1

Deputado Roberto Costa volta a defender bonificação em notas do Enem para estudantes maranhenses…

O deputado Roberto Costa (MDB) defendeu, na sessão de quinta-feira (23), o sistema de bonificação de notas do Enem, para que estudantes maranhenses tenham mais chances de acesso ao ensino superior.

A proposta é do deputado Marco Aurélio, que teceu comentários sobre recente decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região em Brasília, garantindo, em caráter liminar, a bonificação nas notas do Enem para estudantes que pretendem ingressar na Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

“A boa notícia que trago agora, a todo povo do Maranhão, de modo especial, aos estudantes que desejam ingressar na Universidade Federal do Maranhão, é que no novo cronograma do Sisu, para o segundo semestre, já consta a bonificação de 20%. De forma que o estudante do nosso estado terá esta política afirmativa para garantir que a Universidade Federal do Maranhão seja cada vez mais do povo do Maranhão”, comemorou Marco Aurélio.

O deputado Roberto Costa, com a deputada Cleide Coutinho (PDT), iniciou uma luta que busca assegurar bonificação também no vestibular da Universidade Estadual do Maranhão.

“Queremos garantir também aos estudantes maranhenses a bonificação de 20% na sua nota, para que eles possam ter a chance de concorrência junto a alunos de outros estados, para que que a Universidade Estadual do Maranhão consiga garantir as vagas aos maranhenses, porque estes formados, com certeza, prestarão serviço ao povo do Maranhão”, afirmou Roberto Costa.

1

Othelino destaca bonificação de 20% para estudantes de escolas maranhenses no Enem

O primeiro vice-presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), destacou, na sessão desta segunda-feira (09), a aprovação, por unanimidade, da política de ação afirmativa que dispõe sobre o ingresso qualificado de estudantes de escolas públicas e privadas do Maranhão à Universidade Federal do Maranhão (Ufma), por meio do acréscimo de 20% nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O percentual ficou estabelecido após votação dos membros do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe).

 

“Com a aprovação desse acréscimo, estamos combatendo a elitização do acesso a esses cursos, assim como o desperdício de vagas, tendo em vista que pessoas de outros Estados passam, por exemplo, no vestibular da Ufma, no município de Pinheiro, e ficam lá um período, dois ou três, até que consigam uma pontuação melhor no Enem, ou por meio de uma transferência interna, com o objetivo de saírem e se transferirem para o local que lhes é mais conveniente, tirando assim a oportunidade de muitos maranhenses, no caso em especial da Baixada, de vários cidadãos que poderiam ter a chance de ingressar en um curso superior perto de sua casa”, afirmou.

No pronunciamento, Othelino Neto cumprimentou todo o Conselho de Pesquisa e Extensão da Ufma, que aprovou, depois de ampla discussão, por unanimidade, o percentual de 20% de incentivo. Ele destacou o empenho da reitora Nair Portela pela sensibilidade, por ter abraçado esta causa.

Segundo ele, a partir da liderança da professora, evidentemente, dos argumentos fortes e da demanda dos estudantes, essa grande conquista foi possível hoje.

“Essa vitória merece ser celebrada e comemorada. Estão de parabéns a Universidade Federal do Maranhão e todos os estudantes, que agora ficam mais perto de realizar o sonho de ingressar em um curso superior”, frisou.

1

Instituto Waldir Jorge celebra aprovação de aluno em 1º lugar de Medicina…

Anúncio com o desempenho do aluno: destaque

O Instituto Educacional Deputado Waldir Filho, em Lago da Pedra, comemora mais uma importante conquista: um de seus alunos, Ayrison de Melo Sousa, foi aprovado em 1º lugar para o curso de Medicina na Faculdade Barão do Rio Branco, no estado do Acre.

O estudante de 21 anos, que estudou o ensino fundamental e médio no Instituto Educacional Deputado Waldir Filho, conseguiu a vaga para o curso de Medicina, que é um dos cursos mais concorridos no país,  através do Prouni, onde obteve bolsa integral.

Ele reconhece a importância que a escola teve para a sua aprovação.

– Se eu consegui essa vaga o instituto teve uma boa parcela de ajuda nisso, porque me incentivava a buscar mais, a querer mais, sempre me instigava a insistir naquilo que eu acreditava; se era aquilo que eu queria, eles  me aconselhavam a persistir e eu acreditei nos que eles me passaram – disse o estudante.

Para a diretora do IEDWF, Mara Lopes, é uma imensa satisfação ver um dos ex-alunos conquistando essa aprovação, pois é um reflexo do trabalho que vem sendo desenvolvido na escola.

