0

Dr. Lahésio resolve diminuir até o controlador do seu próprio partido…

Ex-prefeito, que peregrinou por diversas legendas até encontrar abrigo partidário no PSC de Aluísio Mendes agora dá sinais de que não segue orientação partidária em seu projeto de se transformar candidato ao governo para se viabilizar na região tocantina em 2024

 

Lahésio agora desautoriza o próprio presidente do partido que lhe deu abrigo para ser candidato a governador

Empolgado com o apoio moral de bastidores que recebe do Palácio dos Leões à sua pré-candidatura ao governo, o Dr. Lahésio Bonfim (PSC) dá sinais de que parece mesmo que a força leonina subiu-lhe a cabeça.

Filiado ao PSC do deputado federal Aluisio Mendes, Lahésio agora desautoriza até mesmo o próprio Aluísio a falar em nomes da candidatura.

A princípio, o ex-prefeito de São Pedro dos Crentes tinha um objetivo nas eleições e 2022: fortalecer seu nome na região tocantina para se viabilizar candidato a prefeito de Imperatriz já nas eleições de 2024; a princípio, a articulação vinha dando certo, com grande espaço para ele na região.

A dificuldade era apena viabilizar um rumo partidário; peregrinou pelo Podemos, tentou o PL, foi para o PTB, articulou o Agir36, tentou voltar ao PTB até chegar ao PSC, abrigado por Aluisio Mendes.

Mas parece que o chamado dos Leões subiu-lhe mesmo a cabeça.

– O Aluisio não tem procuração para falar pelo Lahesio Bonfim – disse, ao uma emissora do interior, para desdenhar das articulações de aliança feitas pelo presidente do seu partido.

Estimulado nos bastidores pelos agentes ligados à candidatura do governador-tampão Carlos Brandão (PSB), o pré-candidato do PSC já entende que está acima do próprio PSC.

Há um, único problema para Dr. Lahésio: ele não pode mais trocar de partido e corre o risco de perder a legenda do PSC,.

O que o tira definitivamente das eleições de 2022.

Pelo menos ele pode esperar 2024 em Imperatriz…

0

Aluisio Mendes vive drama para viabilizar reeleição…

Sem nominata no PSC capaz de atingir o coeficiente partidário nas eleições de 2022, deputado federal apostava na filiação ao mesmo partido de Bolsonaro para ganhar peso eleitoral no Maranhão; só não esperava que o presidente seguiria para o PL, do seu arqui-inimigo Josimar Maranhãozinho

 

Aluisio apostava sua reeleição na filiação ao mesmo partido de Bolsonaro, mas não esperava que fosse o PL, de Josimar Maranhãozinho

Até então tranquilo quanto ao futuro de sua reeleição, o deputado federal Aluisio Mendes (PSC ) passou a se preocupar, de fato, com o risco de acabar não conseguindo legenda suficiente para garantir novo mandato em 2022.

O parlamentar tem o controle absoluto do PSC, mas não tem uma chapa forte de candidatos a deputado federal que possa somar a ponto de o partido garantir o coeficiente partidário – algo em torno de 160 mil votos – que garanta ao menos uma vaga na Câmara Federal.

A solução que vinha sendo esperada por Aluisio era a entrada no mesmo partido do presidente Jair Bolsonaro, o que garantiria a ele musculatura tanto para atrair candidatos quanto para ter legenda suficiente e entrar no rateio das vagas.

O problema é que Bolsonaro deve mesmo se filiar ao PL, que, no Maranhão, é controlado pelo arqui-inimigo de Mendes, o também deputado federal Josimar Maranhãozinho.

Numa ação já meio que desesperada, Aluisio ainda tentou reforçar o senador Roberto Rocha (sem partido) na tentativa de tomar o PL, via Bolsonaro, o que foi vetado pelo presidente nacional da sigla, Valdemar Costa Neto.

