3

Ultra-direita de olho no PTB…

Além do senador Roberto Rocha, que foi convidado a sair do PSDB, outros políticos alinhados ao projeto do presidente Jair Bolsonaro, como o prefeito Lahésio Bomfim e o médico Allan Garcês tentam assumir o controle da legenda, cujo deputado Pedro Lucas deixou a presidência

 

Roberto Rocha e Allan Garcês têm interesse no PTB; mas podem até entrar juntos na legenda, com as bençãos de Jair Bolsonaro

Sob o comando do controverso ex-deputado Roberto Jefferson, e radicalmente alinhado ao projeto do presidente Jair Bolsonaro, o PTB deve ganhar contornos cada vez mais de ultra-direita após saída do deputado federal Pedro Lucas Fernandes.

O partido vem sendo disputado nos bastidores por ícones da direita maranhense, como o senador Roberto Rocha – que foi convidado a deixar o PSDB – o prefeito de São Pedro dos Crentes, Lahésio Bomfim, e o médico Allan Garcês.

Todos com o mesmo alinhamento radical a Bolsonaro.

Lahésio Bomfim também aposta na relação com Bolsonaro para ter o PTB em seu projeto de disputar o Governo do Estado

Pedro Lucas já tem o controle político do PSL, mas deve filiar-se à legenda somente em abril do ano que vem, durante a janela partidária.

É o tempo que os três ultra-direitistas se viabilizam em Brasília, de olho nas eleições de 2022.

 

1

Apoio a empresas e profissionais da área de eventos é defendido por César Pires

As dificuldades financeiras enfrentadas pelos empresários e profissionais da área de eventos foram relatadas pelo deputado César Pires na sessão remota desta terça-feira (13). Ele pediu ao governador Flávio Dino que garantisse apoio a cerca de 35 empresas do setor que já não conseguem mais honrar seus compromissos nem pagar os funcionários.

“Além dos proprietários, há dezenas de decoradores, cerimonialistas, garçons e outros profissionais que servem a essas organizações empresariais. Muitas deles alugaram seus espaços a igrejas ou venderam seus equipamentos, na tentativa de sobreviver. Há que se considerar também os problemas emocionais gerados por essa crise. É preciso que o governo estenda suas mãos para essas pessoas”, defendeu César Pires.

O deputado chamou a atenção também para a dificuldade que muitos profissionais estão tendo na tentativa de ter acesso aos auxílios anunciados pelo governo estadual para a área da cultura. “O grupo Mesa de Bar divulgou vídeo em suas redes sociais relatando essa dificuldade em fazer o cadastro e receber o auxílio. A mesma reclamação tenho recebido de inúmeras outras pessoas”, informou.

Diante dessa situação, César Pires voltou a cobrar transparência do governo estadual quanto ao pagamento de auxílios emergenciais. “Enviei ofício ao secretário da Cultura, Diego Galdino, pedindo a lista das pessoas atendidas e os valores pagos, mas até hoje não obtive resposta. É preciso saber se, na prática, as pessoas estão sendo beneficiadas”, enfatizou.

Para o deputado, o governo não pode permitir que o excesso de burocracia ou falhas em sistemas de cadastro desestimulem as pessoas a buscarem o apoio do Estado e entrarem em desespero. “Sabemos que os eventos não podem acontecer por causa da pandemia, mas precisamos dar a nossa parcela de contribuição, em nível estadual, para minimizar o sofrimento das famílias maranhenses. Por isso apelo, mais uma vez, à sensibilidade do governador”, concluiu César Pires.

0

Weverton crê em consenso na escolha do candidato do grupo dinista

Senador e pré-candidato do PDT ao Governo do Estado entende que o governador Flávio Dino vai levar em conta a força eleitoral de cada candidato e o apoio das lideranças e partidos aliados, sem tentar impor nenhum nome à base

 

Weverton faz a sua parte, articulando apoios e consolidando seu nome, esperando que Flávio Dino respeite o consenso no grupo

 

Do blog de Gilberto Léda

Apesar de o governador Flávio Dino (PCdoB) já haver revelado nos bastidores preferência pela candidatura de Carlos Brandão (PSDB) ao Governo do Estado em 2022, o senador Weverton Rocha (PDT) não acredita que o comunista pense em impor o nome do tucano aos aliados.

O pedetista também é pré-candidato a governador e almeja o apoio do Palácio dos Leões.

