhos para o Parlamento, sem qualquer treinamento prévio.

São casos lamentáveis para o Maranhão.

Sob qualquer aspecto que se analise…

0

Leonardo Sá alerta sobre comporta do Rio Pericumã, em Pinheiro…

Na Assembleia Legislativa, deputado estadual frisou que o problema se dá por falta de manutenção da barragem, que já tem quase 40 anos sem nunca passar por nenhum tipo de reforma

 

Leonardo Sá falou do assunto em aparte aos colegas deputados…

Na sessão desta terça-feira (12), o deputado estadual Dr. Leonardo Sá (PR), falou sobre a comporta do Rio Pericumã, localizada no município de Pinheiro região da Baixada Maranhense, a 333 km da capital São Luís.

A problemática daquela comporta é a falta de manutenção, com sua estrutura comprometida, há mais de 37 anos desde a sua inauguração nunca foi reformada, oferecendo um grande risco a população Pinheirense e principalmente ribeirinha.

Sem a manutenção feita adequadamente, sua estrutura de concreto e ferro veio sendo corroída ao longo dos anos, existe a necessidade de um técnico especializado para resolver os problemas que se acumulam resultando no mal funcionamento da vedação das comportas que evitam a passagem da água salgada do mar para o rio que abastece a cidade de Pinheiro e outras da região.

…E ajudou a conduzir a sessão ordinária da Assembleia

“Há mais de 15 anos morando naquela cidade, eu lhes digo aqui por conhecimento de causa sobre a manutenção daquela barragem do Rio Pericumã. Inexiste manutenção naquela barragem. A manutenção até hoje é feita por alguém que quer ajudar a fazer a manutenção daquilo. Não tem um corpo técnico para fazer a manutenção daquela barragem. É uma verdadeira vergonha. Tudo abandonado. Quem faz a manutenção hoje é quem quer ajudar, mas não tem as condições técnicas para fazer a manutenção de uma barragem daquele porte e da importância, deputadosvocês sabem que tem aquele Rio Pericumã para Pinheiro e para a Baixada Maranhense. Então deixo aqui o meu alerta, o meu sinal vermelho em relação a essa situação. Deixo aqui a minha indignação com a falta de compromisso das autoridades com aquele problema que é anunciado. Uma tragédia anunciada aqui no Maranhão, na maior cidade da Baixada Maranhense, a princesa da Baixada, Pinheiro”, disse.

0

Assembleia silencia para ouvir primeiro discurso de Andreia Rezende…

Com voz pausada, discurso sereno e conteúdo articulado, parlamentar chamou a atenção dos colegas, que a aplaudiram ao final do pronunciamento, feito da Mesa Diretora da Casa

 

Andreia discursa diante da inteira atenção dos colegas de Mesa Diretora e do plenário

A deputada estadual Andreia Martins Rezende (DEM) chamou mais uma vez a atenção dos colegas na Assembleia Legislativa, em seu primeiro pronunciamento após a posse.

Com voz serena, discurso pausado e conteúdo consistente, a parlamentar lembrou sua trajetória de vida, sua atuação política e seus desafios na Assembleia Legislativa.

O discurso da parlamentar conseguiu silenciar todo o plenário, galeria e comitê de imprensa, que, atentos, acompanharam cada palavra, mostrando respeito e reforçando seu prestígio na Casa.

– Venho pela primeira vez utilizar esse espaço e digo a vocês que de forma muito emocionada, mas principalmente muito grata. Grata, primeiramente, ao meu Deus que na sua infinita misericórdia me concedeu pela segunda vez o dom da vida. Agradecer também e dizer ao povo do Maranhão que, em face dos 47.252 votos recebidos, muito me honra lhe representar nesta Casa – frisou Andreia, que falou diretamente da Mesa Diretora, auxiliada pela colega Cleide Coutinho (PDT).

A parlamentar fez ainda um agradecimento especial à família “Martins”, em que citou seu pai, o ex-deputado Francisco Martins; à família Rezende, em nome do seu marido, o ex-deputado, Stenio Rezende; e à homenagem feita pelo Governador Flávio Dino no dia da sua diplomação.

– Eu quero lhe dizer, Governador, que essa sua homenagem no dia da diplomação me tornou, colocou no meu coração uma vontade muito grande de estar aqui nesta Casa e de poder servir ao povo do Maranhão – frisou Andreia.