– Pra gente é muito gratificante porque é o resultado de 14 anos de trabalho e a gente sabe que em educação as coisas acontecem com planejamento, dedicação e é uma realização de um sonho o que pra gente é um orgulho, o crescimento do aluno é o crescimento da instituição – disse a diretora.

O Instituto Deputado Waldir Filho-IEDWF, vem ganhando destaque em toda a região pelo trabalho  de excelência que desenvolve na comunidade escolar, influenciando para que seus alunos tenham um futuro promissor alcançado através dos alicerces implantados no cotidiano escolar.

– O instituto hoje teve um crescimento não só a nível de Lago da Pedra, mas no Maranhão. Nós hoje somos a 55ª escola, segundo dados do próprio do MEC no ranking estadual. Vendo a realização desse aluno em primeiro lugar, então é resultado muito trabalho e um trabalho em equipe – ressaltou Mara Lopes.

0

Só esperando a hora…

liceu

A moça acima é Luana Pinheiro, de 16 anos. Moradora do Araçagy, ela se transformou num símbolo do ENEM ao ser a primeira estudante a chegar ao liceu, hoje, às 8h30. Detalhe: a prova começa ao meio-dia de São Luís (13h de Brasília). Pelo menos ela não perderá o horário. O blog deseja boa prova a Luana e a todos os inscritos no ENEM 2015. (imagem: Flora Dolores/O EstadoMaranhão)

21

O ocaso das escolas tradicionais de São Luís…

Sem entrar no debate sobre a “eterna falência” do ensino público no Maranhão – caso de polícia, até… – este blog analisa o resultado do Exame Nacional do Ensino Médio com foco nas escolas particulares.

Crescimento, CEI-COC, Educator e Reino Infantil, as primeiras da lista, disputam, há alguns anos, o título de melhor escola do Maranhão, ora com uma, ora com outra à frente.

Detalhe: primeira do Maranhão, Crescimento é apenas a 64ª no ranking nacional – e olha que o preparo dos seus alunos de ensino médio, hoje, é todo voltado para a prova do Enem.

Clique aqui e veja a lista, por estado, do Enem 2010

O Enem 2010 mostra perda de terreno  do Reino Infantil, por muitos anos a melhor de São Luís. Provavelmente fruto do foco exacerbado no “aprendizado-máquina”, aquele que prepara apenas para passar em Vestibular. Apesar da linguagem montessoriana – que deveria ensinar para todos os aspectos da vida – a escola do Renascença também se perde com a insistência no ensino da doutrina católica como vetor de aprendizagem, bobagem já abolida nas melhores escolas do país.

Mas o Enem traz um fato ainda mais interessante: o ocaso das escolas tradicionais da antiga classe média ludovicense, como Batista, Maristas e Dom Bosco.

O Dom Bosco, a mais elitista das escolas particulares de São Luís – que chega a ter salas separadas por faixa de renda – amarga apenas o sétimo lugar no top ten. Há tempos, a escola perdeu sua verve por focar na prática desportiva, atraindo alunos sem base apenas para garantir medalhas em jogos escolares – usadas também como forma de marketing educacional. Hoje, mudou a prática, mas os resultados ainda não apareceram.

Vem perdendo terreno ano após ano no Exame Nacional.

Há vários “Batistas” na lista do Enem, mas fala-se aqui do Daniel de La Touche, o mais tradicional deles, que parece ter parado no tempo. A escola que começou no João Paul0, hoje tem uma unidade também no Renascença, mas a cultura escolar é a mesma de meados do século passado. Resultado: a escola, de orientação protestante, está fora do top ten, apenas na 13ª posição.

Perde para escolas mais novas, como “Upao-Açu”, “Santa Teresa” e “Rivanda Berenice”.

Situação mais deprimente é a do Maristas, que formou algumas das mais brilhantes personalidades da política, da economia, dos esportes e da cultura maranhenses. Perdido no tempo e no espaço, carente do antigo charme exercido pelo catolicismo na classe média dos anos 60 e 70, o Maristas também caminha para o ocaso.

No Enem 2010 ocupa apenas o 18º lugar, perdendo para várias escolas particulares e públicas, inclusive do interior maranhense.

A lista do Exame Nacional de Ensino Médio também é uma oportunidadce de reflexão para pais e alunos. E uma boa forma de analisar que escola escolher para o filho.

Sobretudo por que a época de matrículas e rematrículas começa agora em outubro…