Em entrevista ao programa Ponto Final, da Mirante AM, nesta quarta-feira (14), ele disse acreditar que a escolha do candidato governista ocorrerá por consenso.

“O Flávio não vai impor. Fosse assim, o Edivaldo [Holanda Júnior] não teria sido reeleito. Ele [Dino] poderia ter um outro candidato, mas ele ouviu os partidos e o grupo”, disse. Continue lendo aqui…

2

Weverton pode reunir até nove partidos da base de Flávio Dino

Governador declarou em entrevista que um dos critérios de escolha do nome do grupo para a disputa de 2022 será o posicionamento dos “14 ou 15 partidos” que compõem sua base de apoio, o que fortalece ainda mais a candidatura do senador pedetista, encaminhada pela maioria das legendas

 

Weverton já se viabilizou eleitoralmente e partidariamente, critérios a serem usados por Flávio Dino na escolha entre ele e Brandão

A escolha do candidato do governador Flávio Dino (PCdoB) à sua sucessão em 2022 levará em consideração a opinião dos cerca de “14, 15 partidos” que compõem a sua base de apoio no Maranhão.

A afirmação foi dada pelo próprio Dino, quatro dias atrás, em entrevista ao site Poder360.

– Entre julho e agosto farei conversa com os 14, 15 partidos que acho que ficarão conosco – afirmou Dino, citando o vice-governador Carlos Brandão (PSDB) e o senador Weverton Rocha (PDT) como as opções do seu grupo. (Leia a íntegra aqui)

Weverton lidera praticamente todos os cenários das pesquisas já divulgadas, o que lhe dá vantagem eleitoral sobre Brandão. (Relembre aqui, aqui aqui, e aqui)

Levando em conta a declaração do governador, o pedetista leva vantagem também no critério partidário.

O senador tem o apoio declarado de seis partidos – além do seu PDT já afirmaram estar com ele o PSB, PSL, PRB, DEM e Cidadania – e pode reunir nada menos que nove legendas, se viabilizar PTB, PP e PT.

Levando em consideração o número de partidos na base – citado pelo próprio Flávio Dino – significa que a maioria poderá declarar a Dino a preferência por Weverton.

Sobrariam a Brandão o seu PSDB e mais o PTC, o PCdoB do próprio Dino e duas ou três outras pequenas legendas que compõem a base. 

Se o comunista cumprir sua promessa e levar em conta os critérios das pesquisas e da preferência da base, portanto, Weverton Rocha estará bem à frente de Brandão.

A menos que Dino queira desconsiderar não apenas o pedetista, mas todos os outros aliados partidários…

1

Advogados terão solicitações por emaill respondidas em até dois dias

Seccional maranhense da OAB faz acordo com o Tribunal de Justiça e garante o atendimento eletrônico aos profissionais de todo o Maranhão

 

A OAB Maranhão e o Tribunal de Justiça do Estado assinaram acordo que dará maior celeridade ao atendimento às demandas virtuais da advocacia maranhense. Segundo os termos do acordo enviado ao CNJ, a partir de agora os advogados e advogadas terão suas solicitações por e-mail, respondida em um prazo máximo de dois dias úteis pelas unidades jurisdicionais maranhenses.

Esse acordo é fruto do Procedimento de Controle Administrativo (PCA), feito pela Procuradoria Estadual de Defesa das Prerrogativas da OAB, em que o CNJ determinou ao TJMA que assegurasse o pleno atendimento remoto da advocacia.

“Podemos classificar esse acordo como um avanço nesse processo de construção desse novo formato de prestação jurisdicional, advindo com a pandemia e que todos nós estamos nos adaptando. Esse entendimento entre a Ordem e o Judiciário beneficiará não só advocacia, mas toda a sociedade na medida em que terão uma resposta mais rápida às suas demandas no judiciário”, observou o presidente da OAB/MA, Thiago Diaz. 

No acordo firmado entre a OAB e o TJMA ficou acertado ainda que a Corregedoria Geral de Justiça oficiará a todas as magistradas e a todos os magistrados que desempenhem atividade em unidade ou órgão jurisdicional do Poder Judiciário maranhense, para liberarem os valores disponibilizados por meio de transferência bancária, com a brevidade possível e que priorizem a apreciação das medidas urgentes e o cumprimento daquelas concedidas, conforme Portaria Conjunta nº 34/2020.

