6

Paulo Guedes apenas expôs o pensamento comum no Brasil de hoje…

Ao ironizar a presença de empregadas domésticas na Disney em época de dólar baixo, ministro da Economia tornou público o que pensa a elite branca, rica, hétero, homofóbica, racista e cristã, empoderada por Bolsonaro

 

O Brasil que levou o presidente Jair Bolsonaro ao poder, em 2018, é um Brasil que odeia a ideia de que preto, pobre, gay e favelado também possam viajar de avião.

O Brasil que votou em Bolsonaro é um Brasil que não admite empregados terem filhos estudando na mesma “escola de patrão”.

Ao se eleger, Bolsonaro empoderou uma elite branca, rica, hétero, homofóbica, racista e cristã, que estava no armário e sem poder de voz – e agora pode gritar contra pobres, contra negros, contra gays e contra nordestinos.

E é para esta gente “fina, elegante e sincera” que o ministro da Economia Paulo Guedes falou ao criticar o fato de que o dólar baixo no Brasil permite que até empregadas domésticas tenham condições de viajar à Disney.

Guedes apenas expressou o sentimento comum no Brasil de hoje.

Um Brasil em que o machismo é visto como expressão da força masculina; um Brasil em, que xingar gays, ridicularizar mulheres, atacar nordestinos, segregar negros e pobres são formas de “melhorar o nível”.

O Brasil estupidamente religioso empoderado por Bolsonaro é o Brasil que odeia pobre, que odeia negro, que odeia gays e que diminui a mulher.

E foi exatamente esse Brasil que Paulo Guedes expressou em sua estupidez.

Por que o resultado de um estúpido no comando do país é a estupidez generalizada.

Simples assim…

Leia também:

Insensatez e estupidez assolam o país…

O direito dos gays e o dia a dia no Brasil…

Perseguição aos nordestinos…

A nova face do preconceito…

5

A tola e inútil manifestação do vereador Sá Marques…

Ao protestar com greve de fome contra a falta de acesso às secretarias municipais – e continuar tão ignorado quanto antes – parlamentar expôs a inexpressividade e a desimportância do próprio mandato popular

 

Sá Marques na maca de hospital após passar mal por greve de fome: exposição da inexpressividade do mandato popular

Levado às pressas ontem para atendimento médico, após alguns dias de greve de fome na Praça Pedro II, em protesto pela falta de atendimento às suas demandas nas secretarias municipais – o vereador Sá Marques chegou ao ápice da inexpressividade.

Parlamentar eleito pelo voto popular, Marques resolveu fazer a greve de fome por não estar sendo atendido em seus pedidos de asfaltamento de ruas e avenidas de sua indicação.

A patética cena do parlamentar sendo carregado para a ambulância expôs uma sentença e gerou uma histórica pergunta: para que serve a Câmara Municipal? de que vale um vereador em São Luís.

O vereador em pleno ato, na Praça Pedro II: ação ignorada até pelos colegas de Parlamento

Ao sucumbir ao próprio protesto, Marques expôs também a força do legislativo municipal, que deveria, em conjunto, cobrar da Prefeitura e da secretaria de Obras critérios mais justos e equânimes para atendimento das demandas.

Sua ação solitária foi um ato triste e inútil.

E só expôs a desimportância do mandato popular…

0

Revivendo antigos carnavais, bloco “Os Milhonários” sai nesta sexta-feira…

O Bloco mais badalado de São Luís do Maranhão, “Os Milhonários”, vem com tudo, no dia 14 de Fevereiro, na Casa Branca, localizado na Rua do Aririzal, em São Luís.

Revivendo os antigos carnavais, o Bloco mais tradicional irá receber em sua 5ª Edição as Bandas do Bicho Terra, Nobre Simplicidade, Karina Diniz, Os Milhonarios e o Bloco Os Vampiros.

Com entrada franca, em um ambiente fechado e aconchegante, os Foliões poderão usufruir do que há de melhor nesse carnaval. “Nosso Bloco vem pra resgatar os antigos carnavais. Vai ser uma festa totalmente diferente. Tenho certeza que todos que irão participar vão amar”, disse Jaques Aranha, Idealizador do Bloco.

