0

“Que a Justiça prevaleça”, prega Adriano Sarney, sobre morte de Mariana Costa…

Mariana foi morta em casa

Mariana foi morta em casa

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) manifestou-se publicamente, nesta terça-feira, 15, sobre o assassinato da publicitária Mariana Costa.

Para o parlamentar, que é parente da vítima, a consternação se abateu por toda a população com o assassinato da publicitária.

– Deixo nesta mensagem, além dos meus votos de pesar, a esperança de que a Justiça prevaleça – afirmou Adriano Sarney.

1

Eliziane lamenta caso de violência contra a mulher e quer ampliação da rede de proteção…

eliziA deputada federal Eliziane Gama (PPS) lamentou a morte de Mariana Costa, de 33 anos, que foi encontrada com sinais de asfixia dentro de casa neste domingo, 13.

O suspeito do crime é o cunhado da vítima, Lucas Porto que já está preso.

Através das redes sociais, a parlamentar disse que este e outros casos de violência contra a mulher mostram a necessidade de ampliar a rede de proteção e fortalecer a política de estado contra este tipo de violência.

“Nós queremos justiça e que a polícia seja rigorosa na elucidação deste crime bárbaro e de tantos outros que continuam envergonhando nosso estado”, enfatizou.

Gama também lembrou que este mês será realizada a campanha dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres.

“Próximo a mobilização dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres ficamos perplexos com a triste notícia da morte de Mariana Costa, de 33 anos, que foi encontrada com sinais de asfixia dentro de casa. Ela e centenas de mulheres maranhenses são vítimas diariamente da crueldade de homens que não respeitam a vida e a dignidade da mulher”, destacou.

3

Amaury Almeida denunciará na justiça ação arbitrária de autoridades policiais

Amaury: vítima de ação arbitrária

Amaury: vítima de ação arbitrária

Em nota encaminhada aos veículos de comunicação, o prefeito de Mirinzal, Amaury Almeida afirma que foi vítima de uma operação policial ilegal, arbitrária e eleitoreira, no último dia 02, dia das eleições.

Segundo ele, muito antes da abusiva prisão, uma onda de boatos tomou conta de Mirinzal, anunciando que ele seria preso e que os votos dados a ele não seriam válidos.

A nota informa ainda que a vítima do suposto óbito, descrito na referida ação policial, gravou um vídeo onde inocentou o prefeito. Portanto, nunca houve nenhuma morte. Almeida denunciará no Ministério Público as autoridades da Segurança Pública do Estado que comandaram a abusiva e truculenta operação.

Confira nota na íntegra:

Nota Pública

Em defesa da verdade e da minha honra e em respeito à opinião pública manifesto a minha indignação contra a ilegal, arbitrária e eleitoreira operação policial, e informo que:

Nunca houve investigação, provas ou mandato que justificasse a prisão. A armação foi feita para nos afastar da votação e influenciar nos resultados das eleições.
Muito antes da abusiva prisão, uma onda de boatos tomou conta da cidade, anunciando que o prefeito seria preso e que os votos dados a ele não seriam válidos.
A vítima do suposto óbito, descrito na ação policial, gravou um vídeo onde inocentou o prefeito, e afirma ainda não tê-lo visto no local do episódio. Foi mais uma farsa montada para manchar a imagem do prefeito.
Em nossa gestão, Mirinzal conquistou avanços importantes e históricos em todas as áreas. O nosso trabalho é aprovado pela maioria da população mirinzalense.
Anuncio que as autoridades da Segurança Pública do Estado que comandaram a abusiva e truculenta operação serão denunciadas ao Ministério Público, com provas irrefutáveis.
Confiamos na Justiça a reparação do prejuízo e a indenização por danos morais e materiais. Agradecemos a atenção e que Deus nos abençoe!

São Luís (MA), 10 de outubro de 2016

Amaury Santos Almeida

Prefeito Municipal

1

“Não fraquejou diante dos perigos”, diz associação sobre PM morto em Tufilândia…

A Associação Independente dos Oficiais da Polícia Militar emitiu Nota de Pesar, neste sábado, 18, para lamentar a morte do soldado PM Edelfran Caldas Silva, em Tufilândia, no interior maranhense. O policial foi morto em combate, durante assalto à agência dos Correios da cidade, na última sexta-feira, 17. “Um cidadão de bem, honrado, que cai de pé, cumprindo a sua missão, mesmo com o risco da própria vida”, diz a nota, assinada pelo major Raimundo Mulundú Martins Serra Júnior. Leia a íntegra abaixo:

pesar

2

População de Lago da Pedra Clama por Segurança…

As manifestações contra a violência são constantes em Lago da Pedra

As manifestações contra a violência são constantes em Lago da Pedra

Insegurança , medo e sensação de impunidade. Este é o sentimento presente na população de Lago da Pedra,que tem convivido com a crescente onde de assaltos na cidade.