Agora, o deputado federal terá que buscar uma reconciliação com Maranhãozinho ou encontrar outras formas de fortalecer o seu PSC.

Caso contrário, verá o sonho da reeleição ir por água abaixo…

0

PSC confirma apoio à reeleição de Luciano Genésio…

O deputado federal Aluisio Mendes, presidente estadual do Partido Social Cristão (PSC) no Maranhão, confirmou nesta segunda-feira, 16, apoio do seu partido à reeleição do prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio (PP). O anúncio foi feito pelo próprio gestor, após reunião no escritório do parlamentar em São Luís.

“Estive reunido com o deputado federal e presidente estadual do Partido Social Cristão (PSC), Aluisio Mendes, que confirmou nos apoiar nas eleições municipais deste ano. Também estiveram presentes na reunião o secretário de Infraestrutura, João Segundo, e o companheiro Palavra, pré-candidato a vereador do nosso município”, destacou Genésio.

Ele ressaltou a confiança do PSC na sua gestão demonstrada na declaração público da apoio.

“Gostaria de agradecer ao PSC pelo apoio e, principalmente, pela confiança em nossa gestão!”, completou.

1

PSC fecha com Roseana e vai mesmo indicar o vice…

Após conversar com vários outros candidatos, partido decidiu coligar com a ex-governadora, que vai escolher seu companheiro de chapa entre o empresário Ribinha Cunha e o pastor Pedro Lindoso

 

Lideranças e membros do PSC em discussão ontem pela manhã na Assembleia, antes de conversar com os pré-candidatos ao governo

O PSC decidiu no final da noite desta quinta-feira, 26, fechar aliança em torno da candidatura da ex-governadora Roseana Sarney (MDB).

E indicou para vice o empresário Ribinha Cunha e o pastor Pedro Lindoso.

Caberá à própria Roseana, e ao MDB, escolher entre eles o seu companheiro de chapa.

O PSC estava negociando fortemente com os três principais candidatos de oposição ao governo Flávio Dino (PCdoB): Roseana Sarney, Roberto Rocha (PSDB) e Maura Jorge (PSL).

Problemas sobre coligação levaram à cúpula do partido, com o apoio da deputada federal Luana Costa, a fechar mesmo com o MDB de Roseana.

O edital de convocação da coligação do PSC já deve indicar também a aliança com o MDB.

Roseana fará sua convenção neste domingo, 29…

1

Roseana e Roberto Rocha já disputam apoio do PSC…

Com a iminente desistência do deputado Eduardo Braide, pré-candidatos a governador querem o partido em suas coligações e oferecem, inclusive, vaga na chapa majoritária

 

Ribinha Cunha é pressionado por Madeira a compor com Roberto Rocha; acordo passa também por 2020

O PSC, que tem importante tempo na propaganda eleitoral, passou a ser o alvo das campanhas da ex-governadora Roseana Sarney (MDB) e do senador Roberto Rocha (PSDB), desde que se começou a perceber a iminente desistência do deputado Eduardo Braide (PMN) da disputa pelo governo.

Uma ala do partido quer a aliança com Roseana, e têm o pastor Pedro Lindoso como indicação para companheiro de chapa da emedebista.

Mas os tucanos pressionam o deputado estadual Léo Cunha e o seu irmão, ex-candidato a prefeito de Imperatriz, Ribinha Cunha, a compor com Roberto Rocha.

– Nós queremos o PSC em nossa chapa. O Ribinha quer e o Léo quer. O segmento de Imperatriz tem dito que quer – disse o ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, articulador da campanha de Roberto.

E ele deixa claro o poder de barganha com os Cunha:

– Já disse a eles que o apoio do PSDB ao PSC nas eleições municipais de 2020 passa por este apoio a Roberto Rocha em 2018.

Roseana tem o apoio de Pedro Lindoso, que quer ser o vice na indicação do PSC

No meio do debate, a deputada federal Luana Costa passa a ser o fiel da balança.

