6

Tema Cunha já é opção para chapa de Flávio Dino…

Embora não se manifeste sobre o assunto, presidente da Famem tem tido desempenho surpreendente na liderança de prefeitos maranhenses e se credencia naturalmente para assumir eventual posição em 2018

 

ALIADO HISTÓRICO
Desde 2006 Tema tem sido leal às campanhas de Flávio Dino, que pode ter nele o companheiro ideal para 2018

O presidente da Federação dos Municípios do Maranhão, Cleomar Tema Cunha (PSB), é hoje uma das lideranças mais articuladas da política maranhense.

Prefeito de Tuntum pela terceira vez, ele conseguiu recuperar a força e a imagem da Famem em menos de três meses – e mesmo após a entidade chegar ao fundo do poço, na gestão do ex-prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim (PDT).

Tema tem articulação também com deputados estaduais e federais, o que lhe permite estar na linha de frente de ações em defesa dos municípios, tanto no Maranhão quanto em Brasília.

O presidente da Famem não diz que quer e nunca sequer esboçou indicativo disto, mas seus aliados mais próximos já o veem como o companheiro de chapa ideal para o governador Flávio Dino (PCdoB).

Primeiro porque é praticamente certo que o vice-governador Carlos Brandão (PSDB) ficará mesmo de fora da chapa comunista em 2018.

Segundo que no raio de alcance do próprio governador não se vê nomes capazes de somar em importância numa disputa.

Dino, aliás, deve o início de sua carreira política também a Tema, que deu a maior votação de Tuntum a um deputado federal, isso em 2006.

PSB FORTE
Tema tem no ex-governador José Reinaldo o principal aliado no partido, mas conta também com a ala dinista

Para Tema Cunha só há um empecilho: o PSB.

O partido é hoje fortemente influenciado nacionalmente pelo senador Roberto Rocha, embora a maioria de suas lideranças locais seja ligada diretamente a Flávio Dino.

Se garantir o PSB na aliança comunista ou encontrar uma legenda que some com a chapa do governador, Tema passará a ser o principal nome para somar com o comunista.

É aguardar e conferir…

2

Consolidado no PSB, Roberto Rocha entra definitivamente no jogo de 2018…

Senador sai fortalecido politicamente do encontro que realizou em parceria com a Codevasf, confirma que deve disputar o governo pelo seu partido e se prepara agora para buscar novas alianças partidárias e eleitorais

 

Roberto Rocha falando a prefeitos, empresários e deputados: opção consolidada para 2018

A trajetória do senador Roberto Rocha (PSB) para as eleições de 2018 pode ser dividida em antes e depois do encontro de segunda-feira, 13, no qual atuou em parceria com o deputado federal Hildo Rocha (PMDB) e com a Codevasf.

O senador saiu fortalecido do episódio, sobretudo por reunir nada menos que 115 prefeitos – mesmo diante do boicote do governo Flávio Dino (PCdoB) – e abriu espaços para novas alianças partidárias.

Antes do encontro, Rocha já havia consolidado um outro passo eleitoral: confirmou à cúpula nacional da legenda que será mesmo candidato pelo PSB.

E assumiu a prerrogativa de iniciar, ele próprio, as tratativas de aliança com o PSDB.

O senador maranhense é hoje um dos principais nomes socialistas no Senado e tem o apoio das principais lideranças nacionais da legenda, como o vice-governador de São Paulo, Márcio França.

E espera a definição do PSDB maranhense para iniciar as tratativas de aliança para 2018, ciente de que os tucanos não ficarão com o governador Flávio Dino em hipótese alguma.

Há gente – tanto no PSDB quanto no próprio PSB – que ainda defende o atrelamento das duas legendas à coligação comunista.

Gente como o vice-governador Carlos Brandão (PSDB) ou o deputado estadual Bira do Pindaré (PSB), para citar dois exemplos.