Os registros de novas vítimas só aumentam a cada dia.

A população da cidade que já ultrapassa 50 mil habitantes e que é polo para outras cidades da região, conta com um efetivo policial insuficiente, são apenas06 policiais por plantão para fazer a segurança, com isso a população  perdeu o sossego, e o medo de sair às ruas impera  pois os marginais agem a qualquer hora do dia.

O pastor Wandeilson Sobreira foi uma das recentes vítimas. Os bandidos entraram em sua residência no bairro Marta Morais, pelo muro, depois arrebentaram o portão e levaram sua motocicleta de dentro de casa, enquanto a família dormia. Casos como este se multiplicam pela cidade.

São assaltos à residências, lojas, saidinha bancária, sem falar nos celulares, principal alvo dos marginais. Assaltos a agência bancária, correios e lotérica, também já foram registrados mais de uma vez.  Para a população falta uma presença mais efetiva do Estado, na segurança pública da cidade.

Dados do Comando da Polícia Civil,referentes aos meses de janeiro, fevereiro e março apontam o aumento das ocorrências.

A população da cidade, que fica localizada a 312 Km da capital, grita por socorro, na esperança de que algo seja feito pelo Governo do Estado, para que o cidadão possa sair às ruas exercendo sua plena liberdade de ir e vir,  e tenha mais tranquilidade para viver em paz, sem o medo que hoje assusta a todos.

OCORRÊNCIAS TOTAL
1.    Homicídio Doloso 02
2.     Tentativa de homicídio 02
3.     Roubo de veiculo 09
4.     Ameaça 34
5.     Furto de residência 10
6.     Lesão Corporal 08
7.     Outros Furtos 15
8.     Roubo a pessoa 28
9.     Furto a Pessoa 07
10.  Roubo a estabelecimento comercial 05
11. Furto de veiculo 18
12. Estelionato 22
13. Apreensão de arma de fogo 08
14. Acidente com vítima fatal 02
Total Geral do Período 170
  Fonte: Comando da Polícia Civil de Lago da Pedra (MA)
2

Carolina: manifestantes protestam por mais Segurança…

A manifestação envolveu jovens e familiares de vítimas da violência

A manifestação envolveu jovens e familiares de vítimas da violência

Cerca de 8 mil pessoas reuniram-se no fim da tarde desta terça-feira, 19, na Praça dos Hots, no centro de Carolina, em uma manifestação pela paz e por mais segurança no município.

A praça dos hots ficou lotada no final da tarde

A praça dos hots ficou lotada no final da tarde

O ato foi organizado em protesto pelo assassinato do produtor cultural Filim Andrade, morto na madrugada do último domingo com quatro facadas, vítima de latrocínio após sair de uma festa.

Motoqueiros também participaram da manifestação

Motoqueiros também participaram da manifestação

A população da cidade, que é um dos principais pólos turísticos do Maranhão, está assustada com o crescimento da criminalidade no município.

9

Flávio Dino também pensa assim?!?

Líder do governo na Assembleia, Rogério Cafeteira (PSC) saiu-se com o estapafúrdio argumento de culpar a própria vítima pela ação de bandidos que o estado deveria dar conta

 

A declaração abaixo é do líder do governo Flávio Dino (PCdoB) na Assembleia Legislativa, deputado Rogério Cafeteira (PSC):

Rogério cafeteira: a cara dele nem treme...

Rogério Cafeteira: a cara dele nem treme…

Agora vejamos, será que os bancos com recordes de lucro, todos os anos, não poderiam manter sua segurança e contribuir? Não. Mas sabe por que? Porque para eles é mais lucrativo deixar explodir uma agência, não respeitando a vida dos cidadãos dessa cidade, no momento em que eles focam apenas o lucro. É mais fácil eles terem as agências asseguradas, que é mais barato do que eles promoverem uma segurança própria. Então os bancos têm uma grande culpa nesse índice de explosões. Não só aqui no Maranhão, no Brasil inteiro, que isso infelizmente não é uma questão nossa”

A declaração foi tão estapafúrdia que nem os aliados de Dino a endossaram.

Mas Cafeteira não é o único a pensar assim no governo.

O próprio secretário de Segurança, Jefferson Portela, ]já declarou não estar nem um pouco preocupado com a onda de explosões de bancos.

A declaração do líder governista é quase um ato de culpar a própria vítima. É como se ele dissesse que o cidadão é culpado pelo assalto que sofre ao ir às ruas.

O lojista também seria culpado por abrir as portas e ter um revólver apontado em sua cabeça? O motorista de ônibus é culpado por estar trabalhando e morrer em assalto?

E quem nem sai às ruas e tem a casa invadida por bandidos, também é culpado por construí-la?

