0

Frentes de serviços da prefeitura recuperam estradas vicinais, ruas e avenidas

Frentes de serviços da Prefeitura de Imperatriz, realizada por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Sinfra, recuperaram nesta semana estradas vicinais dos povoados São José da Matança, situado à margem da MA-386, a “Estrada do Arroz”, facilitando o acesso de veículos dos pequenos produtores rurais da localidade. A melhoria é resultado do cronograma de ações viabilizado pela gestão do prefeito Assis Ramos.

Também foram realizados serviços de terraplanagem com piçarramento em pontos críticos da estrada do povoado Cacauzinho, via de acesso a diversas propriedades rurais e de interligação aos municípios de Davinópolis e João Lisboa.

O coordenador de Obras da Sinfra, Joselito Sultepa, assinalou que foram utilizadas duas máquinas patrol (motoniveladora) para agilizar os trabalhos de recuperação da vicinal utilizada como rota de transporte público da comunidade do povoado Cacauzinho. Meta é deixar a estrada em condições de tráfego de veículos leves e pesados, garantindo o escoamento de produtos agrícolas e da bacia leiteira.

“Temos concentrados esforços para melhorar as estradas vicinais, pois essa é uma determinação do prefeito Assis Ramos que visa assegurar o tráfego de veículos nas localidades da zona rural do município”, frisou.

Tapa-buracos

A Prefeitura de Imperatriz dinamizou também nesta semana serviços de tapa-buracos com frentes que atuam na recuperação do pavimento asfáltico da Rua Dom Pedro I, entre as ruas Tamandaré e Henrique Dias, Bacuri; também trabalha na recuperação da Rua Coriolano Milhomem, entre as ruas Henrique Dias e José Bonifácio, Bacuri.

Equipe realizou ainda nesta semana tapa-buracos na Rua Henrique Dias, entre as ruas Leôncio Pires Dourado e Coriolano Milhomem, Bacuri; recuperou também as vias marginais da BR-010, principalmente na altura da rodoviária de Imperatriz, Jardim São Luís. Foi realizada ainda a recuperação da malha asfáltica da Avenida Jacob, interligando a BR-010 a Avenida Pedro Neiva,.

Rede de drenagens

O secretário de Infraestrutura, Zigomar Filho, enfatiza ainda que equipes trabalham na recuperação das redes de drenagens que foram danificadas por causa das fortes chuvas do mês passado.

Quatro equipes atuaram simultaneamente para recuperar galerias da Rua Monte Castelo, esquina com a Rua Piauí, Bacuri; Rua Cel. Manoel Bandeira, cruzamento com a Rua São Paulo, Centro; e nas construção de passagens molhadas das avenidas Imperatriz, no Conjunto Planalto, e Avenida Itaipu, no Parque Santa Lúcia.

“Quase pronta para ser liberada, estamos fazendo apenas a limpeza das alças de aproximação da ponte da Rua Padre Cícero, no Santa Rita. Meta é liberá-la para o tráfego de veículos na próxima semana”, destacou ele.

Parque Alvorada I

Frente de serviços também atua na construção de rede de drenagem profunda na Avenida Circular Atlântico Sul, incluindo serviços de terraplanagem com piçarramento compacto para resolver o problema de acesso de veículos ao Parque Alvorada I, um dos bairros mais devastado pelas fortes chuvas.

“Temos concentrado esforços para viabilizar a recuperação das ruas do bairro (Parque Alvorada I) que, nesta etapa, receberá 11 km de piçarramento. Serviços estão sendo realizados com recursos do Tesouro Municipal”, concluiu.

0

Imperatriz: Frentes de serviço chegam aos bairros Nova Imperatriz e Bacuri

Frentes de serviço da operação tapa-buracos avançam na Rua Rio Grande do Norte, entre a Avenida Bernardo Sayão e a Rua João Lisboa, Centro. Medida visa reduzir os impactos causados pelas fortes chuvas e dinamizar a infraestrutura viária das principais ruas e avenidas dos bairros de Imperatriz.

O secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Zigomar Filho, assinala que a determinação do prefeito Assis Ramos é agilizar o trabalho de tapa-buracos, logo após cessar o período chuvoso, para melhorar a malha viária das vias utilizadas como corredores de trânsito na cidade.

