0

Paulo Victor é o trunfo de Duarte Jr. nas comunidades…

Candidato do PSB a prefeito de São Luís  tem no presidente da Câmara Municipal o principal articulador nas comunidades da capital maranhense, além da liderança do grupo de vereadores e candidatos  vereador que formam o palanque socialista, como analisou o jornalista Ribamar Correa

 

No apoio a Duarte Jr., Paulo Victor tem importante missão que pode elevar os eu cacife para 2026

O presidente da Câmara Municipal vereador Paulo Vicotr é o trunfo do deputado federal Duarte Jr., candidato do PSB a prefeito, nas entranhas municipais de São Luís; Além de liderar grupo poderoso de vereadores e formatar a chapa de candidatos a vereador no PSB e em outros partidos da base duartista, PV tem presença constante nas comunidades da periferia e da zona rural, fundamentais para a vitória nas urnas.

A performance de Paulo Victor desde a sua eleição a vereador, em 2020, e a meteórica ascensão ao comando da Câmara Municipal foi analisada pelo jornalista Ribamar Corrêa, que vê acúmulo necessário de experiência para a missão que o parlamentar se propõe.

– Como vereador e como secretário de Estado da Cultura, Paulo Victor acumulou experiências que o levaram às entranhas de São Luís, onde se encontra o “ouro” eleitoral da capital. E isso lhe dá autoridade para falar de campanha eleitoral na Ilha, principalmente quando o seu candidato, Duarte Jr., tem como adversário ninguém menos que o prefeito Eduardo Braide (PSD), que hoje conhece muito bem o caminho das pedras”, comentou Correa. (Leia a íntegra aqui)

Paulo Victor é o presidente municipal do PSB, partido que tem hoje 11 vereadores, vários suplentes e uma chapa poderosa de candidatos, capaz de garantir a maioria das vagas na Câmara Municipal em outubro; Duarte precisa desse time para chegar à Zona Rural, onde já atuam os adversários Eduardo Braide (PSD) e Fábio Câmara (PDT).

Além do comando da Câmara Municipal, Paulo Victor assumiu também a presidência do PSB, assumindo a responsabilidade de conduzir o partido de Duarte durante a campanha.

O resultado da eleição dará ao presidente da Câmara o cacife para voos ainda mais altos a partir de 2026.

Mas esta é uma outra história…

0

Números desmentem narrativa de Brandão sobre equilíbrio do governo…

Com dívidas de quase R$ 1 bilhão com empreiteiros, outro bilhão atrasado para fornecedores da Saúde e serviços médicos, operações de crédito com parcelas atrasadas, aparelhos quebrados no Hospital Carlos Macieira e hospitais praticamente fechados, governador se vê às voltas, agora, com ameaça de greve no Hospital Presidente Vargas, o que joga por terra seu discurso de que o Maranhão segue pujante

 

Propaganda de Brandão tenta vender um Maranhão que só existe na narrativa da Secom e da mídia alinhada ao Palácio dos Leões

Análise da Notícia

A mídia alinhada ao Palácio dos Leões passou a semana a divulgar release montado pela Secretaria de Comunicação apontando que o governo Carlos Brandão (PSB) reduziu o endividamento do Maranhão  em relação à sua capacidade de arrecadação. (Veja aqui)

Os números reais da situação do estado, no entanto, mostram que esta narrativa não passou de uma tentativa de responder à revelação do deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), que apontou a dificuldade do estado de conseguir crédito, como este blog Marco Aurélio d’Eça registrou no post “Brandão usurpou Assembleia com projeto de empréstimo…”.

– Embora não tenha sido explicitado na mensagem governamental, presume-se que o Poder Executivo desejou, desde logo, obter uma autorização da Assembleia Legislativa, para a contratação, não apenas de uma operação de crédito em 2024, mas de três operações, sendo a primeira em 2024 e as demais nos dois exercícios financeiros subsequentes, em 2025 e em 2026”, explica Othelino.

