0

PEC do deputado Allan Garcês estabelece que vida humana começa a partir da fecundação

Deputado apresentou Proposta de Emenda Constitucional para estabelecer o Marco Temporal do início da vida humana, alterando o Artigo 5º da Carta Magna; ele agora busca apoio dos colegas para fazer o projeto tramitar no Congresso Nacional

 

Deputado explica a sua proposta, que deve alterar a Constituição Federal Brasileira

O Artigo 5º da Constituição Federal brasileira traz entre seus postulados o direito inviolável à vida de todo ser humano. O texto constitucional, no entanto, não traz detalhamento acerca de quando a vida humana se inicia, o que tem gerado debates na sociedade contemporânea.

Para corrigir essa situação e garantir o direito àqueles que não podem se proteger, o deputado federal do Progressistas Allan Garcês elaborou nesta semana uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que estabelece que o Marco Temporal de início da vida humana se dá desde a fecundação.

– Nesse momento, já somos indivíduos únicos em desenvolvimento, entre todos os seres humanos – argumenta o deputado.

Ao estabelecer a fecundação como marco de início da vida humana, a PEC garante que o feto também tenha garantido o direito inviolável à vida, conforme estabelece a Constituição, eliminando possíveis interpretações incorretas do texto constitucional.

Allan Garcês quer estabelecer um marco temporal pra início da vida humana, a fim de criar barreiras contra o aborto

Allan Garcês ressalta que sua primeira PEC vai ao encontro daquilo que ele defendeu ao longo de toda a carreira, mesmo antes de assumir o mandato na Câmara Federal.

– Embora hoje esteja exercendo o cargo de Deputado Federal, ainda sou médico, e assim como em toda a minha carreira na medicina, farei o possível para proteger e salvar vidas, estejam elas fora ou dentro do ventre de suas mães – explica.

O deputado maranhense aproveitou para pedir o apoio dos colegas parlamentares para que a PEC alcance as 170 assinaturas necessárias e possa iniciar sua tramitação no Congresso Nacional.

0

Deputado Dr. Allan Garcês cumpre agenda nos municípios do Maranhão

Durante o recesso da Câmara Federal , parlamentar maranhense conversou com lideranças políticas e prefeitos, e articulou também propostas para o interior maranhense, em encontros que teve a participação também do ministro dos Esportes André Fufuca

 

Em Tuntum, Allan Garcês discursou8 ao lado do prefeito Fernando Pessoa e conversou com lideranças municipais 

O deputado federal Dr. Allan Garcês (PP) aproveitou o recesso parlamentar para cumprir agenda de visitas políticas neste mês de janeiro em alguns municípios da região central do Maranhão. Os encontros fazem parte da programação política do deputado para Paulo Ramos, Poção de Pedras, Presidente Dutra, Esperantinópolis, Tuntum, Lago do Junco, Lago da Pedra, Governador Archer, Gonçalves Dias, São Domingos do Maranhão e Dom Pedro.

O deputado encontrou-se com antigas e novas lideranças das cidades, inclusive muitos que trabalharam na sua campanha eleitoral em 2022.

Reatou alianças com outras lideranças políticas, garantiu acordos para solução de demandas de caráter social e educacional, fortaleceu parcerias para melhoramento da saúde e medicina preventiva, estabeleceu diálogo com os prefeitos elencando vários projetos para a região, sobretudo para o fomento e fortalecimento do agronegócio.

Em Paulo Ramos, Allan Garcês participou da inauguração do Estádio Municipal, a convite do prefeito Adailson do Nascimento Lima (PP).

O evento também contou com a presença do atual Ministro dos Esportes André Fufuca, que no seu discurso lembrou da importância da atividade física como fator para boa condição de saúde, da prática de esportes como saída social para muitos meninos e meninas carentes; e fez questão de ratificar que seu ministério estará sempre disponível para estabelecer parcerias com as prefeituras.

