2

Em novo encontro com Roseana, Roberto reafirma projeto do MDB

Presidente municipal do partido, deputado estadual mostrou à ex-governadora dados ainda mais consistentes sobre sua eventual candidatura a prefeita e reafirmou que ela é prioridade na legenda

 

Roseana recebeu Roberto em novo encontro em sua casa; campanha a prefeita embasada na consistência dos números e da história

O deputado estadual Roberto Costa, presidente municipal do MDB, reuniu-se novamente com a x-governadora Roseana Sarney, na tarde desta quinta-eira,9, para reafirmar o projeto de tê-la candidata a prefeita de São Luís.

Segundo Costa, a conversa girou em torno da atuação do MDB no Maranhão e o projeto para São Luís.

– Reafirmamos a decisão do MDB pela candidatura de Roseana – revelou Costa.

Ao blog Marco Aurélio D’Eça, o deputado contou que mostrou a ela números ainda mais consistentes do que os apresentados pelas pesquisas no final de 2019, quando a emedebista figurou em segundo lugar.

Para Roberto, a tendência de Roseana é continuar a crescer, tendo em vista a identificação que o eleitor tem dela com as obras estruturantes em São Luís.

– Além de inúmeras obras realizadas por toda a cidade, reconhecidas pela nossa população, Roseana tem uma ligação muito forte com São Luís. É essa relação de carinho e proximidade com as pessoas que nos motiva a encarar novos desafios – disse o deputado.

5

Pré-candidato assumido, Rubens Jr. aposta em crescimento nas pesquisas

Secretário de Cidades tratou a si mesmo como postulante a prefeito, após reunião com lideranças do PT que pensam em apoiar sua candidatura, o que o leva, obrigatoriamente, a ter que pontuar melhor nos levantamentos

 

Empolgado com o apoio de dois petistas, Rubens Júnior resolveu declarar-se pré-candidato; agora assumiu a campanha e precisa pontuar nas pesquisas

Até agora patinando na casa de 1% nas pesquisas de intenção de votos, o secretário de Cidades Rubens Pereira Júnior (PCdoB) usava o fato de não ter se lançado candidato como desculpa para não deslanchar.

Essa história mudou a partir de declarações do próprio Pereira Júnior, após reunião com dois representantes do PT, ambos aliados do governo – o presidente da Agência de Mobilidade, Lawrence Mello, e o vereador Honorato Fernandes.

– Sou o pré-candidato ‘dos vermelhos’ e estou pronto para repetir em São Luís os bons resultados do governo Lula e também os grandes avanços do governador Flávio Dino para o Maranhão. O PCdoB e o PT são aliados históricos e seguiremos unidos – disse o próprio Júnior, após a reunião.

Em outras palavras, o auxiliar de Flávio Dino está em plena campanha pela prefeitura.

Temo portanto, obrigação de pontuar bem nas próximas pesquisas…

1

Osmar Filho diz que qualitativas definirão candidato da base…

Presidente da Câmara Municipal se mantém no jogo sucessório de São Luís e avalia que o resultado destas pesquisas, a partir de março, poderá levar a duas ou mais candidaturas na base do governo Flávio Dino

 

Osmar Filho mantém seu nome no rol dos pré-candidatos da base holandinista a prefeito de São Luís; pesquisas qualitativas definirão os escolhidos

O presidente da Câmara Municipal, vereador Osmar Filho (PDT), mantém seu nome no debate sobre a sucessão do prefeito Edivaldo Júnior (PDT); e diz que uma pesquisa qualitativa, provavelmente a partir de março, definirá o escolhido – ou escolhidos – da base governista. 

 – O que sei é que todos os nomes ainda estão postos sob a mesa e somente a partir de março, após a avaliação das pesquisas qualitativas, será possível chegar a um ou, se for o caso, dois ou mais nomes – disse o vereador.

A base do grupo Flávio Dino/Edivaldo Júnior tem, hoje, nada menos que seis postulantes a prefeito: o próprio Osmar Filho e mais os deputados federais Bira do Pindaré (PSB) e Rubens Pereira Júnior (PCdoB), os estaduais Neto Evangelista (DEM), Duarte Júnior (PCdoB) e Dr. Yglésio (sem partido)

Pelo entendimento de Osmar Filho, dos seis pré-candidatos, a base deve ficar com tr~es candidatos efetivamente.

