3

Hospitais e empresas travam batalha de bastidores por lockdown…

Unidades de Saúde privadas querem o bloqueio geral das atividades no Maranhão para evitar o colapso no atendimento das vítimas da CoVID-19, mas o fechamento do comércio é questionado por supermercados e empresas que se declaram essenciais

 

Flávio Dino ainda estuda como decretar o lockdown sem se desgastar com a população e, sobretudo, com empresários de diversos setores da sociedade

A decisão de decretar o fechamento total das atividades comerciais no Maranhão e a proibição da circulação de pessoas – conhecido internacionalmente por lockdown – virou uma guerra de bastidores no governo Flávio Dino (PCdoB).

A decisão do bloqueio geral cabe ao próprio Flávio Dino, mas empresas de saúde e do comércio fazem pressão contra e a favor da medida, apresentando argumentos de lado a lado a secretários e assessores afins do governo.

O maior hospital particular do Maranhão, o São Domingos, encaminhou nota à Secretaria de Saúde pedindo a decretação do lockdown.

Alegando estar no limite da ocupação dos leitos, o HSD justifica a medida extrema como forma de evitar mais contaminação.

– Em razão disso, esse nosocômio sugere ao Governo do Estado do Maranhão a adoção de protocolos de emergência mais restritivos, como por exemplo o ‘lockdown‘ (bloqueio total de circulação de pessoas) – diz documento do hospital protocolado na SES. 

O documento do Hospital São Domingos: lockdown para evitar colapso do atendimento de outros doentes na unidade particular de saúde

O blog Marco Aurélio D’Eça apurou que empresas do setor supermercadista – encabeçadas pelo Grupo Mateus – e segmentos da construção e da indústria, também já encaminharam ofícios e expedientes à Secretaria de Indústria e Comércio e à Secretaria de Fazenda, fazendo pressão contra o lockdown.

O argumento principal é a queda na arrecadação de impostos e a inviabilidade da vida familiar com a falta de alimentos nas casas.

– A população vende o almoço para tentar a janta e você quer que morram de fome?!? Os Ricos e funcionários públicos podem se abastecer por um mês! E os pobres que são maioria nesse estado do pior IDH do Brasil? – reclamou um dos empresários, em conversa dura com o titular deste blog, que apoia o lockdown.

As mesmas conversas, segundo apurou o blog, foram tidas com auxiliares de Flávio Dino e com o próprio governador.

 

O duro ataque do homem que se disse empresário ao titular do blog; revolta com ameaça de fechamento de todas as atividades

Para decretar o bloqueio geral, Flávio Dino analisa a eficácia da medida, diante da dificuldade de fiscalização do seu cumprimento. (Entenda aqui)

A decisão pode sair até o próximo final de semana, quando encerra a validade de alguns dos decretos governamentais…

2

Motorista exibe caos na BR-135 e afirma: “com Roseana e Lula não era assim”

Situação da estrada em Miranda do Norte é mostrada em vídeo por cidadão que enfrenta lama e abandono, critica duramente o presidente Jair Bolsonaro e o governador Flávio Dino e afirma nunca ter visto coisa parecida em 40 anos

 

O lamaçal tomou conta da BR-135 menos de três meses depois após intervenção do DNIT

Um morador da cidade de Miranda do Norte divulgou nesta quinta-feira, 23, vídeo em que desabafa pela situação da BR-135, no trecho que corta o município.

A filmagem mostra lama e atoleiro na rodovia, com caminhões tendo dificuldades para atravessar. O homem faz duras críticas ao presidente Jair Bolsonaro e ao governador Flávio Dino (PCdoB).

– Este Malsonaro (sic), uma praga ruim dessas veio para o país para acabar, e ainda fala do Maranhão. E este governador do Maranhão, isso é outro – desabafou o cidadão. (Veja vídeo abaixo)

Trecho destruído da BR-135 em Miranda do Norte tem sido recorrente e irrita motoristas 

Não é a primeira vez em 2020 que motoristas exibem imagens com a situação das rodovias maranhenses.

Em fevereiro, outro motorista divulgou vídeo no mesmo trecho, mostrando a condição da estrada menos de um mês depois de ter sido asfaltada pelo DNIT. (Relembre aqui)

Passados mais de dois meses, o novo vídeo mostra que nada foi feito, nem pelo DNIT e muito menos pelos órgãos de infraestrutura maranhenses.

Desta vez, diante das chuvas, a situação ficou ainda pior, mas o morador de Miranda garante que a situação nunca esteve tão ruim quanto agora, nos governos Bolsonaro e Flávio Dino.