O deputado Dr. Allan Garcês fez um discurso de apoio ao atual ministro André Fufuca, falou dos projetos e abordou suas principais ações como parlamentar nestes 120 dias de mandato, principalmente para a saúde e educação; falou de sua intenção de apoiar quadros políticos locais para o pleito municipal de 2024 e ratificou seu compromisso de buscar desenvolver e estruturar melhor o agronegócio maranhense. 

A comitiva do deputado Dr. Allan Garcês avalia que a agenda de visitas às cidades foi muito positiva na medida em que excelentes alianças foram construídas, sem contar a receptividade e o feedback das pessoas.

Novas visitas estão previstas para atendimento nas cidades, além de fortalecer seu nome como deputado federal e cumprir seu compromisso com seus eleitores em fazer de seu mandato penhor de sua história de luta em favor da população do Maranhão e do Brasil.

Da assessoria

0

Possível federação entre PP, PRB e União Brasil atinge Braide, Duarte e Evangelista…

Partidos que discutem a formação de um projeto único de poder nas eleições de 2024 – com validade até 2028 – estão alinhados no Maranhão entre três candidaturas distintas, sendo que pelo menos duas delas – ou todas elas – sofrerão as consequências da aliança, dependendo de como ficará o palanque dessa nova agremiação nos demais municípios brasileiros

Eduardo Braide, Duarte Júnior e Neto Evangelista terão candidaturas impactadas, caso se concretize a federação entre PRB, PP e União Brasil

Discutida no Congresso Nacional desde o ano passado, a federação partidária entre o PRB, o PP e o União Brasil terá impacto direto, caso concretizada, em três candidaturas a prefeito de São Luís: Eduardo Braide (PSD), Duarte Júnior (PSB) e Neto Evangelista (União Brasil).

O PRB, controlado no Maranhão pelo deputado federal Aluisio Mendes está na base de Eduardo Braide. O PP, por sua vez, é controlado pelo ministro dos Esportes, André Fufuca, aliado do deputado federal Duarte Jùnior (PSB). 

Por fim, o União Brasil, que tem o comando do deputado federal Pedro Lucas Fernandes no Maranhão e tem a candidatura do deputado estadual Neto Evangelista em São Luís, embora esteja ainda na base do governo Brandão.

O impacto nas três candidaturas de prefeito se dá pelo fato de que a decisão do comando de um dois partidos – quem controlar a federação – terá que ser seguida pelos outros dois; ou seja, os três partidos são obrigados a seguir juntos o mesmo caminho.

É um impacto significativo, portanto, no palanque de três candidatos a prefeito…

0

Rildo Amaral lidera corrida eleitoral para prefeitura de Imperatriz em todos os cenários

Uma nova pesquisa realizada pelo Instituto Data M, entre os dias 20 e 22 de dezembro de 2023 revelaram que o Deputado Estadual Rildo Amaral (PP) continua liderando a corrida das eleições para a prefeitura de Imperatriz em 2024, e ainda possui a menor rejeição entre os principais pré-candidatos.

Na espontânea, quando perguntado “Se a eleição fosse hoje, em quem você você votaria?”, com 8,7% Rildo Amaral (PP) lidera, logo após aparecem Josivaldo JP (PSD) (6,4%), Mariana Carvalho (Republicanos) (1,6%), Nilson Takashi (Novo) (1,2%). Brancos (5%) e indecisos (75,1%).

No cenário, quando perguntado “Se a eleição fosse hoje e os candidatos fossem estes, em quem você votaria?”, com 26% aparece Rildo Amaral (PP), Josivaldo JP (PSD) com 24,1%, Mariana Carvalho (Republicanos) com 8,7%, Marco Aurélio (PSB) com 8%, Nilson Takashi (Novo) com 2,2%, José Antônio com 1,4. Brancos (17,5%) e indecisos (11,3%).

