28

Só podia ser!!! Blogueiro que inventou declarações de Raimundo Monteiro é parente de Márcio Jerry

Márcio Jerry, "O Rato", para os íntimos

A farsa foi desmontada mais uma vez. E tinha um “rato” por trás.

O blogueiro Samuel Barroso, que teria inventado declarações do presidente do PT maranhense, Raimundo Monteiro, contra o governo Roseana Sarney (PT), é parente do jornalista Márcio Jerry, principal assessor do deputado federal “senhor” Flávio Dino (PCdoB).

Seria irmão dele, para ser mais preciso. O sobrenome é o mesmo de Márcio Jerry  e o município de origem – Colinas – é o mesmo de Márcio Jerry.

Márcio Jerry é chamado de “o rato” nos bastidores políticos, por aliados e desafetos, numa referência ao Jerry da dupla com o gato Tom, do desenho animado de Hanna Barbera.

As impressões digitais de Jerry estão em toda parte.

Até os blogueiros usados para repercutir a estória de Samuel Barroso foram os mesmos de sempre – disponíveis que estão para o anti-jornalismo.

Ficou evidente, portanto, o que Raimundo Monteiro disse: que a história foi criada por gente incomodada coma aliança PT/PMDB.

Mais uma vez o rato cai na ratoeira.

E mais uma vez fica claro do que ele é capaz…

13

Monteiro nega declarações contra o governo e afirma nem conhecer Samuel Barroso

Monteiro: "tentam criar crise no PT"

O presidente regional do PT, Raimundo Monteiro, afirmou ao blog, agora há pouco, serem mentirosas as declarações atribuídas a ele pelo blogueiro de Colinas, Samuel Barroso.

– Nunca dei declarações deste tipo, até porque não há motivos para isso. Esta história é mais uma mentira da turma que tenta criar crise no PT – desabafou Monteiro.

De acordo com Samuel Barroso, o presidente do PT criticou a formação do secretariado de Roseana Sarney (PMDB) e atacou também o presidente do Senado, José Sarney, na distribuição dos cargos federais no estado.

De acordo com Barroso, as declarações foram dadas em uma drogaria no Cohatrac. Ele não tem provas da declaração, no entanto.

– Nem conheço este cidadão. Não sei quem é e não me recordo de ter-me relacionado com ele – afirmou o presidente petista.

Para Monteiro, tudo não passa de armação da ala oposicionista do PT, que tenta desmerecer a participação do partido no governo.

– As negociações com o governo estão excelentes. Nós temos o vice-governador, temos secretarias, vamos garantir a Educação e a convivência é harmônica. Não há porque reclamar – afirmou.

Agora, quem tem qeu povar o que disse é Samuel Barroso…

5

Stênio Rezende quer mais espaço para o PMDB na Mesa da Assembléia

Stênio busca espaço para o PMDB

O deputado Stênio Rezende defendeu hoje maior participação do PMDB na Mesa Diretora da Assembléia Legislativa a partir de fevereiro.

Sua lógica é simples: o virtual presidente da Casa, Ricardo Murad, não pode ser incluído na cota do PMDB por que é consenso de toda a bancada. Portanto, caberia ao partido a indicação de, pelo menos, mais um posto.

– O PMDB, com seis, e o PV, com cinco deputados, têm as maiores bancadas. O mais justo, então, seria uma das legendas indicar a 1ª Vice-presidência e a outra a 1ª Secretaria; ou vice-versa – exemplicou o peemedebista, que tem o apoio dos correligionários Afonso Manoel, Arnaldo Melo e Vianei Bringel.

Com quatro deputados eleitos, o DEM reinvidica a participação na 1ª vice ou 1ª secretaria, justamente por considerar que o PMDB já está contemplado com a presidência.

Stênio Rezende disse que a reivindicação da bancada do PMDB começou a ser discutida ontem com Ricardo Murad e os demais colegas, embora não tenham, ainda, chegado a um consenso.

– Até o dia 1º de fevereiro a situação estará resolvida – acredita Rezende.