Em total silêncio, os colegas deputados acompanharam cada trecho do discurso, encerrando com um caloroso aplauso, algo inédito para uma sessão ordinária.

A deputada concluiu ressaltando seu compromisso de atuar em defesa dos interesses do povo do Maranhão.

2

“Me dê”, brinca Hélio Soares sobre sobrenome Sarney, de Adriano…

Deputado do PR comentou a decisão do colega de Assembleia de reduzir o seu nome parlamentar, retirando o sobrenome de família

 

Hélio Soares diz que gostaria de ter o Sarney acompanhando o seu nome parlamentar

O deputado Hélio Soares (PR) reagiu com bom humor à decisão do colega Adriano (PV), de retirar o sobrenome Sarney do nome parlamentar.,

– Meu sonho era ter o ‘Sarney’ ali do lado do meu nome. E ele que tem esse privilégio manda tirar. Me dê – afirmou Soares, ao jornalista Clodoaldo Correa. (Leia aqui)

Neto de Sarney, Adriano optou por suprimir o sobrenome de família nesta legislatura

Na semana passada, o blog Marco Aurélio D’Eça revelou que o painel da Assembleia Legislativa agora registra apenas Adriano, para referir-se ao parlamentar do PV. (Relembre aqui)

Desde então, o assunto ganhou repercussão, inclusive nacional.

Adriano não explicou a decisão de retirar o Sarney do nome…

1

Em discurso histórico, Arnaldo Melo fixa papel da Assembleia…

No mais importante pronunciamento da semana, ex-governador e ex-presidente da Casa relembra trajetória do parlamentar, ressalta a importância da renovação política e destaca a colaboração que os veteranos ainda podem dar ao estado

 

Arnaldo Melo na tribuna da Assembleia; ensinamento, humildade, aprendizado e história em um só tempo

O deputado Arnaldo Melo (MDB) fez na última quinta-feira, 7, o mais importante discurso da primeira semana de trabalho da Assembleia Legislativa.

Na condição de ex-presidente da Casa e ex-governador do Estado, o veterano fez questão de ressaltar seus cabelos brancos para, com humildade, pedir aos mais jovens que o acolhessem com “o instinto de colaborar”.

Citando os colegas Edivaldo Holanda (PTC) e José Gentil (PRB), que com ele já estiveram em outras legislaturas, Arnaldo discorreu sobre a história da Assembleia e seu papel na divisão do poder.

– Só tem governo forte se tiver Parlamento forte e diligente. Nós temos a incumbência maior que uma sociedade pode exigir que é elaborar, criar, excluir, extinguir as leis. Se nós somos a Casa das Leis temos todas as condições de direcionar o Poder deste Estado e deste país – analisou.

Demonstrando espírito de colaboração e unidade, o parlamentar pediu, humildemente, o apoio de todos os 41 colegas.

– Eu preciso da colaboração de V. Exªs. porque esta é uma Casa heterogênea, em que nenhum é maior ou menor do que o outro. As decisões são tomadas aqui de forma colegiada; e não é fácil convergir 42 interesses, uma vez que cada um de nós aqui traz o interesse das suas comunidades, dos seus representados. Conseguirmos criar este ambiente de convergência de forma pacífica é exatamente a força do Parlamento. E é com esse espírito que eu venho de alma desarmada, de espírito desarmado, sem qualquer tipo de pretensão maior do que fazer o meu trabalho legislativo – discursou.

O pronunciamento do ex-presidente da Casa foi acompanhado pela maioria dos novos e antigos parlamentares, muitos dos quais fizeram questão de endossá-lo com apartes.

Histórico

Fazendo um levantamento histórico do papel dos parlamentos nas democracias, Arnaldo Melo destacou o momento difícil pelo qual passa o legislativo brasileiro.

– O deputado, o parlamentar, seja o vereador, o deputado estadual, o federal ou senador, vive hoje um momento de dificuldade porque a sociedade, cansada, passou a nos exigir muito mais e exigir de nós inclusive posições e atitudes que não são próprias do parlamento – avaliou o parlamentar, lembrando que, essa pressão tem levado senadores, deputados e vereadores a mudar o foco e buscar carrear recursos e obras para suas bases, na tentativa e reverter a opinião crítica.

