3

Márcio Jardim lamenta “baixa cobertura vacinal do Maranhão”

Ex-secretário de Esportes de Flávio Dino reconhece “um bom trabalho da prefeitura de São Luís” e a concentração de esforços do Governo do Estado na Região Metropolitana, mas diz que, apesar disso, o Maranhão continua na rabeira da imunização no país

Márcio jardim manifestou-se sobre as campanhas de vacinação no Maranhão

O ex-secretário de  Esportes e Lazer do Maranhão, Márcio Jardim, lamentou em suas redes sociais a baixa cobertura vacinal apresentada pelo estado do Maranhão contra a CoVID-19.

Para Jardim, apesar dos esforços do governo Flávio Dino e do “bom trabalho” desenvolvido pelo prefeito Eduardo Braide em São Luís, o Maranhão continua entre os últimos em imunização.

– Não obstante os animadores dados da baixa faixa etária da vacinação na capital (…) o fato é que o Maranhão continua com uma das mais baixas coberturas vacinais do país – ressaltou.

Para Jardim, tanto a Prefeitura de São Luís quanto o Governo do Estado concentram suas ações na capital e na região metropolitana; mas ações inconsistentes no interior fazem o estado amargar a rabeira da imunização.

Jardim atua hoje como auxiliar da gestão do município  de Maricá, no Rio de janeiro.

É de lá que acompanha a movimentação político-social e administrativa do Maranhão…

5

Professor, Márcio Jardim critica prioridade de vacinação a professores…

Avaliação do militante petista é a de que a inclusão dos profissionais de Educação na lista dos primeiros a serem imunizados, além de ter objetivo meramente eleitoreiro,  prejudica setores da sociedade bem mais vulneráveis na pandemia de conoravirus

 

Márcio Jardim em sala de aula; crítica dura ao fura-fila da vacina promovida pro sindicatos ligados aos professores

O professor e ex-secretário de Esportes e Lazer do Maranhão, Márcio Jardim, manifestou-se criticamente neste fim de semana contra a prioridade de vacinação aos profissionais da Educação no Maranhão.

Na sua avaliação, além de ter viés claramente eleitoreiro, o “fura-fila” da Educação prejudica setores bem mais vulneráveis da sociedade.

– Este tipo de critério corporativista, com viés totalmente eleitoral, quebra uma lógica racional, mais humana e justa na fila para a vacina – afirmou o professor, em suas redes sociais

Márcio Jardim é professor da rede pública de ensino e discorda profundamente da inclusão da categoria na fial de imunização.

A manifestação do professor nas redes sociais: prioridade deveria ser pára categorias mais vulneráveis

A manifestação de Jardim ganha força por vir de um profissional ligado ao próprio setor que pressiona pela quebra da lógica na fila da imunização.

E deve acirrar o debate sobre outras categorias “fura-fila”…

3

Márcio Jardim vê desdem de comunista em crítica ao PT

Ex-secretário de Esportes do governo Flávio Dino rebate o candidato do PCdoB a prefeito de São Paulo, Orlando Silva, que classificou o partido de Lula como “parte do passado” da esquerda brasileira

 

Em resposta a Orlando Silva, Márcio jardim exortou o PT a se fazer maior do que é em São Luís; voz solitária na seara petista

Voz solitária na tentativa de desencabrestar o PT maranhense do governo Flávio Dino – e garantir maior protagonismo à legenda – o ex-secretário de Esportes Marcio Jardim foi o único petista a rebater as críticas do deputado federal Orlando Silva, candidato a prefeito de São Paulo.

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, Silva declarou que Lula e o PT fazem “parte do passado” da história da esquerda brasileira. (Saiba mais aqui)

Para Márcio Jardim, foi um desdém do comunista.

– O baiano eleito em 2018 com os votos do PT foi o último da coligação; avança uma casinha para ter o apoio do PT em São Luís e léguas para virar adjunto de Roberto Freire – disse jardim.

O problema é que Jardim fala sozinho no PT maranhense.

Seus colegas de partido – a exemplo do presidente Augusto Lobato e do vereador Honorato Fernandes –  estão mais preocupados em manter empregos no governo Flávio Dino ou cavar vaga de vice na chapa de Rubens Júnior (PCdoB) para ter saída honrosa à falta de votos para releição à Câmara.

Honorato na fila de apoios do comunista Rubens Pereira Júnior: em busca de salvar a própria pele, nem aí para as críticas do PCdoB ao PT

No mesmo dia em que a fala de Orlando Silva repercutia nacionalmente, por exemplo, Honorato almoçava com Rubens Júnior, tentando ratificar um apoio que o próprio PT ainda não definiu.

