0

Bira, um mero laranja…

Candidatura do deputado a prefeito atende apenas aos interesses do governador Flávio Dino, que quer impedir a aliança do PSB com adversários do prefeito Edivaldo Holanda Júnior

 

O deputado estadual Bira do Pindaré chegou ao fundo do poço na política.

Ele demonstra claramente aceitar o papel de laranja do prefeito Edivaldo Júnior (PDT) nas eleições de São Luís. E o faz apenas para atender aos interesses do governador Flávio Dino (PCdoB).

Submeter-se ao papel que foi de Edinaldo Neves em 2012 apenas por causa de es´paços de poder no governo diminui o deputado a quase fazê-lo sumir.

Mas o PSB ´controlado em São Luís pelo senador Roberto Rocha, que não pretende ver a legenda como coadjuvante-laranja na campanha em São Luís.

Por isso Rocha lançou-se candidato a prefeito…

 

0

Ministro da Pesca anuncia cultivo de ostras no Maranhão

verdeO deputado Júnior Verde (PRB) reuniu-se na última sexta com ministro da Pesca e Aquicultura, Helder Barbalho, com quem discutiu projetos para o Maranhão. Na ocasião, ouviu do ministro que no próximo mês serao licitadas as áreas para o cultivo de ostras nos municípios de Primeira Cruz, Humberto de Campos e Icatu.

– Uma ótima notícia para o setor produtivo do nosso Estado, que farei questão de continuar acompanhando de perto para que os resultados sejam alcançados o quanto antes – comemorou Júnior Verde.

Durante a reunião, o parlamentar solicitou ao ministro a continuidade de projetos iniciados no Estado, e que encontram-se parados, como a regularização dos parques aquícolas continentais e marinhos e o Plano de Carcinicultura, “que pode tornar o Maranhão um dos maiores produtores de camarão do mundo”.

Júnior Verde esteve esta semana cumprindo agenda em Brasília, periodo em que participou de reuniões com técnicos do Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) buscando novos projetos para o Estado, como a subvenção do óleo diesel para embarcações artesanais e os parques aquícolas nas barragens de Boa Esperança, Estreito e Rio Flores. 

1

Obras paradas: BNDEs confirmou o que este blog disse…

Informação dada pelo presidente do banco ao deputado André Fufuca confirma que o governo Flávio Dino paralisou todas as obras no Maranhão, assim como este blog em dito desde o início do governo

 

A MA-203, em São mLuís, é uma das oras importantes paralisadas no Maranhão

A MA-203, em São Luís, é uma das oras importantes paralisadas no Maranhão

Este blog republicou em 22 de agosto nota do jornal O EstadoMaranhão, com o título “500 obras paradas no Maranhão”.

No texto, lembrou das obras do hospital, das rodovias maranhenses e destacou discurso da deputada Andrea Murad, autora do número acima, de quinhentas obras paralisadas no estado. E completou:

– Sem falar em obras rodoviárias de suma importância na capital maranhense, como a Via Expressa, que ainda precisa de continuação;a Quarto Centenário, com trechos ainda interditados, e a duplicação da Estrada do Araçagy, que está totalmente abandonada desde o início do governo.

Leia também:

Roseana Sarney tem mais de duas mil obras no estado…

Andrea quer informações sobre contratos do BNDEs no MA…

Onde estão os R$ 180 milhões do BNDEs…

O presidente do BNDEs, Luciano Coutinho, confirmou a mesma história ao deputado federal André Fufuca, durante audiência da CPI do BNDEs, na Câmara dos Deputados.

O resumo da história é simples: o governo Flávio Dino não teve competência para continuar as obras iniciadas por Roseana e resolveu remanejá-las ou replanejá-las, mas até agora não disse para onde.

E assim caminha o Maranhão no governo da mudança…

1

Após revelação do BNDEs, eleitores reclamam por obras paradas no MA…

Os comentários abaixo foram colhidos neste sábado, 29, no perfil do Facebook do próprio governador Flávio Dino. Eles listam obras paralisadas em todo o Maranhão. Na sexta-feira, o presidente do BNDEs, Luciano Coutinho, revelou ao deputado André Fufuca (PEN) que a paralisação é culpa do próprio Dino. A reclamação é grande:

reclamação

0

Zé Inácio na Agritec, em São Bento…

Inácio com Patrus Ananias, agricultores e Flávio Dino

Inácio com Patrus Ananias, agricultores e Flávio Dino

O deputado Zé Inácio (PT) participa da primeira Feira de Agricultura Familiar e Agrotecnológica do Maranhão (Agritec). O evento foi realizado de quinta-feira até este sábado (29) e atraiu aproximadamente 15 mil pessoas durante os três dias.

