0

Para Andrea Murad, diretores das UPAs reconhecem caos…

Deputada recebeu prints de conversas que apontam para a tentativa de proibição de sua presenças nas unidades de saúde e diz que vai continuar a exercer seu trabalho

 

O print recebido pela deputada. Alerta geral!!!

A deputada Andrea Murad comentou nesta terça-feira, 16, o suposto medo do governo em relação as visitas que ela realiza nas Unidades de Pronto Atendimento e nos hospitais sob a responsabilidade do governo Flávio Dino (PCdoB).

A parlamentar tece acesso a uma mensagem de WhatsApp de uma assessora da Secretaria de Saúde identificada por Carmem, que faz orientações, entre elas a de “proibir que entre nos leitos”.

– Fiscalizar, visitar e cobrar providências sobre os problemas que estão se perpetuando no governo Flávio Dino é o meu trabalho e vou fazê-lo. Nas mensagens que trocaram, eles mesmos reconhecem a situação que as Upas e Hospitais do estado se encontram. Vergonhoso! Não adianta esconder de mim se a população, que é o mais importante, está vendo a maldade e o crime que estão cometendo – afirmou a parlamentar, em suas redes sociais.

Ela garantiu que vai continuar sua vistorias nas unidades.

– Fiquem logo avisados que não visitarei somente as Upas, mas várias unidades de saúde do estado de onde recebo denúncias diariamente. Portanto continuarei fiscalizando e denunciando, sempre que o povo me exigir que faça – afirmou.

1

Fraude comunista…

Ao usar sua propaganda para divulgar como suas as obras dos hospitais do programa “Saúde é Vida”, Flávio Dino comete mais um crime contra a opinião pública maranhense

 

Propaganda do “Saúde É Vida”, quando foram construídos os hospitais que Dino diz serem dele

Não é mais novidade para nenhum maranhense que o governador Flávio Dino (PCdoB) se apropria das obras do governo Roseana Sarney (PMDB) para ter o que mostrar ao eleitor. Sem projeto, sem ações e sem obras para mostrar, o comunista usa a propaganda para vender como suas tudo o que Roseana deixou praticamente pronto ao fim do seu governo.

Na semana passada, porém, Flávio Dino foi além da apropriação indébita de coisas que não são suas. Ele financiou e pagou – com dinheiro que também não é dele, obviamente – uma propaganda que vai ao absurdo de usurpar uma obra que ele mesmo condenava em época de campanha eleitoral, em 2014.

A propaganda diz, categoricamente, que o governo comunista “criou, em apenas três anos, uma rede de hospitais no Maranhão”.

A cafajestagem de Flávio Dino é absurda sob qualquer aspecto que se analise.

A ora de Flávio Dino é muito menor do que ele vende na propaganda

A obra não é dele e ele, ainda por cima, tenta diminuí-la a todo momento.

A tal rede de hospitais que Flávio Dino toma como sua foi toda concebida e construída pelo então secretário de Saúde, Ricardo Murad – também no governo Roseana Sarney – e deixada em pleno funcionamento, pelo programa “Saúde É Vida”, o maior do gênero já lançado no país.

O que Flávio Dino fez pela saúde do Maranhão, e sua propaganda esconde, foi o sucateamento das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e a implantação de um sistema de corrupção e favorecimento nunca visto no estado, com pagamentos ilegais a apaniguados e alugueis camaradas indicados a dedo em São Luís e no interior.

A propaganda fraudulenta de Flávio Dino já está sendo analisada sob os aspectos legais e políticos.

E será uma das principais peças da oposição para desmascarar o comunista na campanha de 2018…

2

Programa Saúde na Família pode entrar em colapso…

Justiça Federal atendeu a pedido do Conselho Federal de Medicina e proibiu os enfermeiros – primeiros profissionais no contato com o paciente – de prescrever receitas e fazer exames, o que pode inviabilizar o PSF

 

Enfermeira no atendimento domiciliar; não há médicos para fazer esse trabalho

Uma decisão da Justiça Federal – atendendo à ação do Conselho Federal de Medicina – poderá por em colapso o Programa Saúde na Família, do Governo Federal.

A decisão proíbe os enfermeiros de solicitar exames complementares, prescrever medicações e encaminhar usuários ao atendimento médico em casos mais graves.

Ocorre que são os próprios enfermeiros os primeiros profissionais de nível superior a ter o contato com o paciente nas comunidades, baseado na Portaria nº 2.488/2011 do Ministério da Saúde, que permitia essas ações à categoria.

– No pré-natal, por exemplo, é o enfermeiro quem faz a solicitação dos exames complementares, ultrassonografia obstétrica e realiza os testes rápido de HIV, Sífilis e Hepatite, enfim, o que agora fica totalmente proibido – pondera Livia Bustamante, diretora do Sindicato dos Enfermeiros do Maranhão.

Segundo ela, se a decisão da Justiça Federal não for reversível,  a mortalidade por causas evitáveis poderá aumentar muito, pela dificuldade de acesso ao atendimento.

