3

Futuro presidente do TSE é contrário à prorrogação de mandatos…

Ministro Luiz Roberto Barroso, que assume o cargo no final de maio, avalia a possibilidade de adiamento das eleições de outubro – ainda que seja apenas por algumas semanas – por causa da pandemia de coronavírus

 

O ministro Luiz Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), admitiu a possibilidade de adiamento das eleições de outubro, ainda que por apenas algumas semanas.

– Essa decisão não precisa ser tomada agora, mas a gente não deve fechar os olhos à realidade. Se chegarmos em junho sem um decréscimo substancial da pandemia, é possível ter que fazer esse adiamento, que não deve ser por um período mais prolongado do que o absolutamente necessário para fazerem eleições com segurança – disse o ministro, em entrevista à Folha de S. Paulo, no fim de semana. 

O futuro presidente do TSE diz que, se necessário, esse adiamento será de “algumas semanas, nada mais que isso”.

O adiamento do pleito para algumas semanas depois do previsto foi cogitado pelo senador Weverton Rocha (PDT), em post do blog Marco Aurélio D’Eça publicado em março. (Relembre aqui)

Roberto Barroso é contra a prorrogação do mandato dos atuais ocupantes de prefeituras e câmaras municipais para além de 1º de janeiro de 2021, quando encerram os atuais mandatos.

– A prorrogação de mandato deve ser evitada até o limite do possível. Se ocorrer, que seja pelo mínimo tempo possível. Sou totalmente contrário à ideia de se fazer coincidir com as eleições em 2022 – opinou o ministro.

Barroso assume em 26 de maio o comando do Tribunal Superior Eleitoral (STF).

1

A indefinição de Eduardo Braide…

Na véspera de assumir mandato na Câmara Federal, parlamentar ainda discute a legenda na qual pretende entrar para ter espaços de fala e independência como deputado federal e pré-candidato a prefeito

 

Eduardo Braide pretende buscar partido que dê sustentação e independência na disputa por São Luís

Frustrou-se quem esperou na quarta-feira, 30, uma definição partidária do deputado federal eleito Eduardo Braide (ainda no PMN).

A data foi divulgada por parte da mídia, que chegou a desenhar, inclusive, um interesse de Braide pelo Podemos ou PSL.

Mas o parlamentar chega a esta véspera de tomar posse – pelo menos até o momento da edição deste blog – sem qualquer definição pública sobre partidos.

Braide é o favorito na disputa pela Prefeitura de São Luís, mas precisa de uma legenda forte, que possa lhe garantir as condições para entrar no pleito de 2020 consolidado.

Talvez até por isso a indefinição do parlamentar…

4

Osmar Filho será o mais jovem vereador a comandar a Câmara Municipal…

Parlamentar pedetista assume a presidência da Casa no próximo dia 1º, para mandato que vai até 2021, o que o põe, automaticamente, na linha de sucessão do prefeito Edivaldo Júnior

 

No comando da Câmara, Osmar Filho ganha poder de articulação no PDT, de Weverton Rocha, para se viabilizar como sucessor de Edivaldo Júnior

O vereador Osmar Filho (PDT) assume na próxima terça-feira, 1º, a presidência da Câmara Municipal de São Luís.

Aos 31 anos, o parlamentar será o mais jovem a assumir o comando do legislativo.

Osmar Filho ficará no comando da Câmara até o final de 2020; este fato o põe, automaticamente, na linha de sucessão do prefeito Edivaldo Júnior (PDT), cuja eleição ocorre em outubro do mesmo ano.

Jovem e articulado, Osmar Filho conseguiu suplantar raposas tradicionais da Câmara Municipal como os colegas Chico Car valho e Isaias Pereirinha (ambos do PSL), que já foram presidente da Casa.

No comando da Câmara, Osmar ganha projeção e se insere naturalmente no debate sobre o nome pedetista que deverá suceder Edivaldo Júnior na prefeitura.

É aguardar e conferir…

0

Eliziane Gama já trabalha no fortalecimento do PPS…

Partido está em processo de fusão com a Rede Sustentabilidade, o que deve fortalecê-lo no Congresso Nacional; no Maranhão, nova legenda – que deve se chamar “Movimento 23” – também passará por reformulações

 

Eliziane trata diretamente com o futuro colega Randolfe Rodrigues sobre a incorporação da Rede pelo PPS

Uma série de reformulações no Maranhão e em Brasília, deverá garantir uma mudança de paradigma no PPS, partido que tem a senadora eleita Eliziane Gama como presidente no Maranhão.

