1

Aqui se faz, aqui se paga…

Governador que reclama de emendas supostamente negadas por senadores maranhenses é o mesmo que nega liberação de emendas ao Hospital Aldenora Bello só porque elas são de membros da oposição

 

CINISMO. Flávio Dino reclama nos outros o que ele próprio faz

O governador Flávio Dino (PCdoB) foi à redes sociais na manhã de ontem para reclamar dos senadores Edison Lobão (PMDB), João Alberto (PMDB) e Roberto Rocha (PSB). Ele acusa os três senadores de se recusarem a cumprir um acordo que garantiria  R$ 160 milhões em emendas para municípios maranhenses.

O comunista diz que os parlamentares também exigem que metade desses recursos seja encaminhada aos municípios de sua indicação.

Para Dino, os senadores agem assim para prejudicá-lo. Tolice do governador comunista. É óbvio que, sendo os autores das emendas, João Alberto, Lobão e Roberto Rocha vão encaminhá-la, naturalmente, às suas bases eleitorais, aos prefeitos aos quais são mais ligados. E nada há de errado nisso, a não ser o cumprimento do acordo, se tiverem mesmo firmado.

Além do mais, Flávio Dino é o único maranhense que não pode reclamar de questões relativas a emendas parlamentares. Qualquer maranhense poderia reclamar, menos ele.

O governador que vai às redes sociais reclamar que senadores não querem destinar emendas impositivas à saúde dos municípios – e que os acusa de fazer isso por revanchismo político – é o mesmo que se nega a liberar emendas dos deputados Eduardo Braide (PMN), Edilázio Júnior (PV) e Graça Paz (PSL) para o Hospital do Câncer Aldenora Bello.

E o faz por puro revanchismo político, já que todos esses parlamentares têm posicionamento crítico em relação ao seu governo. Ele também tem articulado sua bancada para impedir que um projeto do deputado César Pires (DEM), que torna impositiva as emendas no Maranhão.

Portanto, se existe no Maranhão alguém que não pode reclamar de quem não libera emendas, essa pessoa é o governador.

Da coluna Estado Maior, de O EstadoMaranhão

0

Famem apoiará mobilização de prefeitos pela municipalização do trânsito…

César Pires com os representantes da Famem

A Federação dos Municípios do Maranhão (Famem) vai liderar a mobilização dos gestores municipais no processo de municipalização do trânsito, principal bandeira da Frente Parlamentar em Defesa da Vida no Trânsito, presidida pelo deputado César Pires.

O assunto foi debatido nesta quinta-feira, 19, em encontro com o presidente da entidade, Cleomar Tema Cunha, que contou com a participação do parlamentar e de representantes do Governo do Estado, da Polícia Rodoviária Federal e de entidades como o Observatório do Trânsito no Maranhão e do Instituto SOS Vida.

A municipalização do trânsito dominou os debates na audiência pública realizada semana passada pela Frente Parlamentar em Defesa da Vida no Trânsito, na Assembleia Legislativa.

“Nós reconhecemos que os municípios enfrentam dificuldades, principalmente financeiras, para assumir as ações previstas no Código de Trânsito Brasileiro, mas não podemos nos conformar com a inação que favorece a ocorrência de tantas mortes nas ruas, avenidas e estradas do Maranhão”, destacou César Pires.

Na reunião, o presidente da Famem foi informado que o Ministério Público promoverá encontro dia 20 de novembro para discutir a municipalização do trânsito com os prefeitos, e também tomou conhecimento de iniciativas como os projetos de lei que César Pires apresentará na Assembleia Legislativa, visando reduzir o número de mortes no trânsito do Maranhão, e as cartilhas elaboradas pelo Observatório do Trânsito e o Instituto SOS Vida, que poderão ser utilizadas pelos gestores municipais.

“Podem contar com nosso apoio para que possamos estabelecer o diálogo com os prefeitos e trabalhar em parceria, visando superar as dificuldades e buscar alternativas para tornar mais seguro o tráfego de veículos e pedestres em nossas cidades”, finalizou Cleomar Tema Cunha.

Também participaram da reunião o superintendente da Polícia Rodoviária Federal, Paulo Moreno; o assessor especial do governo estadual, Marcos Pacheco; o coordenador do Observatório do Trânsito do Maranhão, Francisco Soares e o coordenador da Campanha SOS Vida, Lourival Souza.

0

Júnior Verde destaca avanços no assentamento das famílias da Comunidade Nova Esperança

Representantes da Comunidade Nova Esperança, em Paço do Lumiar, foram levados nesta terça (17) pelo deputado estadual Júnior Verde à Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular (SEDIPOP), para uma reunião na qual foi discutido o Termo de Acordo que destina 7 hectares da área às famílias que lá residem. O encontro foi destaque no pronunciamento do parlamentar nesta quarta-feira, 18, na Tribuna da Assembleia Legislativa.

