2

Campanha eletrônica terá “corrupção em série” exibida na TV…

Programa de adversários de Flávio Dino terão capítulos específicos para mostrar o que chamam de malfeitos do governo comunista nos últimos quatro anos; objetivo é reforçar desgaste do governador e seus aliados

 

RELAÇÕES PERIGOSAS. Alianças como esta, com Rosângela Curado, devem ser exploradas à exaustão para desgastar a imagem de Flávio Dino

A revelação da revista IstoÉ, segundo a qual o PCdoB usou uma banquinha de mingau de milho no Tirirical para lavar R$ 1,3 milhão na campanha de 2014 é apenas um dos inúmeros casos de corrupção que devem ser elencados, relembrados e pormenorizados durante a campanha eleitoral no rádio e na TV, a partir do dia 31.

Quem já viu os pilotos de alguns dos adversários do comunista garante que tem bomba no atacado já a partir dos primeiros programas.

Os adversários do comunista pretendem fazer ver à população maranhense, casos de corrupção nos últimos quatro anos que ficaram restritos ás redes sociais ou a segmentos mais esclarecidos da população.

E os detalhes da corrupção comunista em série é de fazer corar o mais corrupto dos escândalos de corrupção já registrados na história.

Serão relembrados casos como o de Simone Limeira, que cobrou propina de indígenas para liberar o transporte escolar nas aldeias, logo no início do governo; também o caso do assessor do Palácio dos Leões, que foi descoberto com um cheque do agiota Pacovan quando o governo iniciava uma investigação do caso – paralisada, curiosamente, assim que os amigos do comunista começaram a surgir nas investigações.

O escândalo dos alugueis camaradas – uma série deles – em que correligionários e amigos do governador ganhavam contratos de aluguel do governo e começavam a receber sem que os departamentos públicos ali tivessem alojados.

Também o escândalo da Saúde, que levou para cadeia uma das principais aliadas de Flávio Dino, a ex-secretária Rosângela Curado, e resultou no suicídio de um dos envolvidos.

Tudo detalhado e com imagens chocantes.

Algo para o Maranhão refletir sobre o caminho que escolheu há quatro anos…

1

O vácuo dos candidatos no pós-convenção…

Roseana Sarney, Roberto Rocha e Maura Jorge sumiram das ações eleitorais desde a definição de suas chapas; apenas o governador Flávio Dino continua a aparecer, diante dos deslizes do seu governo

 

Após as convenções, Roseana, Roberto Rocha e Maura Jorge parecem ter dado um tempo na campanha

Há um vácuo na campanha dos candidatos de oposição ao governo Flávio Dino (PCdoB) neste período pós-convenção.

Desde que foram homologados pelos seus partidos ou coligações, Roseana Sarney (MDB), Roberto Rocha (PSDB) e Maura Jorge (PSL), principais adversários do comunista, parecem ter dado um tempo nas articulações e na agenda de campanha.

Rocha, por exemplo, ainda precisa definir o seu vice, até o dia 15, quando encerra o prazo para o registro das chapas no Tribunal Regional Eleitoral.

Maura Jorge também precisa preencher uma das vagas de senador ainda em aberto.

O único candidato que se manteve na mídia mesmo depois das convenções foi o governador Flávio Dino, embora este tenha aparecido mais pelos deslizes protagonizados pelo seu governo.

O vácuo das candidaturas no pós convenção deve terminar somente no dia 16 de agora, quando começa a propaganda eleitoral no rádio e na  TV.

Mas esta é uma outra história…

2

Eduardo Braide perto de confirmar o DEM em sua chapa…

Ex-governador José Reinaldo Tavares se fortalece na direção nacional da legenda, que quer palanque próprio no Maranhão, o que fortalecerá a aliança do deputado do PMN

 

Eduardo Braide articula palanque com força eleitoral no Maranhão

O deputado estadual deverá mesmo ser o candidato do DEM ao governo do Maranhão.

O ex-governador e atual deputado federal José Reinaldo Tavares (sem partido) ganhou força na direção nacional e deve receber o controle do partido, com a missão de formar um palanque próprio no estado.

Tavares já conversou com novo presidente do DEM, prefeito de Salvador ACM Neto, e com o senador José Agripino Maia (RN), que concordaram com o apoio a Braide.