COMO SURGIU?

Tudo começou em 2015, através do casal idealizador Jaques Aranha e Vera Diniz, com o intuito de fazer uma crítica construtiva de que a riqueza nada tinha haver com dinheiro. Mas sim, ter amigos verdadeiros. Foi assim que surgiu o mascote, no caso, O MILHO. Na época a parceria contou com o apoio de grandes aliados como Paulo Silva e Francisca Sarges.

EM TEMPO

Quem quiser participar dessa grande festa com total segurança, é só pegar seu abadá nos locais: IN9 Serviços e Acessórios Automotivo- Na avenida Jerônimo de Albuquerque e no Bar do Messias- Vinhais. Pedimos também que se possível, doe dois alimentos não perecíveis que serão doados as pessoas carentes.

SERVIÇO

O QUE? Bloco Os Milhonários

QUANDO? Dia 14 de Fevereiro, sexta-feira, a partir das 20h.

ONDE? Casa Branca- ARIRIZAL

ENTRADA: Franca (Entrega dos abadás na IN9 Serviços e Acessórios Automotivo- Na avenida Jerônimo de Albuquerque e no Bar do Messias- Vinhais.

SOLIDARIEDADE: Se no caso você puder contribuir com dois kilos de alimentos não perecíveis, fique a vontade e entregue na hora que for pegar o seu abadá.

4

Flávio Dino atua para isolar Weverton Rocha já em 2020…

Governador tem atuado fortemente para afastar o prefeito Edivaldo Júnior do senador-presidente do PDT, num movimento que visa forçá-lo a abrir mão do projeto de se eleger governador já em 2022

 

Flávio Dino decidiu chamar Edivaldo a estar com Rubens Júnior, mesmo contra o projeto do seu próprio parido, o PDT, presidido por Weverton Rocha

No Maranhão, até os ratos do Centro Histórico sabem que o senador Weverton Rocha (PDT) jamais estaria onde está se dependesse do governador Flávio Dino (PCdoB).

Rocha elegeu-se senador por que criou as próprias condições para que isso ocorresse, forçando Dino a ter que apoiá-lo, diante de uma situação construída a fórceps pelo pedetista.

Flávio Dino também não quer que Weverton seja governador em 2022; aliás, o comunista não cogita, sequer, a candidatura do pedetista à sua sucessão.

Por isso Dino tem trabalhado para que o senador fique isolado nas eleições municipais de São Luís, sem opção de alianças e candidatos; e fora do segundo turno.

Em 21 de janeiro último, o blog Marco Aurélio D’Eça escreveu o post  Edivaldo Júnior entre Weverton Rocha e Flávio Dino.

Mas é preciso analisar também que Flávio Dino não quis, na última década, nenhum projeto encabeçado por Weverton Rocha, inclusive a eleição e reeleição do próprio Edivaldo Júnior (PDT). 

Foi Weverton – e não Dino – quem fez de Edivaldo prefeito eleito e reeleito na capital maranhense.

Em 2012, quando o atual prefeito de São Luís era um deputado federal sem maiores destaques em Brasília, Flávio Dino apostava no ex-prefeito Tadeu Palácio como opção do grupo para disputar a Prefeitura de São Luís.

Foi o atual senador do PDT quem construiu, bancou e segurou a candidatura de Edivaldo, que acabou se elegendo prefeito contra o então favorito João Castelo (PSDB).

Em 2016, Weverton Rocha chegou a vivenciar propostas de Flávio Dino para que Edivaldo Júnior fosse substituído, já que sua rejeição era quase intransponível; resistindo à proposta comunista, o senador vestiu a camisa do prefeito, exortou os aliados e deu a ele uma vitória histórica contra o surpreendente Eduardo Braide (hoje no Podemos). (Relembre aqui, aqui e aqui)

Nem a própria eleição ao Senado, Weverton Rocha deve a Flávio Dino.

