2

Brandão perde sem a definição de apoio de Flávio Dino e Lula

Mais dependente da relação com o governador e sem ação própria para atrair partidos e aliados, o vice-governador tucano fica mais vulnerável à medida que o tempo passa; para piorar, o ex-presidente petista disse que a decisão se dará apenas em março de 2022

 

Pouco à vontade diante de Lula – em comparação com a desenvoltura de Weverton Rocha – Brandão vê sua chance diminuir com o adiamento da decisão de Flávio Dino

As últimas movimentações dos pré-candidatos na base do governo Flávio Dino (PSB) – e as ações do próprio governador e seus aliados – indicam que a decisão sobre o escolhido se dará apenas em março de 2022.

O ex-presidente  Lula (PT) indicou esta data ao falar do apoio do seu partido.

– A gente pode ir enrolando vocês [jornalistas] até quem sabe o final do ano, mas lá para o mês de março a gente já vai estar com bastante clareza do que a gente quer – disse Lula, na entrevista coletiva desta sexta-feira, 20.

O adiamento da decisão – tanto sobre o candidato da base quanto em relação aos apoios partidários – é totalmente prejudicial ao vice-governador Carlos Brandão (PSDB), que depende totalmente das ações de Flávio Dino para conseguir se viabilizar.

Sem base própria, sem articulação política e sem ação própria de governo, Brandão terá que esperar o mês de abril para começar a correr atrás de alianças.

Neste meio tempo, o senador Weverton Rocha (PDT) já viabilizou o apoio de seis partidos  – PDT, DEM, PP, PSL, Cidadania e PRB – tem vantagem no diálogo com o PT e com Lula e já tem o apoio da maioria dos prefeitos e das lideranças institucionais.

Além dele, outro candidato próximo a Flávio Dino, o ex-prefeito Edivaldo Júnior (PSD) – também se movimenta bem, tirando possíveis apoios do vice-governador].

Sem falar na preferência de parte dos auxiliares de Dino pelo secretário Felipe Camarão (PT).  

Dependente das ações de Flávio Dino, sem articulação própria com o PT e a esquerda, e com pouco tempo para manobras como governador, Brandão vai perdendo tempo precioso com o adiamento das decisões.

Por isso seus aliados forçam a barra por uma ruptura imediata.

Mas, por enquanto, continuam frustrados…

3

“Minha relação com Lula é natural, não forçada”, diz Weverton…

Pré-candidato do PDT a governador alertou que este tipo de relação política não pode ser forçada por oportunismo político por que as imagens e os gestos mostram a realidade

 

Weverton com Lula e Flávio Dino: relação histórica nas lutas da esquerda brasileira desde o movimento estudantil

Em entrevista ao programa Ponto Continuando, da rádio Educadora AM, o senador  Weverton Rocha (PDT) falou nesta quinta-feira, 19, da sua participação na visita do ex-presidente Lula (PT) ao Maranhão.

Histórico aliado do PT, o senador lembrou que sua relação com Lula é natural –  “e não forçada por oportunismo político” – e que esteve sempre ao seu lado em todas as fases históricas do Brasil.

– É natural, portanto, que Lula esteja mais à vontade comigo. Não sou um estranho no grupo, estive com ele nas vitórias e nas derrotas, fui o primeiro maranhense a visitá-lo e denunciar sua prisão arbitrária – lembrou. (Relembre aqui, aqui, aqui e também aqui)

A intimidade demonstrada por Lula em relação a Weverton ficou evidente nas imagens e vídeos da visita do ex-presidente – e foi ressaltada pelos integrantes do programa.

Uma fala de Lula a Weverton durante o jantar no Palácio dos Leões – que muitos disseram ter sido “Vamos jantar, meu governador” – também foi questionada pelos apresentadores; o senador preferiu minimizar.

– Quem estava próximo ouviu exatamente o que ele disse; não preciso ficar repetindo – encerrou.

Lula e Weverton têm encontro reservado nesta sexta-feria, 230, antes de o ex-presidente deixar o Maranhão.

2

A difícil equação de Carlos Brandão com PSDB e PT

Vice-governador tucano mostra-se desconfortável no ambiente petista com o ex-presidente Lula, no mesmo dia em que o principal nome do seu partido, Fernando Henrique Cardoso, declara apoio a João Dória, que deu aval à sua ficha de filiação ao ninho

 

Brandão com Dória e Brandão com Lula: falta de afinidade do tucano com o petista fica evidente em imagens colhidas ao longo da visita do ex-presidente

O vice-governador Carlos Brandão (PSDB) conseguiu estar na agenda do ex-presidente Lula (PT) com o governador Flávio Dino (PSB), em um ambiente absolutamente de esquerda e no qual se mostrou totalmente desambientado.