José Reinaldo é o principal articulador do palanque do deputado em Brasília

José Reinaldo só ainda não definiu se o candidato a governador precisará se filiar a legenda ou poderá permanecer no PMN.

Também é cogitada a entrada da deputada Luana Costa, o que ampliará a bancada democrata na Câmara Federal.

Além do DEM e do PMN, a coligação que terá Braide como candidato ao governo e José Reinaldo Tavares candidato a senador já tem encaminhados o PSC e o PHS; e pode ter ainda PSL, PSD e até mesmo o PSDB.

Mas esta é uma outra história..

10

Campanha de Eduardo Braide intercepta novo factoide contra ele…

exclusivoDe acordo com denúncias chegadas ao blog e à campanha do candidato do PMN, aliados do prefeito Edivaldo Júnior estavam prontos para exibir no horário eleitoral vídeo em que uma mulher acusa o candidato do PMN por um acidente ocorrido semana passada, que resultou, inclusive, na morte do motorista do ônibus

 

O vídeo acima é de um acidente de trânsito ocorrido no dia 14 de outubro.

Um ônibus desgovernado atinge um carro e o arrasta por vários metros em um bairro de São Luís. Parece ser noite. O motorista, identificado por “Papeira”, morreu no acidente por ter sofrido um infarto ao volante.

Atente bem para a cor e a placa do ônibus, apesar da dificuldade da imagem, captada em câmeras de segurança. Este vídeo só veio à tona por causa deste outro, adaixo:

No segundo vídeo aparece uma mulher, com o suposto nome “dona Ana”, e que seria dona do veículo amassado pelo ônibus. Um locutor em off afirma o veículo foi atingido “por um ônibus que estava prestando serviço para o senhor Eduardo Braide”.

A mulher, então, fala, em um tom choroso:

– Seu Eduardo, por favor seu Eduardo, por gentileza. Eu tenho muitos problemas – diz ela, seguindo o seu choro.

Observe que a mulher tenta esconder adesivos do número 12 em seu carro. E atrás dela, em uma das casas – que não dá pra saber se é dela – também tremula, quase escondida, uma bandeira do 12. 

O vídeo acima chegou a ser espalhado em redes sociais até ser descoberto pela campanha do candidato Eduardo Braide, que foi atrás dos fatos e gravou o próximo vídeo:

Agora o terceiro vídeo. É do ônibus que causou o acidente, infelizmente, fatal para o motorista. O locutor se refere ao vídeo da mulher que acusa Braide e entra no ônibus, onde estão jogados no chão adesivos do 12. 

– É mais uma farsa deles, que a gente está tentando desmascarar. E quem quiser saber a verdade, é só ir na casa do “Papeira” – diz o repórter, que grava em off.

A montagem dos dois vídeos – o do acidente e a da mulher acusando o candidato do PMN – seria usada, segundo as testemunhas relataram, nos últimos programas do horário eleitoral de Edivaldo Júnior.

Ao descobrir a armação, a campanha de Eduardo Braide saiu na frente e interceptou toda a armação, buscando a verdade.

Que ainda pode, mesmo assim, ter desdobramentos…

10

Holandinha copia “Tio Fábio é 15” e transforma propaganda em cópia do primeiro turno..

Prefeito inventou um tal “Tio Edivaldo”, que ficou tosco por que soa plágio e repetitivo; e ainda usa as mesmas esquetes da primeira fase da campanha

 

Edivaldo em campanha: mais do mesmo na TV

Edivaldo em campanha: mais do mesmo na TV

Há algo de errado na campanha do prefeito Edivaldo Júnior (PDT), e isso ficou claro em sua propaganda eleitoral no rádio e na TV neste segundo turno.

O prefeito tem repetido as mesmas produções já usadas no primeiro turno, o que transforma seu programa eleitoral em uma cópia do que já se viu na televisão.

A impressão que se tem é que a campanha eletrônica do pedetista ainda não encontrou o eixo neste segundo turno, o que justificaria o pedido dele para reduzir pela metade o horário eleitoral que começou ontem. (Entenda aqui)

Leia também:

Tio Fábio é 15, diz garoto-sensação da propaganda…

Fábio Câmara desmascara farsa das caminhadas de Edivaldo…

Mas o pior de Edivaldo foi a cópia descarada e grosseira de um chavão usado pelo então candidato Fábio Câmara (PMDB), ainda no primeiro turno, o sucesso “TioFábioÉQuinze”.

