4

Weverton Rocha intensifica campanha pelo governo no interior

Senador do PDT tem estado cada vez mais presente nos municípios, apoiando candidatos do PDT ou aliados do seu partido, construindo as bases da candidatura em 2022, que agora enfrenta a dupla Carlos Brandão/Josimar de Maranhãozinho

 

líder de um grupo construído pela própria força pessoal, Weverton tem levado o 12 do PDT cada vez a mais municípios

Único pré-candidato declarado às eleições de 2022, o senador Weverton Rocha (PDT) decidiu antecipar o debate pelo Governo do Estado nestas eleições municipais.

E intensificou a presença nos municípios, seja para apoiar candidatos do seu partido, o PDT; seja com aliados apoiados pelos pedetistas.

Desde o fim das convenções partidárias, Weverton começou a perceber que agora enfrenta não apenas o vice-governador Carlos Brandão (PRB) – mais tímido no trato político – como também o deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL), que usa métodos políticos menos ortodoxos.

O senador pedetista aproveita a campanha municipal para também levar a própria mensagem ao eleitor maranhense, cada vez mais familiarizado com ele

Construindo a própria base eleitoral, com partidos que vão do PDT ao DEM; do PTB ao PSL, passando também por MDB – que pode construir inédita chapa Weverton/Roseana – o senador pedetista aparece bem posicionado nas pesquisas.

Mas sabe que tem pela frente um adversário no comando do governo.

E com uma máquina pronta a trabalhar durante a campanha…

2

Erlanio Xavier constrói bases de apoio em todo o estado…

Presidente da Famem e uma das principais lideranças do PDT no interior maranhense apoia candidatos em diversos municípios, com amplas chances de construir uma base de prefeitos pedetistas em todo o estado

 

Erlanio tem visitado municípios em todo o maranhão, como liderança estadual do PDT e fortalecido as bases do partido

Homem forte na articulação do PDT no interior do Maranhão, o prefeito de Igarapé Grande e presidente da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem), Erlanio Xavier, vai fortalecendo as bases do partido em todo o estado.

Com candidaturas próprias ou em apoio a outras legendas, Erlanio monta base forte de prováveis prefeitos, a exemplo do que ocorreu no fim de semana em São Mateus.

– O prefeito Miltinho Aragão tem prestado um grande trabalho à população do município de São Mateus e do estado do Maranhão como representante da federação dos Municípios do Estado em Brasília. Continuaremos na luta para que a população tenha uma perspectiva de dias melhores ainda – ressaltou Xavier, ao oficializar a candidatura de Ivo Rezende à sucessão de Aragão.

Enquanto os aliados se movimentam por um lado, Weverton também se movimenta por outro, criando as bases de um projeto estadual em 2022

O presidente da Famem é também um dos principais aliados e articuladores do projeto 2022 do senador Weverton Rocha, presidente estadual do PDT e pré-candidato a governador.

Mas esta é uma outra história…

0

Desenhos de chapa em 2020 acenam para 2022

Alianças formadas em torno dos candidatos Eduardo Braide, Neto Evangelista e Duarte Júnior levam a especulações de remontagens eleitorais com vistas também às eleições para governador, envolvendo os principais candidatos

A aliança MDB e PDT em torno do candidato do DEM, Neto Evangelista, põe Roseana e Weverton no mesmo palanque em 2020, o que pode se repetir em 2022

O apoio do PSDB a Eduardo Braide (Podemos), do MDB a Neto Evangelista (DEM) e do PL a Duarte Júnior (Republicanos) nas eleições de 2020, acena para as eleições de 2022.

Tanto o comandante do PSDB, senador Roberto Rocha, quanto a principal líder do MDB, ex-governadora Roseana Sarney, têm interesse na sucessão do governador Flávio Dino (PCdoB), assim como o deputado federal Josimar de Maranhãozinho e o vice-governador Carlos Brandão (PRB).

Desde que o MDB declarou apoio a Neto, que tem apoio também do PDT, especula-se a formação de uma chapa com o senador Weverton Rocha governador/Roseana senadora em 2022, o que certamente repercutira em todo o Maranhão.

Da mesma forma, o apoio do PL a Duarte, põe o deputado Josimar ao lado do vice-governador Carlos Brandão, que deve concorrer no cargo ao governo.

O senador Roberto Rocha está de olho em 2022 quando declara apoio a Braide, que também é cotado para a mesma eleição

Por outro lado, o senador Roberto Rocha articula 2022 quando declara apoio a Eduardo Braide; o senador, que parece não querer disputar a reeleição, sonha com a vitória de Braide e seu apoio para governador.

Ocorre que, entre os aliados do candidato do Podemos, já há quem o aponte, em caso de vitória, também como potencial candidato ao governo.

