0

De como as ações de Weverton em favor dos trabalhadores consolidam sua base nos segmentos sociais progressistas

Senador que já tem o apoio da Fetaema, do Sindsep e de diversos sindicatos ligados à CUT e ao PT atuou diretamente em Brasília em favor dos agentes de Saúde, agentes de endemias e enfermeiros do Maranhão

 

Weverton em plenária da Federação dos Agentes Comunitários de Saúde, comemorando aprovação do piso da categoria

Os agentes comunitários de Saúde também tiveram o apoio de Weverton em sua luta salarial

Historicamente ligado às lutas dos trabalhadores, como liderança de esquerda filiado desde sempre ao PDT, o senador Weverton Rocha tem base consolidada nos setores mais progressistas dos movimentos sociais.

O apoio oficial da Fetaema e do Sindsep, além de vários outros sindicatos filiados à CUT e ligados ao PT, é um reconhecimento da esquerda à atuação do senador em favor da classe trabalhadora.

Esta semana, ele reuniu-se com a Federação Maranhense dos Agentes Comunitários de Saúde (Femacs) para comemorar a aprovação da Emenda Constitucional que criou o piso salarial da categoria.

– A proposta estava parada há dez anos no Congresso e ajudei a aprovar – conta Weverton.

 

Este ano, Weverton também já comemorou com enfermeiros a aprovação do piso salarial da categoria.

Ligado historicamente à esquerda, o senador pedetista já recebeu apoio à sua candidatura de setores do PT, do PSB e do PSOL; é um dos mais fortes candidatos entre os servidores públicos e tem forte identificação com as lutas do trabalhador no campo.

Sua bandeira de esquerda Weverton levanta desde jovem, no movimento estudantil e na luta da juventude socialista.

No Congresso, primeiro como deputado federal, depois como senador, sempre votou a favor das pautas progressistas, na defesa do trabalhador e contra o autoritarismo.

Na política, Weverton sempre esteve ao lado do ex-governador Jackson Lago, uma das lendas da esquerda brasileira, referência internacional socialista; a relação é tão forte que o senador é visto nacionalmente como o herdeiro político do pedetista.

Com os agentes de endemias, categoria que também conta com o apoio do senador pedetista em Brasília

No Maranhão, sempre esteve na oposição ao chamado grupo Sarney, atuando diretamente nas ruas, em passeatas, movimentos grevistas e atos públicos.

Em Brasília, como deputado e senador, combateu o golpe contra a ex-presidente Dilma e denunciou a prisão do ex-presidente Lula.

É por sua história em favor da classe trabalhadora que Weverton é procurado primeiramente em Brasília pelas categorias que buscam ajuda dos congressistas maranhenses.  

E é por sua história que ele tem base tão consolidada nos setores progressistas e nos movimentos sociais maranhenses.

Uma base histórica e natural…

3

Pré-candidato do PT ao Senado festeja apoio de Josimar a Weverton

Para o sociólogo Paulo Romão, aliança entre o PDT e o PL transforma o palanque do senador em uma “Frente Ampla” por mudanças no Maranhão e pela retomada do Palácio dos Leões

 

Inscrito oficialmente para disputar a vaga de candidato a senador no Encontro de Tática do PT, o sociólogo Paulo Romão comemorou o apoio do deputado federal Josimar Maranhãozinho (PL) ao senador Weverton Rocha (PDT).

– Hoje, o projeto liderado pelo senador Weverton Rocha assume a condição política de uma Grande Frente Ampla pela retomada do Palácio dos Leões – afirmou Romão, ao destacar a forte expectativa e a grande festa em torno do anúncio de Josimar.

Segundo Paulo Romão, essa conjunção de forças políticas é uma característica da democracia.

– A democracia exige este diálogo permanente – afirmou, para concluir:

– Sigamos unidos para eleger Weverton o próximo governador do Maranhão.