O evento foi realizado no município de São Bento e contou com a presença do ministro de Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias e do governador Flávio Dino.

Para o deputado Zé Inácio (PT) a Agritec é uma oportunidade para os agricultores rurais comercializarem de forma agregada suas produções agrícolas. Ele ressalta a importância de feiras como essas para alavancar a agricultura familiar no Estado do Maranhão.

A feira contribui para o fortalecimento das economias local, regional e do estado como um todo, além de contribuir com o desenvolvimento da produção agrícola do nosso Estado – diz.

Ainda em São Bento também foi lançado o Selo Quilombola do Brasil, especifico para agricultores familiares quilombolas. A quilombola Sônia Maria Pinheiro, do quilombo Rio Grande do município de Bequimão recebeu o documento acompanhada do deputado Zé Inácio.

A Agritec é resultado da parceria entre o Governo do Maranhão com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). A edição da feira na cidade de São Bento é a primeira de uma série de quatro feiras de agrotecnológicas direcionadas para agricultura familiar que serão realizadas este ano.

0

Fábio Macedo destaca convenção do PDT…

Fábio Macedo discursa em festa pedetista, observado por Carlos Lupi

Fábio Macedo discursa em festa pedetista, observado por Carlos Lupi

Uma grande festa democrática tomou conta de São Luís, nesta sexta-feira(28), com a Convenção Estadual do Partido  Democrático Trabalhista (PDT).

O deputado estadual, Fábio Macedo, atual líder do partido na Assembleia Legislativa, participou ativamente, levando uma comitiva do município de Dom Pedro, além de lideranças importantes de Timbiras, Lago da Pedra, Vargem Grande, Gonçalves Dias, São José dos Brasílios e Duque Bacelar, onde o prefeito, Flávio Furtado, também se filiou.

– Hoje o PDT realizou uma festa memorável, digna de representantes como Jackson Lago e Leonel Brizola. Para quem pensou que o nosso partido estava acabado, vejam e apreciem a nossa vitória, que na verdade é do povo de todo Maranhão. Quero registrar aqui, o papel do meu querido amigo e companheiro, Weverton Rocha, um dos responsáveis por fazer o nosso partido chegar a este momento, estando fortalecido e pronto para disputar as eleições de 2016, com representantes em todos os 17 municípios maranhenses, e a todos os nossos colegas presentes aqui –  disse Fábio Macedo.

O parlamentar pedetista agradeceu a presença de todas as lideranças que vieram do interior para Convenção Estadual do PDT e ainda desejou boas vindas aos novos filiados.

– Tivemos a honra de receber novos membros ilustres como o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim e prefeito de Caxias, Léo Coutinho, além de outros prefeitos e pré-candidatos a prefeitos e vereadores, secretários municipais e estaduais e demais lideranças do Estado. Quero agradecer o empenho e a participação de todas as Timbiras, Lago da Pedra, Vargem Grande, Gonçalves Dias, São José dos Brasílios e Duque Bacelar. Vocês são de luta – finalizou Macedo.

A Convenção Estadual do PDT teve como saldo 17 filiações importantes, 15 prefeitos e duas lideranças importantes de São Luís e Axixá.

Participaram do evento, o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi; o ministro do Trabalho, Manoel Dias; o governador Flávio Dino (PCdoB); o líder do PDT na Câmara Federal, André Figueiredo; deputados federais e estaduais pedetistas; vereadores e outras lideranças do PDT e de outras legendas, além de cerca de 3 mil militantes.

1

João Abreu vê dedo do governo Flávio Dino em seu indiciamento…

João Abreu: governo tenta implicá-lo

João Abreu: governo tenta implicá-lo

O ex-secretário-chefe da Casa Civil, João Guilherme Abreu, aponta articulações do Palácio dos Leões para seu indiciamento em um inquérito da polícia maranhense que apura denúncias envolvendo acordos para pagamentos de precatórios no governo passado.