Com informações de O EstadoMaranhão

0

Site confirma candidatura de Evangelista como projeto nacional do DEM

O Antagonista revelou nesta segunda-feira que o nome do deputado estadual é parte do projeto democrata de ocupar o espaço das esquerdas no Nordeste

 

Evangelista reúne o interesse do DEM nacional e envolve também lideranças locais

O site O Antagonista apontou a candidatura do deputado estadual Neto evangelista como parte do esforço do DEM em herdar o espólio da esquerda no Nordeste.

O portal, ligado à direita, destacou que Evangelista foi secretário de Desenvolvimento Social do governo Flávio Dino (PCdoB), é genro da ex-deputada Maura Jorge (PSL) e filho do ex-deputado João Evangelista; e lembrou que houve tentativa do DEM de formar aliança com o PDT.

– A direção nacional do DEM ensaiou uma aliança com o PDT em São Luís no fim de 2019, mas acabou decidindo lançar candidato próprio à Prefeitura da capital maranhense – diz O Antagonista, ignorando que a candidatura do parlamentar já está decidida desde o fim das eleições de 2018.

De qualquer forma, a informação consolida Evangelista como opção do DEM…

1

PT vai testar Zé Inácio em pesquisa sobre a sucessão em São Luís

Com articulação do governador do Piauí, Wellington Dias, direção nacional quer avaliar desempenho do partido e do deputado, além de analisar o impacto da liberdade do ex-presidente Lula no eleitorado da capital

 

Zé Inácio recebeu Wellington Dias em sua casa, ao lado dos dirigentes petistas Raimundo Monteiro, Nonato Chocolate e Augusto Lobato

 

A direção nacional do Partido dos Trabalhadores quer incluir o nome do deputado estadual Zé Inácio em uma pesquisa sobre a sucessão em São Luís.

O partido quer avaliar a força eleitoral da legenda e do deputado, além de testar a popularidade do ex-presidente Lula e sua influência no eleitorado da capital maranhense.

Há tempos o PT vem discutindo a possibilidade de candidatura própria nas eleições de São Luís e agora as principais correntes aceitaram a inclusão de um nome do partido.

A articulação com a direção nacional – que já está na fase de contato com institutos de pesquisa para montagem dos questionários – é do governador do Piauí, Wellington Dias.

 

Entusiasta das candidaturas próprias do PT, governador do Piauí mostrou para os petistas maranhenses a importância de defender o legado do partido e de Lula

Recentemente em São Luís, Dias reuniu-se com Zé Inácio e com os dirigentes petistas, entre eles o dirigente regional Augusto Lobato, com os quais definiu a agenda de avaliação das chances do PT em São Luís.

 O governador piauiense é um entusiastas das candidaturas próprias no PT nas capitais.

A pesquisa pretende medir a força do partido, tanto do ponto de vista quantitativo quanto qualitativo, sobretudo no momento em que vários institutos comprovam a alta popularidade de Lula e do partido na capital maranhense.

E Zé Inácio é o representante da legenda que mais vem se expondo na defesa pública desta tese…

2

O ano 100% perfeito de Eduardo Braide…

Do blog de Jorge Aragão

O deputado federal Eduardo Braide (Podemos) pode-se dizer que teve um ano perfeito na política, pois termina em alta e não teria como ter concluído melhor o ano que está sendo encerrado nesta terça-feira (31).

Braide segue sendo disparado o líder em todas as pesquisas eleitorais para a Prefeitura de São Luís. Somente nesta semana, mais duas pesquisas foram divulgadas, Data M e Conceito, em ambas, Braide segue nadando de braçadas  na frente de todos os adversários.

O detalhe é que nos dois levantamentos, a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) aparece na segunda colocação. Como este Blog aposta que Roseana não será candidata em 2020, a tendência é que boa parte desses votos possam migrar para Braide, o que aumentaria a possibilidade real de uma vitória logo no 1º Turno das eleições.

Além disso, mesmo num eventual 2º Turno, as pesquisas apontam que Braide derrotaria qualquer um dos outros pré-candidatos para a disputa na capital maranhense.

