8

A caravana surpresa de Roseana Sarney no interior…

De uma hora para outra ex-governadora aparece em Mirinzal, num périplo que contempla também Central do Maranhão e Pinheiro; e mesmo sem avisar ninguém, mobiliza multidões por onde passa

 

Mesmo de surpresa, Roseana mobilizou centenas de pessoas em pequena reunião em Mirinzal

A ex-governadora Roseana Sarney (MDB) pegou políticos e imprensa de surpresa, ao aparecer, já no início da noite desta sexta-feira, 15, em imagens de uma passagem pelo município de Mirinzal.

A nova caravana da emedebista, que não teve qualquer divulgação, levou pequena multidão para Mirinzal, e passará também por Central do Maranhão e Pinheiro.

O ex-ministro Sarney Filho também participou da recepção oferecida pelo ex-prefeito Amaury Almeida

Do nada, Roseana – que estava acompanhada do deputado federal Sarney Filho (PV) e de aliados, mobilizou multidão em sua passagem por Mirinzal.

Sinal de que, para o povo do interior, sua chegada não é surpresa alguma…

1

Delegado que inventou crime de prefeito em Mirinzal é afastado por negligência…

Jorge Antônio Silva Santos foi denunciado pelo Ministério Público por 16 inquéritos parados, sem qualquer conclusão até mesmo em casos de violência doméstica

 

O delegado Jorge Antônio da Silva Santos, de Mirinzal, foi afastado das funções pela Justiça, por ato de improbidade administrativa.

Silva Santos foi denunciado pelo Ministério Público, acusado de negligência e desídia na investigação dos inquéritos policiais em Mirinzal.

– O Ministério Público não fecha os olhos sobre a pouca estrutura da Polícia Civil, sobretudo na Comarca de Mirinzal. Destaca-se que, mesmo com sua estrutura mínima, o requerido não faz o básico. Nada justifica um auto de prisão em flagrante ficar parado por três, quatro, oito anos – afirma no promotor Frederico Bianchini.

Jorge Antônio Silva Santos foi o autor de um bizarro inquérito, no dia das eleições de 2016, contra o prefeito de Mirinzal, Amauri Almeida (MDB). Ele inventou um assassinato supostamente de autoria de Amaury, prendendo o prefeito e influenciando diretamente no resultado do pleito.

No mesmo dia, a suposta vítima de Amaury apareceu vivo e declarou n8unca ter sofrido sequer ameaça por parte do prefeito. (Relembre aqui e aqui)

Agora afastado pela Justiça – por negligência no desempenho da função – Jorge Antônio está proibido, inclusive, de frequentar a delegacia.

4

Ex-prefeito relata, em vídeo, perseguição “fascista e nazista” de Flávio Dino…

Vítima ele próprio da polícia política do governo comunista, Amaury Almeida, de Mirinzal, lembrou fatos parecidos ocorridos em todo o Maranhão, com perseguições e prisões com o objetivo de favorecer os candidatos do Palácio dos Leões nas eleições de 2016

 

O ex-prefeito de Mirinzal, Amaury Almeida (MDB) decidiu expor, em vídeo, o drama que viveu em plenas eleições de 2016, quando se tornou uma das primeiras vítimas da polícia política comandada pelo governo Flávio Dino (PCdoB).

– O exemplo mais emblemático desta política autoritária foi a minha prisão, de forma arbitrária, no dia da eleição, em minha cidade de Mirinzal. Sob um aparato policial digno de grandes operações, eu, Amaury Almeida, fui preso, arbitrariamente, acusado de ter matado um homem e ferido mais dois, no dia do pleito eleitoral – destacou Amaury Almeida.

O caso de Mirinzal foi, inclusive, relatado neste blog como escândalo policial. (Relembre aqui)

Para o ex-prefeito – que hoje recorre do resultado da eleição, já com vitória em primeira instância – sua prisão se deu “por ordem direta daqueles que querem transformar o Maranhão em um estado nazista”.

Amaury recuperou-se do trauma e hoje forma trincheira contra o qu chama de governo fascista comunista e nazista

Amaury lembra que, quando de sua prisão, o secretário Jefferson Portela deu entrevista à mídia nacional dizendo ser o seu caso um exemplo para o Brasil.

– O exemplo que este governo dá ao Brasil são inúmeros escândalos no dia dia, muitos destes capitaneados pelo próprio sistema de Segurança, como a ordem para que a Polícia Militar monitore os que fazem oposição ao governo do estado – disse.

Por fim, depois de relatar também vários outros episódios, em vários municípios, Amaury Almeida desqualifica a política do governo Flávio Dino.

