0

Guardas Municipais são capacitados para atuarem no Trânsito de Bacabeira…

Alan Linhares com os agentes que receberam a documentação do treinamento...

Alan Linhares com os agentes que receberam a documentação do treinamento…

Na última sexta-feira, 23, foi realizada, no auditório da Secretaria Municipal de Educação, a solenidade de entrega dos certificados do Curso de Agente de Trânsito e Transporte para guardas municipais.

O curso, realizado pelo Departamento Municipal de Trânsito e Transportes (DMTT), órgão implantado na administração atual, teve como objetivo capacitar os guardas municipais para exercerem as competências no trânsito local, de acordo com a legislação em vigor no Brasil. A capacitação, constituída de aulas práticas e teóricas, foi ministrada pelo Major Henrique Araújo Costa, a 15 guardas municipais.

– A capacitação é mais uma iniciativa da nossa gestão para melhorar o trânsito da nossa cidade. Antes de fiscalizar e educar o cidadão na rua, precisamos preparar os agentes de trânsito, e foi isso que fizemos. Tenho certeza que esses profissionais farão um excelente trabalho – declarou o gestor municipal.

Curso prevê, inclusive, orientação a motoristas sobre o trânsito

Curso prevê, inclusive, orientação a motoristas sobre o trânsito

Durante os 90 dias de adequação, a Guarda Municipal irá orientar os motoristas e motociclistas, em blitz educativas, quanto à regularização de documentos, como o IPVA e carteira de motorista, e o uso do capacete. Depois desse prazo, as abordagens serão de caráter ostensivo e todo condutor terá a obrigação de cumprir a legislação de trânsito, estando sujeito a multas e demais penalidades sempre que transgredi-las.

– Os investimentos do governo municipal no trânsito e os esforços na capacitação de seus profissionais irão ajudar na redução do número de acidentes – enfatizou o diretor do DMTT, Getúlio Mesquita Lisboa.

14

Canindé já registra 130 ações no trânsito e transporte em São Luís…

Foram 100 ações realizadas na gestão do prefeito Tadeu Palácio (PP) – entre 2003 e 2008 – e outras 30 já nesta gestão de Edivaldo Júnior; não estão incluídas também as ações na gestão João Castelo, em que ele passou 40 dias no cargo

 

Máquinas na transformação do retorno do Bacanga: melhoria no trânsito

Máquinas na transformação do retorno do Bacanga: melhoria no trânsito

O secretário de Trânsito e Transporte de São Luís, Canindé Barros, ocupa o posto pela terceira vez, desde 2003, quando estreou, na gestão do então prefeito Tadeu Palácio (PP).

Ele foi gestor da área também na gestão de João castelo (PSDB), por apenas 40 dias, e está no mesmo posto com Edivaldo Júnior (PDT) desde 2014.

Neste período, foram 130 ações de intervenção e melhorias no trânsito da capital maranhense e no setor de transporte público.

Tem autoria de Canindé Barros, por exemplo, praticamente todas as ações de modificação geométrica de ruas e avenidas de São Luís, com objetivo de melhorar o fluxo de automóveis.

Gestão Tadeu Palácio

É do secretário a melhoria do trânsito na Avenida Colares Moreira, que acabou com retornos de pista e com as chamadas caldas em horários de pico, tanto no Renascença quanto na Lagoa da Jansén. Ele também acabou com a lentidão na avenida dos Africanos, na altura do Coroado, e no retorno do Bacanga, já nesta gestão.

canidneLeia também:

Ações começam a melhorar o trânsito…

Uma obra e tanto da gestão de Holandinha…

Canindé Barros inspeciona Terminais da Integração…

No setor de transporte, é de responsabilidade de Canindé a construção dos terminais do Distrito Industrial, da Cohama, da Cohab/São Cristovão, ainda na gestão Tadeu Palácio, e a revitalização do terminal da Praia Grande, construído na gestão de Conceição Andrade.

Ele também implantou a bilhetagem eletrônica, garantiu a inclusão de 460 ônibus novos  e regulamentou as gratuidades no sistema.

Gestão Holandinha

Já na gestão de Holandinha, o secretário de Trânsito e Transporte tem como obras de destaque a ampliação da avenida e modificação geométrica da Jerônimo de Albuquerque, na Curva do 90.

