1

Edivaldo Júnior na articulação da chapa de Flávio Dino…

Prefeito de São Luís tem sido um dos principais interlocutores do governador na formação da aliança com a qual o comunista pretende disputar as eleições de 2018

 

Flávio Dino e Edivaldo Júnior consolidam nome de Weverton Rocha ao Senado

Aliado político efetivo do deputado federal Weverton Rocha (PDT) – com apoio declarado à sua candidatura ao Senado – o prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior (PDT), passou a ser um dos articuladores mais frenéticos na montagem da chapa do governador Flávio Dino (PDT).

Holanda Jr. tem papel significativo na reaproximação do governador com a deputada Eliziane Gama (PPS) e na consolidação desta como candidata do segmento evangélico ao Senado.

Leia também:

A consolidação do projeto de Weverton Rocha ao Senado…

Edivaldo e Eliziane no projeto senatorial dos evangélicos…

Flávio Dino na reeleição com Edivaldo e Eliziane…

Eliziane Gama se reaproximou do governador e do prefeito

O prefeito de São Luís poderá ter influência significativa na montagem da chapa comunista, com a garantia de apoio aos dois candidatos a senador apresentados por Dino.

E já não se descarta, inclusive, sua possível presença na chapa, como candidato a vice.

Mas esta é uma outra história…

0

A chapa de Flávio Dino…

Acenando para um gesto de renovação total nas instâncias de poder político no Maranhão, governador comunista aponta para ter dois candidatos a senador da nova geração e um vice igualmente jovem, para sucedê-lo em 2022, caso se reeleja em outubro

 

Com Weverton Rocha e Eliziane Gama, Flávio Dino pode contrapor a principal chapa adversária ao Senado

O governador Flávio Dino (PCdoB) dificilmente anunciará a decisão nos próximos meses; e provavelmente ele se seus aliados negarão.

E pode, inclusive, mudar a decisão, diante de pressões outras.

Mas o fato é que o governador decidiu montar sua chapar para a reeleição apenas com jovens lideranças da política maranhense, com ou sem mandato.

Para o Senado Federal, Flávio Dino vai apoiar os deputados federais Weverton Rocha (PDT) e Eliziane (PPS), num claro contraponto à chapa que deve ser encabeçada pela sua principal adversária, a ex-governadora Roseana Sarney (MDB).

Roseana terá o ministro Sarney Filho (PV) e o senador Edison Lobão (MDB) como candidato às mesmas vagas. Ambos já têm mais de 30 anos de vida pública, em diversos cargos no estado e no país.

O que Dino pretende, com Weverton e Eliziane é dar ao eleitor um recado de renovação na bancada maranhense no Senado, o que não deixa de ser uma ousadia.

Felipe Camarão tem sido figura constante nas ações de Dino, mas o governador tem também a opção Marcelo Tavares

Para a vice, o comunista está entre dois caminhos: efetivar o atual secretário de Educação, Felipe Camarão (agora no DEM), ou abrir vaga para o chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares (PSB).

A indicação de Tavares teria o potencial adicional de contemplar o deputado federal José Reinaldo Tavares (Sem partido); ou neutralizá-lo, caso ele queira manter a candidatura senatorial em outra chapa.

Com apenas jovens políticos em sua chapa – todos na faixa dos 40 anos ou menos, bem menos – Flávio Dino reafirmará a ideia de que chegou ao poder para renovar a política.

É uma forma de dizer também que, caso se reeleja, terá como potenciais sucessores gente ainda na flor da idade, capaz de brigar mais efetivamente pelo Maranhão.

É aguardar e conferir…

0

O jogo do PT maranhense…

Partido vem trabalhando para compor a chapa do governo comunista com a indicação de um vice, o que tem gerado uma forte de disputa de bastidores pela indicação do nome

 

Zé Carlos e Honorato têm força para compor com Dino; se Lobato não se submeter

As correntes que disputam o controle do PT maranhense têm, cada uma, as suas próprias estratégias para atingir um mesmo objetivo em 2018; estar na chapa do governo comunista que via disputar a reeleição. E todas elas querem a vaga de vice na chapa de Flávio Dino.

O problema é que faltam nomes com consistência a essas correntes.

Até agora, surgiram com opção nos diferentes grupos os deputados Zé Carlos da Caixa e Zé Inácio; corre por fora o agora ex-secretário Márcio Jardim, este focando mais o Senado que a vice, embora saiba que, para esta vaga, a lista é gigantesca, e envolve outros interesses e partidos.

