0

Edilázio lamenta descaso do Governo com as famílias desabrigadas no MA

O deputado federal Edilázio Júnior (PSD) utilizou a tribuna da Câmara Federal ontem, para repudiar o que classificou de descaso só governador Flávio Dino (PCdoB) com as famílias vítimas das enchentes no Maranhão.

Ele lembrou que vários municípios foram atingidos e sofreram consequências com as fortes chuvas no estado. Ao todo, cerca de 1.500 pessoas ficaram desabrigadas e outras seis foram a óbito.

“Enquanto isso o governador Flávio Dino viaja aos Estados Unidos para vender um Maranhão de fantasia, dando de ombros para essa situação caótica que os maranhenses estão enfrentando, fazendo turismo com o seu pupilo”, disse.

Ele lamentou a situação, cobrou ações enérgicas do estado para uma assistência às famílias desabrigadas e um plano emergencial para as áreas de risco.

“Fica aqui o nosso repúdio e a nossa tristeza com toda essa situação”, finalizou.   

0

Imperatriz: após cadastramento, 50% das famílias atingidas recebem donativos

Iniciativa faz parte da nova estratégia da prefeitura para atendimento às vítimas das enchentes causadas pelas fortes chuvas

 

Visando melhorar logística de distribuição de donativos às famílias afetadas pelas enchentes, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Sedes começou, após mapeamento e cadastro, a realizar a entrega nas casas. Além disso, equipe continua assistindo com alimentação e atendimentos diversos aos abrigados nas igrejas, instituições e ginásio do Parque Alvorada I.

Nas primeiras horas da manhã desta terça-feira, 09, cestas básicas e roupas saíram para beneficiar 35 famílias.

“Essas foram detectadas pela nossa equipe técnica e estavam precisando com urgência desses itens, mas as visitas continuam, para levantamento da real necessidade de cada um a partir de agora”, explicou a secretária Janaina Ramos.

Segundo ela já foi feito cadastro de aproximadamente 450 famílias das 800 que foram atingidas. Ao todo já foram entregues 413 cestas básicas.

“Continuamos recebendo as doações. Agradecemos a colaboração de cada um, e pedimos que continuem doando, nossa maior necessidade hoje é material de limpeza, higiene pessoal, leite, fraldas e roupas íntimas”, afirmou a secretária.

Sobre o cadastro, Janaina ressalta que é um trabalho minucioso.

“Em campo, as assistentes sociais estão mapeando quem perdeu tudo, quem teve a casa invadida, mas que conseguiu salvar alguma coisa e qual a necessidade mais urgente”, ressaltou.

Para as famílias que perderam tudo, inclusive suas casas, a secretária ressalta que está tentando viabilizar moradias. 

“Estamos vendo a possibilidade de relocação para o residencial Dom Afonso Felipe Gregory, empreendimento destinado à retirada de moradores de área de risco. Já fizemos um levantamento das residências que estão desocupadas e estaremos direcionando as famílias que estão em situação mais crítica”, informou Janaina.

0

Braide defende auxílio para moradores desabrigados pelas chuvas em São Luís

Parlamentar subiu à tribuna da Câmara Federal para dizer a ação de cada ente federativo deve amenizar as perdas dos atingidos

 

EDUARDO BRAIDE LEVOU O PROBLEMA DOS DESABRIGADOS de São Luís à Câmara Federal…

O deputado federal Eduardo Braide (PMN) subiu à tribuna da Câmara Federal, na tarde desta terça-feira, 26, para defender ajuda de toda União para auxiliar os atingidos pelas chuvas na região metropolitana de São Luís.

– É urgente que cada um faça a sua parte para amenizar as perdas dos atingidos e prevenir uma tragédia ainda maior – pregou Braide.

Braide tem atuado efetivamente no apoio às famílias de desabrigados em várias regiões de São Luís, sobretudo, nas áreas de maior risco.

…MAS ELE TAMBÉM JÁ HAVIA CONVERSADO diretamente com os atingidos pelas chuvas do último domingo

Na última segunda-feira, 25, ele foi a algumas localidades atingidas, como o Sacavém, onde acompanhou a situação dos desabrigados e conversou diretamente com representantes do Governo Federal.

O auxílio proposto por Braide deve ser de um conjunto de ações do Governo Federal, Estadual e municipal.

0

Ministro garante a Hildo Rocha que virá ao Maranhão distribuir kits para desabrigados

O deputado federal Hildo Rocha voltou a se reunir com o ministro da Integração Nacional, Antônio de Pádua, para solicitar agilidade nas ações de socorro às famílias desabrigadas pelas enchentes no Maranhão.

“O ministro nos garantiu que já na próxima semana fará uma visita ao Maranhão e, na oportunidade, irá fazer a entrega de kits para famílias que ainda estão impossibilitadas de retornaram para as suas casas”, disso o deputado.

Água Para Todos

Hildo Rocha destacou ainda que voltou a cobrar agilidade na liberação de recursos para a execução de projetos no âmbito do Programa Água Para Todos, projeto do governo federal cuja execução está sob a responsabilidade do Ministério da Integração Nacional.

O parlamentar cobrou também  a liberação de recursos para melhoria de caminhos de acesso, pavimentação de vias urbanas e rurais e construção de açudes nos municípios do Maranhão .

“Temos um grande volume de projetos que irão beneficiar as sedes e também as zonas rurais de inúmeros municípios. Muitos projetos estão paralisados, dependendo apenas de soluções administrativas e orçamentárias. Para a nossa felicidade, o ministro recomendou aos seus assessores que agilizem as soluções para que a população maranhense possa ser beneficiada, mais ainda, por meio desses ações do governo federal”, informou Hildo Rocha.

