0

Isso também mudou no Maranhão…

População de baixa renda, que tinha o benefício da gratuidade da energia elétrica desde o início do governo Roseana, agora, no governo Flávio Dino, vai voltar a pagar, segundo denunciou o deputado Edilázio Júnior

 

102

Programa “Viva Luz”, do governo Roseana, garantia energia de graça às famílias carentes

A Companhia Energética do Maranhão vai voltar a cobrar energia elétrica das famílias de baixa renda, mesmo aquelas que só consomem uma média de 50 quilowatts/mês.

A denúncia foi feita an Assembleia Legislativa pelo deputado Edilázio júnior (PV)

Edilázio lamentou o fim do programa

Edilázio lamentou o fim do programa

O benefício era garantido a milhares de famílias maranhenses desde 2011, por um decreto da então governadora Roseana Sarney (PMDB), fruto de convênio com a Cemar.

mas o convênio foi desfeito agora, no governo Flávio Dino, e as contas começarão a chegar já a partir do mês de junho.

detalhe: os mais carentes não estarão livres nem dos sistema de bandeiras, que aumenta o valor da conta quando a unidade consumidora extrapola a média mensal.

O governo Flávio dino não fala sobre o assunto…

0

Líderes de Flávio Dino revelam a verdade sobre mil policiais…

Os deputados Rogério Cafeteira e Othelino Neto, principais líderes do governo Flávio Dino no plenário da Assembleia, confirmaram ontem o que este blog afirma e admitiram que só em 2016 os mil policiais prometidos poderão estar nas ruas

 

otelinoO compromisso que o governador assumiu de dobrar a quantidade de policiais no mandato dele, ele vai cumprir. Ele anunciou mil policiais. Desses, apenas 388 estão aptos a fazer o curso, pois não dá para pegar essas pessoas e simplesmente colocar na rua, entregar uma arma. Já esses 1.500 que serão convocados é para justamente se atingir a meta de mil novos policiais até o final deste ano”.

Othelino Neto (PCdoB), vice-presidente da Assembleia

 

cafeteiraO número é o seguinte: foram convocados mil. Mas só 388, após o TAF, permanecem e agora foram convocados mais 1.500. Desses 1.500, os que aprovarem serão aproveitados para completar os mil, que é o compromisso deste ano, que está previsto este gasto no orçamento”

Rogério Cafeteira (PMN), líder do governo Flávio Dino na Assembleia

 

Leia também:

Flávio Dino insiste em mentir sobre os mil policiais…

Mil policiais militares…só a partir de 2016

Flávio Dino e a farsa dos mil PMs…

1

Flávio Dino precisa reagir à onda de violência, diz Andrea Murad…

Andra lamentou o desinteresse do governador em debater o assunto segurança

Andrea lamentou o desinteresse do governador em debater o assunto segurança

Em discurso ontem, 25, a deputada Andrea Murad (PMDB) criticou a segurança pública do Maranhão e considerou as ações iniciadas pelo governador Flávio Dino uma “falácia”.

Para a parlamentar, o atual sistema de segurança no estado não está atuando conforme aos anseios da população na região metropolitana e interior do estado.

– Para quem disse que o povo não ia mais precisar de grades nas janelas, que ia ter segurança nas ruas, o Maranhão só tem tido manchete nacional negativa. E aí nos perguntamos: será que cinco meses são suficientes para cobrar o governo? Quanto tempo ainda temos que esperar para que o governador tome decisões enérgicas e efetivas para conter a violência? – questionou a parlamentar.

Na tribuna, Andrea Murad criticou o atual governo sobre as declarações anunciando a convocação de mais excedentes para a formação de policiais militares que, segundo os cálculos da deputada, só estarão nas ruas em 2016.

– Diante de tragédias como essa em Panaquatira, eu esperava que o governador fosse para o palácio, convocasse o Secretário de Segurança, convocasse toda a cúpula dele para discutir a segurança pública do estado. O povo está clamando por segurança e ele não faz nada. Aliás, foi para o twitter enganar o povo mais uma vez. Um governador não pode esperar formar policiais no fim do ano pra dar jeito na insegurança que ronda nossas casas. Cada vez mais ele engana o povo, até porque Flávio Dino sempre soube que ele não colocaria policiais nas ruas de imediato, assim como ele sempre soube de todos os processos que os policiais devem passar para estarem aptos a trabalhar – disse Andrea Murad.

