Ação de Veja é tentativa frustrada de interferir na eleição…

Publicação da editora Abril, antipetista e tucana assumida, criou um factóide contra Lula e Dilma para gerar repercussão e tentar tirar votos da candidata do PT. Acabou pagando caro pelo antijornalismo.

veja

A capa de Veja: clara interferência no processo

O que se viu neste final de semana, nas páginas da revista Veja, da Editora Abril, foi um exemplo acabado de como o Jornalismo age quando se pretende capaz de influenciar nos rumos da história.

A matéria de Veja contra a presidente Dilma e o ex-presidente Lula pensada milimetricamente em todos os seus aspectos.

A capa, as informações e a data de publicação tinham, claramente, o objetivo de mudar os rumos das eleições de amanhã, claramente favoráveis a Dilma Rousseff (PT).

A Veja – assim como a Rede Globo e a Folha de S. Paulo e o Estado de S. Paulo – são a parte da imprensa claramente antipetista. A diferença, é que os demais veículos sabem se render aos fatos e à história quando eles se impõem.

A Veja não!

A Veja tenta interferir de todas as formas no processo histórico, delinear fatos, alterar acontecimentos para favorecer sua própria definição de mundo.

Já conseguiu, diversas vezes, mudar os rumos da história do país.

midia

Os atos de Vandalismo: reações à ação…

Mas tem perdido todas, desde que se deixou influenciar pelo “Mercado” e pelo pensamento quatrocentão da elite católica-apostólica paulista – ou influenciá-los na mesma medida.

Não se discute o mérito da matéria de Veja, mas os ses objetivos e os métodos usados para publicá-la.

Não é admissível entender que as denúncias tenham chegado à revista apenas esta semana, para que fosse publicada apenas esta semana.

E A derrocada de Aécio Neves (PSDB) nas pesquisas teve alguma influência na publica?

São estas atitudes que levaram à reação da militância: a exacerbação da manipulação da informação com interesses eleitoreiros.

E deu no que deu…

2014 agora2º TurnoAnálise e opiniãoImprensa e Jornalismo

Mas, afinal, quem é esse tal de “Mercado”?!?

O eleitor comum, aquele que em seu dia a dia faz malabarismos para pagar as contas, que poupa para viajar e que viu sua vida melhorar nos últimos 12 anos,deve ficar atento ao movimento do “Mercado”.

Certamente, este eleitor nem sabe o que é “Mercado”, mas o “Mercado” é uma figura constante na análise da mídia quatrocentona paulista e de jornalistas colonizados por ela Brasil a fora.

O “Mercado” age assim: toda vez que as pesquisas apontam crescimento do tucano Aécio Neves e a possibilidade de ele vencer a http://www.bancariosbahia.org.br/ckfinder/userfiles/images/charge_bancos_BC(1).jpgeleição contra a petista Dilma Rousseff, o “Mercado” sorri, levanta o astral e as ações das empresas vão lá pra cima.

E quem ganha com isso? Banqueiros, investidores estrangeiros ou o “capital” paulista quatrocentão.

Para estas gentes, o que importa é o resultado financeiro, o controle da inflação, os juros estratosféricos e o lucros finais do capital, especulativo ou não.

Pouco importa se o desemprego aumenta, se o salário do trabalhador tem poder de compra, se a classe média pode ou não viajar. Para o “Mercado”, isso é só um detalhe.

E na lógica do “Mercado”, só Aécio Neves – assim como foi com Fernando Henrique Cardoso – pode garantir a estabilidade de seus ganhos.

Leia também:

“Mercado ignora Ibope e DataFolha e aposta que Aécio vai vencer…”

É por isso o apoio maciço do “Mercado” ao candidato do PSDB.

Por isso, o apoio maciço da mídia quatrocentona ao candidato do PSDB.

Por isso o ódio ao nordestino que vota em massa na presidente Dilma.

Por que, para o “Mercado”, nordestino serve apenas para girar a máquina das indústrias paulistas. Não pode ter casa própria, muito menos sonhar com um carro popular.

Universidade? Nem pensar; isso é coisa de rico, para os filhos do “Mercado”.

É só por isso que o Mercado vibra com as chances de Aécio Neves e entra em pânico com a possibilidade de vitória de Dilma.