0

Bárbara e Octávio Soeiro fazem festa histórica pra Weverton no São Cristovão

Senador emocionou-se ao lembrar de populares que conviveram com ele na comunidade onde viveu toda a infância e adolescência ao chegar de Imperatriz; foi o maior evento político de bairro já realizado em São Luís

 

Milhares de moradores do São Cristovão e adjacências foram saudar seu filho Weverton Rocha, candidato ao Governo do Estado

A ex-vereadora Bárbara Soeiro e o vereador Octávio Soeiro protagonizaram ontem no São Cristovão o maior evento político de bairro já realizado na história de São Luís.

Mãe e filho reuniram milhares de pessoas de sua comunidade e adjacência em recepção ao senador Weverton Rocha, pré-candidato do PDT ao Governo do Estado.

O próprio Weverton emocionou-se ao lembrar de populares que conviveram com ele no bairro, onde o senador viveu toda a infância e adolescência, ao chegar de Imperatriz.

Muitos desses populares – chamados pelo nome por Weverton – estavam presentes no encontro, que reuniu também deputados federais, estaduais vereadores e prefeitos de vários municípios.

É bom demais quando se faz um evento com alguém que conhece a nossa realidade por que conviveu conosco; Weverton é assim, citou cada rua, cada viela, cada região do bairro onde viveu – disse Octávio Soeiro.

A edição do projeto “Maranhão Mais Feliz” nos bairros de São Luís será realizada sempre as quintas-feiras, reforçando a presenças Weverton nas comunidades da ilha.

A próxima edição está prevista para o Coroadinho, capitaneada pelo vereador Nato Júnior (PDT).

 

 

0

Weverton leva benefícios para Colinas e incomoda família Barroso, aliada de Brandão

Irmão do deputado federal Márcio Jerry, que é do município, tentou diminuir a ida do senador ao Ministério da Educação em busca de recursos para o IFMA; curiosamente, não se tem informação sobre ação de Jerry Barroso com mesmo tema

 

Ao lado do colega Marcos Rogério, Weverton foi ao MEC em busca de recursos para Colinas, o que incomodou aliados de Brandão

As ações do senador Weverton Rocha (PDT), em Brasília, em busca de benefícios para os municípios maranhenses, tem incomodado cada vez mais as famílias empoderadas no interior do Maranhão.

Nesta quarta-feira, 18, Weverton esteve com o colega senador Marcos Rogério no Ministério da Educação; e conseguiu a garantia de recursos para o IFMA de Colinas.

Quando é para trabalhar pelo povo, temos de deixar diferenças políticas de lado! Trouxe aqui em Brasília a demanda de inauguração do centro avançado do IFMA em Colinas. A boa política é assim! Com diálogo, trabalhando pelo povo! – afirmou Weverton por meio de suas redes sociais.

Colinas é a terra do governador-tampão Carlos Brandão (PSB) e do deputado federal Márcio Jerry (PCdoB).

E não é que o irmão de Márcio Jerry, Samuel Barroso, ligado ao próprio IFMA, tentou questionar a ação do senador em favor de Colinas?

Antes adversário de Brandão, Samuel Barroso (à esquerda) virou tropa de choque do governador-tampão

Barroso foi às redes sociais para diminuir o trabalho de Weverton.

O que ele está fazendo aí toda a bancada do Maranhão já fez. Tem documento assinado por toda a bancada em audiência com o ministro da Educação. Querer agora ter méritos por isso é por que estamos no período eleitoral – esbravejou Samuel Barroso, em resposta a uma internauta que comemorou a boa notícia.

Seria bom Márcio Jerry publicar sua movimentação em favor do IFMA de Colinas.

Assim, mostrará que o irmão não está apenas com dor de cotovelo…

5

Josimar reforça time de Weverton com mais de 50 prefeitos

Apoio do deputado federal garantirá também um batalhão de quase 700 vereadores, ex-prefeitos, deputados federais e estaduais à campanha do senador do PDT, além do PL, Avante e Patriotas

 

Apoio de Josimar vai garantir a Weverton a ampliação da sua base de prefeitos, deputados e vereadores em todos os 217 municípios do Maranhão

O apoio do deputado federal Josimar Maranhãozinho ao senador Weverton Rocha (PDT), o que será anunciado nos próximos dias, deve praticamente selar a ida do pedetista ao segundo turno

Josimar leva para a base de Weverton três partidos – o PL, o Avante e o Patriotas – mais de 50 prefeitos, 700 vereadores, deputados federais e estaduais, que se juntam ao time de Weverton.