– No tempo de Lula e de Roseana não acontecia uma coisa dessas. estou com 40 anos que ando nesta BR e nunca tinha visto uma coisa dessas acontecer. Agora tá aí, a estrada não presta – criticou o homem, revoltado.

E o silêncio impera no DNIT maranhense… 

0

População de Imperatriz se revolta com omissão do governo Flávio Dino…

Auxiliar do governador vai às redes sociais para anunciar obras em São Luís e recebe uma enxurrada de criticas de imperatrizenses que cobram atenção ao município e o fim da rixa com o prefeito Assis Ramos

 

A POSTAGEM DE CLAYTON NOLETO QUE GEROU AS CRÍTICAS DA POPULAÇÃO DE IMPERATRIZ e mostrou revolta com o governo Flávio Dino

O governador Flávio Dino (PCdoB) acabou sendo alvo de uma série de críticas nas redes sociais, nesta segunda-feira,22.

Tudo começou com uma postagem do seu secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto.

Ao mostrar uma obra de tapa buracos em São Luís – no mesmo período em que Dino demonstrou desprezo pela cidade de Imperatriz – Flávio Dino demonstrou retaliação ao prefeito Assis Ramos.

Uma das primeiras críticas foi a de um internauta, que comparou: “dois pesos  duas medidas. O que vale para São Luís não vale para Imperatriz”.

Em seguida, diversos outros imperatrizenses se manifestaram – às centenas – sempre com críticas ao governador.

Veja abaixo os prints das críticas de Imperatriz a Flávio Dino:

 

1

Reação comunista raivosa à candidatura de Roseana repercute em Brasília..

Deputado federal Hildo Rocha fez discurso exaltando a notícia que causou pânico no governo Flávio Dino desde o início da semana

 

A reação dos comunistas à confirmação da pré-candidatura de Roseana Sarney causou pânico no governo estadual fez aumentar as suspeitas de que a larga vantagem nas intenções de votos do governador Flávio Dino, contidas nas pesquisas divulgadas recentemente, não passam de fantasias.

“Flávio Dino está fazendo um governo fracassado. A segurança está péssima; a educação não melhora e a saúde pública piora a cada dia. Por isso, Roseana resolveu atender ao apelo do povo maranhense, do seu grupo político, dos seus amigos e vai, mais uma vez, governar o Estado do Maranhão, a partir de 2019”, enfatizou o parlamentar, na tribuna da Câmara.

“Day after”

A confirmação da pré-candidatura de Roseana Sarney causou grande impacto no meio político, especialmente no terreiro comunista. Imediatamente foi iniciada uma campanha de difamação composta por disseminação de notícias falsas (fake news); xingamentos, e deturpação da história.

A questão que fica no ar: “quem está com 60% de intenções de votos precisa usar artifícios rasteiros e criminosos para se manter na preferência do eleitorado?”

Não seria a reação raivosa um forte indício de que o atual ocupante do palácio dos Leões sabe que o eleitorado espera ansiosamente a hora de tirá-lo do poder, devolvendo ao Maranhão as condições adequadas para que o Estado volte a crescer, se desenvolver e ter um povo feliz?

31

Bandido ainda sorriu na reconstituição do caso Décio…

Marginal sorri ao falar do crime à polícia (imagem: Flora Dolores/O EstadoMaranhão

O assassino Jhonatan Sousa Silva, matador confesso do jornalista Décio Sá, participou hoje à tarde da primeira etapa da reconstituição do crime, em frente ao Sistema Mirante.

E sorriu pelo menos três vezes.

Frio, o criminoso contou os detalhes da tocaia que armou para Décio como se falasse com um dos comparsas em uma mesa de bar.

Ele chegou ao local por volta das 16 horas do dia 23 de abril.

Estacionou a moto – vermelha com detalhes preta, a mesma usada na reconstituição  – de forma perdendicular à avenida Ana Jansén.

Bandido conversa com policial que faz papel de transeunte (imagem: Ingrid Assis/Imirante.com

Ficou esperando alguns minutos, desdeu da moto e conversou com flanelinhas e transeuntes, em busca de informações sobre a chegada do jornalista.

Décio chegou à Mirante por volta das 19h. Ao saber que ele só deixaria à empresa por volta das 22h, decidiu passar o tempo em um quiosque na Ponta D’Areia.

O bandido contou tudo sem esboçar o mínimo sinal de remorso. Ao ouvir instruções dos policiais, ainda sorriu, pelo menos três vezes.

A segunda etapa da reconstituição na porta da Mirante deve ocorrer por volta das 21 h.

Depois, o trabalho continuará na Litorânea, onde o jornalista foi assassinado…

Post alterado às 19h para mudança de imagens