O Termo de Acordo foi firmado entre a Associação da Comunidade Nova Esperança, o Governo do Estado e a Fundação da Criança e do Adolescente – proprietária da área -, e encaminhado ao Judiciário, que deverá homologá-lo. Pelo Termo, 321 famílias serão beneficiadas com a garantia de um loteamento no local.

Júnior Verde começou a acompanhar a comunidade ainda no ano passado, por meio da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Assembleia.

“Temos buscado intermediar o diálogo entre os moradores da comunidade e o Governo do Estado. Estamos aguardando a homologação por parte do judiciário, mas certamente o acordo que garante o loteamento representa uma grande conquista, um avanço para toda a comunidade”, observou o deputado.

O secretário de Estado da SEDIPOP, Francisco Gonçalves, recebeu a comissão e afirmou que em breve as famílias serão assentadas. “A Secretaria vai garantir a consolidação dos direitos dessas famílias”, assegurou o secretário.  

Em junho deste ano, o Júnior Verde conduziu audiência pública com representantes da comunidade, que corria o risco de ser retirada da área pelo Governo do Estado. Na época, O Estado buscava na justiça a reintegração de posse para a construção de um centro sócio educativo.

Agora, vai garantir a moradia para centenas de famílias.

Os moradores que não foram cadastrados serão inseridos em programas de políticas públicas de habitação no âmbito do município, do Estado e do Governo Federal.

1

Andrea Murad prega o “Fora Dino”…

Flávio Dino é muito hilário ao afirmar nas redes sociais que ele se “comprometeu publicamente” em repassar 100% dos recursos das emendas dos parlamentares federais do Maranhão para a área da saúde aos municípios, como se a palavra dele valesse alguma coisa e os deputados e senadores precisassem de um intermediário quando podem passar diretamente aos prefeitos esses recursos. Aqui no Maranhão, o governador discrimina os deputados de oposição mas reclama dos federais de oposição por não indicarem emendas para o seu governo. Homem de duas caras esse governador.  Nunca liberou uma emenda para os deputados da oposição porque não se submetem a comer milho na sua mão. Muito cara de pau e incoerente como sempre se comportou durante todo o seu mandato. Desde quando assumiu o posto de governador, quando todos esperavam por uma expressiva mudança, Flávio Dino vem lutando para manter os deputados debaixo de suas rédeas e sempre impedindo que a PEC das emendas impositivas fosse aprovada, como está acontecendo mais uma vez na Assembleia Legislativa do Maranhão.

 

No Congresso Nacional, as emendas já são impositivas. Os deputados federais e os senadores têm o direito de destinar pra onde considerarem ser prioridade para suas regiões. E ainda assim, Dino também quer se apossar das emendas dos deputados federais e senadores de oposição pra gastar na sua campanha de reeleição. Devia ter vergonha e coerência. Aqui nunca pagou emendas dos deputados de oposição e agora, pasmem, as do deputado Eduardo Braide — que sempre foram liberadas porque o apoiava —, agora que está na oposição, o governador proibiu a liberação. E Flávio Dino nem se importa que uma das emendas todos os anos é destinada para o hospital do câncer Aldenora Belo. Ele não tem pena de ninguém. É um monstro esse Flávio Dino.

 

E se a bancada federal não ajuda os municípios, é por culpa de Dino. Hipócrita, perseguidor e dissimulado. Fora Dino.

0

“A responsabilidade pela saúde é do governo do Estado”, diz Lobão, em resposta a Dino…

Senador emite nota em que chama de mentira a acusação do governador sobre emendas parlamentares e diz que o comunista deveria usar seu tempo para cuidar do Maranhão, ao invés de “se dedicar com tanto ardor a selvagens lutas políticas”

 

MENTIRAS. Lobão criticou Dino por atitude desrespeitosa e mentirosa contra senadores”

O senador Edison Lobão (PMDB) desmentiu, em nota distribuída nesta quinta-feira, 19, a acusação do governador Flávio Dino (PCdoB), de que os membros da bancada maranhense no Senado tentam prejudicar os municípios negando-lhes recursos.

– Os parlamentares não arrecadam recursos nem são gestores de tais meios financeiros. Eles pedem, solicitam e subscrevem as emendas parlamentares demonstrando total interesse de ajudar os municípios – diz Lobão.

Lobão diz que Flávio Dino age assim porque se alimenta das guerras políticas.

– Acho que o governador empregaria melhor o seu tempo cuidando dos interesses legítimos do povo em vez de dedicar-se com tanto ardor à promoção de selvagens lutas políticas – afirmou.

Veja abaixo a íntegra da nota de Lobão:

O Governador Flávio Dino mente ao dizer que os senadores do Maranhão têm a intenção de prejudicar os municípios do estado negando-lhes recursos para a saúde pública.