A preocupação de Othelino revelou uma dura realidade do governo que nem os releases escamoteados da Secom conseguem esconder. 

  • Brandão deve mais de R$ 1 bilhão a empreiteiros; também deve outros R$ 1 bilhão em serviços médicos e fornecedores do setor de Saúde;
  • servidores públicos e prestadores de serviços em diversas pastas reclamam salários atrasados;
  • hospitais como o Carlos Macieira têm equipamentos importantes quebrados há meses;
  • outros, como o Hospital da Ilha e o de Traumatologia estão quase fechados.

Nota pública dos profissionais de Saúde expõe o caos que vivem os hospitais no governo Carlos Brandão

Nesta sexta-feira, profissionais do Hospital Getúlio Vargas anunciaram estado de greve por que não recebem desde janeiro, como mostra nota assinada por diversos profissionais de saúde.

Há suas semanas, o deputado estadual Rodrigo Lago (PCdoB) revelou na Assembleia Legislativa que o Maranhão deu calote em parcelas de dívidas antigas do estado, absorvidas pela União; e mesmo com todas as vantagens oferecidas pela mesma União para recebimento do que pagou, o governo maranhense não consegue honrar as dívidas.

Esta história também foi contada por este blog Marco Aurélio d’Eça, no post “Maranhão já deve R$ 3,3 bilhões e Brandão pode aumentar para R$ 5,5 bi…”.

De acordo com os dados dos deputados comunistas e os documentos divulgados por prestadores de serviços, o Maranhão vive hoje duas realidades distintas:

Uma é a da propaganda paga pela Secom, que vende um estado pujante e equilibrado.

A outra é a verdadeira, que mostra o estado quebrado.

Simples assim… 

0

Fábio Câmara com Lula em São Luís; Duarte quer abraçar a todos…

Enquanto o candidato do PSB tenta vender a mesma ideia do senador  Weverton Rocha em 2022 – a de que se dá com todos os líderes nacionais, tanto o atual presidente quanto o ex, Jair Bolsonaro – o candidato do PDT se posiciona diretamente na base do petista, que influencia cerca de 35% dos eleitores na capital maranhense

 

De vermelho, Câmara assume o lulismo em São Luís, como representante do PDT; de azul, Duarte Jr. ainda quer estar com o atual presidente e com Bolsonaro

A arriscada estratégia do deputado federal Duarte Júnior (PSB), de se apresentar ao eleitor de São Luís como amigo tanto do presidente Lula (PT) quanto do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) tem deixado o candidato do PDT, ex-vereador Fábio Câmara, livre para conquistar o eleitorado lulista.

Câmara já assumiu o posicionamento pró-Lula em suas reuniões; o pré-candidato pedetista é o único dentre os nomes já postos à disputa que se declara lulista.

De acordo com pesquisas do ano passado – quando ainda não era exigido o registro na Justiça Eleitoral – o presidente do PT influencia diretamente 35% do eleitorado de São Luís.

O posicionamento bolsonarista de Duarte Júnior – apesar dos alertas do seu marqueteiro Manoel Canabarro, e da tentativa do vice-governador Felipe Camarão (PT) de descolá-lo do PL – deixa-o vulnerável a outros pré-candidatos, como o prefeito Eduardo Braide (PSD), que consegue passar sem relacionar-se diretamente com nenhuma liderança nacional.

Mas o eleitor de Bolsononaro – cerca de 25% do eleitorado, segundo as mesmas pesquisas do ano passado – tem outra opção na disputa, o deputado estadual Wellington do Curso, que concorrerá pelo Partido Novo, assumidamente de direita.

Além de Wellington também deve entrar na disputa o deputado estadual Dr. Yglésio, este sim, vinculado diretamente a Bolsonaro.