Para Roberto Rocha, porém, estes terão que buscar novos rumos partidários se quiserem continuar com Flávio Dino.

Mas esta é uma outra história…

1

Roberto Rocha e Flávio Dino; juntos e misturados…

Erra quem aposta todas as fichas em um rompimento total e irreversível entre o senador do PSB e o governador do PCdoB; ambos têm interesses em 2018, mas com olhos ainda mais abertos para 2022

 

Flávio Dino e Roberto Rocha são inimigos íntimos: se amam se odeiam na mesma medida…

Até agora único a se movimentar como contraponto ao projeto comunista nas eleições de 2018 – ainda que não assuma claramente este projeto – o senador Roberto Rocha (PSB) não está definitiva e irreversivelmente na oposição ao governador Flávio Dino (PCdoB).

Para além de uma disputa eleitoral em 2018, tanto Rocha quanto Dino têm projetos vinculados a 2022, quando estarão – provavelmente os dois, caso Dino se reeleja – no fim dos seus respectivos mandatos.

Este blog, inclusive, já tratou deste tema, ainda em 2014, no post “Roberto Rocha e Flávio Dino oito anos depois…”.

Mas do que uma disputa nas eleições de 2018, Roberto Rocha e Flávio Dino têm cenários para negociar quatro anos depois da eleição do ano que vem.

Até por que, ambos sabem que um potencial sucessor de Flávio Dino poderá sair exatamente da eleição de senador de 2018, seja governista ou oposicionista.

Leia também:

E agora Grupo Sarney?!?

Todos de olho no Senado…

Uma nova oposição no Maranhão…

Zé Reinaldo, Weverton Rocha, Sarney Filho e Roseana: desta lista sai o potencial governador de 2022

Na lista de candidatos ao Senado estão nomes como Weverton Rocha (PDT), Sarney Filho (PV), José Reinaldo Tavares (PSB) e Roseana Sarney (PMDB).

Os dois desta lista que se elegerem senador em 18 estarão automaticamente credenciados ao governo em 22.

Flávio Dino sabe disso, Roberto Rocha também.

E sabem também que podem trocar de lugar, naturalmente, na mesma eleição de 2022.

Desgastar-se em 2018 numa disputa ferrenha, portanto, não está nos planos de nenhum dois.

É simples assim…

0

PSB é condenado por propaganda antecipada de Luciano Leitoa…

Luciano perde mais uma para Alexandre no pós-eleição

O PSD venceu no TRE-MA processo que movia contra o PSB.

A legenda socialista foi denunciada por utilizar o programa partidário para promover a candidatura de Luciano Leitoa em Timon, em 2016.

De acordo com a representação, o PSB utilizou o seu programa para promover o prefeito, então pré-candidato à reeleição, meses antes do pleito.

Condenado, o partido teve cassado tempo equivalente a cinco vezes o das inserções ilícitas.

Serão mais de 50 inserções de 30 segundos.

A decisão será cumprida no segundo semestre.

0

Luana Alves é saudada como nova deputada em encontro do PSB…

Socialista está em Brasília desde terça-feira, para assumir o mandato na vaga do deputado federal João Castelo, que faleceu no último domingo

 

Luana Alves na mesa diretora do encontro do PSB: prestígio partidário

Mesmo sem ainda ter tomado posse na Câmara Federal, a suplente de deputada Luana Alves foi recebida em Brasília com honras políticas pelo seu partido, o PSB.

Suplente na coligação do deputado federal João Castelo (PSDB) – que faleceu no último domingo, 11 – Luana já participou, nesta quarta-feira, 14, do encontro do Diretório Nacional do PSB.

Ela representou a bancada socialista no evento, que homenageou o centenário de nascimento do ex-governador de Pernambuco Miguel Arraes.