Sinalização da Litorânea: fim das "caldas"

Sinalização da Litorânea: fim das “caldas”

Ele já implantou o sistema de Biometria facial, a recarga embarcada, e está concluindo a licitação no setor de transporte.

O secretário espera implantar até dezembro o sistema de GPS nos ônibus.

No balanço e suas ações, o secretário de Trânsito e Transporte aparece como um dos mais ativos auxiliares do prefeito Edivaldo júnior.

6

Eliziane alerta para o risco de tragédia no transporte em São Luís…

Membro da Comissão de Defsda do Consumidor da Câmara dos Deputados, parlamentar maranhense cobra melhor qualidade no sistema oferecido na capital maranhense e diz que a população corre perigo

 

ônibus tido como novo simplesmente s e desmonta em pleno Centro de São Luís

ônibus tido como novo simplesmente s e desmonta em pleno Centro de São Luís

Indignada coma  cena de um ônibus com o eixo traseiro sacado, em pleno Centro de São Luís, durante o feriadão, a deputada federal Eliziane Gama (Rede) cobrou reformulação urgente no sistema.

No mês passado, a deputada participou de evento na Câmara Municipal que discutiu a mobilidade urbana, apontando saídas para o transporte na capital.

Também acompanhou a promotora Lítia Cavalcanti no pedido de intervenção direta na gestão do prefeito Edivaldo Júnior (PTC), que não cumpriu os termos do Termo de Ajustamento de Conduta, assinado ainda na gestão de João Castelo (PSDB), em 2011.

Eliziane Gama, com Fábio Câmara e Lítia Cavalcanti: preocupação com perdas de vidas

Eliziane Gama, com Fábio Câmara e Lítia Cavalcanti: preocupação com perdas de vidas

– Não se pode esperar uma tragédia em São Luís para se resolver o problema do transporte – alertou Gama.

Lítia Cavalcanti tem a mesma preocupação de Eliziane Gama, e afirma haver riscos de perdas de vida no transporte em São Luís.

– A maior preocupação é com a perda de vidas, já que só nos últimos dias registramos dois acidentes por causa de problemas mecânicos dos veículos. É uma tragédia anunciada – relatou a promotora de justiça.

Eliziane Gama pretende abrir debate na Câmara Federal sobre o transporte público e a mobilidade urbana em todas as grandes cidades do país.

 

 

 

 

6

Concluída readequação da avenida Carlos Cunha…

Local recebeu alargamento das pistas, amplos retornos nos dois sentidos, abrigos com bancos e guarda-corpo e área de passeio com guard-rail, melhorando a mobilidade urbana na área

Bem mais largas, as pistas garantem melhor fluxo nos dois sentidos da avenida

Bem mais largas, as pistas garantem melhor fluxo nos dois sentidos da avenida

A Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte concluiu a melhoria e readequação do tráfego na avenida Carlos Cunha, próximo à Ponte Bandeira Tribuzzi.

A obra, que, junto com outras intervenções,  melhora a mobilidade urbana na capital, é uma das mais importantes da gestão de Edivaldo Júnior (PDT), reconhecida, inclusive, por este blog. (Relembre aqui)

A avenida ganhou abrigos com bancos e gaurda-corpo

A avenida ganhou abrigos com bancos e guarda-corpo

A avenida teve ampliada e alargada a sua linha de retorno – tanto no sentido Centro quanto em direção ao Calhau – ganhou novas pistas, novos abrigos de paradas e um passeio para pedestres com guard-rail. 

O objetivo da obra é garantir um fluxo melhor no trânsito, que estava estrangulado pelos retornos próximos à ponte.

O guard-rail protege o pedestre do fluxo de veículos

O guard-rail protege o pedestre do fluxo de veículos

A Prefeitura realiza intervenções também na avenida Daniel de Latouche, na Cohama, com o mesmo objetivo de melhorar o fluxo de veículos.

A obra deve ser concluída até novembro…

1

Empresário acusa Flávio Dino de concorrência desleal…

Governador entregou ontem novas linhas de ônibus entre São Luís e São José de Ribamar, e disse que já havia consultado os empresário; dono da TCM desmente e anuncia que entrará na Justiça

 

Dino motorista: serviço do governo será questionado na Justiça

Dino motorista: serviço do governo será questionado na Justiça

O serviço de transporte semi-urbano entregue ontem pelo governador Flávio Dino (PCdoB) pode estar com os dias contados.