Líder nas pesquisas de intenção de votos, Weverton garante, com a aliança, uma capilaridade ainda maior de sua candidatura, alcançando todos os 217 municípios maranhenses; em troca do apoio, o grupo do pedetista garantirá base eleitoral para Josimar e seu grupo de deputados estaduais e federias.

Ainda que haja as naturais defecções de um outro outro aliado do deputado descontente com o acordo, a expectativa é que Josimar entregue ao menos 90% de sua base a Weverton.

O anúncio é também um duro golpe na campanha do governador-tampão Carlos Brandão (PSB), que chegou a oferecer, literalmente, mundos e fundos pelo apoio de Josimar Maranhãozinho.

Pesou a favor do senador sua melhor articulação nacional e sua maior perspectiva de vitória…   

3

PT raiz se reúne com Weverton Rocha

Presidentes de diretórios municipais de São Luís e de outros municípios, representantes de sindicatos e associações de trabalhadores e membros de movimentos sociais vão discutir nesta segunda-feira, 16, a tese de apoio ao senador, que será apresentada no encontro de tática eleitoral, dia 29

 

Petistas de todo o Maranhão – o chamado PT raiz – vão discutir nesta segunda-feira, 16, a tese “Lealdade a quem sempre esteve com Lula e com os Trabalhadores” de apoio à candidatura do senador Weverton Rocha.

Formado por presidentes do PT de São Luís e de vários outros municípios, representantes sindicais e membros dos movimentos socias, o PT raiz que levar a tese de apoio a Weverton ao encontro de tática do partido, marcado para o dia 29 de maio.

Nesta segunda-feira, 16, esses membros do PT se reúnem na sede do Sindsep para discutir formas de participação no encontro petista.

Entre as lideranças, o pré-candidato do PT ao Senado, professor Paulo Romão, e o presidente do PT de São Luís, Honorato Fernandes.

6

“Minha história com Lula fala mais alto que qualquer coligação formal”, diz Weverton

Senador do PDT diz que o Palácio dos Leões tenta afastá-lo do ex-presidente – com quem tem ligação histórica – por que sabe que o governador-tampão Carlos Brandão sempre foi de direita, que agora está volta ao governo, “junto com o que há de mais antigo na política do Maranhão”

 

Weverton tem fotos para todos os gostos com Lula, por que sempre esteve ligado ao ex-presidente e ao PT, na luta pelos trabalhadores…

O senador  Weverton Rocha (PDT) reagiu à altura nesta terça-feira, 10, a mais uma tentativa do Palácio dos Leões, do governador-tampão Carlos Brandão e do deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) de tentar afastá-lo do ex-presidente Lula.

– Há uma tentativa insistente em me dissociar do Lula por que sabem que a minha história fala mais alto do que qualquer coligação formal que eles possam fazer com o PT – afirmou o senador.

…A relação é tanta que até os filhos do senador e a eposa já posaram para fotos na casa do ex-presidente…

 

O governo Flávio Dino e o tampão primeiro tentaram criar a candidatura bolsonarista de Dr. Lahésio Bonfim para enfrentá-los no segundo turno, acreditando na desistência de Weverton; fracassados, tentam agora transformar o próprio Weverton em bolsonarista.

– Desafio que mostrem qualquer votação minha a favor do governo Bolsonaro ou contra os trabalhadores; desafio que mostrem uma atitude minha contra o ex-presidente Lula. E desafio o governador Brandão a mostrar que esteve do lado de Lula antes destas eleições – rebateu Weverton.

Weverton esteve em jantar com o ex-presidente, em Brasília, onde recebeu apoio para seu projeto de disputar o Governo do Estado…

Ligado historicamente ao ex-presidente, com quem esteve em todas as eleições que o petista disputou, Weverton foi o primeiro – e único – maranhense a visitá-lo na cadeia, em Curitiba, após o golpe contra o qual o pedetista votou contra na Câmara Federal.