Luana Aguarda apenas as tramitações documentais de praxe para tomar posse como deputada…

0

Sem Castelo, PSDB maranhense fica sem representante na Câmara…

Partido que já foi um dos mais fortes na bancada maranhense conseguiu eleger apenas um deputado em 2014, embora tenha o vice-governador e um suplente de senador no exercício do mandato

 

Sem Castelo, restam a Pinto e Brandão as principais representações do PSDB no Maranhão

O PSDB maranhense vai desaparecer da Câmara Federal.

Seu único deputado pelo estado era o ex-governador e ex-prefeito João Castelo, que morreu no último domingo.

Como a suplente de Castelo é a primeira-dama de Santa Inês, Luana Alves, do PSB, os tucanos ficam sem representação na bancada maranhense em Brasília.

O PSDB foi um dos mais fortes partidos no Maranhão até as eleições de 2014, quando abriu mão de várias vagas na Câmara em troca da aliança com o PCdoB, do governador Flávio Dino.

Hoje, além do vice-governador Carlos Brandão, os tucanos têm o suplente de senador Pinto Itamaraty, ora no exercício do mandato, que pertence ao também socialista Roberto Rocha.

Aliás, Rocha quem pode fazer o PSDB renascer no Congresso, caso confirme sua transferência para a legenda…

Mas esta é uma outra história…

2

PSB prepara fortalecimento na Assembleia…

Com vistas às eleições de 2018, legenda deve receber pelo menos dois deputados estaduais, com objetivo de construir o projeto de eleição não-vinculado à esquerda

 

Clodomir e Graça Paz: fortalecimento do PSB

Clodomir e Graça Paz: fortalecimento do PSB

O ex-deputado Clodomir Paz, e sua mulher, a deputada estadual Graça Paz (ambos do PSL), devem desembarcar no PSB até o início de 2017.

Além deles, também deve se transferir para o partido o deputado Edilázio Júnior (PV).

De acordo com o que apurou o blog neste fim de semana, o projeto do novo PSB é forçar a saída dos deputados estaduais Bira do Pindaré e Rogério Cafeteira, ambos vinculados ao projeto do governador Flávio Dino (PCdoB), e garantir independência à legenda na Assembleia Legislativa.

Neste caso, a meta é afastar também o deputado federal José Reinaldo Tavares, que tem projeto próprio, desvinculado ao dos socialistas.

O PSB trabalha nacionalmente uma articulação com o PSDB para as eleições de 2018 – sobretudo se o candidato tucano for mesmo o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

Caso a aliança se consolide, ela deverá se reproduzir também no Maranhão.

Por isso é fendamental o expurgo dos parlamentares vinculados a Flávio Dino.

É aguardar e conferir…

1

Agora senador, Pinto Itamaraty ignora segundo turno em São Luís…

Tucano que assumiu ontem a vaga do socialista Roberto Rocha disse que seu compromisso atual é com o mandato que vai exercer na Câmara Alta por, pelo menos, 121 dias

 

Agora senador da República, o ex-vereador, ex-deputado federal e atual vice-presidente do PSDB maranhense, Pinto Itamaraty, quer dedicar os próximos quatro meses exclusivamente ao exercício do mandato na Câmara Alta.

Ele tomou posse ontem, na vaga do socialista Roberto Rocha, e deve permanecer no mandato até fevereiro.

Ex-coordenador da campanha da deputada federal Eliziane Gama (PPS), Itamaraty não se mostrou motivado a entrar efetivamente na disputa de segundo turno, entre Edivaldo Júnior (PDT) e Eduardo Braide (PMN).

– Meu único compromisso político, neste momento, é com o mandato de senador, que assumo com muita honra e alegria – disse ele.

Veja o vídeo da posse, acima…

0

Convenção homologa Ribamar Alves e Pastor Labareda para a disputa em Santa Inês…

Luana Alves apresenta os candidatos à população de Santa Inês...

Luana Alves apresenta os candidatos à população de Santa Inês…

A convenção realizada na tarde/noite de sexta-feira, 5, pelo PSB, PTB, PTdoB, PPL, PSDC, Rede Sustentabilidade, Solidariedade, PDT e PTC homologou os nomes de Ribamar Alves e Pastor Labareda como candidatos a prefeito e vice pela coligação “Santa Inês é do Povo”.