A parlamentar está à frente das discussões para uma espécie de incorporação da Rede Sustentabilidade, o que garantirá aumento no número de senadores do PPS.

Com o nome sugerido de “Movimento 23”, o novo partido deverá se enquadrar como uma legenda de centro no espectro político, com doutrina liberal na economia e progressista nos costumes.

Diante destas perspectivas, o PPS deverá passar por reformulações também no Maranhão – e principalmente em São Luís, já com vistas às eleições de 2020.

Tendo a própria Eliziane Gama como opção para o debate na capital maranhense…

6

Desenho de São Luís 2020 já começa a ser esboçado…

Além do deputado Eduardo Braide, que sai do pleito de 2018 como favorito para a disputa, a eleição na capital maranhense deve ter outros atores, muitos dos quais sequer participaram deste processo encerrado domingo,7

 

Eduardo Braide, Wellington e Yglésio têm disposição para o debate municipal

Não há dúvidas de que o deputado Eduardo Braide (PMN), com seus mais de 131 mil votos em São Luís, inicia o ciclo eleitoral de 2020 como favorito à sucessão do prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

E isto já poderá ser medido nas primeiras pesquisas sobre o pleito.

Mas, além de Braide, outros atores se movimentam para chegar bem em 2020. Alguns deles tiveram participação ativa no processo eleitoral que se findou – como os deputados federais eleitos Bira do Pindaré (PSB) e Pedro Lucas Fernandes (PTB), e os estaduais Wellington do Curso (PSDB), Duarte Júnior (PCdoB), Neto Evangelista (DEM) e Yglésio Moises (PDT).

Neto Evangelista e Pedro Lucas também aparecem cotados para 2020

E há outros atores que sequer tiveram na linha de frente da campanha de 2018.

No governo Flávio Dino, cita-se nos bastidores o nome do secretário de Educação Felipe Camarão (DEM), um dos preferidos do próprio Dino.

Já na gestão de Edivaldo Júnior (PDT) aparece cotado o secretário de Saúde, Lula Fylho, um dos mais próximos do prefeito, e o próprio atual vice, Júlio Pinheiro (PCdoB).

Astro de Ogum atuou fortemente nestas eleições e também figura como opção para 2020

E na lista incluem-se também o presidente da Câmara Municipal, Astro de Ogum (PR), que teve forte atuação nos bastidores da atual campanha, conseguindo favorecer a eleição de todos os seus candidatos.

Faltam ainda exatos dois anos para as eleições municipais, mas é este o esboço do desenho eleitoral hoje.

E nem lista de avaliação poderá ser feita sem incluir estes nomes…

0

Roberto Costa desqualifica José Vieira…

Deputado não descarta concorrer novamente a prefeito de Bacabal, após TSE decidir pela anulação das eleições de 2016, quando o adversário concorreu estando inelegível

 

Costa pode novamente disputar as eleições, mas pode lançar outro nome

O deputado estadual Roberto Costa (MDB) comentou ontem, em entrevista coletiva na Assembleia Legislativa, a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que cassou definitivamente o mandato do prefeito de Bacabal, José Vieira Lins (PP), e determinou a realização de novas eleições na cidade.

Candidato em 2016, Costa disse não acreditar que a eleição suplementar ainda ocorra neste ano, por isso, afirma estar focado em renovar o mandato parlamentar.

“Há uma resolução no TSE de que neste ano as eleições suplementares devem acontecer até o dia 24 de julho. Então, penso que haverá tempo para a eleição em Bacabal ocorrer apenas a partir do ano que vem. Com isso, manteremos nossa candidatura a deputado estadual”, declarou.

O deputado não descartou ser novamente candidato a prefeito, mas incluiu no rol de nomes do MDB para a disputa o vereador Edvan Brandão, atual presidente da Câmara Municipal, que assumirá o comando do município assim que for publicado o acórdão do TSE confirmando a cassação de José Vieira.

3

Rose Sales faz festa para filiação ao PP…

Rose Sales, com membros do PP  lideranças de outras legendas

Rose Sales, com membros do PP lideranças de outras legendas

A vereadora Rose Sales reuniu hoje lideranças de todas as correntes políticas de São Luís no ato de sua filiação ao Partido Progressista.

No ato estiveram presentes lideranças como Pedro Fernandes, do PTB, Adriano Sarney, do PV, e  membros do PRTB, do PTdoB e de várias outras legendas.