Se não bastasse o excelente desempenho nas pesquisas, Braide, por mais que estivesse se adaptando na Câmara Federal, conseguiu repetir em Brasília no seu primeiro ano, o mesmo desempenho que sempre teve na Assembleia Legislativa.

Braide conseguiu ser o diferencial da Bancada do Maranhão em pelo menos três aspectos. No primeiro, baseado no Portal da Transparência da Câmara Federal, Braide foi o único parlamentar do Maranhão que não utilizou um apartamento funcional e nem recebeu auxílio moradia (reveja).

Outro aspecto favorável a Braide, é que ele foi o único da Bancada do Maranhão a votar contra o aumento do Fundo Eleitoral (reveja). E por fim, Braide foi o único parlamentar maranhense que teve 100% de presença de dias nas sessões deliberativas. A informação está no próprio site da Câmara Federal e foi destacada por Braide nas redes sociais. Continue lendo aqui…

5

Duarte Júnior em outro patamar na disputa contra Eduardo Braide…

Nenhum outro pré-candidato da base do governo Flávio Dino – mesmo os que têm forte estrutura financeira e partidária – consegue manter índices de intenção de votos tão sólidos  quanto o do deputado comunista

 

Duarte Júnior pode ser antipatizado pela classe política, mas tem orte apelo popular, sobretudo entre jovens e idosos

O ano de 2019 termina com duas constatações até óbvias relacionadas às eleições de 2020:

1 – O deputado federal Eduardo Braide (Podemos) lidera toda e qualquer pesquisa, com amplas chances de vencer em primeiro turno;

2 – O deputado estadual Duarte Júnior (PCdoB) é o único capaz de impedir essa vitória direta de Braide, mantendo-se sempre na segunda posição, em toda e qualquer pesquisa.

Diante destas sentenças, é de se perguntar: por que Flávio Dino, comunistas e aliados insistem nos ataques diretos ao seu principal candidato? e por que gastar tanto tempo e dinheiro em fracassos retumbantes, como o também comunista Rubens Pereira Júnior, que não consegue sair de 1%?!?

Até pelos ataques da turma palaciana a Duarte Júnior – a última foi a ridícula invenção de uma história envolvendo mocotó – sua performance é digna de respeito, sobretudo quando apresenta também menor rejeição entre todos os candidatos.

Ora, os números das pesquisas não mentem.

E se os números dizem que Duarte Júnior se mantém em alta nas intenções de votos e em baixa na rejeição – mesmo antipatizado na classe política ora no poder, significa dizer que a população não está nem aí para a classe política.

E é exatamente o trunfo da popularidade – construída, sobretudo, no link direto com jovens na internet, que fazem do deputado comunista o principal obstáculo à eleição de Eduardo Braide em primeiro turno.

Não ver isso é estar alienado da realidade das ruas.

Ou querer mesmo entregar a prefeitura a Braide…

0

Roseana muda o cenário em São Luís, mas deve optar por 2022

Primeira pesquisa a incluir a ex-governadora na disputa pela sucessão de Edivaldo Júnior a trouxe em segundo lugar; emedebista acha que suas chances aumentam mais na sucessão de Flávio Dino

 

Roseana apareceu garantida em um eventual segundo turno na pesquisa em São Luís, mas deve optar por 2022

Como era esperado, bastou que uma pesquisa incluísse o nome da ex-governadora Roseana Sarney (MDB) para que o cenário da sucessão em São Luís se alterasse completamente.

Não deu outra: levantamento da Econométrica divulgado no fim de semana apontou Roseana com nada menos que 11% das intenções de votos, atrás apenas de Eduardo Braide (Podemos).

Os números animaram as lideranças do MDB, que a querem na sucessão de Edivaldo Júnior, mas Roseana resiste; ela prefere concorrer apenas em 2022, na sucessão do governador Flávio Dino, quando, entende, terá mais chances.

Essa tese de 2022 é defendida sobretudo pelos aliados mais próximos da ex-governadora, sobretudo diante de números que a apontam em primeiro lugar.

A consolidação do nome de Roseana em São Luís é tão forte que seus índices não são herdados por nenhum outro candidato quando ela sai da lista.

Sem a ex-governadora, a segunda posição passa para o deputado Duarte Júnior (PCdoB), que ainda não tem garantias partidárias para a disputa.