Melo ensina, no entanto, que a função precípua do legislativo é a elaboração de leis, a fiscalização delas e das ações do poder Executivo.

– Hoje o nosso eleitor, inconsciente, mas sedento de benefícios, passa a nos cobrar ações que são próprias do Poder Executivo, daí nós começamos a viver este conflito entre o Parlamento antigo e o Parlamento moderno. O que nós precisamos neste momento é ter muito cuidado porque é o Poder Legislativo que faz o peso e o contrapeso com os outros Poderes. O Poder Judiciário existe para analisar e para julgar os interesses da sociedade, o Poder Executivo, para aplicar corretamente os recursos arrecadados da comunidade ou da população. Neste tripé nós precisamos estar aqui para prestar o serviço a nossa comunidade – ensinou o parlamentar.

Após traçar a cronologia histórica do Poder Legislativo, estabelecer o papel do parlamentar e apontar problemas e soluções das Casas Legislativas Modernas, Arnaldo ouviu os apartes e encerrou seu discurso com lembrança ás suas bases.

Para os deputados que chegam, e os que já estão na Assembleia, foi uma aula do papel do deputado em toda sua essência…

0

Juscelino Filho reúne bancada do DEM para fortalecer sigla no MA…

Presidente estadual do Democratas no Maranhão, o deputado federal Juscelino Filho (DEM-MA) se reuniu com todos os cinco parlamentares que compõem a bancada do DEM na Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema).

O encontro foi um passo importante da legenda visando traçar objetivos para 2019 e, consequentemente, para as eleições municipais de 2020.

A reunião ocorreu no gabinete da deputada Andreia Rezende, 1ª secretária da Casa Legislativa, e também contou com a presença dos deputados estaduais Daniella Tema (4ª secretária), Neto Evangelista, Antonio Pereira e Paulo Neto. Para o presidente estadual do DEM, o encontro foi considerado bastante positivo.

“Vim aqui reunir com nossa bancada na Assembleia Legislativa para começar a traçar os próximos passos do Democratas no Estado. Tenho certeza de que teremos candidatos em mais de dezenas de municípios em todo o Maranhão. Vamos reorganizar essa questão para o pleito municipal de 2020”, pontuou Juscelino Filho.

O deputado federal afirmou, ainda, que o fortalecimento do DEM a nível nacional se refletirá também no Maranhão. Para Juscelino Filho, o partido vai entrar com muita força nas disputas municipais de 2020, em especial na eleição da Prefeitura de São Luís.

“A capital é um dos focos do partido. Temos bons nomes nos quadros do DEM dispostos a entrar na disputa da nossa capital. Em abril, vamos ter a Convenção Nacional em Brasília no qual acredito que o presidente do DEM, ACM Neto, vai ser reconduzido ao cargo. E, após essa Convenção Nacional, pretendemos fazer a Convenção Estadual do nosso partido. Iremos continuar esse trabalho à frente do partido para buscar fortalecer o DEM ainda mais aqui no Maranhão”, disse o democrata.

DEM na Assembleia

Nessa atual legislatura, o Democratas possui a terceira maior bancada da Assembleia Legislativa com cinco deputados eleitos: Andreia Rezende, Daniella Tema, Neto Evangelista, Antonio Pereira e Paulo Neto. Para o deputado federal Juscelino Filho, o DEM começou com o pé direito na Alema ao possuir duas deputadas como integrantes da Mesa Diretora da Casa.

“Quero também cumprimentar todos os parlamentares dessa Casa que estão aqui essa semana iniciando uma nova legislatura e desejar boa sorte a eles e à nova mesa diretora da Casa. O Democratas, aqui na Assembleia, começou com o pé direito com duas representantes mulheres na Mesa da Assembleia: a 1ª secretária, deputada Andreia Rezende, e a 4ª secretária, deputada Daniella Tema”, concluiu.

0

Leonardo Sá estreia na tribuna da Assembleia e fala sobre sua trajetória política

Leonardo Sá na tribuna da Assembleia: histórico da carreira

Pela primeira vez o Deputado Estadual Dr. Leonardo Sá (PR), usou a tribuna da casa Legislativa do Maranhão na sessão ordinária de hoje 07, dirigindo-se ao povo como deputado eleito, reafirmando seu compromisso com a população Maranhense e prometendo ser atuante em busca de desenvolvimento para o estado.