– Embora sem fundamento sólido, o meu indiciamento já era por mim esperado, e por todos os que me acompanham neste momento tormentoso, porque somos conscientes de que os ilustres delegados encarregados do inquérito não conseguiriam resistir às pressões disparadas do Palácio dos Leões – afirmou Abreu, em nota distribuída hoje.

Na avaliação do ex-secretário, não há qualquer embasamento para as acusações formuladas pela polícia.

– Não há comprovação alguma da materialidade desse delito, e sua declaração é, inclusive, desmentida por pessoas de quem se teria servido como portador da entrega do numerário – afirmou Abreu.

Abaixo, a íntegra da nota:

O MEU INDICIAMENTO É UM ATO POLÍTICO

João Guilherme de Abreu

O jornal O Estado de São Paulo publicou na edição do dia 27.08.2015, notícia dando conta de meu indiciamento pela Policia Civil do Maranhão, no inquérito que apura a suspeita de pagamento de propina para possibilitar a celebração de acordo entre o governo do Estado e a empresa Constran, no ano de 2013, com vista à liquidação de um precatório.

E como era de se esperar, essa notícia reverberou na imprensa e blogs da Capital, principalmente naqueles alinhados com o governo do Estado.

Embora sem fundamento sólido, o meu indiciamento já era por mim esperado, e por todos os que me acompanham neste momento tormentoso, porque somos conscientes de que os ilustres delegados encarregados do inquérito não conseguiriam resistir às pressões disparadas do Palácio dos Leões.

Todavia, o alarde que se faz sobre o meu indiciamento não possui fundamento. O indiciamento não é acusação, mas mera colheita dos dados de identificação de alguém que, na opinião da polícia, reúne indícios de ter sido o autor do ato sob investigação.Ele não gera processo, que só é instaurado com a denúncia oferecida pelo Ministério Público, se recebida pelo Judiciário.

Na prática, o indiciamento policial tem servido apenas como estigma social e isto explica, no meu caso, o interesse de darem ampla divulgação desse ato, em suas minucias, embora o inquérito corra sob “segredo de justiça” ea lei diga que é crime quebrar o segredo de Justiça.

Mas estou absolutamente tranquilo e aguardo, com serenidade, o desdobramento do caso, consciente de que o indiciamento é injusto e motivado por decisão política.Não há nos autos do inquérito elementos mínimos indicadores da existência do alegado crime. Tudo se resume na afirmação feita pelo doleiroAlberto Yusself, um dos principais envolvidos na famosa Operação Lava Jato, que alega ter me mandado entregar vultosa quantia para “distribuir a integrantes do governo do Maranhãoem troca do pagamento do precatório”.

Mas não há comprovação alguma da materialidade desse delito, e sua declaração é, inclusive, desmentida por pessoas de quem se teria servido como portador da entrega do numerário.

Mas foi com base, exclusivamente, na afirmação desse renomado delinquente, que se apoia o indiciamento, sem fundamentos ou prova que o justifiquem. E mais ainda, sem levar em consideração que o acordo celebrado entre o Governo do Estado e a Constran se sustentou em judiciosos pareceres emitidos pela Secretaria de Planejamento do Estado e pela Procuradoria Geral do Estado e envolvia uma dívida que o Estado tinha para com a referida empresa, apurada através de um longo processo judicial, que tramitou por todas as esferas do Judiciário e contra o qual já não era mais possível opor resistência alguma.

Caberá agora ao Ministério Público Estadual analisar se me acusa ou não, com os parcos elementos contidos no inquérito.

De minha parte, cabe aguardar o desdobramento desse funesto episódio, para o qual conto com o apoio de minha família e de amigos leais que nunca me faltaram nos momentos difíceis da minha vida.
À sociedade maranhense resta pedir que evite antecipação de julgamento, seja em homenagem ao princípio constitucional da presunção de inocência, seja em respeito aos longos anos que tenho como empresário e homem público, que já exerceu o cargo de Secretário de Saúde do Estado, por duas vez o de Secretário Chefe da Casa Civil e a Presidência do Sebrae, sem jamais ter sido acusado de um ato de desonestidade e que hoje convive com o drama de se vê escarnecido por um reles doleiro e pelo tratamento escandaloso e sensacionalista dado por uma parte da imprensa.