O evento aconteceu no ginásio João Cambinha e reuniu milhares de pessoas, entre políticos, filiados, simpatizantes, convidados e pessoas da comunidade. Na mesma convenção, além da chapa majoritária (prefeito e vice) ficaram definidas as coligações proporcionais para disputa a uma vaga na Câmara de Vereadores de Santa Inês.

A coligação “Santa Inês é do Povo I” reúne o PDT e PSB. Já a coligação “Santa Inês é do Povo II” é composta pelo PTB, PSDC, PTdoB e PPL. Da coligação “Santa Inês é do Povo III”, participam o SD, PTC e REDE.

Multidão lotou o local do vento

Multidão lotou o local do vento

Juntas, as três coligações reúnem nove siglas partidárias.

O ponto alto da convenção aconteceu com a chegada dos pré-candidatos Ribamar Alves e Pastor Labareda, que teve seu anunciado oficialmente durante a convenção. Já com os nomes homologados, os dois discursaram calorosamente e foram aplaudidos pelo grande público presente.

Ribamar Alves relembrou os feitos de sua administração e disse que em caso de reeleição dará continuidade em seu modelo de Governo, garantindo melhorias para a qualidade de vida dos que mais precisam.

“Agradeço a cada um que veio participar desta convenção, que será a arrancada para nossa reeleição”, destacou Ribamar Alves.

Os dois candidatos fizeram questão de passar no meio do povo presente à convenção

Os dois candidatos fizeram questão de passar no meio do povo presente à convenção

Tido como a grande surpresa na composição da chapa de Ribamar Alves, o pastor Marcos Aurélio da Silva, ou simplesmente Pastor Labareda, explicou o porquê de haver colocado seu nome à disposição para concorrer a vice-prefeito.

“Aceitei o convite por confiar no projeto do grupo de Ribamar Alves e por isso me disponibilizei para servir. Vamos contribuir com ideias e vamos seguir avançando nessa trajetória de vitórias”, disse Labareda.

Filho do falecido borracheiro Zé de Moça e de Maria de Jesus da Silva Pinto, Labareda é santainesense, casado com Dalrilene Costa Silva, com formação em Capelania e pastor presidente da Assembleia de Deus Cristo Para Todos, em Santa Inês. Ele acumula também a função de terceiro vice-presidente da Convenção Estadual de Igrejas e Ministros das Assembleias de Deus (Ceimad) no Estado do Maranhão.

Pastor evangélico desde 2004, Labareda diz conhecer Ribamar Alves há muito tempo.

“Sou partidário desde 1996 e acompanho política desde essa época. Sei que Ribamar Alves é um homem que tem sempre lutado pelos nossos ideais em nossa cidade. Admiro sua humildade e como ser humano é uma pessoa fantástica”, destaca Labareda.

 

0

Wellington faz festa após reunir partidos…

Candidato do PP alcançou segundo melhor tempo na propaganda com a adesão de PSB, PSD e PHS; e vence etapa das convenções como destaque entre os candidatos

 

Wellington co Roberto, Roberto Júnior e André Fufuca

Wellington co Roberto, Roberto Júnior e André Fufuca

O deputado Wellington do Curso (PP) a prefeito de São Luís, mostrou entusiasmo nesta sexta-feira, 5, durante convenção que oficializou sua candidatura a prefeito de São Luís.

– É uma responsabilidade que recai sobre os nossos ombros, mas uma responsabilidade que deve ser compartilhada com cada ludovicense, com cada pessoa que espera, através do poder público, dias melhores – disse ele.

Wellington terá o vereador Roberto Rocha Júnior (PSB) como companheiro de chapa.

A convenção do deputado do PP reuniu milhares de pessoas na Assembleia Legislativa...