1

César Pires tentou avisar Jefferson Portela sobre assaltos em Panaquatira

Deputado democrata revelou na Assembleia que tenta, há mais de dois meses, uma audiência com o secretário de Segurança, para tratar, exatamente, dos assaltos praticados pela quadrilha que matou o policial, sábado

 

César Pires lamentou descaso do secretário de Segurança

César Pires lamentou descaso do secretário de Segurança

O deputado César Pires (DEM) revelou em discurso na tribuna da Assembleia que tenta, há dois meses, marcar audiência com o secretário Jefferson Portela e não consegue. O deputado, que tem casa na região de Panaquatira, queria tratar exatamente da falta de segurança na área.

– Há mais ou menos uns sessenta dias tento marcar uma audiência com o secretario de segurança e não consigo. Queria tratar desses bandidos, do líder morto (Nal) e a quadrilha que mataram o policial – revelou Pires

César Pires diz que tem sido cobrado pela população, sobretudo caseiros e proprietários das casas praianas.

– Talvez tivéssemos evitado essa tragédia – lamentou, referindo-se ao não atendimento de Jefferson Portela.

César Pires se pronunciou logo após o deputado Cabo Campos (PP) ter se emocionado ao falar na tribuna da morte do colega.

Solidário ao colega, Pires indagou: vc sabia que esses bandidos já tinham sido identificados por outros assaltos em Panaquatira e de certa forma ignorados pela policia?

Os assaltos são frequentes não só em Panaquatira mais em Ponta Verde, Caura e Juçatuba.

– A morte do policial mostrou a realidade do medo e da insegurança dos proprietários que tinham Panaquatira como um”paraiso”. E evidenciou um sistema de segurança mais de voz e pirotecnia que de ações – indignou-se Cesar Pires.

O deputado revelou ainda que, diante dos muitos assaltos, os proprietários sequer dormem em suas casas de veraneio.

– Será que vamos assistir calados outros assaltos, sem uma estratégia para fazer o óbvio, ou uma morte pra chamar atenção? – questionou.

2

Adriano Sarney e a intervenção na Segurança…

Adriano-Sarney-200x300“Estamos presenciando no nosso Estado a morte de policiais. Só nos últimos dias, tivemos quatro. Armas perdidas e roubadas, fugas em presídios, 285 mortes violentas só na grande ilha. E o governador e o secretário de Segurança afirmando que a nossa força policial não é o bastante. O Governador do Estado e o secretário de segurança afirmaram publicamente que o Maranhão tem poucos policiais e a situação está fora de controle. Tudo que eu falei agora é motivo sim para uma intervenção federal, por isso estou entrando com requerimento à Presidente da República, depois da aprovação”

Deputado Adriano Sarney, que pediu hoje intervenção federal no sistema de Segurança Pública do Maranhão

Abaixo, o Requerimento:

pedido

2

Andrea Murad reage a Roberto Costa…

Andrea mostrou-se surpresa com ação de Roberto Costa

Andrea mostrou-se surpresa com ação de Roberto Costa

A deputada Andrea Murad reagiu hoje à afirmação do colega de partido Roberto Costa sobre a candidatura do ex-deputado Ricardo Murad a prefeito de São Luís.

– Líder de partido não pode ter esse tipo de postura desagregadora. A demonstração disso foi a reunião efetuada com os membros do PMDB que só aconteceu com a garantia da ausência dele – criticou a parlamentar.

Em entrevista ao blogueiro Clodoaldo Corrêa, Costa afirmou que não dará legenda ao ex-secretário Ricardo Murad para a disputa pela Prefeitura de São Luís. Na avaliação de Andrea Murad, independente da candidatura de Ricardo Murad, Costa deveria saber que qualquer liderança desse porte é importante para o partido.

– Um bom político sabe disso, mas a imaturidade do deputado Roberto o deixa cego. Além do quê o partido não é dele. Com atitudes assim, só demonstra não ter capacidade de agregar, de unir, de intermediar, de equilibrar, de resolver, ou seja, impossível ser liderança – disse.

Para a deputada peemedebista, a postura do colega revela autoritarismo.

– Expressar sua opinião internamente seria o mais natural, porém sempre querer atrair os holofotes com esse tipo de declaração autoritária só reforça o pensamento de absolutamente todos os membros do PMDB, exceto as opiniões dele e do senador João Alberto. Talvez nem o deputado João Marcelo, filho de João Alberto, concorde com essa política autoritária do deputado Roberto que quer ser mais do que é – frisou.

