Números de São Luís…

Faltando menos de dois anos para as eleições, partidos e pré-candidatos já monitoram o comportamento do eleitor para avaliar possíveis cenários

 

Engana-se quem pensa que a corrida pela Prefeitura de São Luís ainda esteja em compasso de espera.

Tanto o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) quanto seus principais adversários monitoram quase que mensalmente a movimentação do eleitorado.

Edivaldo realiza levantamentos para medir, sobretudo, o grau de rejeição da população ao seu governo, a expectativa em relação a eventuais obras e, claro, a intenção de voto do eleitor, em pesquisas de consumo interno analisadas à exaustão por seus marqueteiros.

Por enquanto, os números não agradam ao prefeito , que registra índices recordes de rejeição. Mesmo assim, ele aposta na força partidária para virar o jogo até o final do ano que vem.
Outro que monitora a sucessão em São Luís é o ex-prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo (PDT). Embora não demonstre, a princípio, interesse direto na sucessão na capital, Gonçalo pretende medir o grau de percepção do eleitorado em relação aos potenciais candidatos.

Ele já sabe, por exemplo, que a deputada Eliziane Gama (PPS) é hoje a principal adversária do prefeito Edivaldo Júnior e favorita em todos os levantamentos. Mas seus números apontam também para outras possibilidades, como Neto Evangeista (PSDB), Yglesio Moyses (PT), Roberto Costa e Fábio Câmara (ambos do PMDB).

Nos seus próximos levantamentos, Hilton Gonçalo pretende incluir lideranças como a governadora Roseana Sarney, o senador Lobão Filho e o ex-secretário Luis Fernando Silva (todos do PMDB). É a partir destes dados que se avaliará o potencial do grupo da governadora nas próximas eleições.

Como se vê, a disputa de 2016, ainda que nos bastidores, já é assunto prioritário dos principais atores políticos de São Luís.

Da coluna Estado Maior, de O EstadoMaranhão

Eleições 2016

SES promove Mutirão de cirurgias urológicas…

unnamed (1)Vinte e dois homens foram submetidos a procedimentos cirúrgicos, neste sábado (22), durante a realização do mutirão de cirurgias urológicas no Hospital de Alta Complexidade Dr. Carlos Macieira. A ação da Secretaria de Estado da Saúde (SES) é parte da programação Novembro Azul – que promove serviços voltados para a saúde masculina, com ênfase no câncer de próstata.

O coordenador do Serviço de Urologia da Rede Estadual, Silvio Moreira, informou que foram realizadas cirurgias de próstatas, fimose, câncer de pênis, vaporização de próstata por plasma e prostatectomia – remoção cirúrgica de parte ou toda a próstata.

- São homens que estavam com consultas e exames atualizadas e aguardavam pelas cirurgias, que também são realizadas diariamente pela equipe do HCM – disse.

Ele explicou que prostatectomia é realizada em casos de tumores (câncer de próstata) e quando a próstata se torna muito grande (hiperplasia benigna de próstata), a ponto de restringir o fluxo de urina através da uretra. As cirurgias de vaporização de próstata foram iniciadas ano passado, na rede pública do estado.

Na cirurgia vídeoendoscópica, minimamente invasiva, com uso de vaporização (transição direta do sólido para gás), o tecido prostático é removido mais suavemente, utilizando energia por plasma sob baixa temperatura.

O urologista Lúcio Paiva explicou que a técnica de vaporização quase não há contato direto entre o equipamento e o tecido. O dispositivo não apenas vaporiza o tecido aumentado, como também coagula o restante do tecido saudável e deixa uma superfície lisa reduzindo a próstata a tamanhos normais e aceitáveis.

- É minimamente invasiva, e o procedimento e a recuperação são mais rápidos. O paciente é liberado em 24 horas e vai para casa sem uso de sonda – explicou.

Governo RoseanaSaúde

Entre perdas e ganhos…

Loão deve voltar ao Senado

Loão deve voltar ao Senado

O PT está inconformado com a nova realidade do governo Dilma.

Os petistas resistem à escolha de Levy para a Fazenda e, talvez por isso, o anúncio tenha sido adiado.

