0

Hildo Rocha aprova convocação do presidente da CNI, na Comissão de Fiscalização

A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle (CFFC) da Câmara dos deputados aprovou requerimento do deputado Hildo Rocha que propõe a convocação do Presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Andrade, para que o dirigente da instituição preste esclarecimentos acerca de investigações que apuram fraudes em convênios do Ministério do Turismo com entidades do Sistema S (Sesi, Senai, Sesc, Senac, Sebrae, Senar, Sescoop, Sest, Senat).

Há suspeitas de que um grupo de empresas, comandadas pela mesma família, teria desviado mais R$ 400 milhões oriundos dos cofres públicos. “Ora, vamos dar oportunidade para que ele esclareça os fatos, que prove a sua inocência, aqui nesta comissão que é o colegiado responsável pela fiscalização do uso de recursos públicos”, argumentou Hildo Rocha.

Operação Fantoche

Robson Andrade e os presidentes das federações das Indústrias de Alagoas (Fiea), da Paraíba (Fiep) e de Pernambuco (Fiepe) foram presos no dia 19 deste mês no âmbito da Operação Fantoche, deflagrada pela Polícia Federal em parceria com o Tribunal de Contas da União (TCU).

De acordo com a PF, a investigação começou em 2014, a partir de uma empresa que recebia grande parte dos recursos para eventos culturais em valores estavam superfaturados. A polícia também identificou que o dinheiro não era totalmente destinado para as produções culturais.

“Não podemos ficar de braços cruzados diante do estarrecedor avanço da corrupção. Temos que lutar contra essa situação, temos que fazer algo para ajudar a estancar a corrupção no nosso país. Creio que, em boa parte, isso depende muito desta comissão. Por esse motivo, fiz o requerimento para que o presidente da CNI venha se explicar porque alguns empresários dizem que ele é inocente”, destacou Hildo Rocha.

0

Hildo Rocha pede fiscalização em postos de saúde abandonados em Santa Luzia do Tide

Por solicitação de lideranças políticas e comunitárias da cidade de Santa Luzia do Tide, o deputado Federal Hildo Rocha (MDB) visitou comunidades daquele município e encontrou inúmeras irregularidades, principalmente na área da saúde.

“Estive, com a vereadora Nilde, e outras lideranças de Santa Luzia, e encontrei postos de saúde, construídos com recursos federais, abandonados, sem  nenhuma serventia, sem nenhuma utilidade para a população. Até a vacinação não está ocorrendo”, afirmou Hildo Rocha.

A vereadora Nilde também acompanhou a fiscalização e constatou o abandono

Providências adotadas por Hildo Rocha

O parlamentar apresentou Proposta de Fiscalização e Controle junto à Comissão de Fiscalização da Câmara Federal para que seja realizada Fiscalização e Auditoria pelo Legislativo Federal em conjunto com a Controladoria Geral da União (CGU) e Tribunal de Contas da União (TCU).

“Os responsáveis por essa situação serão punidos e os postos de saúde terão que funcionar normalmente, afinal foram investidos milhões de reais do governo federal para que o povo de Santa Luzia tenha saúde pública de qualidade descentralizada, mas o povo daquelas comunidades recebe apenas desprezo por parte da atual prefeita”, destacou Hildo Rocha.

5

Primeira etapa da pavimentação da BR-226 deverá ser concluída em junho, destaca Hildo Rocha

Deputados federais que integram a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara (CFFC) realizaram, neste fim de semana, visita técnica às obras de pavimentação do trecho de 100 km, da BR-226, localizado entre Timon e Presidente Dutra. De acordo com o deputado Hildo Rocha (MDB/MA), a vistoria foi motivada por insistentes reclamações feitas por lideranças de Barra do Corda; São Domingos, Governador Luís Rocha, Tuntum, Fernando Falcão; Jenipapo dos Vieiras. 

“Recebemos muitas reclamações sobre a lentidão da obra. Por isso, apresentei requerimento para realizar essa visita técnica com a finalidade de verificarmos qual é o motivo da lentidão da obra, porque não falta dinheiro, tem emenda impositiva da bancada maranhense, nós conseguimos os recursos, então não tem motivos para a demora”, destacou Hildo Rocha.

Prazos para conclusão da obra

O deputado explicou que será elaborado um relatório no qual irão constar as impressões, recomendações e encaminhamentos solicitados pela Comissão. “Entre os encaminhamentos está a definição de prazos para a conclusão da obra. O primeiro trecho, de 25 Km entre o povoado Baú e o Km 100, deverá ser concluído até o dia 26 de junho.

O prazo final para a conclusão total dos 100 km é 31 de dezembro deste ano.

Comitiva

Além do deputado Hildo Rocha, autor do requerimento para a vistoria, também participaram da visita os deputados federais Julião Amin (PDT), membro da comissão de fiscalização e controle; Rubens Pereira Júnior (PCdoB); o deputado estadual Rafael Leitoa (PDT); os representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Sebastião Luna e Glauco Henrique Silva, membros da diretoria do órgão; o representante da empresa Hytec Construções, Daniel Vasconcelos e vereadores da cidade de Timon.