Os parlamentares não arrecadam recursos, nem são gestores de tais meios financeiros. Os deputados e senadores pedem, solicitam, subscrevem as chamadas emendas parlamentares demonstrando total interesse no sentido de ajudar os municípios.

A responsabilidade real de resolver os problemas de saúde pública, de saneamento, de rodovias é, isto sim, do governo do estado e supletivamente do governo federal e dos próprios municípios, infelizmente estes enfrentando graves dificuldades neste momento.

Já em anos anteriores não recusei solidariedade ao governo Flávio Dino, assinando emendas que lhe favoreciam.

Acho que o governador empregaria melhor o seu tempo cuidando dos interesses legítimos do povo em vez de dedicar-se com tanto ardor à promoção de selvagens lutas políticas.

O que se trata nesta fase é de recursos federais. Pois que sejam destinados pelo governo federal à saúde e a outras políticas públicas através dos seus ministérios.

O resto é falatório irresponsável.

0

Glalbert Cutrim preside audiência pública que discutiu cumprimento de metas fiscais do governo

A Comissão de Orçamento, Finanças, Fiscalização e Controle realizou, na manhã desta quarta-feira, 18, audiência pública sobre o cumprimento de metas fiscais do Governo do Maranhão, durante o segundo quadrimestre do exercício do ano de 2017.

Durante a audiência, presidida pelo deputado Glalbert Cutrim (PDT), técnicos da área econômica do governo fizeram uma detalhada explanação sobre a situação econômico-financeira do Estado, esclarecendo questões relacionadas às dívidas, receitas e despesas do Estado, como também volume de gastos com a folha de pessoal dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

O secretário adjunto da Secretaria de Estado de Planejamento e Orçamento, Roberto Santos Matos, apresentou, durante a audiência, realizada na Sala das Comissões, quadros comparativos da receita tributária prevista com a receita realizada; quadros sobre transferências correntes e sobre dívidas contraídas pelo Tesouro estadual.

Para o presidente da Comissão de Orçamento, deputado Glalbert Cutrim, a audiência pública realizada nesta quarta-feira na Assembleia Legislativa foi importante porque os técnicos do governo tiveram a chance de discutir com os parlamentares sobre o comportamento da economia maranhense, à luz dos problemas enfrentados pela economia nacional.

Glalbert Cutrim frisou que a audiência pública foi realizada com o objetivo de demonstrar e avaliar o cumprimento das metas fiscais no terceiro quadrimestre de 2017. Ele acrescentou que a realização da audiência atende a dispositivo previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal, que determina o comparecimento periódico, por quadrimestre, de técnicos da área econômica à Assembleia Legislativa para falar sobre as metas fiscais do governo.

“Ficamos satisfeitos com os resultados mostrados aqui. A gente fica feliz e esperançoso de que as finanças do Estado melhorem cada vez mais”, afirmou deputado Glalbert Cutrim, que fez questão de parabenizar tanto a secretária de Planejamento, Cynthia Mota Lima, quanto o secretário da Fazenda, Marcellus Ribeiro.

Também participaram da audiência pública os deputados Marco Aurélio (PCdoB) e Rafael Leitoa (PDT; o supervisor de Orientações e Normas da Seplan, Leonardo de Brito Aquino Soares, e o gestor do Sistema do Tesouro e Contabilidade, Rodrigo Soares de Vasconcelos, que forneceram informações complementares sobre a política de planejamento e gestão dos recursos públicos do Estado.

3

Respeite o Maranhão Flávio Dino!!!

Governo comunista insiste em manter presos no gaiolão de Barra do Corda, mesmo depois da morte de empresário, em um exemplo de desprezo à opinião pública e à comoção popular

 

DESRESPEITO. Imagem da TV Mirante mostram os presos no gaiolão recebendo visitas, um desdém de Flávio Dino

Quase duas semanas depois da morte de um empresário na “gaiola humana” da Delegacia de Barra do Corda, o governo Flávio Dino (PCdoB) mantém presos na mesma jaula a céu aberto.

É um desrespeito à dor da família, um desrespeito à comoção popular e um desrespeito à opinião pública maranhense.

Na manhã desta quinta-feira, 19, em nota encaminhada à TV Mirante, a Secretaria de Administração Penitenciária insistiu na versão de que a jaula serve apenas para o banho de sol dos presos.

Mas as imagens gravadas pela Mirante mostram que os presos continuavam na jaula, ontem, por volta das 15h, a um sol de 40°. E era no local que os presos recebiam a visita de familiares, sob a guarda de um vigilante.

A gaiola de Barra do Corda – cuja interdição já foi pedida pelo Ministério Público – é mais um acinte do governo comunista ao povo maranhense.