Ficou ajustado ainda, que nos casos específicos em que tenham sido cerceados em seus direitos e/ou prerrogativas, especialmente em relação aos termos e prazos estabelecidos no acordo, deverá o Advogado informar a OAB/MA ou ingressar com Reclamação própria junto à Corregedoria Geral da Justiça, visando apuração da conduta do magistrado ou da magistrada.

No acordo entabulado restou pactuado, ainda, a reinstalação do “Comitê de Combate ao COVID do Sistema Judiciário”, o qual deverá reunir-se semanalmente para avaliar a evolução da Pandemia no Estado do Maranhão.

1

Hilton Gonçalo apresenta ao PGJ resultados da vacinação em Santa Rita

O prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo, se reuniu na manhã desta segunda-feira,12, com o procurador-geral de justiça, Eduardo Nicolau. Na ocasião, o gestor informou o andamento da vacinação no município, localizado a 216 km de São Luís.

“Temos sempre buscado manter esse diálogo com os gestores municipais. Recebemos a visita do prefeito de Santa Rita, que nos informou da situação da pandemia no município e do processo de vacinação da população”, destacou Eduardo Nicolau.

Hilton Gonçalo informou que, no município, já foram vacinadas as pessoas acima de 65 anos, bem como os moradores de áreas ribeirinhas e quilombolas.

“Nessa situação da pandemia, viemos aqui ouvir algumas sugestões do nosso procurador-geral para que possamos amenizar as dificuldades pelas quais passa a nossa população de Santa Rita, do Brasil e do mundo. Em Santa Rita, temos muitas áreas quilombolas e nós conseguimos vacinas para essa população. Como médico, sei da importância da vacina. Também estamos focando muito na distribuição de máscaras, álcool em gel e vacinando as áreas quilombolas, regiões ribeirinhas e na BR”, detalhou.

0

André Fufuca sobre eleições 2022: “não fechei com ninguém”

Deputado federal que preside o PP no Maranhão declarou-se surpreso com informações de que estaria na relação de aliados do vice-governador Carlos Brandão; e disse que só definiu dois votos para eleições do ano que vem: o dele próprio, na reeleição, e o do Senado, para Flávio Dino

 

André Fufuca e seu PP têm compromisso apenas com ele próprio e coma candidatura a senador de Flávio Dino; para o governo, nada definido

Presidente do PP no Maranhão, o deputado federal André Fufuca desmentiu nesta terça-feira, 13, que já tenha declarado apoio para candidatos a governador nas eleições de 2022.

– Até o momento no Maranhão dois votos eu já tenho definição que vou dar: um é no deputado federal André Fufuca; e o  outro para o candidato a senador Flávio Dino. Quanto a governador, eu não fechei nem dei palavra a ninguém – afirmou o parlamentar.

Nas últimas semanas, aliados do vice-governador Carlos Brandão têm incluído o PP de Fufuca na lista da provável aliança com o PSDB.

O deputado tem espaços importantes no governo Flávio Dino, com o qual já assumiu compromisso, mas se mantém neutro em relação às eleições para o governo.

– Só quem fala por mim sou eu mesmo. Nunca falei pra ninguém que está fechado com ele,  nem a ele mesmo [Brandão]. Se estão falando, estão falando por pensamento deles, não o meu. Nunca assumi compromisso com ninguém para governador – concluiu o deputado.

Com grande espaço na propaganda eleitoral, relação consistente de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores no interior, o PP é visto como importante aliado nas eleições de 2022.

Mas se depender de André Fufuca, essa decisão não se dará agora…

0

Famem prega vacinação “de domingo a domingo” nos municípios…

Após reunião da entidade com o governador Flávio Dino, presidente Erlânio Xavier pregou que o enfrentamento à CoVID-19 requer imunização em massa, sem paralisações em feriados ou fins de semana

 

Erlânio reuniu os diretores da Famem, remotamente, para conversa com o governador Flávio Dino sobre as ações contra a CoVID-19…

O presidente da Federação dos Municípios (Famem), prefeito Erlânio Xavier (PDT), pregou nesta terça-feira, 13, a intensificação da vacinação nos municípios maranhenses.

“É muito importante, prefeitas e prefeitas, quanto mais rápido nós vacinarmos, mais vacina o nosso estado vai receber. Então, nos cabe chamar nossos secretários e equipes, e vacinar de domingo a domingo. Enquanto tiver vacina no estoque, não tem que ter feriado, não tem que ter dia de domingo, porque quanto mais nós vacinarmos, mais estamos imunizando a nossa população”, ressaltou o presidente da entidade municipalista.