É simples assim…

2014 agora2º Turno

O caos em São Luís, 30 dias depois…

Há exatamente um mês, aconteceram os últimos ataques a ônibus e motins em Pedrinhas. Faltava uma semana para o pleito, que garantiu encerramento da campanha em primeiro turno no Maranhão

 

Há exatamente 30 dias atrás, as facções criminosas de São Luís ordenavam os ataques a ônibus, rebelião em Pedrinhas e queima de carros particulares.

presídio

Policiais invadem Pedrinhas, a uma semana do 1º turno, para controlar motim

Estava-se na semana anterior à da eleição, um sábado; e o Ibope divulgaria, mais tarde, uma pesquisa que  todos esperavam apontar para um possível segundo turno no Maranhão.

Os ataques começaram a partiras 13 horas. Foram ônibus queimados no Bom Jesus, no Pão de Açucar e uma tentativa de rebelião em Pedrinhas.  (Relembre aqui e também aqui)

O Ibope saiu e mostrou que a eleição seria decidida em primeiro turno.

De fato, uma semana depois, o vencedor do pleito  saiu consagrado, com quase 65% dos votos.

Desde então, São Luís parece um ilha de paz.

oinibus

ônibus queimado no Pão de Açucar, às vésperas do Ibope

Leia também:

Governo do Amazonas negocia apoio de traficantes no 2º turno

Pedrinhas: armação política criminosa?!?

E nunca mai se viu ataques a ônibus, nunca mais se queimou veículos em São Luís.

Pedrinhas – apontado no auge da campanha como o pior presídio do país – parece agora um exemplo de ordem e tranquilidade entre as penitenciárias do Brasil.

Tudo cessou da mesma forma como começou – do nada; e sempre em momentos importantes da campanha eleitoral, desde o início do ano.

O que se pode pensar disto tudo?!?

2014 agora2º TurnoSegurança PúblicaTransição no Maranhão

O DEM vai acabar…

A cúpula do DEM vai acabar com o partido.

Seus dirigentes avaliam, independentemente do resultado da eleição, que essa é a única maneira de sobreviver.

Eles pretendem abrir negociação com dez partidos nanicos, que abrigam 24 deputados, para criar nova legenda.

O DEM elegeu 22 deputados, e seus líderes imaginam chegar a 50.

Esse caminho não é unânime.

Há os que defendem se entregar nos braços do PSDB.

Da coluna Panorama Político, de O Globo

2014 agora2º Turno

Imagem do dia: o homem do VLT agora com Dino…

 

301sabO homem ao lado do polêmico VLT é José Artur Cabral Marques, criador do projeto deste tipo de transporte para o então prefeito João Castelo (PSDB). E todos sabem o que resultou. Agora o governador eleito Flávio Dino (PCdoB) leva o mesmo José Artur para dirigir a secretaria de Transportes do Estado, uma das três que ele já anunciou. Com a história fala por si, sem mais comentários…

Transição no Maranhão

Secretário de Saúde vistoria obras em São Luís…

Hospital Carlos Macieira (Fotos: Nestor Bezerra)

Hospital Carlos Macieira (Fotos: Nestor Bezerra)

A rede estadual de saúde ganhará mais importantes serviços em São Luis até o final do mês de novembro.

Serão inauguradas duas maternidades – uma na Cohab e outra no Anjo da Guarda -, uma Unidade de Pronto Atendimento e o ambulatório especializado da mulher na Vila Palmeira, e novos setores do Hospital Estadual de Alta Complexidade Dr. Carlos Macieira.

Essas obras, que foram vistoriadas nesta quinta-feira (23) pelo secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad, estão em fase de finalização e integram o Programa Saúde é Vida.

As gestantes terão assistência com alto padrão de qualidade na maternidade que será implantada em prédio adquirido pelo governo estadual na Cohab. Ali serão mais 50 leitos de internação e um centro cirúrgico moderno para atender os partos de risco habitual que eram atendidos pela Maternidade Benedito Leite, complementando a assistência obstétrica hoje oferecida na Maternidade Marly Sarney, que é referência estadual para gestação de alto risco.

No Anjo da Guarda, a Secretaria de Estado da Saúde está concluindo a reforma da Maternidade Nossa Senhora da Penha, que passa a integrar a rede estadual para ampliar o atendimento às gestantes na capital.

- Estamos suprindo, de uma vez por todas, a demanda por leitos obstétricos em São Luís, onde a nossa Maternidade Marly Sarney já presta um grandioso trabalho, e agora poderá dar atendimento exclusivo às gestantes de alto risco – destacou o secretário Ricardo Murad.