9

Blogueiro atribui ao presidente do PT maranhense críticas ao governo Roseana

O blogueiro Samuel Barroso, divulgou em seu perfil na rede social Twitter declarações que atribui ao presidente regional do PT no Maranhão, Raimundo Monteiro. Segundo Barroso, Monteiro estaria insatisfeito com a montagem do governo Roseana Sarney (PMDB) e arrependido de ter bancado a aliança PT/PMDB. (ver reprodução do suposto diálogo ao longo da página)

Nas críticas, segundo Barroso, Monteiro atacou, inclusive, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB).

– Todo dia recebemos um chute na canela de Sarney (sic). Ele quer indicar até os porteiros – afirmou Monteiro, segundo o blogueiro colinense, que deu local e data da conversa com o petista.

As declarações atribuídas a Monteiro ganharam repercusão em blogs alinhados à oposição maranhense e, até agora, não foram dementidas pelo presidente do PT. Este blog também tentou contato com ele, que não respondeu.

As supostas críticas geram repercussão imediata por tratar-se das primeiras manifestações públicas de insatisfaç;ão de petistas alinhados ao vice-governador Washington Oliveira.

Na interpretação dos oposicionistas, as declarações demonstram também arrependimento pela chancela da aliança em torno de Roseana Sarney.

Com a palavra o presidente Raimundo Monteiro…

Leia também “A secretaria é do PT”, diz Monteiro sobre Educação

12

Castelo vai ouvir população sobre localização de hospital…

Pronta há dois anos, a maquete do Hospital não consegue sair do papel

O prefeito de São Luís, João Castelo (PSDB), contratou um instituto de pesquisa de São Luís – ou deve contratar – para medir a opinião da população em relação à localização do novo hospital de emergência que pretende construir na capital maranhense.

Desde que assumiu, há dois anos, Castelo já apontou três locais diferentes para a obra.

O primeiro terreno, no Angelim, pertencia ao estado, que não o liberou. O prefeito buscou, então, áreas na região da rodoviária de São Luís, também vetado por conta da ameaça de poluição à Bacia do Batatã.

O último local definido foi a região do Sítio Rangedor, às margens da Avenida Luís Eduardo Magalhães, entre o Calhau e o Cohafuma.

O novo local repercutiu mal entre empresários da construção civil – que vêem a área como de alto padrão para a especulação imobiliária – e para ambientalistas, que têm a área como de preservação permanente.

Mesmo diante das pressões contrárias, Castelo manteve a decisão de construir o hospital no Rangedor. Até decidir suspender a licitação para a obra.

Agora, aproveitará o tempo de recomposição do processo licitatório para ouvir a população.

O povo, portanto – sobreutdo aquele que mais precisa deste tipo de atendimento – vai dizer onde melhor localizado estará o hospital.

18

Márcio Jardim, veja só, quer comandar o PAC no Maranhão…

Márcio Jardim ao lado de Lula...

O petista Márcio Jardim sentou praça em Brasília e se agarra a Deus e o mundo para tentar uma assessoria especial na Secretaria de Relações Institucionais, comandada pelo ministro Luíz Sérgio (PT-RJ).

O petista maranhense – que ignorou a campanha de Dilma no Maranhão – aposta na relação que mantém com o próprio Sérgio e com o senador eleito Lindberg Farias (PT-RJ) para assumir o posto.

O cargo é de alta estatura política.

Os assessores da Secretaria são os responsáveis pelas obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) nos estados. “Festeiro”, para dizer o mínimo, Jardim estaria em desacordo com o perfil exigido.

Nomes de maior estatura e peso político – como o “senhor” Flávio Dino (PCdoB), por exemplo – tentaram emplacar no governo e não conseguiram, justamente por terem boicotado a campanha de Dilma Rousseff no Maranhão.

Mas Jardim insiste.

Vai conseguir?

8

A mídia anti-nordestina age mais uma vez…

Novais conversa com Temer durante a posse no Turismo

É covarde – e chega a ser canalha – o argumento principal do site Congresso em Foco contra a destinação de recursos do Ministério do Turismo para o Maranhão.

