3

“Flávio Dino e Edivaldo Júnior não dão um prefeito”, diz Andrea Murad…

Deputada critica o abandono do Maranhão pelo governador Flávio Dino e diz que a parceira entre ele e o prefeito de São Luís não funcionou em nenhum setor

 

adreaA frase acima é destaque do comentário da deputada Andrea Murad em seu perfil na rede social facebook.

A parlamentar declara-se revoltada, “assim como milhares de maranhenses, diante da incessante defesa de Flávio Dino à presidente Dilma, enquanto o Maranhão amarga a pior administração de todos os tempos”.

Criticando o que chamou de abandono do Maranhão pelo governador Flávio Dino, ainda aproveitou para comentar a parceria entre o governador e o prefeito Edivaldo Júnior.

– Nossa própria região metropolitana com ruas e avenidas esburacadas, MA’s com valas enormes, nossos bairros abandonados; me revolta quando lembro desse discurso mentiroso de parceria com prefeituras, aqui eu sei que Flávio Dino e Edivaldo Jr. juntos não dão 1 prefeito – escreveu em sua página. (veja print acima)

2

Destaque do dia: César Pires e a desimportância que Dilma dá ao Maranhão…

Em discurso na Assembleia Legislativa, deputado estadual mostra que, mesmo com lideranças abertamente contra a presidente Dilma Rousseff (PT), estados como Paraíba já têm BRs duplicadas, enquanto  o Maranhão é tratado com desprezo

 

cesarNa Paraíba, dois senadores são do PMDB contra o Governo Federal e um dos líderes nacionais do PSDB, o Cássio Cunha Lima, adversário contumaz e intestino da Dilma Rousseff. Apesar de tudo isso, a duplicação da Paraíba ou de João Pessoa a Recife está conclusa; Campina Grande a João Pessoa conclusa. A rota junina começa agora a ser estudada, lá na Paraíba, e o Maranhão desprestigiado, mesmo tendo o índice eleitoral nosso votado aqui no PT muito maior do que lá”.

Parece até que o nosso estado é um estado fadado a ser esquecido ou virado as costas pelo Governo Federal. Ora, a Paraíba totalmente adversa, com um número de eleitores no Congresso Nacional menor que o nosso, com um índice eleitoral dado ao PT menor do que o nosso. E vemos agora o João Alberto, senador João Alberto se insurgindo contra a decisão do PMDB para ser a favor de Dilma, o Júnior Marreca, o deputado Júnior Marreca se declarando abertamente nas redes sociais contra ao impeachment. E isto tudo nos deixa impressionado com a forma com que o Governo Federal vê o meu estado, vê o Maranhão”

3

Enquanto Dino persegue adversários o Maranhão afunda, afirma Hildo Rocha…

Parlamentar diz que trabalhadores no Maranhão estão sofrendo no governo comunista, mas os “camaradas do PCdoB” e seus familiares se beneficiam do dinheiro público

 

Em pronunciamento na tribuna da Câmara, o deputado federal Hildo Rocha (PMDB) disse que o governador Flávio Dino foi incapaz de atrair investimentos para o Maranhão.

– Nunca os trabalhadores do Maranhão sofreram tanto quanto estão sofrendo no governo de Flávio Dino – afirmou.

Mas, segundo o parlamentar, a crise não atinge os filiados ao PCdoB do Maranhão.

– Os camaradas estão todos empregados. E não é só os dirigentes do partido, os familiares da atual esposa do governador estão todos empregados – destacou Rocha.

O deputado ressaltou que o governador está importando comunistas.

– Eles estão ocupando cargos que poderiam ser exercidos por maranhenses – destacou.

Professores desestimulados

Rocha disse que os professores da rede pública estão desestimulados porque o governador não concedeu o reajuste previsto na lei.

O parlamentar ressaltou que o sindicato abandonou os professores porque toda a diretoria da entidade é composta por filiados ao PCdoB.

– Em vez de estar do lado dos professores estão do lado do governador – criticou.

Infraestrutura precária

O deputado lembrou que as estradas maranhenses estão acabadas.

– Bilhões de reais aparecem entre os gastos com manutenção das estradas que na prática pratica a gente não vê – declarou.