O governador comunista tinha outros planos e apostava, até o início de 2018, que o pedetista se contentaria com a reeleição à Câmara. Mas teve que engolir uma candidatura consolidada na base, com centenas de prefeitos, deputado estaduais, prefeitos e vereadores.

O resultado é que Weverton teve quase 2 milhões e votos, mais do que o governador conseguiu na própria reeleição.

Flávio Dino já tem o seu plano eleitoral para 2022, em que Weverton Rocha não está incluído.

Caberá ao próprio senador, agora, saber se construiu um grupo – com aliados incondicionais – ou apenas pensou no próprio umbigo.

E se não fizer essa análise, ficará a ver navios em 2022.

Já a partir de 2020…

0

Dr. Yglésio já encaminhado; agora só falta Wellington…

São Luís já tem sete pré-candidatos com confirmação partidária; dos dois que faltam, o ex-pedetista é o que tem melhor posição para concorrer às eleições de outubro

 

Yglésio e Wellington são os pré-candidatos que ainda não definiram partidos para as eleições de outubro

São Luís já tem sete pré-candidatos com confirmação partidária para concorrer às eleições de outubro.

São eles: Eduardo Braide (Podemos), Duarte Júnior (Republicanos), Neto Evangelista (DEM), Carlos Madeira (Podemos), Adriano Sarney (PV), Jeisael Marx (Rede) e Bira do Pindaré (PSB).

Dos candidatos que vinham se apresentando desde o ano passado, apenas o deputados estaduais Dr. Yglésio (sem partido) e Wellington do Curso (PSDB) ainda não definiram legendas para concorrer.

Mas, dos dois, quem está mais encaminhado é Yglésio. Ele pretende anunciar sua legenda até sexta-feira, 14.

Wellington enfrenta forte resistência do PSDB à sua candidatura, mas também não tem a garantia de liberação do partido – e muito menos tem indicação de legenda que aceite sua filiação.

Partidos soltos

Por outro lado, dois partidos têm projeto de candidatura própria, mas ainda não definiram nomes: PT e MDB.

O PT tem três candidatos concorrendo à vaga: deputado Zé Inácio, vere30ador Horonato Fernandes e secretário Lawrence Mello.

Já o MDB aposta no nome da ex-governadora Roseana Sarney, que demonstra pouco interesse na disputa.

Os candidatos têm até o dia 4 de abril para confirmar sua filiação partidária.

Já os partidos têm até o final de agosto para escolher seus candidatos…

0

Assembleia entrega a prefeitos ambulâncias frutos de contenção de gastos na Casa

Deputados estaduais garantiram o retorno de R$ 6,6 milhões em economia de custos no Poder Legislativo, resultado de medidas adotadas pelo presidente Othelino Neto, garantindo a compra dos 42 veículos, um para cada deputado, que destinaram às suas bases

 

Os deputados estaduais entregaram, nesta quarta-feira (12), 24 ambulâncias de 42 adquiridas com o saldo orçamentário positivo da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema). Na solenidade, realizada no Palácio dos Leões, sob o comando do governador Flávio Dino (PCdoB), os veículos foram disponibilizados diretamente aos representantes dos municípios contemplados pela ação inédita. 

A compra dos equipamentos é resultado das medidas de contenção de gastos implementadas na gestão do atual presidente, deputado Othelino Neto (PCdoB), em 2019, que possibilitaram o retorno desses recursos, da ordem de R$ 6,6 milhões, para que o Governo do Estado concretizasse a iniciativa.

A ação, articulada pelo chefe do Legislativo e acatada pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), garantiu que cada parlamentar indicasse uma ambulância para um município.

“É razão de grande alegria ver deputados estaduais, independente de cor partidária, contribuírem concretamente em prol do sistema de saúde pública do Maranhão”, destacou Othelino Neto, enfatizando que o recurso poderia ser viabilizado para projetos que estão no planejamento da Alema, porém, as dificuldades pelas quais passa o Brasil foram levadas em consideração. “Isso é marcante porque é uma forma concreta da Assembleia dar sua colaboração”, acrescentou.