O valor prometido para obras em solo maranhense supera a soma de tudo o que foi prometido no mesmo período para as três principais economias do país: São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais – pondera o portal brasiliense.

Ora bolas, nada mais justo! Se Rio, São Paulo e Minas têm as maiores economias, é para os estados mais pobres que o ministério deve mandar mais recursos.

Mas a matéria do Congresso em Foco tem outro objetivo: atacar o ministro do Turismo, Pesdro Novais.

A mídia sulista-e-anti-nordestina ainda não se conformou com a nomeação do deputado maranhense para o posto; e de tudo faz para tentar derrubá-lo.

Novais, ainda como deputado, conseguiu garantir a liberação de R$ 32 milhões em emendas parlamentares para investimentos no Maranhão.

Mas o Congresso em Foco acha errado. Para os jornalistas-sulistas que fazem o site, o dinheiro deveria ir para São Paulo, Rio e Minas Gerais.

Para eles, pouco importa o Maranhão, pouco importa o Nordeste

Mas vão ter que engolir a força política das lideranças nordestinas – maranhenses incluídos.

Simples assim…

4

Joaquim Haickel tomará posse sexta-feira em solenidade simples no Esporte

Haickel vai comandar o Esportes

O deputado estadual Joaquim Haickel (PMDB) marcou para as 15 horas da próxima sexta-feira a sua posse na Secretaria de Esportes. Ele pretende uma solenidade simples, para iniciar o trabalho imediatamente depois.

– Não haverá pompa ou circunstãncia. Será um ato simples, de trabalho. Até porque, temos muito o que fazer – disse o parlamentar.

Joaquim Haickel já analisou todo o organograma da pasta e os projetos definidos para o setor do esporte no Maranhão. É a partir da análise dos documentos  que pretende traçar suas próprias estratégias.

– Estou analisando os projetos em andamento e aqueles previstos. Quero montar a equipe para iniciar imediatamente o trabalho na área – disse o parlamentar.

Como não pretende dar aspecto de pompa e circunstância ao ato de posse, Haickel deve receber amigos e aliados mais próximo durante a solenidade, que acontece no próprio prédio da secretaria, no Outeiro da Cruz.

18

Pedro Fernandes garante controle da Caema e pensa também no Detran

Fernandes terá uma secretaria forte

As ações da Companhia Saneamento de Maranhão (Caema) serão controladas a partir de agora pelo secretário de Cidades, Pedro Fernandes (PTB). O novo secretário tomou posse agora há pouco e confirmou a transferência das ações da Caema.

Até agora, a Caema estava vinculada à Secretaria de Saúde.

Além da Caema, Fernandes propõe ao governo a transferência para a sua pasta das atribuições do Detran, que hoje é vinculado à Secretaria de Segurança.

O novo secretário pretende firmar parcerias com as prefeituras para organizar o trânsito e a fiscalização dos transportes nos municípios, sobretudo na capital.

Muito concorrida, a pose de Fernandes atraiu deputados, prefeitos, lideranças políticas e jornalistas.

10

Max Barros de volta à Sinfra…

Max Barros vai voltar à Sinfra

Apontado como um dos mais corretos e produtivos auxiliares do governo Roseana Sarney (PMDB) na gestão passada, o deputado Max Barros (DEM) se prepara para reassumir, até o dia 15 de janeiro, a Secretaria de Infra-estrutura.

Engenheiro, o parlamentar foi responsável pela elaboração do Plano Rodoviário, que já asfaltou, recuperou ou construiu mais de 3 mil quilômetros de rodovias no Maranhão.

Foi em sua gestão, por exemplo, que começou a ser recuperada a Estrada da Maioba, abandonada desde o governo José Reinaldo Tavares (PSB).

Para Max, o retorno à Sinfra é natural, embora demonstre interesse nos embates políticos na Assembléia Legislativa.

Com ligações estreitas tanto com a governadora Roseana Sarney (PMDB) quanto com o chefe da Casa Civil, Luís Fernando Silva, Max Barros (DEM) se credencia a ser, novamente, um dos mais importantes secretários do atual governo.