Holandinha usou um tal “tio Edivaldo”, que soou tosco.

A cópia de Fábio Câmara foi repetida nos três primeiros programas, gerando uma sensação de dejavù na propaganda do prefeito.

Edivaldo precisa urgentemente arrumar a casa, por que está dando a impressão de que acusou o golpe da virada do candidato Eduardo Braide (PMN).

E acusar o golpe a essas alturas é meio caminho para a derrota…

8

“Edivaldo é quem tem apoio de seis partidos ligados ao grupo Sarney”, revela Eduardo…

Candidato do PMN mostra em seu primeiro programa eleitoral que, ao contrário dele próprio, que é independente, o candidato do PDT reúne lideranças de todos os grupos que disputam o poder no Maranhão; Edivaldo repetiu esquetes do primeiro turno e agradeceu votação

 

Braide botou as cartas na mesa

Braide botou as cartas na mesa

O candidato do PMN à Prefeitura de São Luís, Eduardo Braide, revelou em seu primeiro programa eleitoral a posição de cada um dos candidatos no segundo turno das eleições em São Luís.

Perguntado por uma ouvinte se tinha o apoio do chamado grupo Sarney, Braide foi direto.

– Não tenho apoio do grupo Sarney. Sou candidato independente, prova disso é que tenho apenas o meu próprio partido em minha campanha – afirmou o candidato para revelar:

– Ao contrário do meu adversário [Edivaldo Júnior (PDT)], que tem em sua coligação seis partidos ligados ao grupo Sarney.

Edivaldo Júnior usou esquetes já apresentadas no primeiro turno em seu primeiro programa. A única fala inédita foi o agradecimento pela expressiva votação obtida no primeiro turno.

Curiosamente, ambos os candidatos agradeceram à votação também “dos que votaram em outros candidatos”.

Edivaldo repetiu programa já usados no primeiro turno

Edivaldo repetiu esquetes do 1º turno

Em seu programa, Eduardo Braide deixou claro que pretende continuar a falar a verdade ao eleitor de São Luís, dizendo sempre que vai fazer o que for possível fazer.

– Não vou fazer promessas mirabolantes ao eleitor. Ele vai ouvir de mim a verdade. Sempre – garantiu.

O candidato tem usado o horário eleitoral para falar, inclusive, das denúncias que surgiram contra ele desde que ele foi confirmado no 2º Turno.

– Nenhuma dessas acusações é verdade. Prova disso é que entrei com ações contra esses acusadores e todos foram condenados na Justiça – afirmou Braide, que classificou os atos de covardia.

Os primeiros programas do segundo turno foram exibidos no rádio, às 7h; e serão repetidos às 12h.

Na TV, os programas vão ao ar a partir das 13h e ás 20h30…

4

Candidatos pedem ao TRE redução do tempo do horário eleitoral…

Comitês de campanha de Edivaldo Júnior e Eduardo Braide solicitaram a diminuição da propaganda, de 40 minutos diários para apenas 20 minutos, divididos em dois programas de 10 minutos

 

Edivaldo e Eduardo consideraram muito grande o tempo de 10 minutos por programa

Edivaldo e Eduardo consideraram muito grande o tempo de 10 minutos por programa

O TRE homologou nesta sexta-feira, 7, um acordo dos candidatos a prefeito Edivaldo Júnior (PDT) e Eduardo Braide (PMN) para que o horário eleitoral gratuito no rádio e na TV fosse diminuído de 40 minutos para 20 minutos diários.

Com base em resolução da Justiça Eleitoral, o TRE havia definido dois programas diários de 20 minutos cada, com 10 minutos para cada candidato, por programa.

Agora, tanto Edivaldo quanto Braide terão 5 minutos à tarde e 5 minutos à noite.

Os candidatos entenderam que 10 minutos seria muito tempo para produção, o que aumentaria os custos da campanha.

A propaganda eleitoral começa na próxima terça-feira, 11…

0

Horário eleitoral terá o dobro do tempo do primeiro turno…

Candidatos terão dois programas diários de 10 minutos cada um, inclusive aos domingos, além de 140 inserções espalhadas pela programação das emissoras

 

Edivaldo e Braide terão tempos iguais no 2º Turno

Edivaldo e Braide terão tempos iguais no 2º Turno

Os candidatos Edivaldo Júnior (PDT) e Eduardo Braide (PMN) voltam à TV a partir da próxima terça-feira, 11, quando recomeça o horário eleitoral gratuito.