Centro de Saúde Genésio Rego

Centro de Saúde Genésio Rego

Na Vila Palmeira, onde hoje funciona o Centro de Saúde Genésio Rego, o ambulatório especializado para assistência às mulheres está sendo totalmente reformado e voltará a funcionar oferecendo consultas e exames. No mesmo local, outro bloco do prédio foi totalmente reestruturado e abrigará mais uma UPA, estendendo aos moradores daquele bairro e áreas adjacentes o mesmo padrão de assistência de urgência e emergência das outras unidades de pronto atendimento mantidas pelo Estado.

A última etapa da obra que reestruturou totalmente o Hospital Estadual de Alta Complexidade Dr. Carlos Macieira está em fase de conclusão. Nessa área, além da administração da unidade, entrarão em funcionamento 21 consultórios médicos, os serviços de diagnóstico por imagem (com exames de raio-x, ultrassom, endoscopia, tomografia e ressonância magnética), a hemodinâmica e mais uma UTI com 13 leitos.

- Com estes, o HCM passará a oferecer 60 leitos de UTI, igualando-se aos grandes hospitais do país em terapia intensiva – ressaltou Ricardo Murad.

Todas essas obras estão em fase de conclusão e a previsão é de que essas unidades da rede estadual de saúde sejam colocadas em funcionamento até o final do mês de novembro, consolidando um amplo programa de investimentos.

Maternidade Nossa Senhora Da Penha

Maternidade Nossa Senhora Da Penha

Somente na ilha de São Luís estes investimentos incluem: seis UPAs, o Centro de Medicina Especializada (Cemesp), a Farmácia Estadual de Medicamentos Especializados (Feme), o Centro Ambulatorial de Atenção ao Paciente Oncológico, o Centro de Especialidades Médicas e Diagnóstico do Diamante, a nova sede do Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão (Lacen), os novos leitos de UTI neonatal e pediátrica do Hospital Infantil Juvêncio Matos, a Unidade de Retaguarda Clínica do Hospital Nina Rodrigues e o Hospital de Câncer do Maranhão Tarquínio Lopes Filho.

Governo RoseanaSaúdeSecretários

O derradeiro debate…

debate

Debate da Rede Globo no primeiro turno com presidenciáveis

Nesta sexta-feira, à noite, teremos o último debate entre os candidatos à presidência neste segundo turno das eleições. Realizado nos estúdios da Rede Globo, este é um debate considerado derradeiro em termos de definição dos pontos percentuais de cada candidato.

Ontem, após as pesquisas da Datafolha e Ibope terem mostrado Dilma Rousseff à frente de Aécio Neves, com vantagem acima da margem de erro, os aliados à petista agora esperam o último debate para enfim, quem sabe, poderem respirar aliviados.

Dilma aos poucos veio crescendo nas pesquisas de intenção de voto e diminuindo a rejeição nos últimos debates. Falta agora o último e decisivo debate para saber se o desempenho continuará o mesmo até dia 26…

 

2014 agora2º Turno

Flavio Dino ainda não desceu do palanque…

Quase um mês depois de eleito governador, comunista continua armado, mostra desprezo ao se ausentar do estado que o elegeu e vira uma espécie de Dom Quixote, tendo Sarney como seu moinho de vento

 

O comunista Flávio Dino elegeu-se governador do Maranhão de forma incontestável.

http://www.marcoaureliodeca.com.br/wp-content/uploads/2012/01/DINO-12.jpg

Flávio D9ino: ainda armado, como em campanha

Foram quase 65% dos votos; e ainda conseguiu eleger o senador Roberto Rocha (PSB) e a deputada federal mais votada, Eliziane Gama (PPS).

Quase um mês depois do feito, no entanto, Dino continua em palanque – literalmente – em campanha contra Sarney, que sequer disputou qualquer eleição em 2014.

Ao invés de tentar entender a estrutura da máquina que vai operar a partir de janeiro, Dino preferiu se ausentar do Maranhão, mostrando desprezo, tanto pelos eleitores que lhe deram expressiva votação, quanto ao seu candidato a presidente (Dilma ou Aécio?!?).

E, de lugar incerto e não sabido, fica a insuflar aliados a manter uma campanha que já terminou.

A ida do governador eleito ao Amapá é tão covarde quanto quixotesca.

dom-quixote-e-sancho-panca

Don Quixote via inimigos por todo lado

Flávio Dino parece querer governar de arma em punho, sempre apontada para seus adversários imaginários, da mesma forma que Dom Quixote de La Mancha via  inimigos potenciais por todos os lados – até em inofensivos moinhos de vento.

Sarney parece ser o moinho de vento do Dom Quixote Flávio Dino.