Como ocorre também em outros setores…

1

Flávio Dino resiste a liberar quase R$ 1 milhão para o Hospital do Câncer…

Recursos são frutos de emendas parlamentares encaminhadas por deputados que não compõem a base do governo, mas têm ligação histórica com o Aldenora Bello

 

POLITICAGEM. Aldenora Bello precisa de recursos para se manter; e Flávio Dino resiste a liberar

O governador Flávio Dino (PCdoB) tem resistido a liberar as emendas parlamentares aprovadas na Assembleia que destinam recursos para o Hospital Aldenora Bello.

São quase R$ 1 milhão em emendas, encaminhadas pelos deputados Eduardo Braide (PMN), Edilázio Júnior (PV) e Graça Paz (PSL).

No mês passado, Graça Paz chegou a discursar na tribuna da Casa dizendo estar “rogando a Deus” para que tocasse no coração do comunista em favor do hospital do Câncer. (Releia aqui)

Parece não ter surtido efeito, o que levou o colega Braide a gravar vídeo, em que também apela para a sensibilidade do governador. (Veja o vídeo)

Hospital de referência no tratamento de câncer no Maranhão, o Aldenora Bello vive de doações e projetos públicos para se manter.

Mas parece não estar tocando no coração do governo comunista…

0

Imperatriz: bairro Santa Rita ganha segunda ponte de concreto…

Obra que está sendo executada pela gestão do prefeito Assis Ramos melhora a mobilidade urbana no bairro

 

Homens da prefeitura aplicam as camadas de concreto que darão sustentação à ponte

A Prefeitura de Imperatriz realizou na terça-feira, 17, o serviço de concretagem da ponte da Rua Sergipe, sob o riacho Capivara, no bairro Santa Rita. A obra é um antigo sonho dos moradores que reclamavam das péssimas condições da antiga ponte de madeira.

O secretário municipal de Infraestrutura, Francisco Pinheiro, explicou que depois da concretagem é aguardado o processo de “cura” para que o concreto endureça corretamente e a estrutura apresente, após o processo completo, o desempenho esperado da obra.

Ele disse que serão instalados na próxima semana dois corrimões de proteção para garantir mais segurança aos veículos durante a travessia da ponte de concreto que também receberá camada de pavimentação asfáltica.

“Essa é mais uma obra que contribui para melhorar a mobilidade urbana, desafogando o fluxo de veículos e facilitando a ligação de pedestres e veículos no eixo de ligação das avenidas JK e Industrial, no bairro Santa Rita”, disse ele, que reitera o compromisso do prefeito Assis Ramos em substituir pontes de madeiras, que não oferecem segurança à população e aos motoristas, em diversos bairros de Imperatriz.

Francisco Pinheiro anunciou que, após a entrega da ponte da Rua Sergipe, será iniciada a construção da terceira ponte de concreto na Rua Eudes Pires, sob o riacho Capivara, também no bairro Santa Rita.

“Vamos levar esse benefício para outros bairros, pois a meta é priorizar o tráfego de veículos e dos moradores que clamam por essa obra definitiva”, frisou.

0

Hildo Rocha, Léo Cunha e vereadores de Imperatriz discutem demandas para o Esporte …

Os deputados Hildo Rocha (federal) e Léo Cunha (estadual) acompanhados de vereadores de Imperatriz foram recebidos em audiência pelo ministro do Esporte, Leonardo Picciani.

A pauta girou em terno de três temas: formalização de convênio para construção de campo de futebol que abrigará, entre outras atividades, uma escolinha de futebol; construção de quadras esportivas em bairros de Imperatriz e celeridade na liberação de recursos para o início da obra do Centro de Iniciação ao Esporte de Açailândia (CIE).

Orçamento liberado

Com relação ao Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) de Açailândia a boa notícia é que esta semana a Casa Civil da Presidência da República e o Ministério do Planejamento disponibilizaram o limite orçamentário.

“Esse é um passo decisivo. O contrato (0425881-55) já está assinado. O ministério dependia apenas da liberação orçamentária para fazer o empenho e, consequentemente, dar prosseguimento ao projeto”, informou Hildo Rocha.

O deputado ressaltou que quanto às outras demandas, apresentadas pelos vereadores Ademar Freitas, Pedro Gomes e Fábio Hernandes, para que os projetos alcancem as condições técnicas e legais para se materializarem existem dificuldades a serem superadas e longo caminho a ser percorrido.

“Além do demorado fluxo da tramitação temos que correr contra o tempo pois os projetos só serão efetivados se forem aprovados até o fim deste ano. Para que isso ocorra é necessário Além disso existe ainda a questão orçamentária que considero a mais difícil de ser superada”, explicou o parlamentar.  

“Quero agradecer a você, Hildo Rocha. A gente vê a sua dedicação a esse grande investimento, em Açailândia, e reconhecemos a grande atenção que você está dando aos vereadores de Imperatriz”, destacou o deputado estadual Léo Cunha.