Para a profissional de enfermagem, a decisão pode superlotar os hospitais, já que o pacientes precisarão ir às unidades de saúde para atendimento.

O Conselho Federal de Enfermagem fará manifestação nesta terça-feira, 10, em Imperatriz, contra a decisão judicial…

0

Glalbert Cutrim e prefeito Mundinho se reúnem com Secretário de Saúde do Estado….

Em busca de novos investimentos para o município de São Roberto, o Deputado Estadual Glalbert Cutrim (PDT), acompanhado do Prefeito Mundinho (PCdoB), se reuniu, na manhã desta terça-feira, 3, com o Secretário de Saúde do Estado, Carlos Lula.

A comitiva contou ainda com a participação de Vanderley Ramos, Procurador do Estado, e do Secretário de Saúde do Município, Clésio Carvalho.

Durante o encontro, Mundinho fez um breve relatório sobre como o município foi recebido no início de sua gestão, dos serviços implantados em seu governo e da dificuldade financeira encontrada para manter e ampliar a oferta dos serviços de saúde à população, diante da crise e redução dos recursos federais nos últimos meses.

O deputado Glalbert Cutrim relembrou que tem contribuído muito com o município, e já destinou emenda que garantiu a aquisição de uma ambulância, e que agora, reforça o apoio ao prefeito, ao enviar nova emenda, desta vez, para a compra de equipamentos hospitalares.

“Estamos todos empenhados em dar o melhor à população de São Roberto, por isso, essa grande parceria com o prefeito Mundinho vem dando certo, o que resultou na aquisição de uma ambulância, e agora, uma emenda para compra de equipamentos hospitalares. Hoje, além do nosso apoio, viemos aqui em busca de ajuda junto ao Governo do Estado”, destacou Glalbert.

Entre as reivindicações, estão a retomada da obra de Construção do Hospital Municipal, paralisada há dois anos, e que com a conclusão, elevará a oferta de serviços à população.

O Secretário de Saúde tomou conhecimento de todas as demandas apresentadas e garantiu que o Governador Flávio Dino não medirá esforços para atender o pleito do município.

0

Em São Paulo, Gutemberg participa de congresso de cirurgia bariátrica…

Dr Gutemberg Araujo , cirurgiao bariátrico, participou do I Encontro Brasileiro de H. Pilory e Cirurgia Bariátrica, em  Campinas (SP).

Foram convidados 1 cirurgião bariátrico de cada estado e lá foram discutidos protocolos que orientem no tratamento desta bactéria.

Na foto, o professor Eudes Godoy, vice presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariatrica e Metabólica e a professora Galzuinda, cirurgiã bariátrica e representante da Sociedade no Ministério da Saúde.

0

Leonardo Sá é homenageado em festa de 2 anos do Hospital de Pinheiro…

O jovem médico afirmou que se sente honrado em ter sido o primeiro diretor da unidade de saúde, e que se orgulha de ter contribuído com os primeiros passos do hospital mais bem avaliado do estado do Maranhão

 

Inaugurado em setembro de 2015, o Hospital Macrorregional de Pinheiro Dr. Jackson Lago, atende casos de média e alta complexidade e faz com que os pacientes da região da Baixada Maranhense sejam atendidos próximos de suas cidades, sem a necessidade de grandes deslocamentos até a capital.

Diante dos avanços conquistados o médico Leonardo Sá foi homenageado na comemoração da data, ele foi o primeiro diretor da unidade hospitalar.

Hoje o Hospital Macrorregional Dr. Jackson Lago conta com 432 funcionários, 49 médicos, 59 enfermeiros, 186 técnicos e 122 leitos, atendendo em média 1.753 consultas por mês, realizando mais de 23 mil procedimentos mensais além de atender uma população de 600 mil de diversos municípios.

– Gostaria de parabenizar e agradecer ao governador Flávio Dino, que fez e inaugurou o primeiro hospital da sua gestão no município de Pinheiro. Para mim isso foi motivo de orgulho e um momento de muita importância, pois além de proporcionar tratamentos de saúde de qualidade, trouxe empregos e distribuição de renda para a região – discursou Leonardo Sá.

Leonardo Sá ainda afirmou que se sente honrado em ter sido o primeiro diretor do hospital, e que se orgulha de ter contribuído com os primeiros passos do hospital mais bem avaliado do estado do Maranhão.

0

Funcionária-fantasma: Andrea Murad vai direto ao ponto…

Deputada diz que assessora da Secretaria de Saúde, em caso de doença, deveria receber do INSS não o salário de R$ 9 mil sem trabalhar; e decreta: “Carlos Lula não tem mais condições de comandar a SES”

 

O secretário Lula admitiu que a funcionária está afastada para tratamento de saúde e disse que estava tudo regular. Quero saber se ela está afastada pelo INSS, porque esta é a forma regular. Quero saber também por que existem contracheques até este mês de agosto, o que comprova que ela recebe normalmente pela SES, sendo que desde dezembro de 2016 Alana Valéria não pisa na secretaria de saúde, ressaltando que a mesma trabalha por conta própria, está trabalhando normalmente em seu buffet, inclusive estava anteontem em Tutoia, mas na secretaria ela não aparece. E mais, segundo denúncias, Alana recebe ainda gratificação do SUS, dada somente por produtividade, e não duvido que também receba como membro do conselho da EMSERH sem pisar lá. Portanto, o que o secretário Lula deve explicar e provar é simples. Se ela está afastada deveria ter passado por perícia do INSS e estaria recebendo seu salário por lá. A única forma do secretário provar que isso tudo é mentira é mostrando que a SES não paga um real a funcionária e que ela recebe pelo INSS. Mas provar isso está bem difícil”.