“Temos iniciado o serviço de terraplanagem da Rua Coriolano Milhomem, preparando a base e a sub-base para, posteriormente, receber a pavimentação asfáltica, danificada pelas chuvas do começo do mês”, reitera.

Ele informou ainda que equipes de tapa-buracos trabalham na recuperação da malha asfáltica da Rua Godofredo Viana, entre a Rua João Pessoa e Avenida Getúlio Vargas, Bacuri.

“É intenso o fluxo de veículos nesta via que recebe a frente de trabalho de tapa-buracos, contribuindo para melhoria da trafegabilidade”, frisa.

Zigomar Filho também ressaltou que começou nesta segunda-feira, 15, os serviços de preparação das ferragens na lateral da ponte da Rua Padre Cícero, cruzamento com a Avenida Newton Belo, que recentemente recebeu vigas de concreto sobre o riacho Capivara.

“Já estamos em fase de conclusão à laje de aproximação, a construção dos guardas-corpo e o revestimento para liberar para o tráfego de veículos”, concluiu.

6

Quatro projetos esquecidos por Flávio Dino que modernizariam São Luís…

Construção de pontes, novas alças de viadutos e intersecções entre a avenida Quarto Centenário e Via Expressa garantiriam mobilidade na capital pelos próximos 50 anos, mas o comunista prefere apenas tapa-buraco

 

Sem projetos de longo prazo, Flávio Dino se deslumbra com ações de tapa buraco, eleitoreiras e paliativas

Entre os projetos deixados pela ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) – com recursos de R$ 2 bilhões já garantidos pelo BNDES – estão obras que modernizariam São Luís pelos próximos 50 anos.

Este tempo de garantia à mobilidade urbana foi dado pelo atual prefeito de São José Ribamar, Luis Fernando Silva (PSDB), que apresentou o projeto ainda em 2013. (Relembre aqui)

Hoje aliado do governo Flávio Dino (PCdoB) – que preferiu engavetar os projetos – Luis Fernando prefere silenciar sobre o tema.

Mas eram obras fundamentais para  São Luís:

Nova alça impediria problemas assim na Cohab

1 – Novas alças nos viadutos da Cohama e Cohab:

Essas obras modernizariam os viadutos – também construídos por Roseana – desafogando o trânsito e garantindo uma sobrevida aos equipamentos urbanos por pelo menos mais 30 anos.

O projeto já estava todo concluído e à disposição na Secretaria de Infraestrutura.

Flávio Dino preferiu fazer tapa buracos.

Via Expressa melhor, ligada a Quarto Centenário

2 – Ponte ligando a avenida Quarto Centenário à Via Expressa:

A duas avenidas – também construídas por Roseana – hoje são consideradas pelo próprio governo comunista como essenciais para a fluidez do trânsito.

E garantiriam ainda mais mobilidade ao se unir através das intersecções.

Mas Flávio Dino prefere fazer tapa-buracos.

Uma das pontes surgiria neste trecho

3 – Duas novas pontes paralelas à ponte José Sarney:

Projetos sonhados pela ex-governadora Roseana Sarney desde o seu primeiro mandato, as novas pontes sobre o rio Anil aumentariam as opções de trânsito na capital, de forma fluída, por mais 50 anos.

A afirmação de tempo é do neo-aliado do próprio Flávio Dino, Luis Fernando Silva.

Mas o comunista que governa o Maranhão prefere apenas tapar buracos.

A ponte da Quarto Centenário completaria o essencial projeto

4 – Ponte sobre a avenida Quarto Centenário:

Obra do projeto do Anel Metropolitano, a ponte da avenida construída pela ex-governadora é a cereja do bolo do complexo que inclui a Via Expressa e a Luiz Eduardo Magalhães.

Era assim a São Luís pensada por Roseana Sarney.

Mas com os R$ 2 bilhões deixados por ela, Flávio Dino  prefere apenas fazer obras de tapa-buracos.

Por que é apenas assim a São Luís pensada pelos comunistas…

13

De Roseana a Edivaldo: São Luís em 18 anos…

Com orçamento praticamente idêntico ao que o prefeito teve em 2016, Roseana implementou, em 1998, o maior programa de obras na capital maranhense, que até hoje serve de referência nos setores de urbanismo e mobilidade urbana

 

lagoa da Jansé, um dos cartões postais construídos por Roseana em São Luís

lagoa da Jansén, um dos cartões postais construídos por Roseana em São Luís

Em 1998, a então governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB) gerenciou orçamento de R$ 2,6 bilhões no exercício fiscal do Maranhão.