Mas esta é uma outra história…

0

Eleições 2022: Weverton monitora consolidação para governador

Senador do PDT acompanha de perto a movimentação de aliados no interior e realiza pesquisas constantes para medir aceitação do seu nome, o que o vai distanciando dos principais adversários na futura disputa

 

Erlânio com Weverton: em Igarapé Grande será impossível vencer do pedetista em 2022

Presidente regional do PDT e influenciador direto de várias candidaturas a prefeito no interior maranhense, o senador Weverton Rocha monitora periodicamente, também, seu projeto para o Governo do Estado.

E os números mostram sua consolidação como principal opção de candidatura.

Ao mesmo tempo que avalia a posição dos seus candidatos, Weverton mede a própria força eleitoral, com inclusão de cenários para a sucessão estadual.

Em São Luís, por exemplo, ele já aparece à frente, tendo o senador Roberto Rocha na segunda colocação.

A última pesquisa foi em Igarapé Grande, onde apareceu com 69% das intenções de votos.

O município é comandado por um dos principais aliados de Rocha, o prefeito Erlânio Xavier, que deve ser reeleito com mais de 90% das intenções de voto.

 

0

Batalha em campo: Weverton com Neto; Brandão com Duarte

Pré-candidatos a governador em 2022 acompanham seus candidatos a prefeito de São Luís, em 2020, em uma campanha casada, antecipando em dois anos o debate pela sucessão de Flávio Dino

 

Weverton com Neto e Brandão com Duarte: essa imagem se repetirá ao longo da campanha de 2020, antecipando a campanha de 2022

Começou a campanha.

Não a de 2020, que já está em campo há um ano, mas a de 2022, pela sucessão do governador Flávio Dino (PCdoB).

E nesta batalha, o senador Weverton Rocha (PDT) e o vice-governador Carlos Brandão (PRB) pretendem ser os protagonistas desde já, marcando posição com seus candidatos a prefeito de São Luís.

Weverton é a principal liderança na campanha de Neto Evangelista (DEM); Brandão está ao lado de Duarte Júnior (Republicanos).

Por enquanto, os números mostram uma inversão entre as campanhas.

Para prefeito, segundo o último levantamento Ibope, Duarte Júnior, com 13%, está à frente de Neto, com 8%, mas no limite do empate técnico, levando em conta a margem de erro.

Já a disputa pelo governo, segundo o mesmo Ibope, é liderada por Weverton, que tem 21%, quatorze pontos à frente de Brandão, com 7,1%.

É exatamente esta força em São Luís que Weverton pretende usar na campanha de Evangelista.

E virar o jogo no segundo turno…

3

Com projeto para 2022, PDT pode até abrir mão da vice de Evangelista

Em evento cercado de cuidados contra a coVID-19, partido oficializou nesta quarta-feira apoio à candidatura do deputado democrata, com a garantia de abrir espaços para PSL, PTB e MDB na composição da chapa, que pretende manter alinhada até as eleições estaduais

 

Ao lado do senador Weverton Rocha, Neto Evangelista saudou os representantes do PDT que oficializaram o apoio à sua candidatura

O PDT maranhense deu ontem mais uma mostra de profissionalismo político durante ato de oficialização do apoio à candidatura do deputado estadual Neto Evangelista (DEM) a prefeito de São Luís.

Sob a liderança do senador Weverton Rocha – e seguindo todas as regras contra a coVID-19 – os pedetistas garantiram empenho absoluto na campanha e envolvimento direto na eleição do democrata.

E apesar de ter indicação de nomes para compor a chapa de Evangelista, o partido pode até mesmo abrir mão da vaga em nome da aliança, para consolidar a chegada do PSL, PTB e MDB.

– Partidos que estão por vir serão importantes para reforçar essa aliança que já é vitoriosa; a conversa sobre a chapa será feita no momento certo – afirmou Weverton Rocha.

O evento do PDT contou com todas as medidas de controle da coVID-19, com medição de temperatura e uso obrigatório de máscaras.

Para realizar o encontro, pedetistas seguiram todas as recomendações contra a coVID-19, desde a medição de temperatura na chegada até uso de máscaras durante todo o evento

Fortalecido com a chegada do PSL, que também oficializou ontem seu apoio, Evangelista já trabalha com a perspectiva de descolar dos demais adversários e se aproximar de Eduardo Braide (Podemos).

A aliança com PTB e MDB tem também este objetivo, já que ampliará o tempo de propaganda no rádio e na TV.

Mas, além da eleição de São Luís – e da participação conjunta em uma eventual gestão – Weverton e o PDT querem as legendas unidas em todo o Maranhão, com vistas também às eleições de 2022.

Mas esta é uma outra história…

0

Rafael Leitoa destaca atuação de Weverton Rocha em Timon…

Deputado estadual ressalta trabalho do senador por asfaltamento, telefonia celular e retomada de obras  no município e na região, garantidas por recursos encaminhados pelo parlamentar em Brasília

 

As ações políticas voltadas para o bem-estar da população timonense foram destaques na fala do deputado Rafael Leitoa (PDT) na manhã desta quarta-feira, 29, na Assembleia Legislativa. Em pronunciamento, Rafael comentou sobre os recursos enviados pelo Senador Weverton Rocha (PDT), que agora se transformam em obras de asfaltamento no município.

“Agora sabemos o que faz um senador. Elegemos um, que se puder atrapalhar, atrapalha, sentando os pés em cima dos recursos que deveriam vir para TImon”, assim Rafael Leitoa diferenciou o mandato do senador Weverton da atuação de Roberto Rocha (PSDB), que eleito com o apoio do governador Flávio Dino e do grupo do deputado em Timon, nas eleições de 2014, se mostrou ineficiente desde os primeiros dias como senador.

Além dos recursos para as obras de asfaltamento iniciadas nesta semana, Weverton Rocha conseguiu com a empresa de telefonia Claro, a instalação de uma antena para cobertura no bairro Novo Tempo, em Timon. O bairro, segundo Rafael Leitoa, tem quase dez anos e quando foi projetado, na gestão da ex-prefeita do município, não houve preocupação em estruturar o espaço. Com a ausência de cobertura de celular na região, Rafael Leitoa lembrou a dificuldade que os moradores encontram para contatar o SAMU, polícia, ou qualquer serviço de emergência.

“O Residencial Novo Tempo conta com duas mil residências. Na gestão do prefeito Luciano já instalamos uma escola municipal, Unidade Básica de Saúde e conseguimos, via governo estadual, a construção de uma escola de ensino médio no local. Agora, com nosso senador, eleito com o apoio da população de Timon, o Residencial Novo Tempo contará com acesso à telefonia 4G”, destacou Rafael.

Ainda sobre a atuação do senador Weverton Rocha, o deputado Rafael informou o retorno das obras da estrada Timon – Matapasto, cujos recursos foram conseguidos por Weverton ainda no mandato de deputado federal.  

No fim do pronunciamento, Rafael Leitoa parabenizou o prefeito Luciano pelo excelente trabalho como gestor, reconhecido, dentre tantas outras vezes, na vistoria que fizeram ontem, dia 28, às obras de asfaltamento, quando o presidente da Assembleia, deputado Othelino Neto, e o senador Weverton, também estiveram presentes.

0

Briga pelo PSL mostra baixa articulação de Brandão em Brasília

Mesmo com perspectiva de poder a partir de abril de 2022, vice-governador demonstra não ter bancada na Câmara e muito menos acesso às cúpulas partidárias na capital federal, que têm o poder de garantir bases eleitorais, esteja ou não o candidato no cargo

 

É assim, quase sempre sozinho, que Carlos Brandão faz suas incursões por Brasília; vice-governador carece de uma bancada na Câmara que construa sua articulação nacional

Uma situação política vexatória saltou aos olhos nesta guerra política entre os grupos de Weverton Rocha (PDT) e Carlos Brandão (Republicanos) pelo apoio do PSL nas eleições de São Luís.

Padrinho político do deputado estadual Duarte Júnior – candidato do Republicanos a prefeito – o vice-governador Carlos Brandão ficou a ver navios em Brasília, na tentativa de manter o apoio pesselista ao seu afilhado.

Segundo apurou o blog Marco Aurélio D’Eça, Brandão sequer foi recebido pela cúpula da legenda, que já negociava com o candidato do DEM, Neto Evangelista, apoiado pelo senador Weverton Rocha (PDT).

O vice-governador tem um trunfo significativo nas eleições de 2022: fatalmente estará concorrendo ao governo já com um mandato de governador garantido, a partir da desincompatibilização de Flávio Dino (PCdoB).

Mas enquanto ele vive a expectativa de poder no Maranhão, seu principal adversário, Weverton Rocha, vai ocupando espaços de poder em Brasília, onde, de fato, se decidem os projetos partidários Brasil a fora.

Brandão carece de uma bancada federal alinhada, e de líderes que o tornem fato consumado na capital federal.

Se não viabilizar esta estrutura, continuará a ver navios em suas incursões nacionais, com tendência a esvaziamento do seu projeto.

Da mesma forma como ocorreu com Duarte Júnior…

2

De como Flávio Dino opera para impedir candidato de Weverton no 2º turno

Ao mesmo tempo que fortalece seus preferidos – Rubens Júnior, Duarte Júnior e Carlos Madeira – governador atua na tentativa de esvaziar Neto Evangelista, que representa o projeto do senador pedetista; mas a reação se dá na mesma medida

 

O relacionamento de aparência de Weverton e Flávio só existe na aparência; o projeto dos dois para 2022 são diferentes e até antagônicos

Desde que o sinal amarelo acendeu em sua base, o governador Flávio Dino (PCdoB) tem agido para tentar garantir um segundo turno nas eleições de São Luís.

Para isso, ele opera ações que possam fortalecer não apenas o candidato do seu partido, Rubens Pereira Júnior, mas também os aliados Duarte Júnior (Republicanos) e Carlos Madeira (Solidariedade).

Ao mesmo tempo em que fortalece seus aliados, Dino opera também para impedir que o deputado Neto Evangelista (DEM) se consolide.

Para o governador, a presença do candidato do senador Weverton Rocha (PDT) no segundo turno significa uma derrota para si e para o seu projeto de 2022, que inclui o vice-governador Carlos Brandão e a senadora Eliziane Gama (Cidadania).

Para evitar o crescimento de Evangelista – e a consequente vitória de Weverton – Dino opera levando o máximo de legendas e aliados para os seus três palanques, ao mesmo tempo em que impede declarações de apoio ao candidato do DEM.

É por isso, por exemplo, que secretários como Felipe Camarão e Rogério Cafeteira, que são do DEM e têm peso em São Luís, permanecem calados, sem manifestação de apoio ao candidato do partido.

Dino também pressiona o prefeito Edivaldo Júnior, que é do PDT de Weverton Rocha, a seguir com candidato diferente do apoiado pelo PDT, história já contada, inclusive,m no blog Marco Aurélio D’Eça. (Relembre aqui, aqui e aqui).

Live de Ciro Gomes com Weverton Rocha, semana passada: recado direto ao “presidenciável” Flávio Dino

A princípio, Weverton Rocha achou que a disputa na base pelo segundo turno se daria de forma amistosa, vencendo o que fosse melhor.

Mas ele já percebeu a ação que tenta impedir o avanço do seu grupo.

E reage à altura.

Duas manifestações do senador na semana passada mandaram recados claros para Flávio Dino e sua base.

Na primeira, protagonizou live ao lado do presidenciável Ciro Gomes (PDT), em que falou direto ao comunista já no título do evento: “Nós temos projeto para o Brasil e para o Maranhão”. (Assista aqui)

Em outra reação aos comunistas, Weverton atuou fortemente em Brasília para tomar o PSL de Duarte Júnior, candidato do vice-governador Carlos Brandão.

Assim como fez em 2016 com o próprio Edivaldo Júnior – vencendo uma eleição que Flávio Dino já considerava perdida – Weverton sabe que precisa usar todas as armas para levar Neto Evangelista ao segundo turno.

Ele sabe que, indo para um confronto direto com Eduardo Braide, mesmo que seja derrotado, já venceu.

E venceu por tirar do páreo não apenas Flávio Dino, mas seus dois candidatos ao governo, Carlos Brandão e Eliziane Gama.

E essa será a tônica da eleição até novembro…

1

Apoio do MDB a Assis Ramos encaminha projeto do partido em 2020

Prefeito que está do DEM formará aliança com o partido pelo qual se elegeu em 2016 – que indicará seu vice – num movimento que deve se repetir em diversos outros colégios eleitorais, incluindo também o PDT, num esboço do que será em 2022

 

As lideranças do MDB participaram do encontro de apoio a Assis Ramos, que fortalece seu projeto de reeleição em Imperatriz

O apoio do MDB à reeleição do prefeito de Imperatriz, Assis Ramos (DEM), aponta para duas questões neste processo eleitoral de 2020 em todo o Maranhão.

Em primeiro lugar, a  aliança com o DEM consolida o favoritismo de Assis Ramos no segundo maior colégio eleitoral do Maranhão, ampliando consideravelmente as chances do prefeito, agora com um vice emedebista, o pecuarista Francisco Soares, o Franciscano.  

Em segundo lugar, a coligação MDB/DEM em Imperatriz sugere o caminho a ser seguido pelo partido agora coordenado pelo deputado estadual Roberto Costa nas eleições municipais de 2020, acenando também para 2022.

Roberto Costa articula também com o PDT o senador Weverton Rocha, num projeto que pode desembocar nas eleições de 2022

A aliança com o DEM – que deve se repetir em São Luís, na candidatura do deputado Neto Evangelista, incluindo também o PDT – é um desenho do que pretende o MDB nas eleições deste ano.

E ao que tudo indica, a prioridade será fechar compromissos com DEM e PDT na maior parte dos colégios eleitorais.

Aliança que tende, pelo menos, voltar a discutida nas eleições de 2022…