Mas é essa a imagem do governo da mudança que assolou o Maranhão.

lamentável…

7

“A violência é fruto da arrogância do governador”, diz Andrea Murad…

Andrea: mais um desabafo contra a violência

Andrea: mais um desabafo contra a violência

A onda de violência que vem ocorrendo é fruto da irresponsabilidade e arrogância de um governador que não sabe enxergar os erros que acontecem no governo, além de não fazer nada para melhorar o sistema. Deixa um secretário que no decorrer do ano já mostrou sua total incompetência para o cargo – e não adianta depois ficar com choradeira em vídeo, se lamuriando, se dizendo perseguido, porque é um incompetente. Todos os dias são vidas perdidas, explosões a agências, delegacias sem o mínimo de condições para se manter. Falta combustível, falta efetivo, faltam armas, faltam munições, alimentação, falta tudo! Para a manutenção da Delegacia de Coroatá é dado um valor de R$ 1.500 por mês para a delegacia funcionar em um prédio improvisado, que agora estão querendo até colocar em uma escola pública. O fato é que o Estado tem uma Segurança falha, uma segurança ineficiente e o povo não aguenta mais ser vítima da bandidagem”

Deputada Andrea Murad ao discursar sobre onde da violência no Maranhão e lamentar a morte de um professor em Coroatá, ao reagir a um assalto.

6

Flávio Dino não consegue conter a violência…

Por mais que compre carros e armamentos para as polícias, o governador comunista não consegue garantir a segurança da população por que não consegue dar o essencial à tropa: auto-estima e eficiência

 

O interior vira alvo cada vez mai fácil das quadrilhas de assaltantes... (imagem meramente ilustrativa)

O interior vira alvo cada vez mai fácil das quadrilhas de assaltantes… (imagem meramente ilustrativa)

Editorial

O governo Flávio Dino é ruim em todos os seus aspectos – sociais, políticos e administrativos – mas tem dois calcanhares-de-aquiles principais: a Saúde e a Segurança Pública.

Por ora, deixe-se de lado o setor da Saúde, já conhecido da população; a análise aqui se dará no setor da Segurança Pública.

Não há dúvida de que o Maranhão ficou mais violento de 2014 para cá. E Flávio Dino prometeu resolver o problema desde o seu primeiro dia de governo.

Não conseguiu.

É uma explosão de caixas eletrônicos ou assaltos a bancos a cada dois dias no interior; foram quase 60 assaltos a ônibus na Grande São Luís apenas no mês de janeiro de 2015. (Releia aqui)

E Flávio Dino e dana a entregar viaturas sem resolver o principal: a autoestima do policial

E Flávio Dino e dana a entregar viaturas sem resolver o principal: a autoestima do policial

A população, amedrontada, cobra por respostas.

E a resposta que Flávio Dino dá é a compra de mais carros da polícia e de mais armamentos para as polícias militar e civil.

Mas os assaltos continuam, as explosões continuam e as mortes continuam.

Por que faltam no governo Flávio Dino dois aspectos fundamentais para se fazer Segurança Pública: a autoestima da tropa, que tem salários achatados e benefícios ínfimos;  e a eficiência do comando do sistema, que, nesta gestão não consegue, sequer, ter o serviço de inteligência a contento.

Mas Flávio Dino se recusa a aumentar o salário de policiais civis e militares.

E se recusa a trocar a cúpula da Segurança, que não sabe nem mesmo como explosivos atravessam as fronteiras do Maranhão para arrombar caixas nos municípios.

E não sabe por que não tem competência para saber.

Por isso é que a violência campeia…

5

“Mais um crime nas costas do governo Flávio Dino”, diz Hildo Rocha, sobre rapto e execução de presos…

Deputado federal diz que é responsabilidade do estado garantir a vida de quem está sob sua custódia,  aponta mais uma violação dos direitos humanos no governo comunista e alerta: “não é a primeira vez”

 

Para o deputado federal Hildo Rocha (PMDB), o governo Flávio Dino (PCdoB) e seu sistema de Segurança devem ser responsabilizados pelo sequestro e execução de dois presos da delegacia de Buriti, no interior maranhense.

Em discurso na Câmara Federal, Hildo disse que caberia ao governo dar garantia de vida aos dois homens, mas o que houve foi uma facilitação da invasão da Delegacia de Buriti, para rapto dos dois homens – depois executados e jogados em um algo no Piauí.

– Mais um crime nas costas do governo Flávio Dino por que o estado facilitou o sequestro. É uma obrigação do estado dar proteção à vida. E não é a primeira vez. Nesta tribuna eu já subi dezenas de vezes, reclamando a violação dos direitos humanos no Maranhão – declarou Hildo Rocha.

Assista o vídeo acima…