– Esta política fascista, comunista me humilhou, usurpou o processo democrático; causou a pior dor que uma mãe pode ter, ao ver o seu filho preso injustamente – desabafou o ex-prefeito.

0

Amaury Almeida é pré-candidato a deputado estadual…

Ex-prefeito de Mirinzal, vítima de uma das mais sórdidas armações políticas das eleições e 2016, pretende disputar uma vaga na Assembleia Legislativa pelo PSD

 

Querido na região do litoral norte, Amaury Almeida vai tentar eleição à Assembleia

O ex-prefeito de Mirinzal, Amaury Almeida, anunciou na tarde de quarta-feira, sua pré-candidatura à Assembleia Legislativa pelo PSD, após reunião com o presidente da agremiação, Claudio Trinchão.

Prefeito de Mirinzal entre 2013 e 2016, Almeida foi vítima de uma brutal armação política, quando chegou a ser preso em pleno dia da eleição, sob acusação de homicídio cuja própria vítima havia negado o crime.

Contra este crime eleitoral, o ex-prefeito recorre à Justiça Eleitoral para anular a eleição.

Na disputa pela Assembleia Legislativa, Amaury Almeida aposta na força eleitoral de sua região do litoral ocidental norte-maranhense, que reúne mais de 100 mil eleitores.

– É uma região sem representantes no parlamento. E tenho plena convicção de que posso trabalhar por este eleitoral, não só de Mirinzal, mas de toda a região – afirmou o pré-candidato.

Amauryu se diz pronto para a disputa de outubro.

– Por tudo que vivenciei como gestor, fazendo uma administração séria e reconhecida em toda a região que compreende o consórcio das florestas dos guarás, do qual fui presidente; pelas injustiças que sofri; pelas injustiças que sofre o nosso povo; e pela necessidade do Maranhão superar esse momento sombrio pelo qual passa, é que me disponho a lutar pelo nosso povo e pelo nosso Estado, na certeza de que haverá uma voz firme em defesa dos interesses da nossa população. Esse é o espírito da minha candidatura – finalizou Amaury Almeida.

0

Ex-prefeito de Mirinzal já está em Pedrinhas…

Ivaldo preso em Pedrinhas

O ex-prefeito de Mirinzal, Ivaldo Almeida, que atua hoje como secretário de obras no município, já está devidamente alojado em uma das grades do Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Ele foi preso nesta quinta-feira, 16, pela polícia maranhense, por envolvimento com agiotagem.

Em poder de Almeida estavam vários cheques do agiota Gláucio Alencar, acusado de ser o mandante do assassinato do jornalista Décio Sá, em 2012.

Ivaldo foi levado para o Centro de Custódia de Presos, de Pedrinhas, depois de fazer exames de corpo de delito.

Na cadeia, bateu as fotografias de praxe dos presos…

1

Mirinzal: mulheres denunciam vice-prefeito por tentativa de homicídio..

Em Boletim de Ocorrência registrado na delegacia de Cururupu, Dhemille Nascimento diz ter sido assediada por Vanderson Ribeiro, o Derson, que chegou a tentar dar dois disparos, o que só não ocorreu porque a arma falhou

 

Derson foi denunciado em delegacia por suposta tentativa de homicídio

Uma denúncia de tentativa de homicídio contra o vice-prefeito de Mirinzal, Vanderson Ribeiro, o Derson, foi registrada no último domingo, 10, na delegacia de Cururupu.

A denunciante Valdete Martins Almeida conta que voltava de um evento em companhia de Dhemille Taynara Nascimento Silva quando Derson surgiu em veículo Ford KA, branco, oferecendo carona a Dhemille, que recusou.

– [O denunciado] passou a acompanhar as vítimas, tendo fechado certo ponto da via, impedindo que as vítimas continuassem seu trajeto; que Vanderson, percebendo que não teria sucesso em seu objetivo sacou de uma arma calibre 38 e apontou em direção à vítima, tendo tentado disparar a arma por duas vezes – disse a comunicante, segundo o B.O nº 885/2017.

 

O Boletim de Ocorrência registrado por Valdete Martins

 

Ainda de acordo com a denúncia, as duas mulheres fugiram correndo, e o vice-prefeito ainda tentou persegui-las.

A polícia deve investigar o caso…

2

Após cassação de prefeito, população faz festa para Amaury em Mirinzal…

Amaury em meio à população de Mirinzal, que fez festa para sua chegada

O ex-prefeito de Mirinzal, Amaury Almeida, foi recebido em clima de festa e alegria na tarde dessa sexta-feira, 30, para comemorar a vitória na justiça eleitoral que poderá culminar em novas eleições na cidade.