Mas esta é uma outra história…

2

“Não sou candidato do governador; nem sou contra”, diz Jeisael Marx…

Em entrevista ao jornalista Roberto Fernandes, da TV Mirante, pré-candidato da Rede Sustentabilidade assumiu pela primeira vez suas contradições políticas, mostrando coragem para debater até a atual gestão que ele ajudou a eleger

 

Jeisael Marx mostrou contradições políticas, ideológicas e administrativas, pela primeira vez, ao jornalista Roberto Fernandes, mas as enfrentou abertamente

O jornalista e pré-candidato da Rede Sustentabilidade a prefeito de São Luís, Jeisael Marx, assumiu pela primeira vez, em entrevista ao programa “Bom Dia Mirante”, suas contradições como opção de poder em São Luís.

Ao declarar-se do mesmo campo político do governador Flávio Dino (PCdoB), ele afirmou não fazer parte da base de candidatos governistas.

– Minha candidatura é independente. Não sou candidato do grupo do governador, nem sou contra. Quero discutir a cidade sem essa dicotomia – afirmou o pré-candidato.

Jeisael discutiu também suas contradições ideológicas, ao se declarar “nem de esquerda, nem de direita”,  justificando que, ao mesmo tempo que defende avanço de programas sociais (bandeira da esquerda) apoia também a posse e o porte de armas.

– E isto não é estar em cima do muro. É assumir posições claras – afirmou, diante do questionamento do jornalista Roberto Fernandes. 

Ao declarar que São Luís está há pelo menos 18 anos com uma gestão arcaica – assumindo a responsabilidade pelo apoio ao atual prefeito, Edivaldo Júnior (PDT), em 2012 e 2016 –  Jeisael Marx disse que é preciso um representante que entenda os anseios do povo.

– Represento a maioria da sociedade, de famílias pobres, morador da periferia. Por que vamos continuar a eleger a elite? – perguntou.

O pré-candidato da Rede voltou também a criticar a manipulação do espaço político por poucas famílias da elite, que passam o poder como heranças aos seus descendentes.

– A política no Maranhão ainda é feita por um grupinho fechado. É política feita por filhos, netos, sobrinhos de políticos. E alguns fazem questão de usar este fato para se perpetuar. E o pior é que isso ficou no inconsciente coletivo como coisa natural. É hora de mudar e eleger gente do povo, sem sobrenome, sem parentes na política – pregou.

Jeisael deve apresentar oficialmente sua candidatura a prefeito logo no início de 2020…

1

Pedro Lucas vê espaço para outros nomes em São Luís…

Deputado federal diz que o projeto inicial do PTB era compor com o presidente da Câmara, Osmar Filho, mas acha que, em caso de desistência do pedetista, terá que rediscutir os novos outros cenários

 

Pedro Lucas reavaliou o cenário eleitoral de 2020 em entrevista`ao programa Bom Dia Mirante

Entrevistado desta terça-feira, 24, no Bom Dia Mirante, o deputado federal Pedro Lucas Fernandes (PTB) avaliou que ainda há tempo para surgimento de novos nomes à sucessão do prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

– Podem surgir outros nomes. Tem muita coisa a acontecer. Vai ter novidade ai no cenário – acrescentou, reafirmando que o compromisso inicial do PTB era a aliança em torno do presidente da Câmara, vereador Osmar Filho (PDT).

– Tinha essa indicação do presidente Osmar e a gente já estava lutando para compor a chapa. Se ele voltar atrás e se o PDT se reorganizar como estão falando, o PTB vai também ter uma reunião para que a gente possa decidir o nosso futuro. A gente vai ter que sentar e vai ter que redesenhar o quadro da sucessão em São Luís. Agora que está esquentando. Fevereiro já já está ai e muita coisa vai acontecer – disse.

De acordo com o deputado federal, o PTB lançará cerca de 50 candidatos a prefeito no Maranhão. Ele ressalta que foi o segundo mais votado na Ilha de São Luís, com 33 mil votos, o que indica rediscussão do cenário.

– A gente tem um vereador, que é o Joãozinho Freitas, fazendo um bom trabalho. E a gente vai discutir – concluiu.

Na entrevista ao jornalista Roberto Fernandes, Pedro Lucas também abordou assuntos relacionados ao seu mandato na Câmara Federal e apontou caminhos para 2020.