Nos alertas que faz ao insistente Duarte Júnior, o marqueteiro cita o senador Weverton Rocha (PDT) como exemplo de fracasso da estratégia que o socialista quer usar: em 2022, Weverton concorreu ao governo tentando agradar tanto os eleitores de Lula quanto os de Bolsonaro e até os de Ciro Gomes.

Resultado: o senador pedetista amargou o terceiro lugar…

0

Nem aí para ação do PSB, Yglésio diz: “nas próximas horas anuncio meu destino”…

Deputado estadual que articula novo partido diz que a nova ação da antiga legenda é ilegítima por que surgiu depois de uma sentença já prolatada em ação anterior, o que lhe permite seguir o caminho que escolher até que o processo inicial transite em julgado, no TSE, podendo chegar até  ao STF

 

FELIZ DA VIDA, Yglésio deve anunciar novo partido para concorrer ás eleições de 2024; e o PSB que lute

 

O deputado estadual Dr. Yglésio Moyses deve anunciar nas próximas horas o seu novo partido, pelo qual deve disputar a Prefeitura de São Luís; ele simplesmente deu de ombros para a nova ação que o PSB interpôs nesta sexta-feira, 5, na Justiça Eleitoral, tentando tomar-lhe o mandato.

– Eles estão presos num nó jurídico. Esta nova ação só poderá ser analisada no Tribunal Regional Eleitoral depois que a primeira, do qual sou o autor, transitar em todas as instâncias da Justiça; e o novo processo só poderá começar após instrução em que apresentarei novos fatos de perseguição que embasam a justa causa para saída do partido – explicou o parlamentar.

Em síntese, Yglésio Moyses agiu da seguinte forma na Justiça Eleitoral:

  • no final de 2022, ele pediu autorização ao TRE-MA para deixar o PSB, apresentando provas de que havia sido perseguido durante as eleições daquele ano;
  • em 2023, o TRE-MA decidiu por unanimidade atender ao deputado e o autorizou a deixar a legenda, por entender haver provas cabais de justa causa para isso;
  • derrotado em primeira instância, o PSB apresentou Embargos de Declaração, numa clara tentativa de protelar o processo e impedir Yglésio de concorrer às eleições de 2024;
  • sob risco de perder os prazos para filiação a novo partido, Yglésio decidiu deixar a legenda em janeiro, informando à Justiça Eleitoral, única a quem estava obrigado a informar;
  • somente na última quarta-feira, 3, o jornalista Isaias Rocha descobriu essa movimentação e a informação acabou vazando na imprensa, mas o PSB já havia perdido os prazos;

Segundo Yglésio – que também é advogado – como já existe uma sentença prolatada nos autos da ação em que ele pede autorização para deixar o PSB, o partido teria que esperar julgamento de todos os recursos, em todas as instâncias, para, só então – e apenas se vencesse a disputa – abrir outra ação requerendo o mandato.

A informação de que Yglésio havia deixado o PSB em janeiro era de conhecimento deste blog Marco Aurélio d’Eça desde o início de março; a pedido do parlamentar, a informação não seria noticiada até que os prazos estourassem na Justiça Eleitoral, o que de fato foi cumprido.

A história só veio à tona por ter vazado a outros órgãos de imprensa, o que levou o PSB a acionar novamente a Justiça Eleitoral nesta sexta-feira, 5.

Mas agora, ao que tudo indica, já é tarde demais para o partido…

Esta produção intelectual é protegida pela Lei de Copyrigth

0

Luís Fernando filia-se ao PSDB…

Auxiliar do governador Carlos Brandão utiliza o penúltimo dia de prazo para voltar ao ninho tucano, abrindo especulações sobre possível candidatura a prefeito em São José de Ribamar, o que gerou forte repercussão na cidade nesta sexta-feira, 5

 

Luís Fernando pode ser um indicativo da presença do governo Brandão nas eleições de São José de Ribamar

O secretário-chefe da governadoria do Maranhão Luís Fernando Silva filiou-se nesta quinta-feira, 4, ao PSDB; a filiação, revelada nesta sexta-feira, 5, abriu especulações sobre uma possível candidatura a prefeito de São José de Ribamar.