O jovem médico contou um pouco sobre sua trajetória política, e suas disputas no município de Pinheiro localizado na região da Baixada Maranhense, onde foi vereador por dois mandatos consecutivos e disputou como candidato a prefeito nas eleições de 2016.

Dr. Leonardo Sá foi votado em mais de 20 municípios pelo Maranhão, só em Pinheiro obteve mais de 11 mil votos, demonstrando liderança e força na Baixada, sendo eleito para o mandato de 2019 a 2022.

Em seu discurso enfatizou não aceitar imposições que não sejam de acordo com seu caráter.

“Sou uma pessoa de bom trato e bom relacionamento, com facilidade de firmar compromissos através de conversas e entendimentos salutares ao parlamento e as causas Maranhenses. Gosto de respeitar a todos, o espaço e a forma de pensar, justamente por isso tenho extrema dificuldade em aceitar imposições que venham de cima para baixo, que não batam de acordo com meu caráter”, esclareceu.

Falou também sobre o seu comprometimento e a sua vontade de trabalhar pelo povo.

“Chego a esta casa com muita vontade de trabalhar pelo povo do meu estado, trazendo na bagagem um aprendizado que adquiri nesses meus 15 anos trabalhando como médico, que para mim é primordial, cuidar das pessoas”.

0

“Não sou dinista nem sarneysista”, diz Wellington na Assembleia…

Deputado estadual optou por não se vincular a nenhum bloco na Assembleia Legislativa, mantendo a independência em relação ao governo e à oposição formada por remanescentes do grupo Sarney

 

Wellington do Curso se prepara para as eleições de 2020, por isso quer manter independência na Assembleia

O deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) anunciou nesta terça-feira, 5, seu posicionamento político na Assembleia legislativa a partir desta legislatura.

O parlamentar optou por não se vincular a nenhum bloco, para manter a independência na Casa.

– Não sou dinista nem sarneysista. Sou independente. E é com esta postura que atuarei na Casa, fazendo uma oposição responsável – explicou o parlamentar.

Wellington demonstra forte antipatia ao governo Dino, sobretudo pela tentativa de impedir sua reeleição no pleito de 2018; mas também não se sentiu à vontade para vincular seu nome ao sarneysismo, filiando-se a um bloco liderado pelo deputado Adriano, agora sem Sarney no sobrenome.

Em conversa com o titular do blog Marco Aurélio D’Eça, Wellington confirmou que pretende continuar filiado ao PSDB, para ser candidato a prefeito de São Luís, em 2020.

Segundo o parlamentar, é a partir de sua independência na Assembleia – sem vínculos com dinistas ou sarneysistas, é que pretende construir sua candidatura.

0

Rafael Leitoa será o líder do governo Flávio Dino na AL…

Parlamentar, que será o único representante de Timon nesta legislatura foi anunciado pelo vice-governador Carlos Brandão, durante sessão solene

 

Rafael Leitoa com Othelino Neto: único representante de Timon e líder do governo

O vice-governador Carlos Brandão (PRB) anunciou na tarde desta segunda-feira, 4 o deputado Rafael Leitoa (PDT) como novo líder do governo Flávio Dino (PCdoB) na Assembleia Legislativa.

Brandão representou o governo na sessão solene e informou a Casa da decisão.

Leitoa vai comandar uma bancada de cerca de 37 parlamentares.

– O deputado Rafael atuou de forma decisiva para aprovação destas medidas na Legislatura passada. Tenho certeza que agora na condição de líder ele será um porta-voz dessa visão do governo do rumo que o Maranhão deve permanecer a trilhar, na direção correta buscando o cumprimento de metas sociais – reforçou o governador Flávio Dino, durante a indicação, que ocorreu no Palácio dos Leões.

Único representante de Timon nesta legislatura na Assembleia Legislativa, Rafael Leitoa vai para o segundo mandato de deputado estadual.

A última vez que Timon teve apenas um representante em São Luís foi em 2013, quando o então deputado estadual Luciano Leitoa (PSB) renunciou ao mandato para assumir a Prefeitura da Cidade, ficando apenas Alexandre Almeida com a representação do município na capital.

Ainda assim foi por pouco tempo, uma vez que na legislatura de 2015-2018 Rafael Leitoa e Alexandre estiveram juntos na Assembleia Legislativa.