2

Atitude estudantil de Flávio Dino repercute na Câmara Federal…

O deputado Vitor Valim (PSDB-CE) criticou ontem, em discurso na Câmara Federal, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), usando praticamente os mesmos argumentos deste blog, ao chamar o comunista de “militante político”. “Esse governador deveria usar a voz para não admitir golpe na Petrobras, nos Fundos de Pensão, contra as viúvas, contra o Seguro Defeso”, disse o parlamentar, que reafirmou: “não vou admitir governador militante”. Veja o vídeo:

2

Quem são os sócios da agiotagem?!?

agiotas

Por Robert Lobato

Há dois tipos de agiotagem no Maranhão: a privada e a pública.

A agiotagem privada é aquela em que leva determinada pessoa com dificuldades financeiras a procurar um “empréstimo” com terceiros tendo, quase sempre, de deixar uma “garantia real” penhorada que pode ser um carro, terreno, casa ou outro bem qualquer.

Essa atividade já enriqueceu muitos espertos em São Luis, inclusive gente importante que posa de empresário bem sucedido, assim como já liquidou com muitos otários que perderam até as cuecas por conta dessas tenebrosas transações.

Já a agiotagem pública envolve dinheiro dos cofres do erário, principalmente oriundo de pobres prefeituras do interior do Maranhão.

Ao contrário da agiotagem privada, onde a “garantia real” são bens privados, na agiotagem pública a tal “garantia real” é merenda escolar, o posto de saúde, a praça da cidade, o calçamentos das ruas, o asfaltamento das estradas para os povoados etc.

Aliás, a própria cidadania local é a “garantia real” que alguns prefeitos dão à bandidagem. Continue lendo aqui…

2

Clima é de tensão no Festival de Rock em São Luís…

Roqueiros aguardam início de show, em imagem do primeiro dia do MOA

Policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar estão neste momento tentando garantir a segurança no Parque Independência.

O público ameaça quebrar tudo se os shows do Metal Open Air não começarem até o final da tarde – a previsão inicial era de abertura à 14 horas.

Um dos palcos já foi desativado.

A Negri Produções, sócia da Lamparina Produções, tenta manter pelo menos um palco funcionando para apresentação das bandas de hoje.

Mas o clima é de tensão…

6

Alessandro Martins pode ter feito escola no Maranhão…

Localiza mantém pontos como este mem São Luís

O deputado Raimundo Cutrim denunciou hoje na tribuna da Assembléia Legislativa o que pode ser a repetição do golpe usado pelo ex-dono da Euromar, Alessandro Martins.

De acordo com o parlamentar, locadoras de veículos estão se utilizando dos benefícios que detém por comprar carros em grande quantidade, para revender estes veículos pouco tempo depois, sem repassar os descontos que ganham das locadoras.

Cutrim citou nominalmente a Localiza, uma das que mais anunciam venda de automóveis “semi-novos”.

– As aquisições são para o ativo da empresa. Por força do convênio, 64 delas são obrigadas a manter os veículos em seu poder por um ano e somente após este período se desfazer do bem. Ocorre que, na prática, vemos que as locadoras estão abrindo lojas de vendas de carros usados, o que parece ter se transformado em seu negócio principal – denuncia o parlamentar.

Os descontos oferecidos pelas montadoras aos frotistas variam de 14% a 30%.

Alessandro Martins: golpe e falência

Em 2009, o ex-empresário Alessandro Martins – então dono da bandeira Volkswagen no Maranhão – valeu-se do expediente para lesar as montadoras, enganar consumidores e sonegar impostos no Maranhão.

Martins comprava carros em nome de locadoras, com grandes descontos, e os revendia ao consumidor comum. O atrativo era o preço, menor que o de tabela, mas o problema era que os carros não poderiam ser emplacados, uma vez que as notas fiscais estavam em nome das locadoras.

Descoberto pela promotora de Defesa do Consumidor, Lítia Cavalcanti, após denúncias dos próprios donos de locadoras, o esquema levou à derrocada de Alessandro Martins, que foi preso, teve que pagar uma fortuna em impostos e perdeu a bandeira da Volks.

No caso da Localiza, Cutrim questionou o fato de a empresa manter endereços de venda de veículos diferentes dos anunciados na Internet para aluguel de carros. Todos os carros vendidos têm placas de outros estados.

– As lojas tem inscrição estadual para venda de veículos? E o Alvará? Essas lojas emitem notas fiscais, ou fazem as transferências apenas com o DUT? Os veículos para locação permanecem por um ano na empresa? – perguntou o parlamentar.

Sem dúvida, assunto que vai dar o que falar nas próximas semanas…

50

Desfez-se um complô…

Bia, de volta a Paço do Lumiar

Este blog tem denunciado ao longo dos anos uma tentativa não só de desestabilizar, mas de tomar mesmo o comando de Paço do Lumiar da prefeita Bia Venâncio (PDT).

E a decisão do “Pauta Zero” – errada e sem sentido, como demonstrou o desembargador Paulo Velten – também tinha esta intenção.

Bia vem sofrendo sistematica perseguição de “sócios do poder” em todas as instâncias e setores da sociedade. Gente que se movimenta às claras ou às escondidas para tomar o cargo que o povo lhe deu.

Este blog não discute eventuais problemas da admistração de Bia Venâncio. Mas, se querem tirá-la da prefeitura, que aguardem as eleições e tentem convencer o povo de Paço do Lumiar a não reelegê-la.

Usar tribunais, polícia, Justiça e até a imprensa para defenestrá-la é golpe.

E todo golpe é covarde e criminoso.

Felizmente, para a democracia, desfez-se o complô…

5

Helena Duailibe: “rancor e raiva” influenciam tentativa de golpe no PSB

A vice-prefeita de São Luís, Helena Duailibe, reagiu indignada  à informação de que o grupo ligado ao ex-governador José Reinaldo Tavares estaria tentando afastá-la do comando do PSB municipal.

– Esse pessoal precisa deixar de fazer política com rancor e raiva – declarou a vice-prefeita, segundo o blog de Matias Marinho.

Hoje pela manhã, em conversa com jornalistas, o deputado Marcelo Tavares, presidente da Assembléia Legislativa, informou que o mandato de Helena no diretório de São Luís havia cadudaco e que o grupo da qual faz parte teria “ampla maioria” para comandar o diretório.

De acordo com Helena Duailibe, seu mandato só termina em abril do ano que vem.

Para ela, a movimentação do grupo reinaldista é motivada por ciúme do deputado Ribamar Alves, hoje o principal nome da legenda em âmbito nacional.