0

Hildo Rocha consegue fiscalização nas obras paralisadas do Cempea…

Por iniciativa do deputado federal Hildo Rocha, membros da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos deputados (CFFC), virão ao Maranhão para fazer uma visita técnica às instalações do Centro Multidisciplinar de Pesquisa e Extensão em Aquicultura (CEMPEA), do curso de Engenharia de Pesca da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA).

A construção do prédio, que é fruto de um convênio com o governo federal, teve início em setembro de 2011.

O requerimento para a vistoria foi aprovado na última reunião da Comissão.

“Já foram investidos mais de R$ 2 milhões, a obra está quase pronta, mas está paralisada há mais de um ano. Para impedir que  vire um elefante branco requisitei visita técnica. Após a visita haverá uma mesa redonda, como de praxe, com o propósito de resolver definitivamente esse problema”, explicou o deputado.

Projeto grandioso

O CEMPEA foi idealizado com o objetivo de promover a qualificação dos alunos dos cursos de graduação e nível médio e também capacitar e dar assistência técnica a produtores de todo o estado.

“O CEMPEA é um importante centro de produção de alevinos e estudos de novas espécies da pesca e desenvolvimento de novas formulações de rações”, ressaltou Hildo Rocha.

0

Imperatriz: Blitz urbana vistoria espaços públicos para propor melhorias..

Levantamento prévio realizado nos principais logradouros será encaminhado ao prefeito Assis Ramos

 

Fiscais visitaram coretos em Imperatriz

Com o objetivo de analisar e fazer levantamentos sobre a situação urbanística de Imperatriz, equipe formada pelos gestores Francisco das Chagas (Defesa Civil), Rosa Arruda (Meio Ambiente), Fidélis Uchôa (Planejamento Urbano) e Marlon Moura (Secretário de Governo), percorreu a Praça Tiradentes, Terminal de Integração e o Camelódromo, na manhã de quinta-feira, 10.

A supervisão também alcançará vários outros pontos da cidade.

“O coreto está cheio de lixo e entulhos, e tem gambiarras de energia elétrica”, informou o superintendente Francisco das Chagas. Segundo ele, será feito um diagnóstico para que a situação seja resolvida. Depois desse levantamento, serão elaborados relatórios que serão encaminhados ao secretário de Governo e assim buscar de soluções.

A situação não é diferente no camelódromo, com lojas abandonadas e entulhos no local. Marlon Moura coordenou a ação e informou que “o objetivo é mapear na cidade, os principais problemas nas praças e reorganizar os espaços públicos. O prefeito Assis Ramos está atento a essas questões de ordem urbana e tem interesse em buscar soluções para esses problemas”.

Ele acrescentou que será realizada uma limpeza na área, tanto na parte do Camelódromo, como na praça, e outros locais também serão inspecionados. Foi acordado, entre a equipe, que um projeto simples para reestruturação do local será encaminhado ao prefeito. 

1

Deputados constatam abandono de obras do BNDEs…

Deputados viram "in loco" as condições da pista da Estrada do Arroz

Deputados viram “in loco” as condições da pista da Estrada do Arroz

A comitiva de deputados federais constaram neta sexta-feira, 2 uma série de problemas nas obras financiadas pelo BNDES e executadas pelo governo Flávio Dino (PCdoB) em Imperatriz e Chapadinha. participaram da inspeção dos deputados Hildo Rocha (PMDB-MA), Valtenir Pereira (MT), membros da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle. Eles foram acompanhados pela deputada estadual Andrea Murad.

– Em dois anos, as obras não avançam quase nada e existem fortes evidências de irregularidades na aplicação dos recursos. São desconfianças que precisam ser esclarecidas. Constatamos, além de atrasos nas obras, fatos muito graves. Na Estrada do Arroz, por exemplo, vimos 14 km, apenas com o que a Suzano fez. O que deveria ser feito com os recursos do BNDES, não tem nada – afirmou Rocha.

A USC foi transformada em centro administrativo da PM, segundo os deputados

A USC foi transformada em centro administrativo da PM, segundo os deputados

Os deputados também visitaram hospitais em Imperatriz e Chapadinha. E constataram, segundo eles, os mesmos problemas.

– Minha revolta maior foi ver o Hospital Regional Materno Infantil de Imperatriz, onde Ricardo Murad como secretário havia aumentado o número de leitos, mais 63 leitos de UTI neo-natal e semi-intensiva, e o que vi hoje foi que nunca deram continuidade às reformas iniciadas na gestão anterior com recursos garantidos pelo BNDES – disse Andrea Murad.

Outro lado

O Governo do Estado nega que as obras estão paralisadas e garante que já entregou a Estrada do Arroz completamente pronta – e com investimentos próprios de R$ 50 milhões. A única obra parada, admitiu o governo, é o hospital de Chapadinha que, segundo a Secretaria de Comunicação, apresentou irregularidades no contrato, que teve que ser cancelado, “mas já foi reiniciada a licitação”.