Essa não é a atitude do PMDB, do vice Michel Temer, que já sabe que perderá o Ministério de Minas e Energia.

O cargo irá para um nome da presidente.

O parceiro só espera ser compensado com uma pasta de igual porte, como Cidades.

Esse ministério está com o PP, mas perdê-lo já está nas suas contas. Sua direção já comunicou à presidente que joga na posição em que for escalado.

Ontem, mesmo com a Operação Lava-Jato, um aliado de Aécio Neves, o PTB, deu sinais de que passará com tudo para o governo.

Marcando de cima

Mirian Belchior deve ser a nova minsitra do MME

Mírian  vai para o MME

No Planalto, na Esplanada e no PMDB só se fala na ida da ministra Miriam Belchior (Planejamento) para Minas e Energia.

A presidente Dilma quer colocar na pasta alguém que seja de sua escolha pessoal e reconhecida por ser rígida.

Seu objetivo é ter no ministério um nome com perfil técnico e que adote linha dura na gestão do setor energético.

Da coluna Panorama Político, de O Globo, com ilustração do blog

Governo Dilma

Prender para quê?!?

Bandidos que mataram policiais  na Maioba, hoje, são mais alguns dos que vivem no entra e sai da prisão da polícia e a liberdade dada pela Justiça. O caminho é deixar que só os Direitos Humanos esperneie…

 

Oficiais e praças da Polícia Militar que foram fazer os primeiros levantamentos no local do assassinato dos PMs David do vale e Davi

Choque no local do crime: covardia contra a polícia

Choque no local do crime: covardia contra a polícia

Chapui lamentaram as primeiras informações de que os bandidos autores do crime eram mais alguns dos inúmeros que vivem no entra e sai da cadeia, com eternos habeas corpus e Alvarás de Soltura concedidos pela Justiça.

Um dos PMs, segundo passou o blog, era sobrinho do coronel Ivaldo Barbosa, que já iniciou a caça aos assassinos.

Mas o que fazer com bandidos desta natureza? Por que prendê-los de dia pra que juízes o libertem à noite?

O caminho é outro.

E os Direitos Humanos que esperneie com seu blabláblá…

Polícia e Justiça

Edivaldo Júnior sem os seus…

Quando assumiu a gestão de São Luís, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) montou uma equipe formada pelo chamado “Grupo do Batista”, reunião de amigos de escola ou de faculdade que dividiriam a responsabilidade da administração com o petecista.

Este grupo tinha nomes como o do empresário Ted Lago e do advogado Felipe Camarão, que sequer chegaram a assumir cargos na gestão de Edivaldo. Reunia inda Rodrigo Marques, que assumiu a poderosa Secretaria de Governo.

O objetivo do prefeito era cercar-se de homens de confiança, que conheciam seu jeito de agir e construiriam uma espécie de “carapaça” no prefeito para o enfrentamento político.

Agora, do “Grupo do Batista”, resta apenas o procurador–geral do Município Marcos Braid.

Rodrigo Marques deixou ontem o posto de comandante do secretariado, após dois anos de intensa pressão da classe política pela sua queda.

Marques blindou Edivaldo da pressão política da Câmara Municipal e dos partidos de oposição, mas não conseguiu “murar” o gabinete principal do Palácio La Ravardière da influência dos partidos que o apoiaram em 2012 e que ganharam ainda mais força, agora, com a vitória do governador eleito Flávio Dino (PCdoB).

O secretário de governo foi vítima do chamado “fogo amigo”; a classe política que cera Edivaldo queria alguém mais fácil no trato dos interesses políticos. E sobretudo que quisesse o link total entre a prefeitura e o novo governo.

A nova configuração do gabinete do prefeito terá agora a influência direta do novo governo.

E o “Grupo do Batista” encerrou sua participação na prefeitura.

Da coluna EstadoMaior, de O EstadoMaranhão

Gestão Holandinha

Ricardo Murad demite médico acusado de preconceito…

rmface

 

Saúde

FAMEM adere à campanha “Novembro Azul”…

Entidade municipalista está apoiando ações desenvolvidas pela Fundação Antonio Dino, mantenedora do Aldenora Bello, de combate ao câncer

 

A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM) aderiu à campanha “Novembro Azul” da Fundação Antonio Dino, mantenedora do Hospital do Câncer Aldenora Bello, iniciativa que visa conscientizar os maranhenses sobre a prevenção e diagnóstico precoce do câncer masculino.