Rose Sales precisava demonstrar força política na largada do que pode ser sua provável candidatura a prefeita de São Luís.

O PP, liderado no Maranhão pelo deputado federal Waldir Maranhão acena abertamente com sta possibilidade.

cabe a ela, agora, viabilizar sua aliança…

4

O projeto do PSDB para Luis Fernando…

Luis Fernando com seus novos aliados. Os comunistas o querem em Ribamar; os tucanos, em São Luís

Com filiação oficial prevista para hoje, o ex-prefeito Luis Fernando Silva ainda terá de convencer o PSDB do seu projeto eleitoral para 2016.

O ex-peemedebista quer disputar a eleição em São José de Ribamar, onde tem vitória praticamente assegurada.

Mas os tucanos entendem que ele tem cacife para encarar a disputa na capital maranhense, com os pré-candidatos Edivaldo Júnior (PTC) e Eliziane Gama (PPS).

Para convencer o novo filiado, o PSDB já tomou conhecimento de uma pesquisa – supostamente realizada pelo Instituto Escutec – que aponta Luis Fernando (17%) em condição de empate técnico com Holandinha (20%), e em condições de polarizar com Eliziane (48%).

A filação do ex-prefeito será uma espécie de pontapé inicial para o projeto São Luís.

E o tamanho da festa de hoje definirá o sucesso da empreitada…

0

Famem vai orientar prefeitos sobre regras eleitorais…

O presidente da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem), Júnior Marreca (PV), convida prefeitos, candidatos a prefeito e vereadores para o Seminário Regional Eleitoral, quinta-feira, no Praia Mar Hotel.

O evento, organizado em parceria com o Tribunal Regional Eleitoral e com Ordem dos Advogados do Brasil, vai discutir as normas e o calendário das eleições de 2012.

– Buscamos municiar os prefeitos associados de informações detalhadas sobre como proceder para evitar problemas com a Justiça Eleitoral – explica Marreca.

Marreca: preocupação com a legislação

Além de São Luís, haverá seminários também nos Itapecuru-Mirim (30/03), Imperatriz (11/04), Balsas (13/04), Caxias (18/04), Presidente Dutra (20/04), Santa Inês (25/04) e Pinheiro(27/04).

Uma das preocupações da Femem é orientar os 138 prefeitos que podem disputar as eleições para os riscos de inelegibilidade por descumprimento da legislação eleitoral.

Nosso objetivo é fortalecer o processo democrático e proporcionar ao eleitor a certeza de que o candidato que sair vencedor das urnas representa, efetivamente, o desejo da maioria popular – pregou Marreca.

O seminário conta com cinco palestras em sua programação:
1- Pesquisas Eleitorais, Transferência de Domicílio Eleitoral e Convenções Partidárias (Jurídico da FAMEM);
2- Registro de Candidatura: Desincompatibilização, Condições de Elegibilidade e Inelegibilidade – Lei da Ficha Limpa (Representante do TRE);
3- Propaganda Eleitoral (Advogado da OAB);
4- Condutas Vedadas aos Agentes Públicos (Representante do MPE);
5- Prestação de Contas de Campanha (Técnico do TRE).

4

Depois de perder o comando do PDT, Igor Lago agora defende candidatura própria do partido a prefeito…

Igor Lago: se quer participar, por que não concorre a vereador?

O médico Igor Lago faz de tudo para se manter em evidência na política de São Luís.

Derrotado no PDT em menos de um ano de militância partidária, ele agora defende candidatura própria do partido a prefeito.

É evidente que Lago Filho só quer fazer contraponto à nova direção da legenda, numa espécie de retaliação à forma humilhante como foi defenestrado.

Igor Lago nunca militou no PDT, nunca participou de qualquer debate partidário e nunca participou da vida política do próprio pai.

Mas, em abril do ano passado, achou que deveria receber o PDT de herança, após a morte de Jackson Lago.

Os pedetistas históricos – que estavam com Jackson quando Igor brincava de médico comunista na ilha de Fidel Castro – no início até que aceitaram a brincadeira da herança.

Mas Igor se perdeu na própria incapacidade política, perdendo o comando partidário apenas seis meses depois de recebê-lo.

Apelou para deus-e-o-mundo na tentativa de permanecer, mas não conseguiu.

Agora, insuflado por alguns que não conseguiram espaço na atual direção, quer gerar um fato, defendendo a candidatura propria.

Mas, pelo que se vê nos bastidores do partido, os pedetistas nem dão bola para o esperneio do filho de Jackson…