Com estes recursos, ela fez, só em São Luís, a lagoa da Jansén, as avenidas Ferreira Gular e Luiz Eduardo Magalhães, os viadutos da Cohama e da Cohab, a duplicação das avenidas Guajajaras e Estrada de Ribamar; a duplicação da estrada do Araçagy e uma série de praças chamadas “Vivas”. (Saiba mais aqui)

Em 2016, Edivaldo Júnioor (PDT) administrou orçamento maior que o de Roseana, na casa dos R$ 2,7 bilhões.

E em 2017, ele terá ainda mais, algo em torno de R$ 3 bilhões, segundo estimativa do vereador pedetista Ivaldo Rodrigues.

AQs obras de tapa-buracos e recapemaneto asfáltico marcaram a gestão de Edivaldo na mesma São Luís

AQs obras de tapa-buracos e recapemaneto asfáltico marcaram a gestão de Edivaldo na mesma São Luís

Não há, na gestão Edivaldo – que comanda apenas São Luís – nenhuma obra que se compare ao governo Roseana, que era de todo o Maranhão.

Edivaldo precisa mudar o seu patamar administrativo em 2017.

Simples assim…

1

Edenconsil larga obra por fazer no Calhau…

Empresa que presta serviços para o governo Flávio Dino nas parcerias coma  prefeitura primeiro fez mal feita a avenida São Bento, por trás do Shopping do Automóvel; depois, jogou barro vermelho na rua já asfaltada e largou tudo já há mais de 15 dias

 

 

O barro vermelho está jogado na lateral da pista há mais de 15 dias; e via continua cortando

O barro vermelho está jogado na lateral da pista há mais de 15 dias; e via continua cortando

Recebendo milhões da parceria Governo Flávio Dino (PCdoB) em São Luís, a construtora Edeconsil tem se especializado em obras que duram apenas dois meses.

Um exemplo a via da imagem acima, no Calhau – a avenida São Bento, paralela à Avenida dos Holandeses e que serviria de ligação entre a Holandeses e a Daniel de Latoucue, no Cohajap .

A obras desta avenida não durou sequer dois meses.

Em dezembro, a empresa resolveu asfaltar a avenida, por meio do programa “Interbairros”. Mas a obra parece ter sido feita sem qualquer planejamento, resultando em esfarelamento do asfalto apenas alguns dias após sua pavimentação.

Com poucas semanas, em fevereiro, o asfalto já havia virado lama na Avenida São Bento

Com poucas semanas, em fevereiro, o asfalto já havia virado lama na Avenida São Bento

O desperdício da obra foi, inclusive, noticiada neste no post Obra do Interbairros no Barramar só durou dois meses…

Após a denúncia do blog, a empresa até que voltou, aparentemente para tentar corrigir as infiltrações que resultaram no desmanche da pavimentação.

Mas apenas jogou barro vermelho nas laterais da pista fofa e desapareceu de novo.

As carradas de barro estão há mais de 15 dias no local, atrapalhando o trânsito e sem qualquer utilidade prática.

E causa ainda mais transtorno em dias de chuva, quando é espalhado pelas sarjetas.

É a típica obra da parceria que o governo oferece na capital maranhense…

4

Vídeo do dia: Weverton Rocha faz apelo por BR-135…

O deputado federal Weverton Rocha (PDT), em pronunciamento no Plenário da Câmara, fez um apelo à presidente Dilma Rousseff, e ao ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, solicitando a recuperação, em caráter de urgência, da BR-135, no trecho entre São Luís e Bacabeira. Preocupado com as péssimas condições da BR-135, o deputado ressaltou que a rodovia é a única ligação rodoviária de São Luís com as demais cidades do estado e do Brasil

2

Após pressão, DNIT começa a tapar buracos na BR-135…

Órgão estima conclusão da obra em 60 dias, mas alerta que as questões climáticas pode atrasar o cronograma; release nada fala, no entanto, sobre continuidade da duplicação, paralisada em 2015

 

Equipes do DNIT: trabalho só após tragédia

Equipes do DNIT: trabalho só após tragédia

Após forte pressão da bancada federal maranhense, o DNIT iniciou esta semana a recuperação do km 15 da rodovia, no sentido interior/capital.

