2

Jeisael aponta candidatura a prefeito como motivo de sua demissão na Difusora..

Apresentador foi comunicado nesta terça-feira, 7, de sua saída do programa Hora D, que seria incompatível com a condição de pré-candidato a prefeito de São Luís

 

JEISAEL EM POSE NO CENÁRIO DO PROGRAMA NA HORA D; demissão que pode ter sido causada por interesse eleitoral

O jornalista Jeisael Marx foi surpreendido nesta terça-feira, 7, com um comunicado de demissão da TV Difusora, onde apresentada o programa “Na Hoda D”, uma das maiores audiências da emissora.

Marx atribui sua saída ao fato de ser pré-candidato a prefeito de São Luís, alegação que, segundo ele, foi usada pelo próprio diretor de Conteúdo, Estevam Damásio.

– Ele disse que era incompatível a minha condição de pré-candidato a prefeito com a de apresentador do programa – afirmou o jornalista, em conversa exclusiva com o blog Marco Aurélio D’Eça.

Jeisael começou a se movimentar como opção ao prefeito Edivaldo Júnior (PDT) logo no início do ano. E seu nome ganhou forte repercussão na mídia. (Relembre aqui)

No final de semana, este blog teve acesso a uma pesquisa qualitativa que avaliou o perfil de todos os pré-candidatos a prefeito. Essa pesquisa teria influenciado, inclusive, à exoneração de Karen Barros – aliada do deputado Duarte Júnior (PCdoB) – do comando do Procon-MA. (Entenda aqui)

Jeisael Marx também está avaliado no levantamento, feito por um grupo de Minas Gerais.

E certamente a demissão visa tirá-lo do caminho…

5

Jeisael Marx: o outsider de 2020 em São Luís?!?

Comunicador com forte presença nas redes sociais trabalha para ser candidato a prefeito, numa alternativa fora do ambiente político profissional e apostando na experiência de gestão

 

JEISAEL MARX: EXPERIÊNCIA DE GESTÃO, JORNALISTA POPULAR E CONHECIMENTO DAS COMUNIDADES na disputa pela prefeitura

O jornalista Jeisael Marx, apresentador da TV Difusora pretende mesmo disputar a Prefeitura de São Luís nas eleições de 2020.

Em conversa com o titular do blog Marco Aurélio D’Eça, na manhã desta terça-feira, 12, na Assembleia Legislativa, ele mostrou um pouco do que pretende como candidato.

– É chegado o momento de nós, comunicadores, sempre capazes de dar voz a vários outros, começar a falar por nós mesmos e mostrar do que somos capazes – disse.

Com forte presença nas redes sociais – e com forte penetração também nas comunidades de São Luís – Jeisael Marx pretende mostrar em campanha também sua experiência de gestão.

– As pessoas veem o Jeisael Marx apenas como jornalista, comunicador; mas é preciso ressaltar que minha primeira formação foi justamente na área de gestão. E com essa bagagem é que venho construindo ao longo dos anos um compêndio de projetos que acredito viáveis para São Luís – contou.

Ainda sem definição de partido para a disputa de 2020, o jornalista diz que quer discutir a cidade de forma pragmática, sem devaneios administrativos ou propostas ilusórias.

– Pretendo fugir dessas firulas de apresentar coisas que a cidade não necessita. Não adianta, por exemplo, falar-se de ciclovias quando, nos bairros, as pessoas sequer têm asfalto para passear em suas bicicletas. Não se pode querer dar filé mignon e caviar quando falta até o feijão e arroz – pregou.

Espécie de outsider da disputa – uma vez que chega sem a chancela tradicional de grupos políticos ou de partidos já estabelecidos – Jeisael quer discutir São Luís de forma independente, “sem críticas a pessoas, mas aos problemas que podem ser resolvidos”.

– Sei que posso discutir com a população situações reais de cada comunidade; e buscar soluções viáveis, sem firulas como promessa – disse.

Jeisael Marx tem até abril de 2020 para decidir-se por um partido político…