Vereadores, professores, empresários e populares foram receber o ex-prefeito no aeroporto, em uma festa que reuniu mais de 2 mil pessoas, segundo a organização.

– Isso nunca foi visto na cidade. É uma satisfação e uma felicidade muita grande que tenho por esse carinho e reconhecimento que as pessoas de Mirinzal sentem por mim e pela gestão que desenvolvi na cidade – comentou Amaury.

Uma caravana acompanhou o prefeito da chegada até sua casa

A festa para o ex-prefeito ocorreu após a decisão do juiz eleitoral José Jorge Figueiredo dos Anjos, que cassou o mandato do prefeito Jadilson Coelho e do seu vice, Derson Ribeiro o que deve resultar na posse de Amaury Almeida. (Releia aqui)

 

A decisão causou alvoroço na cidade de Mirinzal, fazendo com que o povo se mobilizasse para comemorar a decisão judicial.

A recepção a Amaury Almeida mostra que a gestão de Jadilson não tem o respaldo da população…

2

Justiça eleitoral cassa prefeito e vice de Mirinzal…

Juiz eleitoral José Jorge Figueiredo entendeu que houve crime eleitoral que favoreceu a eleição do prefeito no episódio de prisão arbitrária envolvendo o adversário Amaury Almeida (PDT), que deve tomar posse

 

Jadilson e seu vice, Derson: agora cassados, perdem a legitimidade do mandato

O juiz eleitoral José Jorge Figueiredo dos Anjos Júnior decretou na manhã da última quarta-feira, 28, a cassação do prefeito de Mirinzal, Jadilson Coelho (PSB), e do vice-prefeito, Derson Ribeiro.

Além disso, os dois ficam inelegíveis por oito anos.

A decisão foi fruto de uma ação movida pela defesa do ex-prefeito Amaury Almeida, em consequência de sua prisão ilegal, ocorrida em pleno dia da eleição. (Relembre aqui)

O juiz deu parecer favorável à cassação da chapa tendo em vista a gravidade das circunstâncias que caracterizam o episódio, que influenciou diretamente o resultado do pleito.

José Jorge Figueiredo decretou nulos os diplomas de prefeito e vice de Jadilson e Derson, além de decretar a perda do mandato eletivo dos dois.

Apesar de cassado, Jadilson e seu vice continuarão no cargo até o recurso no Tribunal Regional Eleitoral.

A partir da decisão do TRE, se confirmada a cassação, a Justiça determinará a imediata posse de Amaury Almeida.

Com informações do blog Até hoje!

1

Mirinzal: Hospital usa pedaço de madeira em paciente com perna quebrada…

Vítima de acidente com fratura exposta teve a “tala” amarrada com pedaço de fita amarela; na falta de material disponível, profissionais de saúde recorreram ao improviso

 

Pedaço de madeira foi usado como “tala” em perna fraturada de vítima

Um caso inusitado, ocasionado pela falta de estrutura da Saúde em Mirinzal, ocorreu na última terça-feira, 21; um vítima de acidente com fratura exposta teve a perna amarrada com um pedaço de madeira e fita, por falta de “tala” e atadura no Hospital Nossa Senhora da Vitória.

A denúncia foi feita pelo blog Mirinzalense.

O homem, identificado por Idex foi levado para o hospital com fratura exposta, e teve que correr o risco de contrair uma infecção.

De acordo com o blog, a Secretaria de Saúde de Mirinzal só comprou o material que falta no Hospital Nossa Senhora da Vitória após a divulgação do caso envolvendo o homem tratado com um pedaço de pau.

0

Prefeito de Mirinzal é acionado na justiça para demitir familiares…

Jadilson Coelho: parentes pra todo lado

O prefeito de Mirinzal, Jadilson Santos Coelho, foi acionado pelo Ministério Público para que demita todos seus parentes dos cargos de confiança e de primeiro escalão da prefeitura.

A medida foi tomada pela promotoria local através do promotor Alistelman Mendes Dias Filho, quem fez a recomendação.

Caso haja descumprimento da ordem, Jadilson poderá ser levado à justiça por cometer nepotismo e o promotor entrará com ação de improbidade administrativa.

O promotor pede a exoneração de parentes e de pessoas próximas ao prefeito dos cargos de “confiança”.

Destacou ainda que os cargos sejam ocupados por mérito de qualidade técnica, ou seja que haja qualificação e entendimento para assumir tal cargo.

Contratar empresas ligadas à pessoas próximas ou que tenha cargos de primeiro escalão como secretários, diretores também ficou proibido.

O prefeito tem 10 dias para acatar as decisões e afastar membros da família do atual governo.