2

Horário eleitoral passa a ser trunfo para alterar números em São Luís…

Rigorosamente estabilizada em termos de preferência do eleitorado, a campanha pela prefeitura pode sofrer alterações a partir desta sexta-feira, quando os candidatos passam a ocupar a propaganda gratuita no rádio e na TV

 

A propaganda é, a partir de hoje, único fator capaz de alterar o cenário estável da disputa pela Prefeitura de São Luís

As quatro últimas pesquisas divulgadas ao longo dos últimos 12 dias – Ibope, Prever, Econométrica e Escutec – mostraram um cenário de rigorosa estabilização nos índices eleitorais dos candidatos a prefeito de São Luís.

O cenário atual tem o deputado federal Eduardo Braide com uma média de 43% das intenções de votos, próximo de vencer em primeiro turno, e os deputados estaduais Duarte Júnior (Republicanos) e Neto Evangelista (DEM), tentando levar o pleito para uma segunda rodada, com índices médios de 14% e 10%, respectivamente.

Todos os institutos encontraram este mesmo cenário de estabilização, o que só deve ser alterado a partir desta sexta-feira, 9, com o início da propaganda eleitoral no rádio e na TV.

Um bom programa eleitoral pode levar um candidato a subir nas intenções de votos ou levar um favorito ao buraco em questões de dias.

Exemplo disto foi a hoje senadora Eliziane Gama (Cidadania), que, em 2016, chegou ao horário eleitoral com cerca de 60% das intenções de votos e se perdeu em apenas dois programas equivocados – amargando o quarto lugar ao fim da campanha.

É pela importância do horário eleitoral que a propaganda gera expectativa nos observadores da cena política.

E nesse ponto, um grande tempo de TV nem sempre é fator positivo para um candidato; o exemplo de Braide em 2016 ainda está na memória: ele sequer participava da propaganda, mas chegou ao segundo turno.

É a partir de hoje, portanto, que a campanha pela prefeitura passa a estar mais presente na casa do eleitor de São Luís.

E isso tem poder suficiente para mudar cenários…

0

Graça Paz destaca “trajetória de campeão de votos” de Roberto Rocha…

Em discurso na tribuna da Assembleia Legislativa, deputada ressalta história de vitória do senador maranhense em sucessivas eleições e relembra ser ele filho de uma das lendas da política maranhense, o ex-governador Luiz Rocha

 

CAMPEÃO DE VOTOS. Graça Paz pôs os pingos nos is da trajetória política de Roberto Rocha

A deputada Graça Paz (PSL) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa nesta terça-feira, 24, para fazer um apanhado histórico da trajetória política do senador Roberto Rocha (PSDB).

Lembrando ser o tucano filho do lendário ex-governador Luiz Rocha, a deputada destacou sua trajetória de vitórias, como deputado estadual, federal e senador da República.

– O Roberto tem uma trajetória política muito bonita. Ainda muito jovem elegeu-se deputado estadual, sendo o mais jovem eleito naquela legislatura. Em seguida assumiu mandato federal, em 1995, um segundo mandato, em 99, e novamente deputado federal em 2007. Em um dos seus mandatos, foi o federal mais votado da história do Maranhão, recorde nunca superado até hoje – destacou a parlamentar, numa resposta à afirmação do colega Othelino Neto (PCdoB), que apontou o senador como “alérgico a votos”.

– Imagine se todos os políticos do Maranhão tivessem alergia a votos como tem o Roberto. Foi uma afirmação equivocada. O Roberto Rocha é, na verdade, um grande campeão de votos – ressaltou Graça Paz.

4

Flávio Dino fazendo a lição de casa…

Enquanto seus adversários batem cabeça pelas eleições de 2018, governador tem ações todas voltadas para o projeto de reeleição, o que reforça sua vantagem

 

Flávio Dino com seus novos aliados do PDT: lição de casa

O governo Flávio Dino (PCdoB) chegou ao momento de definir os rumos para garantir a reeleição. E todas as ações do comunista, hoje, são voltadas a fortalecer sua imagem.

Neste quesito ele leva vantagem plena sobre os adversários, que ainda batem cabeça, alguns sem saber se entram mesmo na disputa, outros sem saber por que partidos disputar e outros sem capacidade de agregação.

A troca de secretários anunciada para o início de 2018 é, por exemplo, uma forma de abrir espaços para novas legendas em seu governo.

Circula nos bastidores políticos que até a exoneração da secretária de Saúde de São Luís, Helena Duailibe, foi fruto da pressão de Flávio Dino, que queria um sistema integrado ao estadual, para evitar desgastes à sua imagem.

Leia também:

Flávio Dino ainda sem adversários no Maranhão…

Roseana será ou não candidata?!?

Flávio Dino tenta se consolidar entre prefeitos…

Com o prefeitos da Grande São Luís: asfalto, mais uma vez, na caça ao voto

Dino tem chamado prefeitos de grandes centros – como as cidades da Grande São Luís -para anunciar parcerias em obras que visam, acima de tudo, garantir votos em 2018.