Foi neste trecho que bandidos atiraram e mataram a professora Ana Duarte, na madrugada de sábado, após ela ter que reduzir a velocidade para enfrentar a buraqueira.

O órgão do Governo Federal também vai fazer limpeza limpeza dos dispositivos de drenagem para melhorar o escoamento das águas.

A estimativa do DNIT é que, até o dia 15 de abril oito frentes de trabalho estejam atuando desde o aeroporto, na entrada de São Luís, até o município de Santa Rita.

O release do departamento, divulgado nesta quinta-feira, 31, no entanto, nada diz sobre a continuidade da obra de duplicação da rodovia, paralisada desde o início do ano passado.

Com informações e imagens da Ascom/DNIT
11

Robert Lobato acerta em cheio…

Blogueiro mostra que a fixação do prefeito Edivaldo Júnior por comemorar recapeamento asfáltico em pleno Século XXI é uma prova de que a prefeitura, na gestão do pedetista, parou no tempo

 

Na gestão Edivaldo é assim: a saúde vai mal; a educação está capenga; a infraestrutura é sofrível; o transporte público é lastimável; a mobilidade urbana inexiste; o planejamento é de faz de conta, a urbanização é precária etc, etc, etc. Em síntese: não existe gestão.

Mas os releases oficiais são disparados com um raio comemorando mais 300 km de ruas asfaltadas…

Continue lendo aqui…

18

Vereador aliado de Castelo visita rua esburacada na Cohama e promete “esforço para recuperá-la”…

Ao lado do titular do blog, Batista observa dificuldade do trânsito sem asfalto...

A convite do titular deste blog, o suplente de vereador João Batista Matos (PPS) esteve hoje pela manhã no residencial São

...A dimensão do estrago

Domingos I, na Cohama, para ver de perto a situação da Rua Projetada – travessa que separa o conjunto do residencial Manoel Beckman.

Há anos sem nenhum tipo de recuperação, a rua está completamente esburacada, e só não está em pior estado por causa do período de chuvas menos rigoroso este ano.

– De fato, a rua está estragada. É preciso um serviço de recuperação urgente – reconheceu o vereador, que compõe a base de apoio do prefeito João Castelo (PSDB).

A via liga uma das principais avenidas da região da Cohama

A Secretaria de Obras realiza periodicamente serviços de tapa-buracos na região. Semana passada reasfaltou o trecho da Rua Capitão Pontes de Melo, no residencial Esperança, destruído por um esgoto estourado.

Mas a prefeitura nunca inclui a via no programa de obras, mesmo estando a poucos metros dos trechos contemplados.

Além de Batista Matos, o titular do blog convidou técnicos da Secretaria de Obras, que analisaram a situação e prometeram voltar com as  providências de recuperação.

E o blog continuará vigilante…

5

Esgoto do Residencial Esperança: agora é com a prefeitura…

Esgoto no Esperança: Caema fe o serviço, mas a rua continua intrafegável

A Caema já resolveu o problema do esgoto a céu aberto, que interditava a Rua Capitão José Pontes de Melo, no Residencial Esperança, na Cohama.

Mas a rua, por onde passa o ônibus que serve a região, continua interditada por entulhos e restos de obras.

Como sempre faz, a Caema deixa tudo jogado ao léu – tampas de concreto velhas, barro e lama espalhados pela avenida, o que deixa a rua ainda interditada para tráfego de veículos.

Rua Projetada, no São Domingos I, em foto de um ano atrás: agora está pior...

Agora é a vez da prefeitura de São Luís, que ignora não só o Esperança, como São Domingos I e II, Araras, Manoel Beckman e todos os conjuntos da região.

A Travessa Projetada, por exemplo – que liga o Manoel Beckmam ao São Domingos I, está toda esburacada há mais de dois anos.

Inúmeras já foram as solicitações dos moradores aos vereadores Ivaldo Rodrigues (PDT) e Batista Matos (PPS), ambos ligados ao prefeito João Castelo (PSDB). E nada.

O deputado Stênio Rezende (PMDB) encaminhou Indicação ao prefeito, semana passada, solicitando uma operação tapa-buracos na região.

Até agora, nenhuma movimentação da prefeitura foi registrada na área…