Sobre o silêncio dos companheiros, Jardim comentou assim ao blog Marco Aurélio D’Eça:

– Pelo menos tem uma voz que expressa opinião entendendo qual é o jogo em curso para achatar o PT por setores da esquerda e da direita. Ser governo tem ônus e bônus. No caso do PT, o silêncio de muitos é parte do ônus.

5

Márcio Jardim fecha com Weverton…

Após tentar ele próprio ser candidato a senador, o ex-secretário Márcio Jardim (PT) declarou apoio ao pedetista Weverton Rocha..

“Nesse momento, precisamos de cidadãos com posicionamento. Eu tenho um lado e não posso me omitir. Meu voto e meu apoio são de Weverton Rocha, pela sua história, pela sua luta na defesa do governo Dilma, na defesa do governo de Jackson Lago, por todas essas razões, decidimos declarar nosso apoio a ele e não é meramente protocolar, é efetivo e combativo”, afirmou o petista, em entrevista ao programa Ponto e Vírgula, da rádio Difusora, na última sexta-feira, 9.

Jardim justificou que estará ao lado de Rocha por conta da estratégia eleitoral do PT, que definiu pela aliança com Flávio Dino (PCdoB).

“Considerava viável a minha candidatura pela força que o ex-presidente Lula tem no estado, mas prevaleceu outra estratégia eleitoral e eu sou um militante fiel”, declarou.

O ex-secretário vai acompanhar o candidato em suas andanças pelo interior…

2

PT sem chances para Aníbal Lins e Márcio Jardim…

Pré-candidatos de si mesmos ao governo e ao Senado, petistas continuarão falando sozinhos enquanto a direção do partido já oficializa data para confirmação da aliança com Flávio Dino

 

PELO BEIÇO. Márcio Jardim tende a repetir este mesmo gesto com Flávio Dino. Apesar de tudo

No mesmo dia em que o professor Márcio Jardim expôs seus novos mimimis nas redes sociais, a direção nacional do PT autorizou a direção estadual do partido a realizar, no dia 27, o encontro que confirmará a aliança com o governador Flávio Dino (PCdoB).

O PT do Maranhão vai atrelado com o comunista, esteja ou não na chapa majoritária.

Caberá a Jardim e ao pré-candidato a governador, Aníbal Lins, uma vaga de suplente de senador. Se quiserem.

Sob o comando do secretário Chico Gonçalves – ventríloquo do presidente regional Augusto Lobato – o PT maranhense sempre esteve atrelado ao governo Dino, inclusive com a presença do próprio Márcio Jardim. 

E os próprios Márcio Jardim  e Aníbal Lins estarão atrelados na campanha do comunista.

De uma forma ou de outra…

1

Eliziane Gama quer PT em sua primeira suplência…

Pré-candidata a senadora na chapa do governador Flávio Dino já ofereceu vaga aos petistas, e conta com o aval do comunista para atrair o partido

 

Eliziane na campanha de 2016 com representante do PT: relação amistosa, embora ideologicamente divergente

A deputada federal e pré-candidata a senadora Eliziane Gama (PPS) confirmou ao blog o interesse de ter o PT em sua rede de suplentes.

A parlamentar libera a primeira suplência para o partido.

– Há dois meses venho lutando para eles aceitarem a primeira suplência – confirmou Eliziane, que aparece nas primeiras colocações em todas as pesquisas de intenção de votos.

O PT tem pressionado Flávio Dino (PCdoB) para ocupar uma vaga na chapa majoritária do governador, mas pretende ter a vice ou um,a vaga de candidato a senador.

A suplência tem sofrido resistência das lideranças do partido.

Embora ideologicamente divergente do PT, Eliziane Gama sempre manteve relação próxima com militantes petistas em suas campanhas eleitorais.

Faltando pouco mais de 20 dias para a convenção comunista, a confirmação do aceno de Eliziane pode viabilizar o acordo entre as partes.

Basta que o PT indique o nome…

 

0

PT rachado…

A admissão do ex-auxiliar de Flávio Dino, Márcio Jardim, de que haverá petistas com Roseana Sarney nas eleições, deixa ainda mais irritado o seu xará comunista, Márcio Jerry

 

Roseana esteve com o PT do início ao fim do governo Lula

Não será surpresa se o PT maranhense tiver braços eleitorais em algumas das principais candidaturas a governador do Maranhão, mesmo coligado oficialmente com o comunista Flávio Dino.