Exército de perseguidores

Hildo Rocha destacou que por mostrar ao país a realidade do governo Flavio Dino tem sido vítima de perseguições e calúnias.

– Como sempre faz, Dino colocou o seu exército de perseguidores para me atacar. Como fui Secretário de Estado das Cidades, ele resolveu fazer auditorias nas contas de gestão da época e que fui secretário. Ocorre que as contas já haviam sido auditadas, até porque a legislação determina que no final de gestão seja realizada uma auditoria. A auditoria já havia comprovado que não houve nenhuma irregularidade, nenhum ilícito. Já na segunda auditoria eles se basearam em leis inexistentes à época em que fui secretário com o objetivo de me incriminar. Isso tudo para me prejudicar por eu criticar a atual administração – afirmou.

5

A Andrea Murad: saúde desmorona enquanto Flávio Dino gasta recurso público para se promover

Andrea volta a criticar Flávio Dino

Andrea volta a criticar Flávio Dino

A deputada Andrea Murad (PMDB) saiu mais uma vez em defesa da saúde pública do Maranhão e questionou a postura do governo que pouco tem investido no setor enquanto contrata empresa de comunicação para melhorar a imagem de Flávio Dino.

“O Governador não está nem aí para a população. Cortou mais de 78% dos recursos de combate a dengue. Faz corte nas áreas essenciais, como a saúde do povo, mas tem dinheiro para promover a sua imagem pessoal. O mais engraçado é que ele quer promover o governo e não tem resultado algum com o trabalho. Todos viram hoje no Blog Coluna Esplanada do UOL o tipo de imagem nacional que Flávio Dino quer mostrar. Uma mentira! Basta vir ao Maranhão, basta acompanhar o sucateamento da rede hospitalar do Estado, basta ver todas as áreas do governo, a ineficiência do governador, a incompetência do governador, mas ele tem dinheiro para gastar seis milhões vendendo uma imagem mentirosa de um governo incompetente, corrupto, fraudulento e que só sabe fazer miséria com a vida do povo”, disse a parlamentar.

O assunto repercutiu após um site nacional de notícias comentar sobre os gastos que o Governo do Maranhão vai fazer para divulgar a imagem pessoal do governador Flávio Dino. Para a deputada, o gasto de R$ 6 Milhões deveriam ser revertidos em investimentos para a saúde do Maranhão ou intervir em municípios como São Luís, onde Socorrões encontram-se um caos.

“Os Socorrões em São Luís estão um caos, hoje mesmo uma manifestação dos médicos pedindo socorro. É desse tipo de administração que o governador Flávio Dino gosta. É com esse tipo de administração que o governador Flávio Dino compactua. Até hoje não deram um jeito no Socorrão, por quê? Por que o governador Flávio Dino não interviu no Socorrão como fez na época o então secretário Ricardo Murad quando interviu na gestão João Castelo? Porque não está nem aí para a saúde do povo. Se as UPAS do Estado ele está acabando, se o Hospital Carlos Macieira, que era referência, o Hospital Geral, ele está conseguindo acabar, os hospitais dos municípios que ele sequer inaugura. Mas gasta R$ 6 Milhões para promover a imagem de um governo que não existe”, finalizou a parlamentar.

7

“A violência é fruto da arrogância do governador”, diz Andrea Murad…

Andrea: mais um desabafo contra a violência

Andrea: mais um desabafo contra a violência

A onda de violência que vem ocorrendo é fruto da irresponsabilidade e arrogância de um governador que não sabe enxergar os erros que acontecem no governo, além de não fazer nada para melhorar o sistema. Deixa um secretário que no decorrer do ano já mostrou sua total incompetência para o cargo – e não adianta depois ficar com choradeira em vídeo, se lamuriando, se dizendo perseguido, porque é um incompetente. Todos os dias são vidas perdidas, explosões a agências, delegacias sem o mínimo de condições para se manter. Falta combustível, falta efetivo, faltam armas, faltam munições, alimentação, falta tudo! Para a manutenção da Delegacia de Coroatá é dado um valor de R$ 1.500 por mês para a delegacia funcionar em um prédio improvisado, que agora estão querendo até colocar em uma escola pública. O fato é que o Estado tem uma Segurança falha, uma segurança ineficiente e o povo não aguenta mais ser vítima da bandidagem”

Deputada Andrea Murad ao discursar sobre onde da violência no Maranhão e lamentar a morte de um professor em Coroatá, ao reagir a um assalto.