Gil Cutrim com os prefeitos Djalma e Beto e o vice-presidente da Fundação Antônio Dino.

Gil Cutrim com os prefeitos Djalma e Beto e o vice-presidente da Fundação Antônio Dino.

- Além de incentivar a compra das camisas por parte dos nossos associados, também iremos contribuir divulgando as ações da campanha e o importante trabalho desenvolvido por todos que fazem o Hospital Aldenora Bello - afirmou o presidente da entidade municipalista, prefeito Gil Cutrim (São José de Ribamar), que, nesta sexta-feira (21), esteve reunido com o vice-presidente da Fundação, Antonio Dino Tavares.

Também participaram do encontro os prefeitos Djalma Melo (Arari) e Beto Pixuta (Matinha).

Antonio Dino agradeceu a parceria da FAMEM e elogiou a iniciativa do presidente Gil Cutrim.

De acordo com ele, somente unindo forças será possível fazer com que as informações necessárias sobre o combate ao câncer masculino cheguem ao maior número possível de maranhenses.

- A FAMEM possui contato direto com os municípios, seus gestores e agentes administrativos. Essa parceria, tenho certeza, fará com que as informações sobre a campanha e as nossas atividades cheguem mais rápido a todos os cantos do Estado. Nós, da Fundação e do Aldenora, só temos a agradecer a iniciativa do presidente Gil - afirmou Dino.

Programação

As atividades da campanha “Novembro Azul” da Fundação Antonio Dino terão continuidade neste domingo (23) com a realização da “Corrida Azul: uma corrida pela vida”, voltada para a conscientização e prevenção e diagnóstico precoce do câncer masculino. O percurso de 5km terá início às 7:00 da manhã, com concentração na Praça do Pescador, na Avenida Litorânea.

No próximo dia 26, das 8h às 11h no Aldenora Bello, será promovido o “Atendimento Aberto à População Masculina”.

Os consultórios do Hospital estarão voltados para a ação social que busca conscientizar a população sobre a importância do exame precoce para prevenção e controle do câncer.

Já no dia 27 será realizado o “Almoço para Homens”, no Restaurante Sal e Brasa, a partir das 12:00h, cuja renda será destinada ao atendimento dos pacientes da unidade especializada de saúde.

Câncer

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer, estima-se a ocorrência de 302.350 casos novos de câncer em homens no Brasil no ano de 2014. Esses valores correspondem a um risco estimado de 309,53 casos por 100 mil habitantes.

O câncer de próstata é o câncer mais comum entre os homens em todo o mundo. Cerca de 1 em cada 6 homens desenvolverão câncer de próstata durante sua vida. Esse é um tipo de câncer com elevadas chances de cura quando diagnosticado e tratado em estágios precoces. No Brasil e Maranhão, as estatísticas confirmam que o câncer de próstata também é o câncer mais frequente entre os homens.

Estima-se 68.800 casos novos no Brasil em 2014, com um risco estimado de 70,42 casos novos a cada 100 mil homens. No Maranhão, estima-se a ocorrência de 910 casos durante todo o ano.

O câncer de pênis representa outro tipo de câncer masculino com estatísticas preocupantes. É um tumor altamente prevenível com medidas simples, como higiene adequada da região íntima e, em geral, é doença bastante rara. Apesar disso, o Brasil é um dos países com maior incidência de câncer de pênis, que corresponde a 2% de todas as neoplasias em homens.

E o Maranhão é um dos estados com a maior incidência de câncer de pênis no Brasil.

Famem

Caema se manifesta em relação a invasão de terreno da Companhia…

A Caema se manifestou, por meio de nota, sobre a invasão de moradores em terreno onde se localizam poços da companhia.

Segundo a empresa, as medidas cabíveis estão sendo tomadas, pois a área é de preservação ambiental, portanto, não pode ser ocupada por pessoas.