Luís Fernando já foi eleito prefeito de Ribamar por duas vezes; mas nas duas vezes renunciou antes mesmo do fim do mandato, o que o desgastou com a população do município.

A filiação do auxiliar do governador Carlos Brandão (PSB) reforça o partido em mais um município nestas eleições; a especulação sobre candidatura foi alimentada a este blog Marco Aurélio d’Eça pelo próprio presidente da legenda, Sebastião Madeira.

–  Luís Fernando reforça o partido; e tem estatura para disputar qualquer cargo em qualquer lugar do Maranhão – disse Madeira; segundo ele, que ´[e chefe da Casa Civil do Governo Brandão, o PSDB terá chapa em pelo menos 120 cidades maranhenses.

Em São Luís, o partido deve compor a coligação do deputado federal Duarte Júnior (PSB) e  atraiu uma chapa completa oriunda do Solidariedade, de onde saiu o vereador  Chico Carvalho.

Se for mesmo candidato a prefeito, Luís Fernando tem até junho para deixar o cargo no governo Brandão…

0

Números da Embratur desmentem Brandão e Braide sobre turistas no MA…

Matéria exclusiva do jornalista Daniel Matos revela que apenas 19 estrangeiros visitaram o estado entre os meses de janeiro e outubro de 2023, o que põe por terra campanhas publicitarias da Comunicação do Governo do Estado e da Prefeitura sobre interesse internacional pela cultura maranhense, como Carnaval e São João

 

Os números da Embratur não deixam dúvidas: o Maranhão é um fracasso internacional no turismo

Mesmo com o Parque dos Lençóis, as cachoeiras da Chapadas Mesas e o Centro Histórico de São Luís e Alcântara – além do forte apelo cultural do Bumba-Meu-boi e do São João – o Maranhão foi visitado em 2023 por apenas 19 turistas estrangeiros.

Isso mesmo: só 19 estrangeiros estiveram no estado a passeio no ano passado, segundo dados da Embratur, revelados nesta sexta-feira, 5, com exclusividade, pelo jornalista Daniel Matos. (Veja aqui)

Os números da Empresa Brasileira de Turismo desmentem a festa que tanto o governo Carlos Brandão (PSB) quanto a gestão do prefeito Eduardo Braide (PSD) fazem desde o início de 2023 sobre o interesse internacional na cultura e na diversidade geográfica maranhenses; locais como Parque dos Lençóis Maranhenses e Chapada das Mesas com  suas cachoeiras, são simplesmente esquecidos no turismo fora do pais.

Em outas palavras: o turismo no Maranhão é feito por maranhenses; e olhe lá.

Em novembro de 2023, release-propaganda da Prefeitura de São Luís anunciava a capital maranhense “entre os destinos mais procurados do Nordeste”; mas o release se baseava apenas em dados de um site específico de divulgação.

Apesar dos esforços da mídia maranhense pela divulgação de suas atrações culturais e naturais, há um absoluto descaso estrutural do poder público, que faz apenas propaganda, usando sua mídia alinhada, para vender apenas a maranhenses um tal sucesso de suas festas; sucesso que não é visto internacionalmente.

Em 2023, por exemplo, o milionário “Maior São João do Mundo”, do governo Carlos Brandão (PSB), só existiu mesmo na propaganda paga pela Secretaria de Comunicação.

Este blog Marco Aurélio d’Eça critica há décadas a ultrapassada estratégia de marketing e de divulgação do Maranhão. (Relembre aqui, aqui e aqui)

Ainda em 2019, por exemplo, no governo Flávio Dino (PCdoB), este portal mostrou esta equivocada publicidade governamental, no post  “Flávio Dino vai divulgar São João na Europa…mas só depois do São João…”.