Erlânio reuniu a diretoria da Famem em encontro com o governador Flávio Dino nesta segunda-feira, 12, com quem discutiu o apoio governamental ás ações municipalistas.

“Contratamos já vacinadores e digitadores para acelerar o processo de imunização dos municípios e as equipes estão sob o comando das gestões municipais. Nosso objetivo é sempre ajudar”, afirmou o governador.

Estiveram presentes o presidente Erlanio Furtado Luna Xavier (Igarapé Grande); o 1º Vice-Presidente: João Luciano Silva Soares (Pinheiro); o 2º Vice-Presidente: José Carlos de Oliveira Barros (Vargem Grande); o Secretário Geral: João Igor Vieira Carvalho (São Bernardo); o 1º Secretário: Aluísio Carneiro Filho (Esperantinópolis); o Tesoureiro Fernando Portela Teles Pessoa (Tuntum); o 2º Tesoureiro: Alexandre Magno Pereira Gomes (São João dos Patos); o Diretor de Educação, Vanderly de Sousa do Nascimento Monteles (Anapurus); o Diretor de Saúde, Erik Augusto Costa e Silva (Balsas); o Diretor Jurídico, Amílcar Gonçalves Rocha (Barreirinhas); o Diretor de Representação de Brasília, Washington Luís de Oliveira (Bacuri); o 1º Conselheiro Fiscal, Deibson Pereira Freitas (Trizidela do Vale); o 2º Conselheiro Fiscal, Ubirajara Rayol Soares (Graça Aranha); o 1º Suplente Fiscal, Antonio Coelho Rodrigues (Sítio Novo) e o 2º Suplente Fiscal, Francisco Flávio Lima Furtado (Duque Bacelar).

0

Pré-candidato ao Senado, Flávio Dino ainda sonha ser vice-presidente…

Governador voltou ao cenário nacional neste fim de semana em série de entrevistas na qual respondeu a perguntas sobre a possibilidade de composição com o ex-presidente Lula; e as respostas dão a entender seu interesse

 

Flávio Dino já reservou a vaga de candidato a senador, mas espera ser chamado por Lula como companheiro de chapa em 2022

O governador Flávio Dino (PCdoB) tem afirmado e reafirmado desde o fim do ano passado que pretende disputar uma vaga no Senado Federal em 2022.

Vez por outra, no entanto, ele constrói rodadas de entrevistas em veículos de comunicação nacional nas quais deixa a entender claramente seu interesse em entrar na disputa presidencial, em que aparece com até 2% das intenções de votos.

Mas agora a ideia é compor como companheiro de chapa do ex-presidente Lula (PT), embora, obviamente, não declare abertamente esta possibilidade.

E ele próprio explica por que não se oferece a Lula.

“Na verdade, ninguém se candidata a vice, ninguém se oferece para ser vice. É uma coisa até de mau gosto com o amigo, parece que você não está confiando na saúde do seu amigo”, desconversa o governador, como fez na pergunta do  site My News.

A tradução da resposta de Dino é óbvia: ele não vai se oferecer para compor com ninguém; mas manterá o nome em evidência esperando ser convidado.

E ser vice de Lula, que tem amplas chances de sair vencedor em 2022, é, de fato, um posto e tanto no cenário nacional.

Dino vai continuar mantendo a reserva da vaga de candidato a senador pelo Maranhão até, pelo menos, o início do ano que vem.

Mas continuará, também, a manter seu nome como opção no cenário nacional.

Vai que…

3

CPI da Assembleia fará batida em postos de combustíveis…

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Combustíveis realiza, nesta terça-feira (13), uma “batida” em postos de combustíveis da Região Metropolitana de São Luís.

A ação será acompanhada por fiscais do Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial do Maranhão tem o apoio do (Inmeq).

Em reunião na tarde de ontem (12), o presidente da Comissão, deputado Duarte Júnior (Republicanos), já havia destacado o apoio do órgão de fiscalização aos trabalhos de investigação.

“A cada dia nos deparamos com mais informações. São dados importantes que não podemos divulgá-los ainda, a fim de evitar prejuízos para as investigações. Nosso objetivo é fazer com que, ao final desses 120 dias previstos para realização da CPI, o Maranhão volte a ter um combustível com um valor justo e de acordo com o mercado”, salientou.