E para piorar a situação do tucano maranhense, o também ex-presidente Fernando Henrique Cardoso declarou apoio ao governador João Dória (SP) para presidente, no mesmo dia em que Brandão tirava foto com Lula.

Dória foi o responsável por avalizar a volta de Brandão ao PSDB, no mês de março, como garantia de um palanque no estado à sua candidatura presidencial.

Para completar, o próprio Lula deu uma alfinetada no PSDB na manhã desta quinta-feira, 19, na visita ao Hospital São Luís, acusando os tucanos de prejudicar o SUS em seu governo, segundo revelou o blog do jornalista Martin Varão.

Vídeo em que Weverton e Lula, bem à vontade, cumprimentam o público, diante de um constrangido Brandão

No mesmo evento, era possível perceber claramente a intimidade do ex-presidente com o senador  Weverton Rocha (PDT), diante de um Brandão pouco à vontade, como mostra o vídeo acima.

A aliança com que sonha o tucano maranhense – e até mesmo alguns petistas empregados no Palácio dos Leões – é, portanto, uma equação de difícil solução.

O que fica evidente pelas próprias imagens deste post….

2

Aliados forçam a barra para incluir Brandão em agenda de Lula

Ex-presidente chega ao Maranhão nesta quarta-feira e tem encontro pessoal já confirmado apenas com o ex-presidente José Sarney e com o senador Weverton Rocha, mas os aliados do vice-governador tucano tentam convencer Flávio Dino a gerar pautas que incluam o tucano

 

Lula chega ao maranhão para conversar sobre 2022, mas evita agenda própria com o tucano Carlos Brandão

Os aliados do vice-governador Carlos Brandão (PSDB) tentam, desde a última segunda-feira, 16, agendar um encontro pessoal do tucano com o ex-presidente Lula (PT), que desembarca em São Luís nesta quarta-feira, 18.

Além da agenda pública, Lula tem encontros pessoais já confirmados apenas com o ex-presidente José Sarney (MDB) e com o senador Weverton Rocha (PDT), candidato a governador preferido pela cúpula nacional do PT.

Os apoiadores de Carlos Brandão no Palácio dos Leões – curiosamente, a maioria anti-Lula e ligada ao PSDB – usam a articulação do governador Flávio Dino (PSB) para criar uma agenda própria entre o petista e o vice.

Dino receberá Lula em um jantar na noite desta quarta-feira, 18.

Segundo apurou o blog Marco Aurélio D’Eça, pressionado pelos brandonistas, o governador ainda tentou incluir apenas Brandão nesta agenda, mas foi orientado pelo próprio Lula a chamar também auxiliares, deputados federais, estaduais, e os dois outros pré-candidatos da base: o próprio Weverton e o secretário Simplício Araújo (Solidariedade).

A Brandão, mesmo filiado ao PSDB, foi franqueada a presença nos eventos públicos de Lula, ao lado de Flávio Dino, como a visita a uma creche de tempo integral, nesta quinta-feira, 19.

A reunião com Sarney  ocorre nesta quinta-feira, 19, mas  ainda não está definida se pela manhã, à tarde ou à noite.

Já o encontro pessoal com Weverton Rocha se dará na sexta-feira, 20, e tratará do processo eleitoral de 2022, no Brasil e no Maranhão.

Lula deixa São Luís logo após este encontro…

0

Erlânio Xavier diz que prefeitos deram recado ao Maranhão em Imperatriz…

Presidente da Federação dos Municípios mostrou liderança entre os gestores e reafirmou o compromisso de que, o apoio a Weverton, é a certeza de que “o trabalho tem que continuar”; para senador, manifestação só aumenta seu compromisso com todos

 

O forte discursos do presidente da Famem entusiasmou prefeitos presentes ao evento de Imperatriz

Hábil articulador da presença dos prefeitos no pré-lançamento da candidatura do senador Weverton Rocha (PDT) ao Governo do Estado, o presidente da Federação dos Municípios (Famem), Erlânio Xavier (PDT), fez um dos mais contundentes discursos durante o evento.

– Todos vieram hoje aqui por que confiam e sabem que você, senador, tem compromisso e respeita seus amigos. Por isso vieram aqui dar um recado para o Maranhão: o recado que o trabalho tem que continuar – afirmou Erlânio.

Um dos principais coordenadores da campanha de Weverton Rocha, Erlânio Xavier é responsável pela articulação direta com os prefeitos, tanto no Maranhão quanto em Brasília, em busca de recursos articulados, não apenas pelo senador, mas pelos seus aliados no Senado e na Câmara Federal.