Por mais boa vontade que o governo demonstre em relação à sua futura administração, o Dom Quixote comunista prefere manter seu Sancho Pança e sua tropa-de-choque em clima de constante beligerância.

Quando deveria comemorar vitória consagradora dada pelo povo maranhense, o governador eleito prefere fazer discurso político contra algo que não existe mais – nem no Maranhão e muito menos no Amapá.

Enquanto isso, a despeito dos números oficiais que mostram completo equilíbrio das contas do estado,  sua tropa-de-choque trata de criar um clima artificial de caos.

Seria uma forma de garantir carta de seguro para continuar armados, mesmo no governo?

É lamentável que o povo tenha apostado tanto na mudança, esperando um magistrado, e tenha recebido um gladiador, um verdadeiro Dom Quixote.

Herói de araque, pronto para derrotar moinhos de vento…

2014 agora2º TurnoTransição no Maranhão

O que pegou?!?

2O naufrágio de Aécio Neves, nas pesquisas, já está sendo debatido nos bastidores.

Os analistas políticos não têm posição comum.

Alguns citam a avaliação regular do governo Dilma (44% ótimo/bom), a insinuação de maus tratos às mulheres e o drama da água em São Paulo.

Outros, a perda da classe C, ao não tratar adequadamente temas da economia do cotidiano, como a geração e a garantia de emprego, e o poder de consumo.

Da coluna Panorama Político de O Globo, com ilustração do blog 

2014 agora2º Turno

“O caminho do oportunismo não tem volta”, diz PCB Nacional sobre Flávio Dino…

aecio-com-flavio-dino-by-orlando-britoOntem, na rede social e no seu site, o Partido Comunista Brasileiro (PCB) fez duras críticas ao governador eleito no Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) e sua suposta neutralidade neste segundo turno presidencial.

Para o partido, Dino não representa o comunismo brasileiro. bem como prejudica a campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT).

As críticas foram as mais duras possíveis, como pode ser lido abaixo. E agora, Flávio Dino???

“O caminho do oportunismo não tem volta:

Governador eleito pelo PcdoB aliou-se a Aécio Neves, o adversário de Dilma Roussef no segundo turno

O chamado Partido comunista do Brasil acaba de chegar ao último estágio de sua degeneração. Chegou a hora de mudar de nome, para não continuar desmoralizando a luta dos verdadeiros comunistas.

Flavio-Dino-com-DilmaNa foto acima, significativamente ao centro, está Flavio Dino, governador eleito do Estado do Maranhão, no primeiro turno, como candidato do PcdoB. Ao seu lado esquerdo, Aécio Neves, o candidato do neoliberalismo orgânico (PSDB), que disputa o segundo turno contra a Presidente Dilma Roussef, do social-liberal PT. Ao seu lado direito, o vice-governador eleito, do partido de FHC e de Aécio Neves, que financiou parte significativa da campanha. A foto foi divulgada pelo candidato comunista durante a campanha eleitoral no primeiro turno. Sinalizando o pacto com a oligarquia local, a coligação se chamava “Todos pelo Maranhão”.


O governador do partido comunista teve quase dois milhões de votos, sem ostentar o símbolo do seu partido e sem mencionar uma só vez a palavra socialismo, que dirá comunismo. Imaginem como será seu governo, administrando o capitalismo num dos Estados mais pobres do Brasil e que dispõe de um violento aparelho de repressão contra os proletários e as lutas populares.

Como a disputa do segundo turno está muito apertada, Dilma pode até perder a eleição em razão dessa traição, pois Flavio Dino assumiu um compromisso com Aécio Neves de ficar neutro no segundo turno, apesar de a fotografia de ambos estar circulando no Maranhão e em outros Estados.

Na eleição para deputado federal, em que o PcdoB perdeu 5 parlamentares, esse partido a serviço da burguesia fez coligações diferentes em cada Estado, com um total de mais de 20 partidos, da centro-esquerda à direita, como foi o caso de 4 Estados em que os comunistas se coligaram com o partido mais direitista do Brasil, o DEM, cinicamente chamado Democratas.

PCBEm 10 Estados, o PcdoB fez coligações contrárias às do PT, o partido que, desde o primeiro governo Lula, ajudou a eleger deputados comunistas e lhe entregou o importante Ministério dos Esportes.

O PCB faz esta denúncia pública para contribuir para o fim da confusão, no imaginário popular, do nosso Partido com o PcdoB.

Em breve, oxalá não tenhamos mais o mesmo sobrenome!

Secretariado Nacional do PCB”

 

2014 agora2º TurnoFlávio Dino