Othelino reconheceu a sensibilidade do Governo do Estado e ressaltou a importância da relação harmônica entre os Poderes, que, segundo ele, serve de exemplo para o país.

“Agradeço ao governador Flávio Dino, que prontamente atendeu nossa proposta e, de imediato, adquiriu os equipamentos tão importantes para o sistema de saúde dos municípios maranhenses. Essa é uma data histórica porque, mais uma vez, mostramos que essa boa relação entre os poderes é fundamental para o estado e quem ganha com isso é a sociedade”, frisou.

 

0

Roberto Costa e Edivan Brandão são recebidos por Felipe Camarão

O deputado estadual e o prefeito de Bacabal apresentaram ao secretário de Educação as demandas do setor para o município e receberam a garantia de que a pasta atenderá boa parte das demandas

 

 

O deputado estadual Roberto Costa e o prefeito de Bacabal Edvan Brandão foram recebidos na manhã desta quarta-feira (12) pelo secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão. Na ocasião, foram apresentadas ao Secretário as demandas da área da educação da cidade de Bacabal, como reformas e ampliações de escolas.
Durante a reunião, o secretário de educação Felipe Camarão garantiu a reforma e ampliação do Colégio Militar Tiradentes III, a conclusão da reforma do CAIC, que funcionará em tempo integral, e ainda, as reformas do Centro de Ensino Maria Casemiro Soares (antigo Minhocão) e do Centro de Ensino Juarez Gomes.

Na semana passada, o prefeito Edvan Brandão foi recebido no Palácio dos Leões pelo governador Flávio Dino, onde foram discutidas soluções para as principais necessidades da cidade de Bacabal e a garantia do auxílio do Executivo Estadual às ações do Município. A reunião de hoje é parte de uma série de ações a serem implementadas.
Para o secretário Felipe Camarão, os investimentos anunciados para o Município serão de grande importância para garantir educação de qualidade e aperfeiçoar a prestação dos serviços públicos. “Estamos trabalhando para garantir que o serviço público seja cada vez eficiente. As reformas e ampliações que faremos nas escolas de Bacabal, são parte do investimento que o Governo do Estado tem feito em todo o Maranhão, priorizando a educação.” – pontuou o Secretário.

O deputado Roberto Costa agradeceu ao secretário de Educação e destacou a importância das intervenções anunciadas.

“Trouxemos ao secretário as demandas mais urgentes no que diz respeito a educação pública estadual na cidade de Bacabal e fomos prontamente atendidos. Essa união de esforços, entre a prefeitura de Bacabal e o Governo do Estado garantirá que as melhorias sejam realizadas. Com isso, teremos escolas melhores e consequentemente, educação de qualidade” – disse o Deputado.

O prefeito Edvan Brandão comemorou o anúncio das obras.

“Estamos atentos as necessidades de Bacabal. Por isso, recorremos ao governo do Estado trazendo a realidade das escolas no Município. Fomos muito bem recebidos pelo secretário Felipe Camarão que atendeu prontamente as nossas demandas. Agradecemos muito ao Secretário e ao governador Flávio Dino pela atenção dada a população de Bacabal”., disse Brandão.

Acompanhou a reunião, o Tenente Coronel Espindola, diretor do Colégio Militar Tiradentes III de Bacabal, uma das escolas que serão reformadas e ampliadas.

1

Juscelino fala de missões e desafios na Câmara Federal em 2020…

O deputado federal Juscelino Filho (DEM) discursou na tribuna do plenário da Câmara dos Deputados, nesta terça-feira (11). Na ocasião, fez um balanço das ações realizadas em seu primeiro mandato, de 2015 a 2018, e ressaltou as missões e os desafios da legislatura atual. Neste início de sexto ano de atuação na Casa, o parlamentar destacou o amadurecimento pelo qual passou neste período e reforçou o compromisso com o povo maranhense.