6

A violência no Maranhão e a opinião da Assembleia…

edilazio

Edilázio: faltou dinheiro no Carnaval

Assalto a banco, explosão de bancos e de caixas eletrônicos passaram a ser corriqueiros no estado. Dia sim, dia não, é registrado esse tipo de crime no estado. O único período em que houve uma pausa, foi no Carnaval, porque os bandidos estavam brincando. No primeiro dia útil, houve explosão de caixa eletrônico e dessa vez com morte. Nós estamos falando do município de Colinas, onde uma jovem inocente foi morta ontem. Município que tem como base e reduto o nosso vice-governador Carlos Brandão e o manda-chuva do Governo, secretário Marcio Jerry. Se lá está desse jeito, imagina nas pequenas cidades onde não têm essas autoridades, esses notáveis dentro do Governo do Estado” – Edilázio Júnior (PV)

neto

Othelino: defesa do governo

Independentemente de lado político, de ser oposição ou de ser governo, todos nós, claro, lamentamos o ocorrido no município de Colinas. Mas nós só não podemos deixar de reconhecer os investimentos que o atual Governo do Estado tem feito em Segurança Pública. Nunca se fez tantos investimentos nesta área como agora no Maranhão”- Othelino Neto (PCdoB)

netosou

Sousa Neto também lembrou do carnaval

Não teve assalto a banco durante o período do carnaval porque não tinha dinheiro nos caixas eletrônicos. Foi a única maneira de não ter assalto a banco durante o período do carnaval. Pior é que recebi a informação que o secretário de Segurança Pública sabia que tinha uma quadrilha, sabia da existência dessa quadrilha no Maranhão e tomou conhecimento com antecipação sobre esse assalto e nada foi feito para tentar conter esse crime”- Sousa Neto (Pros)

eweligton

Wellington apresentou sugestão

Nós solicitamos, ainda no ano passado, e reiteramos hoje a solicitação em caráter de emergência e urgência ao governador Flávio Dino e ao secretário Jefferson Portela da criação de postos de fiscalização fixos da companhia da Polícia Militar Rodoviária Estadual. Nós tínhamos 12 postos da Polícia Rodoviária Federal no Maranhão, cinco foram fechados. Nós temos uma Polícia Rodoviária Estadual que precisa ser incrementada. A implantação de postos da Polícia Rodoviária Estadual iria diminuir e muito esse tipo de crime que tem assombrado todo o nosso Estado”- Wellington do Curso (PPS)

2

Medo e perseguição…

perseguidor

Dino tem cultivado imagem de perseguidor

Uma simples declaração de um especialista em marketing político e eleitoral causou, na semana que passou, reação desenfreada dos líderes do governo Flávio Dino (PCdoB); e mostrou, mais uma vez, o temor que os comunistas têm com a história que estão construindo à frente do governo do Maranhão.

Em sua página em uma rede social, Guga Fleury – um dos mais destacados especialistas e consultores em marketing político – disse ter ficado preocupado com a imagem de perseguidor que está se formando no seio do governo Dino, desde a posse, em janeiro de 2015.

Textualmente, o especialista declarou: “Embora admire muito o governador Flávio Dino, vejo que o mesmo esteja talvez caminhando para um lado equivocado. Em recente observação técnica em São Luís, pude notar que a imagem de perseguidor parece cada vez mais se cristalizar em classes sociais diferentes”.

A declaração de Guga Fleury foi feita em meio ao debate sobre a decisão de Flávio Dino de retirar de prédios públicos nomes de seus adversários políticos, o que repercutiu negativamente. E ele somou a isso conversas com outras lideranças de São Luís, para perceber que a “perseguição” tem sido a tônica do governo.

Leia também:

O Flávio Dino perseguidor…

Deputado compara Dino a Diocleciano, o perseguidor…

É pelo medo que Dino se impõe…

“Prepotente e descontrolado”, diz pastoral sobre Dino…

Aliados de Dino e até membros do próprio governo partiram para cima do marqueteiro nas redes sociais, primeiro com a já surrada tática de desqualificar o oponente; depois, atacando quem tivesse ousado publicar o texto.