4

Comissão da Câmara fiscaliza obras de Flávio Dino em três municípios…

Deputados que compõem a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle querem fiscaliza ser os recursos do BNDES estão sendo devidamente aplicados em São Luís, Imperatriz e Chapadinha

 

Hildo Rocha tem feito vistorias constantes em obras do governo estadual

Hildo Rocha tem feito vistorias constantes em obras do governo estadual

Representantes da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados – entre eles o maranhense Hildo Rocha (PMDB) – estão desde o início da manhã desta sexta-feira, 2, no município de Imperatriz.

Eles vão fiscalizar o andamento das obras financiadas com recursos do BNDES e supostamente tocadas pelo governo Flávio Dino (PCdoB).

Os deputados estaduais Adriano Sarney (PV), Andréa Murad (PMDB) e Léo Cunha (PSC) também participam da vistoria.

– O pedido de fiscalização decorre da falta de transparência que tem caracterizado o governo Flávio Dino. Em dois anos, as obras não avançam quase nada e existem fortes evidências de irregularidades na aplicação dos recursos. São desconfianças que precisam ser esclarecidas – explicou Rocha.

Além das obras em Imperatriz, a comissão fiscalizará também obras em São Luís e em Chapadinha.

Em Imperatriz serão vistoriadas as obras da Rodovia do Arroz (MA-386) trecho entre Imperatriz e Cidelândia; a Unidade de Segurança Comunitária; o Centro Socioeducativo; a Maternidade e o Batalhão da Polícia Militar.

Em seguida deputados e demais integrantes da comitiva embarcarão para São Luis de onde seguirão para Chapadinha onde farão visita técnica ao Hospital Regional e Centro de Hemodiálise.

De volta à capital do Estado, os integrantes da Comissão irão inspecionar as obras do Farol da Educação Gonçalves Dias, no bairro Filipinho; a implantação e ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário do Vinhais; o Centro de Ensino Paulo Freire; a Duplicação do trecho da Avenida do Holandeses e o lote 1 do CRAS, no Bequimão.

– As conclusões das vistorias deste fim de semana e o descumprimento do novo cronograma firmado com a Caema, há mais de 180 dias, serão objeto de debates nas próximas reuniões da Comissão – explicou Hildo Rocha.

1

Comissão fiscalizará obras do sistema Italuis…

O Italuís ia de vento em popa, mas parou no governo Flávio Dino

O Italuís ia de vento em popa, mas parou no governo Flávio Dino

A Comissão de Fiscalização e Controle, da Câmara Federal, virá ao Maranhão fazer visita técnica às obras do Sistema Italuis e duplicação da BR-135. O autor do requerimento, deputado Hildo Rocha, destacou que o governo que assumiu o comando da obra há um ano e meio não conseguiu concluir a obra. Rocha argumentou que dezembro de 2015, quando a governadora Roseana Sarney deixou a chefia do poder executivo estadual, 80% da obra estava pronta.

“A população precisa saber os motivos pelos quais o andamento da obra é tão lento. Pelo tempo que o governador Flávio Dino assumiu já dava para ter concluído os 20% restantes. Por esse motivo, apresentei requerimento para visita técnica seguida de mesa redonda com técnicos da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) para que eles possam explicar aos deputados os motivos da lentidão”, justificou Rocha.

Hildo Rocha quer fiscalização das obras

Hildo Rocha quer fiscalização das obras

Racionamento

Rocha disse que a lentidão da obra causa transtornos porque o sistema atual não permite que a Caema possa bombear água na quantidade suficiente para atender as demandas da população.

“O Italuis foi implantado, pelo então governador João Castelo, hoje deputado federal, em 1982. Quando foi inaugurado, abastecia 60% da capital maranhense. Acontece que São Luis cresceu e se desenvolveu enquanto que a capacidade de bombeamento diminuiu”, destacou o deputado.

Adutora frágil

O deputado disse que a salinidade do solo do campo de Perizes desgastou e fragilizou a tubulação.

“Se aumentar o bombeamento a pressão da água estoura os canos. Para solucionar essa questão, em 2012 a governadora Roseana Sarney firmou parceria com o governo federal para a implantação de nova rede adutora com canos de aço especial apoiados em pilotis (pilares de concreto). Isso dará maior durabilidade ao sistema e irá acabar com o racionamento. Parte da população é abastecida apenas dois dias durante a semana”, enfatizou Rocha.

Auditoria

O parlamentar enfatizou que dependendo dos resultados da visita técnica a comissão poderá solicitar auditoria conjunta com a participação da CGU (Controladoria Geral da União) e TCU (Tribunal de Contas da União). A inclusão da BR-135, na vistoria, foi sugerida pelo deputado Alberto Filho. A inspeção acontecerá segunda-feira, 11 de julho.