Veja a nota na íntegra abaixo:

“A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) informa que está adotando as medidas necessárias e cabíveis para conter a invasão ao terreno próximo aos Poços P5 e P6, localizado na área da Reserva Ambiental do Batatã, no Sistema Sacavém.

Por se tratar de uma Área de Proteção Ambiental, a mesma não pode ser ocupada para fins de moradia ou qualquer que seja a utilidade.
Os invasores que estão loteando o terreno para ocupar ou mesmo vender o que não lhe pertence, sofrerão as sanções previstas em lei.”

Serviços Públicos

Codó: médico da UPA manda paciente procurar “os médicos cubanos”…

imagesDo blog de Robert Lobato

Até que ponto pode chegar a crueldade de um profissional que deveria cuidar da vida de um semelhante?

Pois essa indagação me correu após ler um post do blog Codó Notícias que conta um episódio desgraçadamente lamentável!

Segundo o blog, um paciente foi levado à uma Unidade de Pronta Atendimento (UPA) da cidade para ser atendido na sala de sutura, mas foi surpreendido com uma declaração não somente infeliz do médico Francisco Oliveira como debochada ou quiçá até preconceituosa.

Vejam o que o doutor disse a quem lhe pediu ajuda: “Médico não precisa vir olhar paciente na sala de sutura, pois isso é serviço da técnica [de enfermagem] e não do médico. Vão procurar os cubanos”.

Em primeiro lugar, o senhor Francisco Oliveira demonstrou uma insensibilidade extraordinária ao sequer tentar olhar o problema do paciente, o que já é uma agressão ao Código de Ética da sua profissão.

Em segundo lugar, o médico revela uma arrogância de fazer inveja àquele desembargador carioca que processou uma agente de trânsito por ela ter dito que “juiz não é Deus” após o “doutor” ter dado voz de prisão à moça assim que foi multado por estar dirigindo sem habilitação nas ruas do Rio de Janeiro (veja aqui).

Por fim, as declarações do tal Francisco Oliveira só vêm engrossar o tom de ódio e preconceitos contra os profissionais cubanos que estão no Brasil dando uma aula de atendimento humanizado na área de Medicina.

Claro que nem todos os médicos brasileiro são insensíveis e preconceituosos como o senhor Oliveira, mas uma boa parte deles não sabe o que significa atender com um pouco de humanismo. Muitos médicos brasileiros só sabem receitar e na maioria das vezes sem ao menos olhar nos olhos das pessoas.

Sem falar que muitos se acham “Deus” mesmo!

Tal como o magistrado do Rio de Janeiro.

(Continue lendo aqui…)

Análise e opiniãoDenúnciaMunicípios

Roberto Costa recebe grevistas do TJ para discutir propostas…

Roberto CostaO Presidente da Comissão de Orçamento, Finanças, Fiscalização e Controle da Assembleia Legislativa, deputado Roberto Costa (PMDB), recebeu o Sindicato dos Servidores da Justiça do Estado do Maranhão – SINDJUS.

Os servidores trouxeram a proposta de uma audiência pública para discutir o orçamento do Judiciário, visto que atualmente o Sindicato deflagrou greve no Tribunal de Justiça, sob alegação de que não estariam recebendo o pagamento de direitos que foram por eles conquistados em Leis.

Durante o encontro, Roberto Costa destacou que o orçamento do TJ tem sido uma das maiores preocupações da Comissão, que tenta buscar uma saída para atender minimamente, e dentro da legalidade, as necessidades do Tribunal.

O deputado disse que levará a solicitação adiante, no sentido de aprovar a audiência pública para que o SINDJUS seja incluído na discussão. Na última quarta-feira, Roberto Costa, deputado Edilázio Júnior (PV) e a deputada Eliziane Gama (PPS) também, membros da Comissão aprovaram o Parecer prévio do Orçamento do Estado, que embora venha a ser executado somente no próximo governo, tem elaboração e aprovação feitas no governo atual.

Na oportunidade, Roberto destacou que a discussão e os acertos para o próximo Orçamento entraram numa nova fase até que se chegue ao Parecer final; e já havia anunciado que a próxima etapa teria discussão ampla com categorias que já solicitaram reunião à Comissão.

Assembléiagreves e paralisações