Há vozes discordantes entre os petistas que deixam claro a simpatia pela aliança com a ex-governadora Roseana Sarney (MDB); e outros, que ainda defendem apoio ao deputado estadual Eduardo Braide (PMN).

O clima de racha é cada vez maior no PT a ponto de se ouvir vozes como a do professor Márcio Jardim – pré-candidato a senador pelo partido – admitir que a legenda não vai integralmente com Flávio Dino.

Lideranças como Antonio Heluy e Joab Jeremias assumem publicamente simpatia pela aliança com Roseana.

A admissão de Márcio Jardim levou seu xará comunista Márcio Jerry a voltar a agredir seus adversários, de forma tão raivosa que mostrou o tamanho da preocupação dinista com o partido que o próprio governador esnoba em sua chapa governamental.

O atrelamento do PT ao governo Flávio Dino se dá por intermédio do professor Chico Gonçalves e do sindicalista Augusto Lobato, ambos empregados de Flávio Dino.

E também pelo vereador Honorato Fernandes, cujo interesse é eleger-se deputado estadual.

Nenhum outro grupo do partido mostra-se plenamente satisfeito com a aliança comunista.

Por isso o PT vai rachado, de novo, nas eleições de outubro.

Da coluna Estado Maior, de O EstadoMaranhão…

0

Márcio Jardim diz que aceita ser candidato ao Senado em chapa própria do PT…

Ex-secretário diz que não ficará contra o governo Flávio Dino, mas entrará na chapa petista se o partido decidir lançar candidato próprio ao governo

 

Jardim sonha disputar o Senado ao lado de Dino, mas se contenta com um candidato do PT

O ex-secretário de Esportes, Márcio Jardim, admitiu a este blog que pode disputar uma vaga no Senado mesmo que o PT lance candidatura própria ao governo.

Ainda que descartando fica contra o governador Flávio Dino, Jardim diz que entrará na chapa pelo projeto de eleger Lula presidente.

– Não vou ficar contra Flávio Dino, mas, se o PT quiser lançar uma candidatura própria, eu aceito disputar o Senado nessa chapa – afirmou Jardim.

Quando perguntado por este blog quais as chances de a candidatura própria prosperar no PT, ele foi lacônico:

– É muito provável – frisou.

8

Márcio Jardim se credencia como a voz de Lula no Maranhão…

Estimulado pelo bom desempenho para o Senado na pesquisa Vox Populi, petista começa a vincular sua imagem à do ex-presidente – que lidera a corrida presidencial – e deve montar no Maranhão comitê em defesa da democracia

 

Márcio ao lado de Lula e o cartaz do comitê popular

O ex-secretário de Esportes Márcio Jardim (PT) faz campanha aberta, corajosa e pública de sua relação com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

E como tal, o militante petista se credencia como a principal voz em defesa do ex-presidente no Maranhão.

Gráfica imprime cartazes que devem ser espalhados no Maranhão

Estimulado pelo excelente desempenho na disputa pelo Senado Federal – chegou a registrar 9% de intenção de votos para o Senado – Jardim vai criar o “Comitê em Defesa da Democracia”.

A ideia é reforçar os ideias petistas e defender o legado do governos Lula e Dilma.

E de quebra mostrar-se como a opção lulista para o Senado…

0

O fator Márcio Jardim para o Senado…

Petista recentemente exonerado do governo Flávio Dino aparece com até 9% das intenções de voto para senador, em um ambiente com presença de fortes lideranças e sem fazer qualquer tipo de campanha

 

ALTA PERFORMANCE. Com a força de Lula, Márcio Jardim pode colocar o PT no jogo da sucessão

O ex-secretário de Esportes Márcio Jardim (PT) é a grande surpresa da pesquisa Vox Populi no que diz respeito à disputa pelo Senado Federal.

O petista aparece com nada menos que até 9% das intenções de voto de acordo com os cenários pesquisados.

A performance de Márcio Jardim é ainda mais relevante quando se analisa os nomes na disputa, que tem desde o senador Edison Lobão (PMDB), passando pelo ministro Sarney Filho (PV), até os deputados federais José Reinaldo Tavares (PSB), Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS) todos já manifestamente declarados candidatos.

VOX POPULI. Pesquisa para o Senado

VOX POPULI

A presença de Márcio Jardim na disputa põe o PT no jogo da sucessão do governador Flávio Dino (PCdoB), em condições plenas de negociação.

Desde que as lideranças do partido não estejam apenas interessados em cargos…