Eles terão, cada um, 20 minutos diários de propaganda – inclusive aos domingos – divididos em dois programas diários, de 10 minutos. Além disso,  cada candidato terá 70 inserções de 30 segundos espalhadas na programação das emissoras.

Em relação ao primeiro turno, o prefeito Edivaldo Júnior terá o dobro do tamanho do seu programa. Eduardo Braide, por sua vez, multiplicou por mil o seu programa, que era de apenas 10 segundos no primeiro turno.

O Horário Eleitoral vai até o dia 28 de setembro, dois dias antes da eleição…

8

Em mais uma inserção, Fábio Câmara desmascara farsa das caminhadas de Edivaldo…

Propaganda do candidato do PMDB mostra como o adversário grava suas caminhadas em estúdio, com técnicas de TV, para dar a impressão de que está andando pelas ruas de São Luís

 

Sucesso absoluto da propaganda eleitoral nesta campanha, o candidato do PMDB Fábio Câmara desmascarou nesta segunda-feira, 26, mais uma farsa da campanha do prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

Em uma inserção que já virou meme nas redes sociais – e que, certamente, Edivaldo vai tentar tirar do ar, usando o TRE –  “Tio Fábio” mostra como é feita a farsa das supostas caminhadas do prefeito pelas ruas de São Luís.

De acordo com a inserção do peemedebista, Edivaldo grava as caminhadas em estúdio, andando em uma esteira, usando técnicas de TV.

Para parecer que está andando nas ruas, a propaganda de Edivaldo usa o Chroma-key, que permite inserir imagens, artificialmente, em um fundo verde.

– Essas são as eleições das aparências. Aparência de ser, aparência de fazer; para te passar a falsa ideia de ser ativo, dinâmico e trabalhador – diz o ator, para desmascarar Edivaldo.

– Aqui eu caminho  caminho, sem sair do lugar – afirma o autor, revelando como é feita a farsa. (Veja o vídeo acima)

A revelação está repercutindo fortemente nas redes sociais…

5

Eliziane evita guerra entre Edivaldo e Wellington e busca crescer com propostas…

Adversários travam ruidosa, violenta e agressiva troca de acusações em blogs e redes sociais, enquanto a deputada apresenta projetos sólidos nas áreas de Educação, Saúde, Mobilidade, Turismo e Cultura

 

Com campanha alegre, Eliziane evita a abusiva guerra entre os adversários

Com campanha alegre, Eliziane evita a abusiva guerra entre os adversários

A candidata do PPS à Prefeitura de São Luís, Eliziane Gama, voltou a ser mais percebida pelo eleitor, desde que começou a focar em propostas consistentes apresentadas em seus programas eleitorais e entrevistas.

Desde então, é mais perceptível, também, um reconhecimento de melhora na campanha da candidata.

Por outro lado, os candidatos Edivaldo Júnior (PDT) e Wellington do Curso (PP) travam, há pelo menos uma semana, uma quase sanguinária guerra de desestabilização um do outro – com agressões, acusações denúncias e desmentidos de lado a lado – em blogs, redes sociais e até nos próprios programas eleitorais.

Edivaldo e Wellington estão quase chegando às vias de fato

Edivaldo e Wellington estão quase chegando às vias de fato

Há pelos menos seis dias, as campanhas de Edivaldo e Wellington se acusam mutuamente, enquanto Eliziane fala diretamente ao eleitor do que pretende fazer em São Luís.

De seu programas já se extraiu, por exemplo, a criação de escolas nos Centro Histórico, construção de mais um hospital de 400 leitos, os corredores de transporte e a surpreendente área livre de Turismo 24h, que este blog pretende destrinchar em futuro post.

– Este é o momento de o eleitor começar a perceber quem, de fato, está interessado em um projeto de desenvolvimento de São Luís; e quem está apenas em uma desnecessária guerra pelo poder – argumenta a deputada.

Elogiados até por adversários, os programas de Eliziane têm chamado atenção exatamente pelo fato de não bater-boca ou trocar acusações com adversários,  mas apenas apontar problemas e mostrar as soluções para São Luís.

Enquanto isso, a guerra entre Wellington e Edivaldo mostra-se cada vez mais snaguinolenta…