Ela tem conversado tanto com o grupo de Madeira quanto com o de Roseana, desde que percebeu o recuo nas pretensões de Braide.

Na sexta-feira, 20, em conversa com o blog, o pastor Pedro Lindoso revelou uma reunião com Roseana em que a aliança não foi fechada por que Luana quer uma coligação que inclua apenas partidos com pesos iguais na disputa de federal.

– Ela quer aliança com o Podemos de Aluísio Mendes, e o PRTB, de Márcio Coutinho, o que viabilizaria as chances dos três – revelou Lindoso.

Mas Podemos e PRTB não estariam com Maura Jorge?!?

Esta é uma outra história…

2

Ausência de debates é principal empecilho para candidatura de Eduardo Braide…

Além de tempo suficiente na propaganda eleitoral, deputado precisa de um partido que garanta a chamada aos programas de TV durante o primeiro turno, nos quais sempre tem performance respeitável

 

Braide tem forte articulação com a Rede Sustentabilidade, mas carece de legenda que garanta tempo na TV e presença nos debates

O deputado estadual Eduardo Braide (PMN) aparece sempre em terceiro lugar em qualquer pesquisa de intenção de votos para o Governo do Maranhão. Para qualquer candidato, essa posição seria suficiente para garantir sua presença na disputa.

Mas não é bem assim.

Sem um partido forte, sem coligação que sustente sua propaganda eleitoral no rádio e na televisão, Braide precisa ainda de uma legenda que tenha presença efetiva na Câmara Federal.

Só assim terá presença garantida nos debates com os candidatos em todas as emissoras de rádio e TV.

A Lei Eleitoral faculta às emissoras a estabelecer critérios para convidar candidatos aos seus programas de debates. Um deles é um percentual mínimo de intenção de votos nas pesquisas, definido pelas próprias empresas.

O outro é a presença nas coligações de partidos que tenham, pelo menos, cinco deputados federais, o que impede as emissoras de vetá-lo.

De acordo com as pesquisas já registradas na Justiça Eleitoral, Braide apresenta entre 5% e 8% das intenções de votos; se uma emissora decidir que apenas candidatos com dois dígitos podem participar, ele estaria fora.

Eduardo Braide negocia desde abril uma aliança com o PSC, que tem cerca de 10 deputados federais. Além disso, espera coligação com o PR, o que garantiria outros tanos deputados.

Só assim, ele teria a certeza de tempo na propaganda e presença nos debates.

Caso, contrário, dificilmente entrará na disputa…

Leia também:

Eduardo Braide vence o debate da Mirante…

No PSC, Luana Costa encaminha aliança com Braide…

Eduardo Braide continua em silêncio…

9

Pastor da Assembleia de Deus pode ser vice de Roseana

Pedro Lindoso é um dos principais líderes da denominação religiosa no Maranhão, e tem força para desarticular o jogo de interesses dos dirigentes com o governo comunista de Flávio Dino

 

Pastor Everaldo com as lideranças do PSC no Maranhão

Uma reunião do presidente nacional do PSC, pastor Everaldo, com as lideranças do partido no Maranhão, praticamente selou a aliança em torno da candidatura da ex-governadora Roseana Sarney (MDB).

O PSC pode, inclusive, indicar o vice de Roseana.

São cotados o empresário Ribinha Cunha que é irmão do deputado estadual Léo Cunha, e o pastor Pedro Lindoso, um dos líderes mais respeitados da igreja Assembleia de Deus no Maranhão.

Roseana recebeu em sua casa o pastor Pedro Lindoso

Lindoso já esteve, inclusive, com a própria Roseana, a quem declarou apoio nas eleições de outubro. (Releia aqui)

Na reunião em São Luís, o pastor Everaldo esteve com a deputada federal Luana Costa, o estadual Léo Cunha, vereadora Bárbara Soeiro, além de pré-candidatos do PSC a deputado federal e estadual.