Como presidente da Famem, Erlânio é o principal articulador de Weverton entre os prefeitos em todo o estado

O forte discurso do presidente da Famem despertou no senador pedetista a certeza de que precisa honrar a confiança depositada em seu nome.

– As palavras do presidente da Famem, prefeito Erlânio Xavier, só aumentam o meu compromisso com todos que estiveram no encontro de Imperatriz. Vamos juntos garantir que o trabalho não pare e que o Maranhão seja mais feliz, com mais empregos e oportunidades para todos – afirmou Weverton.

A partir desta quarta-feira, 18, está prevista na agenda do ex-presidente Lula (PT) uma conversa com os prefeitos maranhenses, na qual o presidente da Famem deverá estar à frente.

A partir de quinta-feira,19, Erlânio Xavier vai à região do Baixo Parnaíba, onde começa a organizar o segundo encontro de Weverton Rocha com os prefeitos, em São Bernardo do Maranhão.

3

Weverton reúne exatos 61 prefeitos em pré-campanha em Imperatriz

Senador fez questão de publicar na própria página pessoal a relação completa dos presentes ao evento, sem incluir os representantes de outras dezenas de prefeitos. “É preto no branco, com transparência”, disse ele

 

Na imagem estão prefeitos, mas também deputados federais, estaduais, a senadora Eliziane, vereadores e ex-prefeitos e lideranças que foram a Imperatriz

O senador Weverton Rocha (PDT), agora oficialmente pré-candidato a governador publicou nesta segunda-feira, 16, em seu site pessoal, a relação nominal de 61 prefeitos que participaram do lançamento de sua campanha, em Imperatriz, no último sábado, 14.

 – Foi uma grande adesão política – disse o senador, no título do post.

É a primeira vez que um candidato a governador publica nome por nome dos que o apoiam.

Ao blog Marco Aurélio D’Eça, Weverton disse que a divulgação da lista é uma forma de transparência com a qual pretende conduzir sua campanha.

– Não há maquiagem. Foram 61 prefeitos, fora os representantes de outros que não puderam comparecer. É preto no branco, com transparência – disse.

Participaram do evento em Imperatriz os seguintes prefeitos: Alto Alegre do Pindaré, Fufuca; Altamira do Maranhão, Ileldo do Queijo; Alto Parnaíba, Itamar; Amarante do Maranhão, Vanderli; Araioses, Luciana Trinta; Arari, Rui; Bacuri, Dr.Washington; Balsas, Dr.Erik; Barrerinhas, Dr.Amilcar; Bernardo do Mearim, Júnior Xavier; Bom Jesus das Selvas, Fernando; Brejo, Zé Farias; Buritirana, Toni Brandão; Cantanhede, Cabão; Coelho Neto, Bruno Silva; Duque Bacelar, Flavio Furtado; Fernando Falcão, Raimunda do Josemar; Fortuna, Sebastião; Gonçalves Dias, Toinho Patioba; Governador Archer, Leide; Governador Edson Lobão, Geraldo; Graça Aranha. Bira; Guimarães, Osvaldo; Humberto de Campos, Luis Fernando; Igarapé Grande, Erlânio Xavier; Imperatriz, Assis Ramos; Itaipava do Grajaú, Júnior do Posto; Jenipapo das Vieiras, Arnobio do Carro Velho; João Lisboa, Vilson; Lago do Junco, Edna Fontes; Lima Campos, Dirce do Jaison; Mata Roma, Besaliel; Matões do Norte, Solimar; Milagres do Maranhão, Zé Augusto; Mirinzal, Amaury; Montes Altos, Domingos França; Paulino Neves, Raimundo Lidio; Paulo Ramos, Adailson; Pedro do Rosário, Toca Serra; Penalva, Ronildo; Peritoró, Dr. Junior; Pinheiro, Luciano Genésio; Porção de Pedras, Francisco Pinheiro; Presidente Vargas, Fabiana; Primeira Cruz, Nilson Cassol; Ribamar Fiquene, Cocifran; Santa Filomena do MA, Salomão; Santo Antônio dos Lopes, Bigu; São Bernardo, João Igor; São Domingos do Maranhão, Tratrorzão; São João do Paraíso, Beto Regis; São João dos Patos, Dr. Alexandre; São Luís Gonzaga, Dr. Junior; Sitio Novo, Antônio Coelho; Sucupira do Riachão, Walter; Timon, Dinair Veloso; Trizidela do Vale, Deibson Balé; Tuntum, Fernando Pessoa; Turulândia, Paulo Curio; Vargem Grande, Carlinhos Barros; e Vitorino Freire, Luana Resende.