O empresário Romeu Carvalho garante que vai entrar na justiça contra a nova empresa – contratada sem licitação pelo governo – por que, afirma, tem contrato para exploração do trecho entre São Luís e São José de Ribamar até 2016.

Para Carvalho, Dino está influenciando a concorrência desleal, por não respeitar contratos vigenters.

– Temos a concessão até dezembro de 2016. Já sofremos com as vans e o transporte pirata de passageiros em carros de passeio. Agora temos mais essa concorrência oficial porque é do governo estadual – afirmou Romeu Carvalho, que controla o grupo Primor.

O novo serviço, com sete ônibus, foi entregue pelo governador em solenidade ontem.

Romeu garante que irá contestar a nova linha na Justiça…

5

Recarga embarcada beneficiará 250 mil usuários em São Luís…

Sistema que facilita a compra de créditos do Vale Transporte pelo trabalhador já está disponível nos ônibus da capital maranhense

 transporteCerca de 250 mil usuários do sistema de transporte coletivo de São Luís serão beneficiados com o sistema de recarga embarcada, que garante a validação de créditos de Vale Transporte durante as próprias viagens de ônibus.

– A opção vai tornar mais fácil a vida do trabalhador no dia a dia, eliminando as concentrações nos terminais de integração para validação de seus créditos – disse o secretário da SMTT, Canindé Barros.

O serviço já havia sido implantado desde junho para os estudantes e agora está disponível também para o trabalhador.

Também já está disponível em todos os ônibus a biometria facial, juntamente com outros serviços que fazem parte do compromisso do prefeito Edivaldo com a licitação do serviço de transporte.

Além da recarga embarcada, também serão implantados o bilhete único e o GPS, que tem como finalidade fiscalizar o cumprimento de rotas e horários de ônibus.

13

O legado de Edivaldo Júnior…

Se, em dois anos, o prefeito não conseguiu fazer uma grande obra em São Luís, ele tem tudo para transformar a modernização do trânsito em sua marca como gestor da capital maranhense

 

Muanças no traçado e alargamento das avenidas no Jaracaty deram maior fluidez ao trânsito e acabaram com a cauda nos retornos

Novo traçado e alargamento das avenidas no Jaracaty acabaram com a cauda nos retornos

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) passou dois anos praticamente parado como gestor de São Luís, isso é uma absoluta verdade.

Até 2015, não se tinha nada que pudesse ser visto como a marca da gestão Holandinha, o que gerou, inclusive, duras críticas deste blog.

Mas não há dúvidas, também, de que o prefeito conseguiu dar uma virada neste ano pré-eleitoral, e tem imposto um novo ritmo em seu mandato.

Novo trânsito

De todas as ações do prefeito, as mudanças que ele vem implantando no trânsito da capital, por intermédio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT), têm tudo para se transformar na grande obra de Edivaldo.

Nenhuma intervenção feita no sistema de trânsito da capital nos últimos 15 anos surtiram tantos efeitos positivos quanto às implantadas pelo secretário Canindé Barros em trechos como o Anel Viário do Bacanga; Avenida dos Africanos, no Coroado; avenida Colares Moreira, no Renascença; e a mais recente delas, a correção das idas e vindas no Jaracaty.

No Bacanga, o trânsito agora é livre para qualquer lado

No Bacanga, o trânsito agora é livre para qualquer lado

No Bacanga, a prefeitura conseguiu corrigir um problema que parecia impossível, garantindo fluxo intenso de veículos durante todo o dia. Esta obra já foi, inclusive, elogiada por este blog, ainda em fevereiro, no post “Uma obra tanto da gestão de Holandinha…”

Na avenida dos Africanos e na Colares Moreira, outras intervenções – com a criação de retornos de quadra e fechamento de pequenos retornos no meio-fio – que também garantiram fluxo contínuo, acabando com as gigantescas caldas em horários de pico.

A última dessas intervenções ocorreu no Jaracaty.