O partido deve voltar a se reunir antes das convenções para tratar da política de alianças…

1

Flávio Dino derrotado: Luana Costa vira coordenadora da bancada maranhense…

Deputada federal derrotou o candidato do comunista, Cléber Verde, e vai liderar as ações dos deputados e senadores maranhenses por um ano

 

Luana com os colegas de bancada, deputados estaduais e autoridades maranhenses: vitória

A deputada federal Luana Costa (PSC) é a nova coordenadora da bancada maranhense no Congresso Nacional.

Ela venceu a disputa contra o candidato do governador Flávio Dino (PCdoB), Cléber Verde (PRB).

Luana teve 11 dos 21 votos.

A parlamentar substitui a Rubens Pereira Júnior (PCdoB) e vai liderar as ações dos 18 deputados e três senadores maranhenses até março de 2019…

0

Luana Costa se filia ao PSC e encaminha aliança com Eduardo Braide…

Deputada federal deixou o PSB para trabalhar uma aliança fora do eixo comunista e se posiciona claramente em torno do deputado estadual do PMN, que pode ser fortalecido com o tempo de propaganda do novo partido, hoje em torno de 15 segundos

 

Luana Costa na tribuna: agora no PSC

Filiada desde a tarde de terça-feira, 3, ao PSC, a deputada federal Luana Costa confirmou, em entrevista exclusiva a este blog, que pretende fechar questão no partido em torno da candidatura do deputado estadual Eduardo Braide (PMN) ao Governo do Estado.

– Um dos motivos para me filiar é que sou evangélica. O outro: ter liberdade para conversar com os candidatos a governador [o que não teria no PSB]. E o caminho que eu defendo é a aliança com o deputado Eduardo Braide – afirmou Luana.

O apoio do PSC é uma injeção de razoável peso na campanha de Eduardo Braide.

O partido, comandado no Maranhão pelo deputado estadual Léo Cunha – cujo o irmão, Ribinha Cunha, é, inclusive, cotado como vice de Braide – tem algo em torno de 15 segundos no tempo de televisão.

Para se ter uma ideia da importância desta aliança, o DEM, disputado intensamente nos últimos tempos, tem de 17 a 19 segundos na propaganda.

Luana Costa disse que o comando do PSC continuará com Léo Cunha, mas ela recebeu autonomia do comando nacional para encaminhar as coligações, ressaltando a prioridade de eleger o maior número de deputados federais.

Além do PSC, Eduardo Braide negocia também com outras legendas…

1

Edivaldo já reúne sete partidos em palanque; PSC fechou apoio…

Prefeito de São Luís foi recebido pelo Pastor Everaldo, em encontro em São Luís que teve a presença de líderes do PRP, PR, PDT e PTC; PTB e PRB já haviam fechado apoio

 

Edivaldo com os líderes dos partidos presentes ao encontro

Edivaldo com os líderes dos partidos presentes ao encontro

O prefeito Edivaldo Júnior (PDT) recebeu hoje, em encontro no Hotel Abeville, o apoio do PSC à sua candidatura à reeleição.

Ele foi recebido pelo Pastor Everaldo, presidente nacional da legenda e ex-candidato a presidente.

No encontro, o prefeito reuniu líderes de outros quatro partidos, mas a coligação já tem sete legendas confirmadas na base de apoio.

O prefeito e o Pastor Everaldo: aliança

O prefeito e o Pastor Everaldo: aliança

O PRP estava representado pelo seu presidente Severino Sales; o PR tinha o ex-deputado Helio Soares, o PTC foi representado por Manoel Lima, seu presidente municipal, e o PDT pelo deputado federal Weverton Rocha, presidente regional.

Além dests legendas, já fazem parte da coligação holandista o PTB, do vereador Pedro Lucas Fernandes, e o PRB, do deputado federal Cléber Verde.

Representado em São Luís pelo ex-deputado federal Costa Ferreira, o PSC deve compor a coligação de Edivaldo com chapa completa de candidatos a vereador.