“Essa trajetória é um aprendizado extremamente valioso e inesquecível, que devo ao povo do meu querido Maranhão. Sou muito grato pela minha reeleição e por estar fazendo parte da seleta metade dos deputados federais que conseguiram voltar ao parlamento. Neste segundo mandato, há em mim um novo espírito e muita energia para dar continuidade aos compromissos assumidos, fazer jus à confiança dos eleitores e honrar a palavra dada”, disse.

Saúde e educação

Em seu discurso, Juscelino Filho reiterou a defesa intransigente do Sistema Único de Saúde (SUS). “Defendo que a saúde pública precisa ser conduzida com uma visão de longo prazo e com estratégias abrangentes, contemplando a gestão, a primeira infância, a vacinação, a atenção básica, a saúde da família e a expansão, descentralização e interiorização da formação e da distribuição de profissionais, das academias da saúde, das maternidades e do atendimento especializado de média e alta complexidade”, citou.

Já em relação à educação, o deputado federal afirmou que a valorização dos professores tem que ser uma prioridade nacional. “Essa tem sido uma área de nossa permanente atuação, com foco na otimização da rede escolar e na melhoria da formação, das condições de trabalho e da jornada dos professores, visando a qualidade do ensino, a empregabilidade e a satisfação dos alunos e suas famílias e a expansão da rede de escolas profissionalizantes e de nível superior. A criação do IFMA de Vitorino Freire é um emblema do sucesso dessa luta”, frisou.

Compromisso com o Maranhão

Coordenador da bancada federal maranhense, o deputado Juscelino Filho garantiu que seguirá empenhado para solucionar os problemas do estado. “Reforço meu compromisso de fortalecer a vocação natural do Maranhão como corredor logístico do Centro-Oeste e da chamada região do Matopiba, tendo como destino todo o Complexo Portuário do Itaqui. Estou engajado na busca de investimentos para superação do grave déficit habitacional, para o abastecimento de água potável, saneamento básico e o tratamento de resíduos sólidos”, observou.

Ao agradecer o apoio dos deputados e senadores da bancada, ele lembrou que organizar de forma justa as demandas dos municípios e do estado é um desafio. “Reforço a necessidade de darmos continuidade a essa saudável parceria para enfrentarmos juntos e em harmonia a defesa dos interesses do Maranhão em Brasília. Quero destacar dois tópicos de extrema relevância: o Acordo de Salvaguardas Tecnológicas para o Centro de Lançamento de Alcântara e a concessão do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses”, enalteceu.

Ainda com relação ao estado, Juscelino Filho lembrou sua escolha para presidir o Democratas no Maranhão. “Foi um marco da força do nosso grupo, dos deputados estaduais, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e lideranças políticas, que não têm medido esforços para revitalizar, reorganizar, ampliar e fortalecer o partido”, declarou. E acrescentou: “quero destacar a obtenção de milhões em emendas para o estado e para os municípios maranhenses. Essa é uma das razões para a expansão geográfica da nossa base política e da ampliação das parcerias”.

Honrosas missões

Na tribuna, o deputado federal Juscelino Filho também celebrou as “honrosas missões” recebidas neste segundo mandato. Entre elas, a relatoria do PL 3267/2019. “Estamos há meses empenhados nos ajustes do Código de Trânsito Brasileiro. Apresentamos um substitutivo que adota três premissas: a defesa da vida, a segurança das pessoas e a redução dos acidentes. Nossa expectativa é a de que nos próximos dias possamos aprovar o texto final, que teve mais de 300 emendas e que contemplou e melhorou as propostas originais do governo”, disse.

A Presidência do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara também foi citada pelo deputado do DEM.

“Desde o ano passado, o Coética vem tendo intensas atividades, a quantidade de processos vem superando todas as marcas e os casos sob exame são um reflexo do clima tenso vivenciado no parlamento, do acirramento dos debates remanescentes do confronto eleitoral e, infelizmente, dos excessos cometidos por alguns colegas que expressam suas opiniões sem observância de regras básicas de convivência democrática. Mas tivemos momentos de muita alegria, com destaque para a comemoração dos 18 anos do Conselho, em novembro de 2019”, analisou.