Andrea concluiu enigmática, sobre os propósitos de Roberto Costa em relação ao PMDB.

– Ele devia ter essa mesma coragem para informar ao presidente Sarney, ex-governadora Roseana e os senadores Lobão e Lobão Filho para onde ele deseja levar, oficialmente, o partido porque individualmente a sua posição todos já sabemos qual é. Prova disso é essa declaração para um blogueiro oficial do governo.

1

TJ confirma desbloqueio de bens de Gil Cutrim…

Gil Cutrim: bens desbloqueados

Gil Cutrim: bens desbloqueados

A 5ª Câmara Civil do Tribunal de Justiça do Maranhão confirmou decisão liminar do desembargador Raimundo Barros que, em março deste ano, tornou sem efeito o bloqueio dos bens do prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim.

A decisão que confirmou o entendimento de Barros e reformou sentença de primeira instância foi aprovada unanimemente pelos desembargadores Ricardo Duailibe e José de Ribamar Castro, também integrantes da 5ª Câmara Civil do TJ.

A decisão do juízo de primeiro grau atendeu uma Ação Civil Pública movida pela promotora de Justiça, Elisabeth Albuquerque, na qual sugere ter havido “irregularidades” na contratação de uma empresa que concluiu, utilizando recursos de convênio firmado com o estado, a obra de construção da arquibancada coberta do Estádio Municipal Dário Santos, localizado na sede do município e que figura, hoje, como uma das principais praças esportivas da Grande Ilha.

O desembargador Raimundo Barros disse que, sem a devida instrução probatória perante o juízo de base, não se pode afirmar que houve montagem ou mesmo direcionamento da licitação.

Para Barros, a proposta única em procedimento licitatório não pode ser considerada, automaticamente, ato de improbidade administrativa, sendo necessário caracterizar e demonstrar o elemento subjetivo do dolo (quando há intenção) em fraudar licitação.

2

Roberto Costa sobre candidatura de Ricardo Murad: no PMDB não!!!

Roberto Costa e João Alberto: eles têm o controle do PMDB

Roberto Costa e João Alberto: eles têm o controle do PMDB

O deputado estadual e presidente do PMDB de São Luís, Roberto Costa, asseguro que o ex-deptuado Ricardo Murad pode ser candidato a prefeito por qualquer legenda. Menos pelo PMDB.

– Ricardo Murad pode ser candidato a prefeito… mas não pelo PMDB. Não faz parte do projeto do partido. Pode ir ser candidato pelo PTN ou por onde quiser – afirmou, Costa, ao blog do Clodoaldo Corrêa.

Leia também:

Jorge Aragão: Roberto diz que Ricardo não será candidato pelo PMDB

Gilberto Léda: O interesse de Ricardo em ser candidato a prefeito de SL

O deputado é hoje o homem forte do PMDB, com as bênçãos do senador João Alberto de Sousa, que trabalha, inclusive para afastar da legenda todos os detentores de mandato.

Murad já disse que pretende disputar a prefeitura, mas não descarta deixar o PMDB para concretizar o projeto. (Relembre aqui)

E se depender de Roberto Costa…

2

Glalbert Cutrim também cobra ações para barrar a violência…

Para deputado estadual, “autoridades competentes precisam tomar posições mais firmes e eficientes  contra a criminalidade”. Cutrim cobrou também a construção do quartel de São José de Ribamar

 

glalbert

1

Flávio Dino insiste em mentir sobre os mil policiais…

Não se sabe se ele faz isso de caso pensado, mas o fato é que o governador continua a tentar passar para a população  que está agindo para conter a violência. E não é verdade. Os policiais chamados pelo governo, só vão estar nas ruas em 2016

 

Dino no face: por que insistir na desinformação?!?

Dino no face: por que insistir na desinformação?!?

O governador Flávio Dino (PCcdoB) se complica porque quer.

Ele não tem motivo algum para ficar insistindo na falsa informação de que já chamou mil policiais militares para o combate à violência. Mas, mesmo assim, faz, como se quisesse convencer a população de que está trabalhando no caso.

O fato é que não existem mil novos policiais nas ruas do Maranhão. E nem vão estar em 2015.

Apenas cerca de 400 policiais foram habilitados ao chamamento do governo. E eles ainda vão fazer o curso preparatório,  que dura seis meses, na Academia de Polícia Militar.

Só em 2016, portanto, estarão nas ruas, como este blog tem batido e rebatido.

Por que Flávio Dino não fala a verdade?!?