A princípio, alguns motoristas criticaram a mudança, por que não haviam entendido o traçado, ainda sem sinalização. Após colocação de placas e pinturas das pistas, tudo ficou mais fácil. (Veja vídeo abaixo)

Há obras respeitáveis de Edivaldo Júnior também na Curva do 90 e na Ponta do Farol, ambas com excelentes resultados. E ainda falta a conclusão das mudanças na Daniel de LaTouche, na altura da Cohama, que podem reforçar a marca do prefeito como o homem dos avanços na mobilidade urbana.

Legado de cada um

Como jornalista, o titular deste blog acompanha as gestões na capital desde 1992 e conhece o legado de cada gestor.

Conceição Andrade, por exemplo, foi a prefeita que implantou o sistema de Transporte Integrado. Jackson Lago era o homem da Educação. Tadeu Palácio (PP) conseguiu boa marca no setor de coleta de lixo,  limpeza urbana e paisagismo; e Castelo deixou como marca a recuperação e construção de algumas das grandes avenidas.

Edivaldo começa a colher os frutos de suas obras, sobretudo as do trânsito

Edivaldo começa a colher os frutos de suas obras, sobretudo as do trânsito

Edivaldo Júnior ainda não tinha nenhuma marca como gestor, apesar de ter intensificado setores como asfaltamento, limpeza urbana e ações sociais.

Mas é na qualidade do trânsito que ele tem um legado para chamar de seu.

Basta saber como capitalizar esta obra…

1

Greve de motoristas vai atingir a Educação em São Luís…

Empresa Transpremium faz o transporte escolar para a Secretaria de Educação, e nada tem a ver com as linhas de ônibus coletivos da capital

 

greverUm comunicado distribuído pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Coletivo de São Luís acabou por confundir a população e boa parte da imprensa de São Luís.

O documento  encaminhado à empresa Transpremium Limitada, informa que a categoria deflagrará “greve geral” da categoria, a partir da zero hora desta quarta-feira, 24, por descumprimento de acordos trabalhistas.

Mas a “greve geral” atingirá apenas os trabalhadores desta empresa.

E a Transpremium não tem linha de ônibus algum na capital maranhense.

Ela faz o transporte de estudantes da rede municipal de ensino, que acabarão sendo os únicos prejudicados.

A relação da empresa nem é com a Secretaria Municipal de Transporte, mas com a Semed.

Que já atua para tentar reverter a situação…

5

Ainda mais grave…

De O EstadoMaranhão

Uma informação que circula nos bastidores da imprensa e da política pode ser a prova de que, pelo menos um dos principais auxiliares de Edivaldo Júnior (PTC) poderia ter evitado o desgaste na imagem do prefeito com o projeto de reorganização do transporte em São Luís.

Segundo apurou a coluna, ainda na quarta-feira – cinco dias antes da reportagem de O Estado, portanto – o deputado Wellington do Curso (PPS) comentava com jornalistas e colegas parlamentares que o projeto encaminhado à Câmara pelo prefeito acabaria com a meia passagem para alguns estudantes. No mesmo dia, segundo garantiram fontes à coluna, o secretário municipal de Governo, Lula Fylho, foi perguntado por deputados e jornalistas sobre a informação de Wellington. A todos garantiu ser mentira a informação de alteração na meia passagem.

O Estado começou a construir a matéria no feriado de quinta-feira, 4, com base em estudos do vereador Fábio Câmara (PMDB), com o qual já conversava desde segunda-feira. Na sexta-feira, o jornalista Ronaldo Rocha contatou a Secretaria de Comunicação e a própria SMTT em busca de contrapontos à informação. Não obteve resposta.

No domingo veio a bomba, com a matéria sobre os vários equívocos no projeto, que tirou o sono de Edivaldo Júnior ainda na noite de sábado, quando o jornal começou a circular. Na manhã seguinte a confusão já estava feita. Para amenizar o desgaste, o prefeito publicou texto no twitter, afirmando que houve erro no projeto e garantindo que a meia passagem seria para todos.

Mas ficaram as dúvidas: se Lula Fylho afirmava, na quarta-feira, que não havia problemas com o texto, significa que ele conhecia o teor do documento e concordava com ele? E se concordava, como principal auxiliar de Edivaldo Júnior, informou o prefeito sobre tudo?

O fato é que a Prefeitura poderia ter evitado toda a confusão, mas acabou se enrolando na própria desinformação.

Publicado na coluna Estado Maior, de 10/06/2015