O problema é a submissão do atual presidente da legenda, Augusto Lobato, aos interesses do governador Flávio Dino. Se depender de Lobato, Dino toma a decisão que quiser em relação ao PT e será, mesmo assim, apoiado pela legenda nas eleições de 2018.

E isso irrita as correntes que se engalfinham por um espaço confortável na chapa comunista.

Sem expressão política para sentar na mesa do mesmo tamanho que o governador, os petistas tentam apelar para a direção nacional. Querem envolver os ex-presidentes Lula e Dilma nas discussões sobre a participação do PT nas eleições de 2018.

Ocorre que, para as duas lideranças petistas, as ações de Dino durante o processo de impeachment – e mesmo agora, com as ameaças de prisão a Lula – o comunista já se credenciou a ter o apoio.

Independentemente da situação de cada petista maranhense.

Da coluna Estado Maior, de O EstadoMaranhão

7

Zé Inácio confirma: PT vai requerer a vice de Holandinha…

Deputado estadual chegou a por seu nome como opção para uma candidatura própria do partido, mas entende, agora, que aliança com o PDT é o melhor caminho

 

Zé Inácio apoiou decisão do PT de São LUís

Zé Inácio apoiou decisão do PT de São Luís

O deputado estadual Zé Inácio confirmou nesta terça-feira, 12, que o PT vai reivindicar a vice do prefeito Edivaldo Júnior (PDT) na consolidação da aliança entre os dois partidos.

O encontro que definirá o nome a ser indicado acontece dia 20 de julho.

O PT é um partido de massas que dialoga com a sociedade e busca melhorar a vida da população através da implementação de políticas públicas. Temos experiência e acúmulo histórico no que se refere a gestão. Nos últimos 13 anos, com os governos Lula e Dilma, mostramos que é possível melhorar a vida das pessoas – sobretudo das classes populares, através de uma gestão progressista. É desta forma que pretendemos colaborar com o governo Edivaldo”, enfatizou Zé Inácio.

Para o parlamentar, os debates internos no partido reinseriram o PT no contexto eleitoral.

A discussão interna que fizemos através de plenárias e manifestações reposicionou o PT no debate eleitoral em São Luís. Hoje decidimos que o melhor caminho para o PT na capital é a aliança com o PDT, partido comprometido com as demandas da classe trabalhadora, incansável na luta em defesa da democracia e contra o golpe protagonizado pela direita com o impeachment da nossa Presidenta Dilma”, ressaltou o deputado.

O nome cotado para ser indicado a vice de Holandinha é o do ex-presidente da OAB-MA, Mário Macieira…

7

PCdoB quer Márcio Jerry como vice de Edivaldo, mas o secretário resiste…

Comunistas entendem que a presença do principal auxiliar de Flávio Dino na chapa pedetista representaria o “afinamento da relação entre o prefeito e o governador”; o indicado, porém, mostra até exasperação ao tratar do assunto

 

Edivaldo com Jerry, e Dino entre eles: para comunistas, chapa garantiria "afinamento" com governador

Edivaldo com Jerry, e Dino entre eles: para comunistas, chapa garantiria “afinamento” com governador

seloSe depender dos representantes do PCdoB, o candidato a vice na chapa do prefeito Edivaldo Júnior (PDT) em São Luís será mesmo o secretário estadual de Articulação Política, Márcio Jerry.

Este blog conversou com deputados, secretários, militantes comunistas e candidatos a vereador pelo partido e todos se posicionaram favoráveis à indicação de Jerry.

– Afinaria, definitivamente, a relação do prefeito com o governador – foi a resposta mais frequente nas conversas.

Ao blog, no entanto, o próprio Márcio Jerry descartou a possibilidade, e mostrou-se, inclusive, exasperado, ao falar sobre o assunto.

– O PCdoB não tratou do assunto com o demais partidos nem com o prefeito Edivaldo Holanda Júnior. Também jamais defendeu qualquer nome, inclusive o meu – respondeu.

O titular do blog insistiu que, embora não tenham discutido oficialmente, os comunistas apontam a sua indicação como a melhor opção.

Ele foi ainda mais ríspido:

– Não postulo a indicação de vice na chapa do prefeito Edivaldo Júnior.

Na conversa com comunistas de vários escalões, o blog ouviu também que, se essa solução não for a definida na instância partidária, é provável que o partido abra mão para ampliar a composição da coligação de Edivaldo.

E citaram como opção, inclusive, o PSDB, que, estaria “se fingindo de morto”.