Mas o fato é que Guga Fleury – que, repise-se, é consultor na área e um dos mais renomados marqueteiros do país – expressou um sentimento que já vinha sendo posto por vários observadores da cena política: a de que o governador tem se imposto mais pelo medo do que pelo carisma. Já escreveram sobre o tema políticos como Ricardo Murad, Edinho Lobão, Gastão Vieira e Wellington do Curso; e escritores como Joaquim Itapary e Joaquim Haickel.

Mais do que rebater e atacar quem ouse dar esta opinião, o governo precisa refletir e repensar sua forma de relacionamento – com aliados e com adversários.

Afinal, só está no segundo ano do mandato…

Da coluna Estado Maior, de O EstadoMaranhão, com ilustrações do blog

 

7

“O prefeito não conversa sobre absolutamente nada”, reclama Chico Carvalho, da relação com Edivaldo….

Vereador e presidente do PSL admite já ter conversado com o deputado Bira do Pindaré e diz ser “muito difícil” manter a aliança com o pedetista agindo assim

 

Carvalho: cobrança ao prefeito e novas articulações

Carvalho: cobrança ao prefeito e novas articulações

Presidente estadual do PSL, o vereador Francisco Carvalho mostra-se insatisfeito com a postura adotada pelo prefeito Edivaldo Júnior (PDT) na relação com os partidos.

Queremos continuar honrando com o compromisso firmado com o prefeito Edivaldo Holanda Júnior. Mas está muito difícil. O prefeito está afastado, não conversa sobre política e sobre absolutamente nada. Está muito difícil continuar desta forma”, disse Carvalho, em entrevista ao jornal O EstadoMaranhão.

Na semana passada, Chico Carvalho reforçou convite ao deputado Sérgio Frota (PSDB) para que se filiasse ao PSL.(Releia aqui)

E revelou, ontem, contatos também com o deputado estadual Bira do Pindaré (PSB).

Bira do Pindaré foi a minha casa, acompanhado do vereador Honorato [Fernandes, do PT] e falou do interesse em uma aliança com o PSL. Eu apenas ouvi as propostas, não respondi nada, porque continuo querendo honrar o compromisso com Edivaldo. Mas, como falei anteriormente, está difícil o relacionamento com ele”, revelou Carvalho.

A manifestação do experiente vereador tem sido a de muitos parlamentares.

Em todos os níveis…

2

Leonardo Boff dá puxão de orelhas em Lula, Dilma e no PT…

Boff com Dilma e Lula: exortação

Boff com Dilma e Lula: exortação

O PT deve ao povo brasileiro uma autocrítica nunca feita integralmente. Para se transformar numa fênix que ressurge das cinzas, deverá voltar às bases e junto com o povo reaprender a lição de uma nova democracia participativa, popular e justa que poderá resgatar a dívida histórica que os milhões de oprimidos ainda esperam desde a colônia e da escravidão.

Apesar de tudo, e quer queiramos ou não, o PT representa, como disse o ex-presidente uruguaio Mujica, quando esteve entre nós, a alma das grandes maiorias empobrecidas e marginalizadas do Brasil. Essa alma luta por sua libertação e o PT redimido continua sendo seu mais imediato instrumento.

Quem cai sempre pode se levantar. Quem erra sempre pode aprender dos erros. Caso queira permanecer e cumprir sua missão histórica, o PT faria bem em seguir este percurso redentor.

Leia aqui a íntegra do artigo

1

Imagem do dia: crítica de corpo presente…

Flávio Dino constrangido durante discurso de Humberto Coutinho

Flávio Dino constrangido durante discurso de Humberto Coutinho

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Humberto Coutinho criticou duramente os setores de Segurança e Saúde do governo Flávio Dino (PCdoB). E o fez na presença do próprio governador, durante a reabertura dos trabalhos da Casa, nesta terça-feira, 2. Visitando as nossas bases o povo reclama de muitas coisas, mas duas são principais: é a Segurança e a Saúde”, disse o parlamentar, citando gastos do governo que não resultaram em ações concretas. O pronunciamento de Coutinho ocorreu logo após discurso do próprio Dino. Ouça abaixo o áudio completo: