4

Secomzinha de Braide será comandada por Joaquim Haickel

Ex-deputado e ex-secretário de Esportes foi anunciado na manhã desta terça-feira, 29, juntamente com outros dois novos nomes da equipe do prefeito eleito de São Luís

 

Joaquim Haickel vai comandar a Seconzinha na gestão de Eduardo Braide

O prefeito eleito Eduardo braide (Podemos) anunciou nesta terça-feira, 29, três novos nomes para sua equipe de secretários.

A surpresa foi a indicação do ex-deputado,m escritor e cineastas Joaquim Haickel para comandar a Secretaria de Comunicação.

O anúncio foi feito pelo próprio Braide, na manhã desta terça-feira, 29

Também foram anunciados os secretários de Governo, Enéas Fernandes, e a presidente do Ipam, Márcia Quinzeiro.

Braide toma posse nesta sexta-feira, 1º…

0

Márcio Jerry quer devolver Robson Paz à Secom de São Luís…

Já trabalhando pelo projeto de reeleição de Flávio Dino para 2018, lugar-tenente do governador quer o seu principal assistente como chefe da comunicação do prefeito Edivaldo Júnior no segundo mandato

 

Robson Paz foi titular na Secom de Edivaldo, mas cuidou, basicamente, do projeto eleitoral do PCdoB

Robson Paz foi titular na Secom de Edivaldo, mas cuidou, basicamente, do projeto eleitoral do PCdoB

Presidente regional do PCdoB e principal auxiliar do governador Flávio Dino (PCdoB), o jornalista Márcio Jerry iniciou gestões junto ao prefeito Edivaldo Júnior (PDT) para emplacar seu assistente, radialista Robson Paz, no comando da Secretaria Municipal de Comunicação.

Paz foi chefe da Seconzinha no início do mandato de Holandinha, exatamente quando, ao PCdoB, interessava o projeto de eleição do governador Flávio Dino, em 2014.

O retorno do auxiliar de Márcio Jerry garante que a comunicação do prefeito de São Luís tenha por objetivo o projeto de reeleição de Dino, em 2018, já que o PCdoB sente-se dono da pasta e principal fiador da reeleição do prefeito pedetista.

Leia também:

Holandão critica comunicação da prefeitura…

Robson Paz na comunicação de Holandinha…

Todo o poder a Márcio Jerry…

Mas há resistências ao projeto comunista.

A cúpula do PDT e os principais aliados de Edivaldo Júnior entendem que, neste segundo mandato, é fundamental que o prefeito tenha um titular na área de comunicação vinculado, exclusivamente, à sua imagem; sobretudo por que o pedetista precisa “vender” uma imagem de gestor firme e operante, após uma difícil campanha.

Vinculado umbilicalmente ao projeto de poder comunista, Robson Paz segue diretamente as ordens de Márcio Jerry, que passará a cuidar, pessoalmente, da campanha pela reeleição de Flávio Dino.

Resta saber se o próprio prefeito concorda com a indicação…

8

PCdoB e Holandão disputam controle da comunicação de Edivaldo…

Prefeito tentou mostrar imagem de durão durante a reta final da campanha pela reeleição, mas demonstra que tem a gestão ainda tutelada ao deixar que o Palácio dos Leões controle setores chaves de sua campanha, como a Comunicação

 

Flávio Dino trabalha para continuar controlando Edivaldo

Flávio Dino trabalha para continuar controlando Edivaldo

A comunicação, a Educação e o setor de infraestrutura da Prefeitura de São Luís na gestão de Edivaldo Júnior (PDT) sempre foram feudos do PCdoB e do Palácio dos Leões.

É a forma que o governador Flávio Dino tem de manter Holandinha atrelado ao seu controle.

E nos primeiros quatro anos de mandato estes setores – sobretudo a Comunicação – serviram, primeiro, para ajudar na eleição de Dino ao governo; depois, para consolidar o projeto comunista a partir de São Luís.

Enquanto isso, Edivaldo ia adquirindo a imagem de gestor fraco, tutelado e submisso, sem pulso para comandar a própria gestão.

Durante a campanha eleitoral, no entanto – diante do risco de ser derrotado em segundo turno – Holandinha tentou criar uma imagem de durão, falando grosso e batendo na mesa.

Era o início da construção de uma imagem de homem forte e gestor seguro.

Leia também:

Bata na mesa, prefeito…

Aliados tentam criar imagem de independência de Holandinha…

O dono do prefeito…

Ocorre que, passada a eleição, Edivaldo recolheu-se novamente ao convívio doméstico, deixando que essas pastas – principalmente a Comunicação – voltassem a ser disputada por terceiros.

O PCdoB de Flávio Dino quer manter o controle da Comunicação, indicando gente subordinada às ordens do seu lugar-tenente, Márcio Jerry, mas sofre resistência do pai do prefeito, deputado Edivaldo Holanda (PTC).

O parlamentar, que tem o apoio do PDT, quer a pasta mais vinculada ao próprio Edivaldo Júnior, com ações voltadas para a construção de uma imagem forte do prefeito nos próximos quatro anos.

O problema é que Edivaldo tem pouca relação com a imprensa e carece de intimidade com a ampla maioria dos profissionais capazes de tocar o setor de comunicação de sua gestão.

E sem relação pessoal, ele continuará apenas a financiar a construção da imagem dos outros.

E em 2020 já não tem mais reeleição…

4

Uma rica história de vida…

Nova secretária de Comunicação da Prefeitura de São Luís tem a trajetória marcada pela luta e os ideais do jornalismo, com marcante experiência nas dificuldades de atuar na mídia do interior maranhense

 

Conceição ente o prefeito Edivaldo, seu antecessor batista e o secretário Márcio Jerry

Conceição ente o prefeito Edivaldo, seu antecessor batista e o secretário Márcio Jerry

Discreta, pouco avessa a badalações e mulher de bastidores.

É este o perfil mais aproximado da realidade da nova secretária de Comunicação da Prefeitura de São Luís, Conceição Castro.

Atual adjunta da pasta, ela vai substituir o radialista Batista Matos, que deixa como legado o fato de ter conseguido reverter, em pouco mais de um ano,  o desgaste de três anos da imagem do prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

Conceição Castro tem a história de vida extremamente vinculada à comunicação corporativa, de bastidores.

Desde o início da carreira, ela atua nos rincões maranhenses, articulando mídia para prefeitos do interior e abrindo espaço de comunicação para estes na capital.

Simpática e discreta, criou uma rede de relacionamentos capaz de abrir espaços em qualquer mídia para seus assessorados.

Um pedido de Conceição Castro soa como ordem para os profissionais mais sérios do jornalismo maranhense.

A nova chefe da Seconzinha foi assessora também na Famem e trabalhou em diversas prefeituras até chegar à gestão de São Luís.

Antes de ser nomeada secretária-adjunta de Batista Matos, Conceição foi assessora do secretário de Obras, Antonio Araújo.

Sua missão, agora, é manter o ciclo ascendente de positividade para Edivaldo Júnior na mídia.

O que, em ano eleitoral, acaba por virar um desafio…