Mas esta é uma outra história…

20

A força de Afonso Manoel…

Afonso e Washington formarão chapa

A presença do deputado estadual Afonso Manoel (PMDB) na chapa do vice-governador Washington Luiz (PT) é um reforço e tanto à sua candidatura.

Ex-candidato a prefeito, marido da atual vice-prefeita, Afonso é um dos deputados com maior base eleitoral na capital maranhense.

Tem forte penetração no segmento católico, onde é militante convicto, e atua em várias comunidades.

A presença do deputado peemedebista também agrega à chapa a força política da vice-prefeita Helena Duailibe, uma das principais candidatas do PMDB à Câmara Municipal.

Afonso Manoel foi escolhido vice, hoje, em reunião no Palácio dos Leões.

E será oficialmente apresentado à chapa de Washington na convenção da semana que vem…

10

PV indica Rio Branco para vice de Washington…

Washington, em almoço com aliados

O ex-secretário de Meio Ambiente, Washington Rio Branco, foi o escolhido do PV para compor a chapa do vice-governador Washington Luiz a prefeito da capital maranhense.

Rio Branco foi indicado ontem, em almoço do PV oferecido ao vice-governador, com a presença também das lideranças do PTN, PSC e PR. 

O indicado do PV vai disputar a vaga com os indicados do PMDB – Afonso Manoel e Conceição Andrade – e do PTB, jornalista Roberto Fernandes.

No almoço, que reuniu também os deputados e vereadores do PV, Washington explicou os projetos de campanha e agradeceu ao apoio das legendas.

Agora à noite, o vice-governador recebe para jantar, em sua residência, os deputados da base governista na Assembleia Legislativa.

2

Gil Cutrim já tem vice indicado em Ribamar…

Prefeito, com candidato a vice e aliados

O ex-secretário da Receita, Eudes Sampaio (PTdoB), será o companheiro de chapa do prefeito Gil Cutrim (PMDB) na campanha pela reeleição.

A escolha de Eudes foi oficializada em reunião dos líderes dos 20 partidos que apoiam a candidatura de Curtrim, ontem à noite.

Eudes Sampaio foi secretário na administração de Luís Fernando Silva´e continuou exercendo importantes cargos na gestão de Gil Cutrim, até se desoimcopatibilizar, em abril.

A homologação da chapa Gil CVutrim/Euydes Sampaio será feita na convenção, no mês de junho…

19

PTB indica Roberto Fernandes para vice de Washington…

Roberto Fernandes, indicado pelo PTB

O PTB indicou o nome do jornalista Roberto Fernandes para compor a chapa do vice-governador Washington Oliveira (PT) na disputa pela Prefeitura de São Luís.

– Nosso partido também quer participar da chapa. E tem um nome que entendemos de peso, o do jornalista Roberto Fernandes – declarou o presidente regional da legenda, deputado federal Pedro Fernandes.

Jornalista, radialista e estudante de Direito, Roberto Fernandes é um dos comunicadores de maior credibilidade no Maranhão.

Caso aceite disputar a indicação, ele se juntará ao grupo que já tem os peemedebistas Conceição Andrade, Luís Nazaré Bulcão e Afonso Manoel.

A escolha do vice de Washington se dará durante as convenções eleitorais, em junho.

13

PMDB sem nomes para compor chapa de Washington…

Washington pode naõ ter PMDB na vice

O PMDB de São Luís não tem nomes para indicar à chapa do vice-governador Washington Oliveira (PT) na disputa pela Prefeitura de São Luís.

O partido apostava suas fichas no engenheiro Fernando Fialho, que preferiu assumir a poderosa Secretaria de Combate à Pobreza no governo Roseana Sarney (PMDB).

Todos os demais cotados para o posto preferem disputar mesmo a eleição para vereador.

O suplente Fábio Câmara nem cogita abrir mão da chance de chegar à Câmara Municipal. Da mesma forma pensam a vice-prefeita Helena Duailibe e a médica Kátia Lobão.

A última esperança do PMDB era a ex-prefeita e ex-secretária de Desenvolvimento Agrário, Conceição Andrade. Mas ela também prefere disputar vaga de vereadora.

O próprio presidente da legenda em São Luís, deputado estadual Roberto Costa, já admite que o vice de Washington não precisa ser do PMDB.

– O PMDB tem quadro até para concorrer à prefeitura, mas nossa preocupação não é indicar um vice, mas sim viabilizarmos uma boa opção para São Luís – revelou Costa, em entrevista ao blog de Jorge Aragão.

Segundo ele, o importante é reunir todos os partidos apra buscar um noem que seja capaz de contribruir para a vitória.

Não necessariamente do PMDB…