A prefeita de Cajari, Maria Felix, foi representada pelo filho, o presidente da Câmara de Vereadores de São Luís, Osmar Filho; a prefeita de Pedreiras Vanessa Maia, foi representada pelo ex-prefeito Fred Maia; o prefeito de Magalhães de Almeida Nonato Carvalho, representado pelo irmão Neto Carvalho; e a prefeita de Água Doce do Maranhão, Thalita Dias, que foi representada pelo pai Eliomar Dias.

Weverton volta a reunir aliados em um evento em São Bernardo, no Baixo Parnaíba, no próximo sábado, 21.

– À medida que for aumentando o número de prefeitos presentes, a nossa lista vai crescendo, de forma transparente e aberta – concluiu o senador.

Além dos prefeitos, participaram do encontro em Imperatriz a senadora Eliziane Gama, deputados federais, estaduais, vereadores, ex-prefeitos e ex-candidatos a prefeitos de todo o Maranhão. 

0

Weverton tem apoio das principais forças políticas em Imperatriz…

Pré-candidato do PDT ao governo, senador é aliado do prefeito Assis Ramos e do ex-prefeito Ildon Marques, além do presidente da Câmara Municipal, Alberto Sousa, de deputados estaduais e vereadores do segundo maior colégio eleitoral do Maranhão

 

Assis Ramos confirmou presença no lançamento da candidatura de Weverton Rocha

O senador  Weverton Rocha (PDT) escolheu Imperatriz para lançar oficialmente sua pré-candidatura ao Governo do Estado pelo fato de ser a sua cidade natal.

Lá, reúne em sua base de apoio as principais forças políticas da região.

Apoiam a candidatura do senador o prefeito Assis Ramos (DEM), o ex-prefeito Ildon Marques (PP), o presidente da Câmara Municipal, Alberto Souza (PDT), o deputado Rildo Amaral (Solidariedade), além de vereadores e lideranças sociais de vários partidos e segmentos.

Ildon Marques ofereceu jantar a Weverton e lideranças políticas do Maranhão na última quarta-feira, 11

A reunião de lançamento da campanha de Weverton deve reunir também em Imperatriz, neste sábado, 14, prefeitos de diversos outros municípios, vice-prefeitos, ex-prefeitos e ex-candidatos a prefeito.

– Escolhi minha cidade natal para lançar minha candidatura; é acabar de vez com essa história de que Imperatriz só pode ter suplente de senador, vice-governador. Agora nós teremos um governador, filho da cidade – afirmou Weverton, em vídeo gravado no início da semana.

Imperatriz é o segundo maior colégio eleitoral do Maranhão, capaz de influenciar diretamente o resultado das eleições.

Senador Weverton em visita à família do deputado Rildo Amaral, um dos seus articuladores na região tocantina

Consolidado em sua cidade natal, ele já trabalha pela ampliação de sua força eleitoral também em São Luís, a capital maranhense.

E declarou publicamente, em entrevista à TV Mirante, esperar não apenas o apoio do prefeito Eduardo Braide (Podemos), mas também o do ex-prefeito Edivaldo Júnior (PSD).

Mas esta é uma outra história…

4

“Quero ser o candidato do povo do Maranhão”, diz Weverton…

Em entrevista à TV Mirante, senador e pré-candidato do PDT diz que está viabilizado dentro dos critérios estabelecidos no pacto assinado pelo governador Flávio Dino e espera ter também o apoio do ex-presidente Lula, do prefeito Eduardo Braide e do ex-prefeito Edivaldo Júnior

 

Weverton Rocha reafirmou candidatura e espera ter apoio de Lula, Flávio Dino, Eduardo Braide e Edivaldo Júnior

O senador Weverton Rocha (PDT) confirmou nesta sexta-feira, 13, em entrevista ao quadro Bastidores, do programa Bom Dia Mirante, que vai lançar sua candidatura ao Governo do Estado neste sábado, em Imperatriz.

E deixou claro que espera ter o apoio não apenas do governador Flávio Dino (PSB), mas do ex-presidente Lula, do prefeito de São Luís Eduardo Braide (Podemos) e também do ex-prefeito Edivaldo Júnior (PSD), outro nome na disputa.

– Quero ser o candidato do povo do Maranhão. Estamos construindo nossa candidatura de baixo para cima, tanto que a maioria dos partidos que estão comigo é presidida por jovens que não se rendem. Todos representantes do povo – afirmou.