Por estas e outras é que o turismo do Maranhão só existe mesmo na propaganda financiada pelo poder público e reproduzida em massa na mídia controlada pelo poder público.

Mas como motram os números da Embratur, este turismo não serve nem mesmo para inglês ver.

E os números não mentem; jamais…

0

Braide assegura chapa de vereadores do MDB em São Luís…

Com prazo até à zero hora deste sábado, 6, para conseguir montar a chapa de candidatos pelo partido do aliado Cléber Verde – que venceu a disputa com a família do governador  Carlos Brnadão, mas perdeu a nominata que já havia sido montada pela antiga direção emedebista – prefeito foi a campo e já posou com os aliados

 

Braide com os novos emedebistas de São Luís; chapa pronta para a disputa pela Câmara Municipal

O jornalista Isaias Rocha publicou em seu blog, nesta sexta-feira, 5, o que seria a chapa com a qual o MDB vai disputar as eleições à Câmara de São Luís; nela, aparece o prefeito Eduardo Braide (PSD), avalista da adesão do partido à sua candidatura.

Braide precisa ter todos os 32 nomes de candidatos – respeitando a proporção de mulheres – até zero hora deste sábado, 6, embora, na prática, esse prazo ainda dure outros cinco dias, até que as listas cheguem à Justiça Eleitoral.

A imagem publicada por Isaias mostra com um grupo de 32 pessoas, entre elas alguns já conhecidas como candidatos.

  • o farmacêutico Assan Kaid é uma das apostas da sigla;
  • também forma fileira ao lado de Braide o jornalista Ciro Nolasco.

Na foto, o próprio Cleber Verde aparece ao lados dos candidatáveis, numa reviravolta que deve garantir chapa a um dos principais paridos da coligação do prefeito.

0

Imagens do dia: Brandão com o agronegócio, Camarão com os sem-terra…

No mesmo dia em que sua bancada na Assembleia negou homenagem ao Sem-Terra – e também no dia seguinte – o governador fez questão de exibir em suas redes sociais a sua preferência pelo agronegócio, anunciando estradas para escoamento da Soja e benefícios a donos de terras; seu vice, o petista Felipe Camarão, preferiu solidarizar-se com os trabalhadores rurais, postando foto com eles em frente ao Palácio dos Leões

 

As imagens acima são a prova viva da dualidade do atual governo maranhense.

A foto de cima, do “Viva o Agro”, é um print de vídeo postado pelo governador Carlos Brandão (PSB) ao lado de produtores e donos de terra, no mesmo dia em que sua bancada negou na Assembleia Legislativa homenagem aos trabalhadores rurais sem terra.

Logo abaixo aparece a imagem do vice-governador Felipe Camarão (PT), que decidiu solidarizar-se com os agricultores postando foto com eles em frente ao Palácio dos Leões, no momento em que a Assembleia voltava atrás – após pressão dos movimentos sociais – e aprovava a homenagem ao MST.

Neste mesmo momento – como mostra a foto de baixo – Brandão assinava, em Mirador, a Ordem de Serviço da MA-372, um novo corredor da soja, que vai ligar Mirador a São Domingos do Azeitão, beneficiando, também as propriedades da família do governador.

Como se vê, para Brandão “o agro é pop; o agro é tudo”…®

Produção intelectual protegida pela Lei de Copyright

0

A frase do dia é de… Fábio Câmara…

Pré-candidato do PDT a prefeito de São Luís é o único dentre os postulantes a lembrar – nesta data de 4 de abril – do passamento do Dr. Jackson Lago considerado o maior prefeito do Brasil e com marcas icônicas na capital maranhense – cidade que governou por quatro vezes – como os terminais de integração e primeira e única ciclovia feita pela prefeitura na cidade

 

Fábio Câmara foi o único candidato a prefeito a lembrar a morte do ex-prefeito Jackson Lago

O pré-candidato do PDT a prefeito de São Luís, ex-vereador Fábio Câmara, destacou em suas redes sociais nesta quinta-feira, 4, a data de falecimento do ex-prefeito e ex-governador  do Maranhão Jackson Lago, maior figura do PDT e da prefeitura em todos os tempos; Jackson partiu em 4 de abril de 2011, dois anos após ter sido tirado do poder no Maranhão.