Outra ação eleitoral de Dino é visitar e anunciar obras em municípios onde esteja com desempenho aquém do esperado nas pesquisas. É o caso, por exemplo, de Codó, onde anunciou obras ao lado do prefeito pedetista Francisco Nagib.

É também com os aliados – históricos ou de ocasião; íntimos ou toleráveis – que o governador conta para fortalecer-se nos principais colégios.

É com essas ações, faltando ainda mais de um ano para o pleito, que o governador tenta tornar irreversível sua recondução ao cargo.

E esta possibilidade se torna cada vez mais real…

0

Júnior Verde justifica voto pela criação da UemaSul…

verde“Votei sim a favor da educação! Como forma de resgatar uma dívida histórica com o Sul do Maranhão, votamos a favor da criação da Universidade Estadual do Maranhão do Sul do Estado”, declarou o deputado especial Júnior Verde (PRB), após votar a favor da criação da UEMASUL, na manhã desta quarta (25), em sessão no Plenário da Assembleia Legislativa.

A Universidade da Região Tocantina (UEMASUL) será instalada em Imperatriz, e atenderá a região sul do Maranhão.

Júnior Verde destacou o empenho para a criação do centro de ensino pelo hoje deputado Bira do Pindaré (PSB), quando foi secretário da Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado.

“O processo levou tempo, quase dois anos, mas amadureceu e agora a criação desse importante centro é realidade. Outros Estados criaram universidades regionais e deram saltos na Educação. Já era hora de contemplarmos a região Sul, com quem temos uma dívida. Hoje, mais uma vez, o legislativo maranhense cumpriu seu papel”, justificou o deputado.

A criação da UEMASUL é uma reivindicação antiga da população de Imperatriz e região. A ideia é dotar a Universidade com autonomia e estrutura necessárias para atender a população, dentro das exigências do Ministério da Educação (MEC).

9

Edivaldo tem solidez de votos na Zona Rural…

Prefeito venceu com ampla vantagem na região mais afastada de São Luís, e mantém forte influência naquelas comunidades, o que pode garantir a vitória também no segundo turno

 

Holandinha tem forte penetração popular na Zona Rural

Holandinha tem forte penetração popular na Zona Rural

Há um certo clima de euforia na campanha do candidato do PMN, Eduardo Braide, baseado em uma percepção de crescimento desde o início do segundo turno.

E muito deste otimismo se dá pelo seu desempenho no primeiro turno.

Mas esta impressão é medida muito a partir dos centros urbanos de São Luís, onde os formadores de opinião estão mais acessíveis e as informações circulam com maior rapidez.

Ocorre que a maior força eleitoral do prefeito Edivaldo Júnior (PDT) veio da Zona Rural.

O pedetista venceu com ampla vantagem na 89ª, 90ª e 91ª Zonas Eleitorais, exatamente as que abrigam os bairros da Zona Rural. Neste setor, foram 83.102 votos ao candidato do PDT, quase três vezes mais que Eduardo Braide.

O candidato do PMN obteve30.780 votos nas mesmas zonas.

Ouro detalhe significativo: apenas na 89ª zona Braide chegou em segundo lugar; nas outras duas, ele ficou em terceiro, atrás de Wellington do Curso (PP).

O clima pode mostrar uma espécie de euforia entre os aliados e torcedores do candidato do PMN.

Mas os números mostram que ele ainda tem muito chão pela frente para suplantar Edivaldo.

E tem apenas 22 dias para isso…

6

Todos pelo voto….

carinhas marcadas: Edivaldo, Evangelista, Castelo e Bira: campanha...mas não contra a Dengue

Carinhas marcadas: Edivaldo, Evangelista, Castelo: campanha…mas não contra a Dengue

A imagem acima, registrada pela repórter fotográfica Flora Dolores (O EstadoMaranhão) mostra nada menos que quatro candidatos a prefeito de São Luís, no movimento lançado hoje pelo governador Flávio Dino (PCdoB). Ficou claro o oportunismo da cena, em nome do voto. De uma só vez aparecem o prefeito Edivaldo Júnior (PDT) e os pré-candidatos João castelo (PSDB) e Bira do Pindaré (PSB). E até o tucano Neto Evangelista reapareceu em cena. Em vez da tradicional frase “todos contra a dengue”, o palanque dinista virou um “todos pelo voto”.

E um Protesto silencioso

Marco Antonio e seu protesto silencioso: sábia lição de cidadania

Marco Antonio e seu protesto silencioso: sábia lição de cidadania

A festa foi tanta que o morador do São Francisco Marco Antonio Costa resolveu fazer protesto silencioso. Ele exibiu cartas com os dizeres “Muito Show e pouca ação”. À reportagem de O Estado, Costa declarou: Precisamos tratar as coisas com mais seriedade. Era necessário que isso fosse feito desde o início, não agora, em época eleitoral”. É a voz da sabedoria popular…

P.S.: após publicação, o blog foi alertado por leitores de que a pessoa marcada como Bira do Pindaré é, na verdade, o secretário Jeferson Portela. Correção feita, o blog reafirma a presença de Bira no evento.