2

Números de Flávio Dino são excelentes na corrida presidencial…

Minimizar o fato de que o governador maranhense chega até 13% das intenções de votos para presidente é ignorar o peso da disputa em que o presidente Jair Bolsonaro surfa na onda conservadora que tomou conta do país

 

Flávio Dino e Luciano Huck somam juntos 27% das intenções de votos para presidente, hoje, no país, o que representa 1/4 do eleitorado

Qualquer analista lúcido deve ver com olhos pragmáticos o resultado da pesquisa da Consultoria Atlas Político – divulgada nesta quarta-feira, 12 – que aponta o governador Flávio Dino (PCdoB) com até 13% das intenções de votos, dependendo do cenário.

Divulgada pelo jornal El País, a pesquisa tem dois cenários principais.

No primeiro, com a presença do ex-presidente Lula e do ministro Sérgio Moro, o presidente Jair Bolsonaro lidera com 32% das intenções de voto, no limite do empate técnico com Lula. Moro segue atrás, com 20%, à frente do apresentador Luciano Huck (6%), Flávio Dino (3%) e o governador de São Paulo, João Dória (0,6%).

Quando Lula e Moro saem do cenário, Bolsonaro vai a 41%, Huck sobe para 14% e Dino fia logo atrás dele, com 13%. João Dória fica com apensas 2,5%.

Mas o que querem dizer esses números?

A esta altura da disputa, os dados da Consultoria Atlas significam que Lula ainda é o principal adversário de Bolsonaro. Mas é preciso levar em conta que o ex-presidente está inelegível e dificilmente terá a garantia dos direitos políticos em 2022.

Por outro lado, é pouco provável que Sérgio Moro rompa com Bolsonaro para concorrer sozinho; é mais provável que haja uma composição entre eles.

Neste caso, os dados mostram que os índices de Lula e Moro se espalham em três candidaturas principais: Bolsonaro, Luciano Huck e Flávio Dino.

Levando em conta que há a discussão sobre uma composição entre Huck e Dino, os dois somam, juntos, nada menos que 27% no cenário mais provável.

Esse total significa mais que 1/4 do eleitorado brasileiro, um cacife de milhões de brasileiros.

São, portanto, extremamente competitivos.

E análise sem levar em conta esses cenários não é analise.

É mera expressão de desejo…

0

Ex-prefeitos mostram-se distantes da eleição de Ribamar…

Luis Fernando Silva e seu sucessor, Gil Cutrim, amargam, por razões equivalentes, pouca aceitação entre a população ribamarense; e dificilmente terão forças para influenciar resultados nas eleições de outubro

 

Gil Cutrim e Luis Fernando Silva: duas décadas de construções e desconstruções em São José de Ribamar; e pouca influência no processo de 2020

Os dois últimos prefeitos de São José de Ribamar – Luis Fernando Silva (PSDB) e Gil Cutrim (PDT) – foram do céu ao inferno na popularidade no município em pouco mais de uma década; e deverão amargar o ostracismo no debate sucessório de 2020.

Eleito como sumidade política em 2004, Luis Fernando reelegeu-se em 2008 tendo ninguém menos que Gil Cutrim como seu vice; mas renunciou menos de ano depois para assumir cargo no governo Roseana Sarney (PMDB), em 2009.

Cutrim reelegeu-se em 2012, mas já sem a relação de aliança com Luis Fernando; amargou uma gestão criticada, razão pela qual ajudou no retorno do próprio Luis Fernando, em 2016.

Ocorre que Luis Fernando renunciou novamente em 2018, para assumir um obscuro cargo no governo Flávio Dino (PCdoB), seu ex-adversário, abrindo espaço para o atual prefeito, Eudes Sampaio (PTB).

O resultado é que, por essas idas e vindas, nem Silva, nem Cutrim gozam do que se pode chamar de influência na eleição de outubro.

E devem permanecer ao largo do debate em São José de Ribamar…