Quando a pergunta foi sobre quais candidatos não votaria de jeito nenhum, o pré-candidato Marco Aurélio (PSB) lidera com 17,5%, seguido de Josivaldo JP (PSB) (7,8%), Mariana Carvalho (Republicanos) (6,4%), Fábio Hernandes (União Brasil) e José Antônio (5,2%), e Rildo Amaral (PP) (4,0%).

Da assessoria

0

Paulo Victor deve reforçar o PP na Câmara Municipal…

Presidente do Poder Legislativo vai deixar o PSDB e tem se aproximado do ministro dos Esportes André Fufuca, que já fez o convite a ele para filiação no partido, o que deve ampliar a bancada de vereadores da legenda em quase 10 parlamentares

 

Fufuca tem participado de eventos ao lado de Paulo Victor em São Luís; o PP já fez o convite oficial ao presidente da Câmara Municipal

O presidente da Câmara Municipal de São Luís vereador Paulo Victor (PSDB) deve se filiar ao PP até o final de 2023; ele já recebeu o convite do presidente da legenda no estado, ministro dos Esportes André Fufuca, e também conversou amigavelmente com o presidente tucano Sebastião Madeira.

Além de Paulo Victor, o PP deve receber pelo menos oito vereadores, garantindo ao partido a maior bancada na Câmara Municipal.

Segundo apurou o blog Marco Aurélio d’Eça, pesou na decisão de Paulo Victor deixar o  PSDB o fato de o partido não estar alinhado ao governo do presidente Lula (PT), embora esteja na base do governo Carlos Brandão (PSB).

Fortemente ligado a Brandão, o presidente da Câmara mantém forte liderança na Casa e trabalha para que a base de apoio do governador garanta a maior parte das cadeiras de vereador nas eleições de 2024.

Victor chegou a apresentar-se como pré-candidato a prefeito pelo PSDB, mas abriu mão da disputa; sua saída, abre espaço no PSDB para articulação de um novo candidato a prefeito, numa linha mais de centro-direita.

Mas esta é uma outra história…

0

PP articula candidaturas nos principais colégios eleitorais…

Com projeto de disputar o Senado em 2026, partido do ministro dos Esportes André Fufuca já tem candidato definido em Imperatriz – o deputado estadual Rildo Amaral – articula a filiação da prefeita Maura Jorge em Lago da Pedra e quer uma aliança de peso em São Luís

 

Fufuca articula voos mais altos em 2026, e tem trânsito livre tanto com Flávio Dino quanto com Carlos Brandão

O ministro dos Esportes André Fufuca é o comandante do PP no Maranhão; e é nesta condição que ele pretende fortalecer o partido em 2024, de olho na eleição de senador, em 2026.

Fufuca já tem candidato definido no segundo maior colégio eleitoral do Maranhão, Imperatriz, onde o deputado estadual Rildo Amaral lidera as pesquisas de intenção de votos.

Também deve acompanhar a candidatura da ex-deputada Thaiza Ortegal (atualmente no PDT) em Pinheiro; e busca entendimentos com a prefeita Maura Jorge, para futura fi9liação em Lago da Pedra.

Em São Luís, o PP não tem ainda uma definição de candidatura, mas deve alinhar-se ao candidato do governador Carlos Brandão (PSB), apesar de ter sido sondando pelo prefeito Eduardo Braide (PSD), pelo deputado federal Duarte Júnior (PSB) e pelo ex-prefeito Edivaldo Júnior (sem partido).

Com importante tempo na propaganda eleitoral e um fundo eleitoral de peso, o PP é cobiçado para candidaturas e eventuais alianças.

O que pavimenta o projeto senatorial do próprio Fufuca…

0

Veja tenta diminuir, mas é obrigada a reconhecer força de André Fufuca em Brasília…

Da forma como a mídia nacional sempre cobre o Maranhão – com deboche, ironia e tentativas de folclorização  – revista fala da ascensão do parlamentar maranhense, mas pé obrigada a reconhecer sua influência na bancada maranhense e entre os deputados federais de todo o país; abaixo, a íntegra da matéria assinada por Marcela Mattos

 

 

“O PEQUENO município de Alto Alegre do Pindaré, a 350 quilômetros da capital São Luís, no Maranhão, vive dias de expectativa. Imersa no trabalho informal e com uma taxa de ocupação de menos de 4%, uma das mais baixas do Brasil, a população local pode ver um filho ilustre da terra ganhar uma vaga no ministério do presidente Lula.