– Foi-se o Homem! Permanece a glória da sua história! Dos terminais de integração às primeiras e únicas ciclovias; Dos melhores índices na educação e na saúde até ao status de melhor prefeito do Brasil, mais do que pétalas primorosas de excelência na gestão pública, essas são apenas algumas rosas plantadas por esse icônico jardineiro fiel – destacou Fábio Câmara.

Representante do PDT nestas eleições – partido que sempre venceu as eleições em São Luís, com candidato ou como apoiador de um candidato, desde 1988 – Câmara tem defendido o legado de Jackson Lago e do PDT na capital maranhense; no final de 2023, ele lembrou a ciclovia construída pelo ex-prefeito no São Raimundo, única deste porte já feita por um prefeito.

– Quem plantou esta rosa foi o melhor prefeito de São Luís; ele não teve como trazer para vocês, mas nós regamos. Quem plantou esta rosa, que é símbolo do PDT, foi o doutor Jackson Lago – lembrou Câmara, em, vídeo de homenagem ao ex-prefeito.®

Produção intelectual protegida pela Lei de Copyright

0

Pelo MST, Felipe Camarão faz o contraponto ideológico a Brandão…

Um dia depois de a bancada alinhada ao governador na Assembleia Legislativa negar homenagem aos Sem Terra – e depois tentar corrigir-se aprovando novo requerimento com o mesmo teor – vice-governador do PT publica imagem em suas redes sociais em que aparece sentado em frente ao Palácio dos Leões ao lado de trabalhadores rurais destacando as ações dos movimentos sociais ligados aos homens e mulheres do campo

 

Felipe Camarão com o MST em frente ao Palácio dos Leões; contraponto direto às direitices de Brandão

O vice-governador Felipe Camarão (PT) utilizou o dia destinado às lembranças pessoais nas redes sociais, o chamado #TBT – que ocorre sempre às quintas-feiras – para postar imagem ao lado de trabalhadores rurais sem-terra, homens e mulheres do campo e agricultores em frente ao Palácio dos Leões.

A imagem é um verdadeiro contraponto ao governador Carlos Brandão (PSB), cuja bancada pessoal negou, nesta quarta-feira, 3, homenagem ao MST, à Fetaema e à Contag proposta à Assembleia pelo deputado comunista Júlio Mendonça; a postura anti-esquerdista e anti-movimentos sociais de Brandão foi contada neste blog Marco Aurélio d’Eça, no post “Brandão é de direita; errado é pensar dele o contrário…”. 

– O #tbt de hoje é com registros de importantes momentos ao lado dos meus companheiros do Movimento Sem Terra, da Fetaema e tantos outros movimentos sociais de trabalhadores e trabalhadoras rurais que, incansavelmente, lutam por dignidade, igualdade, oportunidades para todos e, principalmente, pelo compromisso com os menos favorecidos. Tenho muito orgulho da atuação de vocês e merecem todas as homenagens hoje e sempre! Contem sempre comigo! – afirmou Camarão.

Curiosamente, nesta mesma quinta-feira, 4, quando Felipe Camarão destaca-se ao lado de agricultores familiares – e a Assembleia volta atrás e, pressionada pelos movimentos sociais e pela esquerda, aprova a homenagens às entidades da agricultura familiar – Carlos Brandão assinava a Ordem de Serviço da MA-372, mais um corredor da soja, ligando Colinas a São Domingos do Azeitão.

Mas esta é uma outra história…