O governador Flávio Dino deve tomar uma providência imediata porque o Carlos Lula só demonstra a cada dia que não tem mais como permanecer à frente da secretaria. É um escândalo atrás do outro. Também darei entrada em uma ação para que Carlos Lula devolva aos cofres públicos os 8 meses que ele, conscientemente, misturando a coisa pública com a privada, pagou à funcionária fantasma”.

2

Stênio Rezende participa de reunião da Comissão de Saúde para apresentação de relatório da SES…

Stênio Rezende ao lado dos colegas e do secretário Carlos Lula na Assembleia

Na manhã desta quarta-feira, 23, o deputado estadual Stênio Rezende (DEM) participou da reunião da Comissão Permanente de Saúde da Assembleia Legislativa com o Secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, para apresentação do relatório de execução orçamentária da pasta.

Referente às ações e indicadores do primeiro quadrimestre deste ano, a SES apresentou o relatório com as ações realizadas pela secretaria e debateu diversas questões de interesse da saúde pública no estado.

Para o deputado, é de extrema importância momentos como esse, em que todos possam ter acesso.

“São questões de interesse de todos, tanto nosso quanto parlamentar, como de toda sociedade. Hoje vimos por meio de números o que o Governo do Estado vem fazendo pela saúde do nosso estado, e mais uma vez ressalto a satisfação em poder entregar à população de Balsas, o hospital regional que vai fortalecer toda saúde na região”, finalizou.

O secretário destacou a grande conquista na mudança no perfil da saúde de Balsas, onde com a valorização das Unidades Básicas de Saúde (UBS), as filas no atendimento foram praticamente zeradas. Na oportunidade, Carlos Lula ressaltou ainda a entrega e inauguração do Hospital Regional do município, fruto de uma emenda destinada pelo deputado Stenio Rezende.

A reunião ocorreu durante boa parte da manhã, abrindo espaço para que os deputados fizessem observações e discutissem os dados apresentados pela secretaria.

Presidida pelo deputado Levi Pontes, a reunião contou com a presença do Presidente do Legislativo Estadual, deputado Humberto Coutinho, vários parlamentares da Casa, além de servidores da Secretaria de Estado da Saúde.

4

Cotado para a Saúde de São Luís, Dr. Gutemberg mantém agenda de candidato…

Vereador é médico e ex-titular da pasta, o que fortalece seu nome para substituição de Helena Duailibe, mas seu projeto de disputar vaga na Assembleia Legislativa continua a todo vapor

 

Gutemberg com jovens militantes: em campanha pela Assembeia

O vereador Gutemberg Araújo (PSDB) tem sido um dos nomes cotados e especulados nos bastidores da Prefeitura de São Luís para substituir, de forma definitiva, a ex-secretária de Saúde Helena Duailibe. (Saiba mais aqui)

Ex-titular da pasta, o parlamentar, que é médico, tem forte liderança entre os colegas de profissão e autoridade para comandar o setor.

Dr. Gutemberg, porém, continua atuando como pré-candidato a deputado estadual nas eleições de 2018.

Um dos mais experientes, respeitados e atuantes vereadores da capital maranhense, o tucano trabalha forte nas comunidades de São Luís e no interior para fortalecer seu nome na disputa por vagas na Assembleia Legislativa.

O que só reforça a importância do seu nome na Saúde…

2

UPA: se Flávio Dino não faz, Hildo Rocha faz…

Deputado federal viabilizou no Ministério da Saúde a liberação de R$ 600 mil para a unidade de Buriticupu, pronta desde o ano passado, mas fechada por falta de equipamentos

 

O deputado federal Hildo Rocha (PMDB) pediu, insistiu e o Ministro da Saúde, confirmou a liberação de R$ 600 mil para a compra de equipamentos que serão utilizados na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Buriticupu.

– O prédio está pronto desde o ano passado, mas, por falta de equipamentos a unidade ainda não entrou em funcionamento. Agora, com essa considerável ajuda do governo federal, finalmente o prefeito Zé Gomes irá fazer a compra dos equipamentos – destacou Hildo Rocha.

O deputado ressaltou que o custo total dos equipamentos é de aproximadamente R$ 800 mil reais.

– O prefeito irá completar, terá que dar grande contrapartida – destacou o parlamentar.

A confirmação aconteceu durante audiência com o ministro Ricardo Barros. Além de Hildo Rocha também participaram do encontro o prefeito Zé Gomes; o secretário municipal de Saúde, Elias Rocha e a secretária de Educação Betel Gomes.