Na conversa com o jornalista Clóvis Cabalau, Weverton afirmou que suas ações seguem dentro das regras estabelecidas no pacto assinado por ele, pelo governador Flávio Dino, pelo secretário Simplício Araújo (Solidariedade) e pelo vice-governador Carlos Brandão, que também tenta se viabilizar como candidato.

– O governador sabe que eu sou da unidade. E ele próprio nunca foi escolhido dentro do Palácio, até porque o palácio era ocupado por outro grupo. Estar no palácio pode pesar, mas o importante é construir nas bases, como o povo. E hoje, sem demérito de nenhum outro candidato, sou aquele que reúne o apoio do povo, como mostram as pesquisas, tenho uma base partidária sólida e uma relação forte, que abre portas em Brasília – pregou o candidato do PDT.

O senador pedetista ressaltou que construiu sua trajetória de candidato ao lado das camadas mais populares da população e buscando as forças partidárias, hoje lideradas por jovens políticos, “de um novo momento” inaugurado, inclusive, por Flávio Dino.

– O momento é outro, não é de imposição; tanto que eu e a senadora Eliziane Gama (Cidadania) fomos eleitos ao Senado por que construímos nossa candidatura a senador nas bases, buscando o povo, conversando nas comunidades, exatamente como faço agora – afirmou.

Weverton é hoje o candidato mais bem posicionado nas pesquisas dentre os postulantes da base de  Flávio Dino. Além disso, reúne seis partidos em sua aliança – PDT, DEM, PP, PSL, Cidadania e PRB.

A candidatura de Weverton será lançada em um ato neste sábado, em Imperatriz, sua cidade natal…

2

Capilaridade eleitoral e apoios político-partidários reforçam Weverton no interior

Senador e pré-candidato a governador pelo PDT inicia a pré-campanha por Imperatriz como líder nas pesquisas de intenção de votos, com o maior número de partidos em sua coligação e apoiado pelas principais lideranças institucionais, trunfo que nenhum dos demais candidatos apresenta neste momento da disputa

 

Weverton é o único representante da base de Flávio Dino que lidera as pesquisas e reúne o maior número de partidos e lideranças em sua aliança

Quando desembarcar em Imperatriz no próximo sábado, 14, o senador  Weverton Rocha (PDT) chegará com a força do apoio de seis partidos – PDT, DEM, PSL, PP, PRB e Cidadania – e ao lado dos principais líderes institucionais do estado.

Ele também se apresentará a prefeitos, vice-prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, ex-vereadores, deputados federais e estaduais e lideranças da região tocantina como o líder em todas as pesquisas de intenção de votos dentre os candidatos da base do governo Flávio Dino (PSB).

Nenhum outro pré-candidato do grupo de  Flávio Dino reúne essas mesmas condições políticas para concorrer ao governo.

A visita de Weverton a Imperatriz – e ele vai também a outras quatro regiões, entre agosto e setembro – tem o objetivo de consolidar esta estrutura e fortalecer ainda mais seu nome nessas regiões, cumprindo exatamente o pacto assinado por ele, pelo governador Flávio Dino e pelo vice-governador Carlos Brandão (PSDB).

Ao final dos quatro encontros regionais, o senador entende que estará pronto para receber a indicação na base de Flávio Dino como o representante do grupo para a disputa de 2022.

Pelo menos este é o compromisso assinado pelos tres na reunião de julho.

E aguardar e conferir…

3

Decisão do PT nos estados será de Lula e da direção nacional…

Ex-presidente, que estará no Maranhão nos dias 19 e 20 de agosto, vai controlar a formação das alianças e submeter os diretórios estaduais a ela, o que torna inútil a discussão de petistas maranhenses sobre o assunto

 

Weverton Rocha já recebeu as garantias de Lula de que o PT vai apoiá-lo nas eleições de 2022, apesar da pressão de Carlos Brandão nos petistas abrigados no governo Flávio Dino

O ex-presidente Lula será o avalista direto da decisão das alianças do PT nos estados.

Lula estará no Maranhão dias 19 e 20 de agosto para informar essa posição pessoalmente aos correligionários estaduais e reunir com lideranças dos partidos preferenciais na aliança com os petistas.

Ao governador Flávio Dino (PSB), tanto o ex-presidente quanto o ex-ministro José Dirceu já comunicaram que a preferência do PT no Maranhão é por uma aliança com o senador Weverton Rocha (PDT), historicamente ligado às causas petistas.

Abrigados no governo comuno-sociaistas, alguns petistas tendem a defender apoio ao candidato do PSDB, vice-governador  Carlos Brandão.

Exatamente para unificar o discurso do partido é  que a direção nacional tomou a decisão.

Que será comunicada pelo próprio Lula…