 

1

Amaury de Mirinzal agora também é do PDT…

Amaury, com Weverton e Carlos Lupi

Amaury, com Weverton e Carlos Lupi

O Prefeito de Mirinzal, Amaury Almeida, filiou-se ao Partido Democrático Trabalhista (PDT) na manhã desta sexta feira, 28, durante a convenção estadual do partido.

A filiação veio à convite do deputado Federal Weverton Rocha e do militante da executiva estadual do PDT, Renato Dionísio.

– Agora filiado ao PDT, partido que sempre tive admiração e respeito, fico mais próximo de trazer as conquistas para a região do litoral ocidental, e principalmente, para o município de Mirinzal, minha terra onde nasci e cresci – declarou Amaury.

O Prefeito Amaury entende os esforços que o Governador do Estado do Maranhão, Flávio Dino, vem desenvolvendo na região do litoral ocidental, a exemplo da autorização da construção da ponte sobre o Rio Pericumã, que liga os municípios de Bequimao a Central do Maranhao e por isso a decisão da adesão ao novo partido.

 

1

PRTB quer Paulinha Lobão candidata a prefeita….

Paulinha: potencial eleitoral

Paulinha: potencial eleitoral

Ela se filiou ao partido com intenção de tentar viabilizar uma possível candidatura a vereador na capital maranhense.

Mas a legenda, agora sob o comando do prefeito de Coelho Neto, Soliney Silva, quer a apresentadora Paulinha Lobão como candidata a prefeita de São Luís.

A princípio, o partido tem como pré-candidato o médico João Melo e Sousa Bentivi, que parece não ter-se dado bem com a nova direção e as novas diretrizes da legenda.

Na avaliação de políticos, Paulinha seria uma potencial vereadora eleita, com condições de agregar votos ao PRTB.

O partido agora vai medir a sua capacidade eleitoral como candidata majoritária.

É aguardar e conferir…

2

Pai de Beto Rocha constrói shopping no interior de Sergipe…

Ao contrário do filho, preso sob suspeita de corrupção, Zezé Rocha teve sucesso como político – foi três vezes prefeito do município de Lagarto – e é considerado um dos empresários sergipanos mais bem-sucedidos

 

O pai de Beto Rocha e uma das máquinas que constrói seu shopping

Zezé Rocha e construção do seu shopping

Ao contrário da prefeita foragida de Bom Jardim (MA), Lidiane Leite, o empresário Beto Rocha, tido como mentor do esquema de desvio de recursos públicos em Bom Jardim, é um homem de origem rica.

Seu patrimônio pessoal é de R$ 14 milhões, segundo consta de declaração de bens à Justiça Eleitoral.

E ele é filho de um dos maiores empreendedores da região de Sergipe.

Franzino e na maior parte das vezes de óculos escuros, o empresário José Rodrigues dos Santos, o Zezé Rocha, é visto sempre assim pelas ruas de Lagarto, em Sergipe, cidade da qual foi prefeito  em dois períodos (1989/1992 e 2002/2008).

Considerado uma lenda viva da política de Lagarto, Zezé Rocha é empreendedor de sucesso, nos setores de pecuária, e construção.

Ele constrói, desde 2012, o primeiro shopping center do interior de Sergipe, empreendimento com 56,6 mil m2. (conheça aqui a história do empresário)

Além do shopping, ele tem um dos maiores parques de Vaquejada e várias fazendas na região Nordeste.

O filho Beto Rocha – ex-marido da prefeita de Bom Jardim (MA), Lidiane Leite, preso na operação da Polícia Federal que caça também a própria Lidiane – chegou, inclusive, a ser seu secretário de Assuntos Políticos na segunda gestão.

Área onde está sendo construído o Zezé Rocha Shopping Center, em Lagarto (SE)

Área onde está sendo construído o Zezé Rocha Shopping Center, em Lagarto (SE)

A “prisão do filho de Zezé Rocha no Maranhão” repercutiu fortemente na imprensa de Sergipe. (Leia aqui e aqui)

Aos 71 anos, o empresário acompanha à distância a prisão do filho e garante a estrutura necessária aos procedimentos judiciais.

Beto Rocha está preso no Comando Geral da Polícia Militar do Maranhão…