1

Roberto Costa consegue apoio para cidades que enfrentam enchentes…

Acompanhado do senador João Alberto, deputado estadual esteve no Ministro da Integração Nacional, em Brasília, onde viabilizou a liberação de ajuda

 

João Alberto e Roberto Costa com o ministro da Integração

O deputado estadual Roberto Costa (MDB) participou de reunião na última terça-feira (18), em Brasília,  com o ministro da Integração  Nacional, Antônio Pádua de Deus Andrade, no gabinete do senador João Alberto (MDB), para buscar apoio junto ao Ministério de Integração Nacional aos municípios maranhenses atingidos pelas enchentes.

Costa é o presidente da Frente Parlamentar da Assembleia Legislativa que acompanha e presta assistência às cidades maranhenses atingidas pelas enchentes.

Segundo Dados da Defesa Civil 11 municípios maranhenses  decretaram estado de emergência – Marajá do Sena, Pedreiras, Trizidela, Lago dos Rodrigues, Presidente Vargas, Brejo, São João do Sóter, Tuntum, Caxias, Formosa da Serra Negra e São Luís Gonzaga.

De acordo com o último levantamento do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil do Maranhão existem 2.357 famílias desabrigadas pelas enchentes.

– É importante que o socorro seja completo para que todos os afetados retomem suas vidas o mais rápido possível, com atendimento médico, construção de casas e de redes de escoamento da água – defendeu o senador João Alberto.

Em Bacabal, há mais de 700 pessoas desabrigadas que se encontram em situação de calamidade, em ginásio e estádio.

– Estive nestes locais e pude perceber o sofrimento do povo, que padece por falta de alimentos, falta de medicamentos, falta de água.  Estamos denunciando o prefeito de Bacabal, o senhor Zé Vieira,  que não decretou estado de emergência ao município – lembrou Roberto Costa.

O parlamentar denunciou a falta de prioridade da Prefeitura de Bacabal, que optou por gastar dinheiro em bandas de forró.

– Foram R$ 1 milhão com bandas de forró no aniversário da cidade. Em função dessa festa, a Gestão Municipal deixa de decretar estado de emergência, que é  a real situação da cidade. Enquanto isso,  o povo bacabalense sofre e clama por assistência, saúde, educação, infraestrutura. Embora, a Gestão Municipal não ter decretado estado de emergência – denunciou.

Bacabal

Durante a reunião, João Alberto r Ropberto Costa conseguiram apoio para que  o  município de Bacabal seja cidade-polo, o posto de comando para atender aos municípios da região do Médio Mearim atingidos pelas chuvas.

– Bacabal receberá toda a estrutura da Defesa Civil Nacional, com cestas básicas, colchões e equipamentos para serem distribuídos aos demais municípios da Região Mearim – concluiu Roberto Costa.

O nível do rio Mearim já está oito metros acima do normal e mais de 9 mil pessoas foram afetadas direta ou indiretamente, de acordo com a Defesa Civil do Maranhão.

O ministro afirmou que o Ministério não tem medido esforços para prestar todo apoio necessário aos municípios afetados.

0

Fábio Macedo pede rapidez em recuperação de trecho rompido da BR-135…

Macedo tem acompanhado de perto o drama dos desabrigados no interior

O vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Fábio Macêdo (PDT), esteve no trecho da BR-135 que liga os municípios de Dom Pedro a Presidente Dutra, interrompido em decorrência das chuvas que caem sobre a região central do Maranhão.

“Hoje, eu vim aqui verificar a situação e conversar com o engenheiro Luna, do Denit, que repassou todas as informações necessárias. E a notícia boa é que, se não chover, até esta quinta-feira já será liberada metade da pista para o tráfego dos carros”, acentuou o deputado, acrescentando que fez questão de estar naquela BR, para acompanhar e cobrar uma solução para o problema.

Macedo tem sido um dos mais ativos membros da Assembleia no debate sobre as enchentes, acompanhando de perto, in loco, o drama dos desabrigados e prejudicado pelas chuvas.

Acompanhado do engenheiro Luna, do DENIT/MA, Fábio Macêdo, que também é presidente da Frente Parlamentar em Defesa das Rodovias do Maranhão, verificou a situação e cobrou providências urgentes do DENIT/MA, para que o tráfego naquele trecho fosse normalizado o mais breve possível.

“A nossa finalidade é liberar o tráfego. Se não chover, nós vamos liberar logo uma faixa da estrada”, afirmou o engenheiro.

4

Representantes do governo maranhense vão ao ministério em busca de auxílio contra enchentes

Escórcio representa o governo em Brasília

O secretário de Representação do Governo do Estado em Brasília, Chiquinho Escórcio, conversou hoje pela manhã com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, em busca de ajuda imediata para o problema das enchentes no município de Trizidela do Vale.

O secretário deve acompanhar o vice-governador Washington Oliveira (PT) e o senador João Alberto de Souza (PMDB) em uma reunião no ministério, agora à tarde.

– Há dois anos, quando assumimos o governo, tivemos um trabalho intenso para enfrentar as enchentes no Maranhão. Agora, com planejamento, sabemos exatamente onde atuar – disse o secretário.

As enchentes já atingiram cerca de 4 mil pessoas no interior maranhense. O rio Mearim está cinco metros acima do nível. As equipes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros monitoram toda a região.

Algumas cidades já estão alagadas no Maranhão

Na questão do planejamento, Escórcio referiu-se ao grupo coordenado pelo chefe da Casa Civil do governo Roseana Sarney (PMDB), Luís Fernando Silva, criado exatamente para detectar eventuais problemas com as chuvas e planejar ações preventivas e de socorro.

Este grupo está atuando desde o início do ano, monitorando as áreas e maior risco.

É a partir das informações do grupo anti-catástrofe, que os representantes maranhenses agem em Brasília.