A relação de Weverton com Lula se estreitou ainda mais nestas eleições, em que o ex-presidente já declarou publicamente que prefere o senador ao candidato escolhido pelo ex-governador Flávio Dino.

…E nas conversas que teve com o petista em São Paulo, recebeu a certeza de que Lula prefere a sua eleição a do tampão Carlos Brandão

Sem relação com Lula, Brandão tenta há meses, sem sucesso, conseguir uma foto convincente com o ex-presidente; ele quer fotos iguais  – ou pelo menos próximas – das que Weverton tem com Lula o longo de sua história, e ainda mais agora, nestas eleições.

– Estão tentando nacionalizar o debate por querem evitar discutir o que mais interessa: o empobrecimento do Maranhão, a miséria e a pobreza espalhada pelo estado – afirmou.

Miséria que só piorou nos últimos quase oito anos de Flávio Dino. (Entenda aqui, aqui, aqui e também aqui)

Mas esta é uma outra história…

2

Lula volta a buscar Weverton por apoio de Ciro Gomes

Senador maranhense tem sido um dos interlocutores do ex-presidente na tentativa de convencer a cúpula nacional do PDT a participar da aliança de esquerda que deve apoiar a candidatura presidencial do PT

 

Lula voltou a procurar Weverton, desta vez para buscar interlocução com o PDT, que o ex-presidente quer ter em sua chapa

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a procurar, pessoalmente, o senador Weverton Rocha na busca por uma articulação que leve o PDT a compor a coligação de  esquerda que tem o petista como candidato a presidente.

Muito forte na cúpula nacional do PDT, Weverton tem relação histórica com Lula e já se pôs à disposição para ser a ponte de uma eventual aliança entre o ex-presidente e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT).

Na semana passada, após tentar chamar o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, para reunião pessoal em São Paulo, Lula buscou Weverton para ser um interlocutor de um possível encontro; por enquanto, Carlos Lupi tem preferido evitar os contatos com Lula.

A eventual presença do PDT na chapa presidencial de Lula pode embolar ainda mais o rumo eleitoral do PT no Maranhão, hoje rachado entre as candidaturas do próprio Weverton e do governador-tampão Carlos Brandão (PSB).

Lula já disse ao ex-governador Flávio Dino (PSB) – patrono da candidatura de Brandão – que tem maior simpatia por Weverton, que sempre esteve no seu mesmo campo político.

O papel de Weverton ganha mais importância com o desejo do petista de ter o PDT no palanque…

2

Base do PT pró-Weverton prepara novo movimento em São Luís

Formado pelo diretório municipal do partido na capital maranhense e petistas de todos os 217 municípios – com participação de membros da Fetaema, da CUT, do Sindsep e de outros segmentos sociais –  grupo se mobilizará em defesa da chapa Lula/Weverton nas eleições de outubro

 

Weverton reúne petistas de todo o maranhão e membros de movimentos sociais e sindicais em torno de sua candidatura; e é o preferido de Lula para o governo

O PT de São Luís, presidido pelo ex-vereador Honorato Fernandes, prepara novo evento para consolidar o grupo petista que defende abertamente a  chapa Lula (PT) e Weverton Rocha (PDT).

Com forte base nos movimentos sociais, sindicatos e com ampla base na classe trabalhadora, o movimento petista reúne membros do PT de todo o Maranhão; além disso tem forte participação em entidades como a CUT, a Fetaema, o Sindsep e dezenas de outras entidades da classe trabalhadora.

Um dos primeiros eventos da base do PT pró-Weverton foi realizado no início de março, na sede da Fetaema, no Araçagy, quando reuniu petistas de todos os 217 municípios; o próximo evento será organizado para definir a data de inauguração da sede do comitê “PT com Weverton e Lula”.

Além de Honorato Fernandes, o grupo reúne outros petista de peso, como o ex-secretário de Esportes Márcio Jardim, o professor e sociólogo Paulo Romão, pré-candidato a senador pelo PT, além de vereadores, ex-vereadores, ex-candidatos a prefeitos e dirigentes de diretórios municipais no Maranhão inteiro.