O nome dele — ou melhor, o apelido — é famoso entre os 25 000 moradores da região, administrada pela quarta vez por Fufuca Dantas, de 67 anos. O filho do prefeito foi indicado pelo PP para assumir uma pasta na Esplanada dos Ministérios em meio às negociações para a adesão do Centrão ao governo.

Caso a nomeação seja confirmada, consolidará a guinada meteórica na vida do rebento, um jovem deputado federal de 33 anos que entrou na política em 2010, enquanto ainda cursava a faculdade, para substituir o pai, que enfrentava problemas legais para concorrer. Naquela época, ninguém sabia quem era o candidato “André”. A resposta vinha a reboque: “O do Fufuca”. Levando a alcunha do pai à urna, ele foi eleito deputado estadual, depois chegou à Câmara Federal, reelegeu-se e, agora, quem diria, André Fufuca pode virar ministro.

Na última semana, Lula se reuniu com o chefe da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, para discutir a divisão dos ministérios. Até o fechamento desta edição, não havia sido feito nenhum anúncio e estavam previstos novos encontros nos próximos dias para bater o martelo. As negociações se arrastam há meses e seguem emperradas por um cabo de guerra.

De um lado, o Centrão cobra um ministério de peso e de forte ação nos municípios, como o do Desenvolvimento Social, que é responsável pelo Bolsa Família e para o qual o PP sugeriu André Fufuca, o filho de Fufuca Dantas. Lula já avisou que vai ceder espaço aos novos aliados, mas é ele quem vai decidir as cadeiras que serão ofertadas. 

André Fufuca, o líder do PP na Câmara, é um dos homens de confiança do presidente da Câmara, Lira.”

0

Só falta definir o espaço de André Fufuca no governo Lula

Deputado que é líder do PP na Câmara Federal já conversou com os principais executivos da gestão petista e aguarda apenas a definição da pasta que será entregue ao comando do seu partido  para se tornar o quarto maranhense no ministério

 

André Fufuca já conversou com Lula e com os principais ministros da gestão petista, garantido sua entrada no governo em nome do PP

O deputado federal André Fufuca, líder do PP na Câmara, é o quarto maranhense a entrar no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Sua entrada no governo já foi acertada com os principais executivos da gestão petista, faltando apenas definir a pasta que ele vai comandar em nome do seu partido.

Nas discussões estão os ministérios do Desenvolvimento Socia, do Turismo, da Agricultura e da Ciência e Tecnologia; um deles será anunciado a a qualquer momento como o destino do parlamentar maranhense.

A entrada de Fufuca no governo Lula garante ao Maranhão nada menos que quatro representantes no poder político central do pais; já são ministros o senador  Flávio Dino (Justiça) e os deputados federais Juscelino Filho (Comunicações) e Sônia Guajajaras (Povos Originais).

Fufuca será um dos ministros mais jovens da história do país…

0

Rildo Amaral dispara na disputa em Imperatriz…

Deputado estadual do PP alcança até 37% das intenções de voto, dependendo do cenário e do número de candidatos, mostrando-se consolidado como candidato da base do governo Carlos Brandão

 

Rildo lidera o cenário mais provável da disputa em Imperatriz, bem à frente do segundo colocado

Pesquisa do Instituto Quallity realizada em Imperatriz no início do mês de junho revelou que o deputado estadual Rildo Amaral (PP) o favorito na corrida para a Prefeitura de Imperatriz em 2024.

Na pesquisa espontânea, Rildo Amaral lidera com 6.67%, atrás aparece o ex-deputado estadual Marco Aurélio com 1.90%, e logo depois Ildon Marques com 1.52% e Sebastião Madeira com 0.95%.

Rildo tem o apoio do presidente do partido, deputado federal André Fufuca

Já na estimulada 1, para prefeito de Imperatriz, se as eleições fossem hoje, Rildo soma 29.15%. Atrás aparecem Josivaldo JP (15.59%), Marco Aurélio (13.56%) e Mariana Carvalho (8.47%).

A estimulada 2, para prefeito de Imperatriz se as eleições fossem hoje e somente estes os candidatos – Rildo Amaral, Josivaldo JP, Mariana Carvalho, Ricardo Seidel, Nilson Takashi, João Lira e Fábio Hernandes – revelou a liderança de Rildo Amaral com 37%.

Atrás aparecem Josivaldo JP (18.33%) e Mariana Carvalho (10.67%).

Em relação a rejeição, direcionando a pergunta “Caso as Eleições Fossem Hoje em Quem o(a) Sr(a) Jamais Votaria?”, quem lidera é Mariana Carvalho com 13.94%, logo atrás aparece Marco Aurélio (13.73%) e Josivaldo JP (8.71%).

0

Grupo Brandão vai controlar cinco dos maiores partidos na sucessão municipal

Por intermédio do próprio governador ou por aliados, coligação que apoiar candidatura do candidato da base a prefeito de São Luís deve contar com MDB, PSDB, PP, Podemos e União Brasil, partidos que podem abrigar os ocupantes do Palácio dos Leões e agregados, garantindo o maior tempo na propaganda e um orçamento milionário no Fundo Eleitoral

 

Com sua forte articulação política, Brnadão já conseugiu partidos suficientes para não ficar na dependência de Flávio Dino

Ensaio

A movimentação do governador  Carlos Brandão (PSB) e do seus aliados mais próximos devem começar a montar, ainda em 2023, a coligação que vai amparar o eu candidato a prefeito nas eleições municipais de 2024.

Brandão tem sob seu controle – por meios familiares ou de aliados – nada menos que MDB, PSDB, PP, Podemos e União Brasil, cinco dos principais partidos brasileiros; este grupo garante o maior tempo na propaganda eleitoral e uma cota milionária no Fundo Eleitoral.

Este é o grupo que deve embalar a candidatura do vereador Paulo Victor (PCdoB), do deputado federal Pedro Lucas Fernandes (União Brasil) ou a do deputado estadual Dr. Yglésio Moyses (PSB), que tendem a permanecer alinhados a Brandão em 2024.

Neste cenário, também filiado ao União Brasil e com a terceira colocação nas pesquisas, o deputado estadual Neto Evangelista corre por fora para se viabilizar na base brandonista, mas pode repetir a aliança indepedente de 2020, com o PDT.

Não se inclui nesta lista os partidos mais alinhados ao projeto do ministro da Justiça Flávio Dino (PSB), que além do controle socialista mantém influência no PT, no PCdoB e no PV, que estão federalizados dede 2022.

No grupo dinista há dois candidatos, ambos do PSB: o deputado federal Duarte Júnior e o estadual Carlos Lula.

O prefeito Eduardo Braide garantiu nesta quinta-feira, 25, o controle do PSD em São Luís, o que garante a ele legenda para concorrer à reeleição; deve ter ainda o apoio do PSC/PRB, comandado pelo deputado federal Aluisio Mendes, que se movimenta também em torno de outras candidaturas.

Dentre as grandes legendas neste processo, está solto apenas o PDT, do senador  Weverton Rocha, que chegou a ensaiar aliança com Braide, mas acabou frustrado com o distanciamento do prefeito; esta semana os pedetistas estiveram em Brasília, com o Paulo Victor.

É dentro deste cenário mais provável que deve se dar a sucessão de São Luís em 2024.

Com uma ou outra mudança pontual até junho do ano que vem…