O argumento para defender a candidatura de Weverton, segundo Honorato Fernandes, é a preferência que o próprio Lula já manifestou em relação ao senador, que sempre atuou no campo progressista, inclusive, em defesa do próprio Lula.

O comitê de petistas com Lula e Weverton devem apresentar teses no encontro de tática do PT, que definirá os rumos do partido nas eleições de outubro.

1

Exata e Escutec terão maior prova de fogo da credibilidade em eleições desde 1994…

Embora tecnicamente apresentando os mesmos patamares de votos para os principais candidatos a governador em suas pesquisas, institutos que devem ser a referência no atual pleito acabam em xeque pela relação dos postulantes com as empresas de comunicação que os contratam, remetendo à lendária disputa Roseana versus Cafeteira

 

Institutos de maior repercussão no Maranhão têm nestas eleições um teste de fogo para a credibilidade, dada à vinculação dos candidatos a grupos de mídia que fazem pesquisas

Análise da notícia

Contratados, respectivamente, pelo Grupo Mirante e pelo Sistema Difusora, os institutos de pesquisa Escutec e Exata devem se estabelecer como os principais parâmetros dos levantamentos sobre a corrida pelo Governo do Estado nestas eleições de 2022.

Mas também terão neste pleito uma prova de fogo para sua credibilidade desde a lendária disputa entre Roseana Sarney e Cafeteira, em 1994.

Para início de conversa, é preciso estabelecer que a Escutec é contratada do Grupo Mirante, hoje alinhado – ainda que não oficialmente – à candidatura do governador-tampão Carlos Brandão (PSB); a Exata, por sua vez, atua para a TV Difusora, hoje vinculada ao senador Weverton Rocha (PDT).

Embora não deva haver relação de causa e efeito entre pesquisas, contratantes e candidatos, não há dúvidas de que a opinião pública verá sempre influência de quem contrata os levantamentos na divulgação dos resultados.

Dito isto, é preciso estabelecer também que, tecnicamente, os números da Escutec e da Exata divulgados neste domingo, 1º, são praticamente os mesmos para Weverton e Carlos Brandão. A Escutec diz que Brandão tem 24% e Weverton 20%; já a Exata afirma Weverton à frente, com 22% contra 21% de Brandão.

Isso permite dizer que Weverton e Brandão têm hoje algo entre 20% e 25% das intenções de votos cada um, levando em conta cada margem de erro de cada levantamento.

Para a Escutec, contratada da Mirante, é Brandão quem está à frente; a Exata, parceira da Difusora, diz que quem lidera é Weverton.

Cafeteria e Roseana em 1994: eleição tumultuada até o último momento vitória amplamente questionada de Roseana Sarney

O blog Marco Aurélio D’Eça publicou, em novembro de 2020, o post “Como ler pesquisas eleitorais”.

Tratava-se de um Ensaio sobre o que são os levantamentos, ensinando a não levar-se apenas pelo vínculo de um instituto a um candidato ou a um grupo.

– Analistas e comentaristas equivocam-se em bombardear levantamentos ou vincular institutos a candidatos; pesquisa é estimativa, e como tal, nunca pode ser precisa, já que trabalha com variantes pré-estabelecidas – já dizia este blog, em 2020.

Não houvesse o vínculo de relação das duas principais emissoras de TV com os candidatos a governador, as pesquisas seriam analisadas dentro de uma liberdade estatística para dizer que as duas mostram exatamente a mesma coisa na corrida eleitoral neste momento.

Se decidirem bancar seus prognósticos até o fim da eleição, aquele instituto que alcançar melhor resultado no pleito terá superado no Maranhão sua maior prova de fogo desde as eleições de 1994, quando ainda sequer havia regulamentação de pesquisas na Justiça Eleitoral.

Aquela eleição – polarizada entre o então senador Epitácio Cafeteira e a então deputada federal Roseana Sarney (MDB) desmoralizou a credibilidade dos institutos de pesquisa, levando alguns à quase-extinção.

E a credibilidade é o preço alto a pagar no espaço mercadológico…